Casa dos Contos Eróticos

Idênticos Cap.5

Um conto erótico de Gustavinho
Categoria: Homossexual
Data: 22/08/2016 03:30:47
Nota 10.00

Cap.5

Fomos se aproximando do hotel aonde eu estava hospedado.

-É aqui... - eu falei.

-Ah é ? Bacana... - virei então, e passei a olha-lo nos olhos...

-Obrigado pelo passeio... Eu me diverti bastante... Nunca tinha tido essa vontade de conhecer Paris assim, a pé. Sempre que vinha aqui era dentro de um carro, trancado. Mas enfim, agora eu conheci. Obrigado mesmo...

-De nada... - falou ele, com as mãos nos bolsos – se quiser sair, me liga. Conheço umas festas legais que a gente pode se divertir por aqui...

-Sério ? Então podemos ir numa amanhã...

-Ok... Vamos em uma amanhã.

-Tudo bem... Então, até mais... - falou ele, acenando e então se virando para ir embora.

-Até... - porém, antes que ele pudesse ir embora, o segurei, o virei de novo e tasquei um beijo nele. O meu eu tava querendo muito beija-lo, eu não consegui evitar. E foi muito bom, como foi bom... Fiquei ofegante de tão bom que foi. Quando paramos, ele me olhou, de olhos arregalados.

-Igor ?! O que foi isso ? - um sorriso veio a minha boca e eu olhei para o chão naquela hora.

-Desculpa... Me deu muita vontade de fazer isso... Desculpa – no início eu não sabia se havia feito bem ou não. Porém um sorriso que o rosto dele mostrou me tranquilizou mais.

-Vai com calma, tá bom ? Nós nos conhecemos apenas a 2 dias... - falou, piscando para mim – até mais...

Ele se foi, me deixando um largo sorriso no rosto. Fiquei feliz como uma criança ganhando doces. Ele me atraía de uma forma impressionante. A partir dali, passamos a sair juntos várias vezes, e o tempo foi passando sem que eu notasse.

NARRADO POR IAGO

-Alô ? - quando atendi o telefone, ouvi a voz do meu irmão.

-Igor ? O que é que você quer a essa hora ?

-Nada demais... Só queria avisar que talvez eu passe mais tempo do que esperava aqui na França.

-Porquê ? O papai vai te matar !

-Vai nada... Eu não quero te contar agora... Se tudo der certo você vai saber logo... Até mais irmãozinho.

-Igor ? Espera ! - ele não me ouviu... Desliguei o telefone logo. Já faziam 3 semanas que ele estava na França. Eu não sabia o que ele estava fazendo por lá. Mas enfim, só me interessava que ele estivesse bem. De repente então o meu telefone começou a tocar de novo – o que foi Igor ? - e então eu ouvi uma voz que não era de Igor.

-Iago ? Sou eu ? - era uma voz feminina... Logo reconheci. Era Sara, a moça que eu havia ficado algumas vezes nos últimos tempos.

-Sara ? O que houve ?

-Nós podemos marcar para conversar...

-Para conversar ? Ok... Um café então ?

-Tudo bem... - eu não sabia o que ela queria comigo, mas senti pelo tom dela que seria bem carregada a conversa.

NARRADO POR IGOR

Já faziam 3 semanas que eu estava em Paris. Na verdade eu nem senti esse tempo passar. Pelo contrário, passou voando. E é óbvio que eu só estava aquele tempo todo ali por causa de uma coisa.

-Maurício ? - batia na porta do apartamento dele. Sim, ele havia me levado até lá.

-Igor ? Entra... - falou ele, abrindo a porta.

-Já está pronto ? - perguntava eu, sem olhar para ele. Quando virei para vê-lo então, o vi apenas de toalha. E todo o seu corpo a aparecer.

-Quase, mas não vou demorar – seu cabelo todo bagunçado... Aquilo me arrepiou – só falta vestir a roupa – havíamos marcado de ir para uma balada juntos. E eu estava lá, no horário marcado.

Desde que nos conhecemos, passamos a sair bastante. Ele me disse que não tinha amigos que o convidassem para sair, então fui eu acompanhar ele por vários lugares. Não reclamei nenhum momento, é claro. Era muito melhor sair com ele do que mofar no Brasil, sozinho. Então eu fui adiando a minha volta. E não me arrependi nenhum pouco. Pelo contrário, estava gostando muito de ficar por ali.

TEMPO DEPOIS

NARRADO POR MAURÍCIO

Conhecer Igor foi a melhor que me aconteceu nos últimos tempos. Ele deu alegria de novo a minha vida, me fez sentir menos sozinho naquele país que não era o meu, me fez sorrir várias vezes e estava mexendo comigo de uma forma que ninguém nunca antes havia feito. Eu só tinha medo de uma coisa. Do dia em que ele precisasse ir embora. Eu não sabia quando ia ser, mas sabia que não ia demorar muito. Ele não morava em Paris. E depois que ele fosse embora, tudo voltaria a ser como antes.

-Sabe de uma coisa... Eu detesto a minha vida ! - dizia ele, bebendo um drink, sentado ao meu lado. - a minha vida no Brasil é muito chata ! Todos me cobram como se eu tivesse 100 anos. Se eu pudesse ficaria aqui na França, com você... Porquê você é muito legal ! Porquê você me faz sorrir ! - já percebi que ele estava alterado, porquê além de estar falando alto, logo derrubou o copo que bebia no chão.

-Igor ! Cuidado ! - me desculpei com o atendente do bar – já está na hora de irmos Igor...

-Mas porquê ? A festa mal começou... - dizia ele, tentando se levantar e me forçando a segura-lo.

-Porquê você já está completamente bêbado... Vamos, eu te levo até o hotel – falei, dando apoio para ele.

Da balada até o hotel ele foi agarrado a mim. Já me perguntava como seria a minha vida depois que ele fosse. Quando o conheci, havia dito a mim mesmo que não deixaria ele marcar muito a minha vida. Foi impossível de cumprir.

-Vamos Igor ! - dizia eu, tendo muito trabalho para levar ele até o apartamento.

-Porquê você está com pressa Mauricio ? A noite é uma criança – disse ele, derrubando um quadro do corredor do hotel.

-Igor ! Se você não se controlar vão te expulsar por vandalismo !

Foi complicado, mas consegui levá-lo até a cama do quarto dele.

-Ahhhh... - ele gemeu, após eu jogá-lo na cama dele.

-Então é aqui que você está ficando... É um quarto bacana...

-Se quiser pode ficar...

-Acho melhor não... Eu ainda tenho coisas a fazer e... - de repente ele se levantou, aos trancos e barrancos foi até a porta, a trancou e voltou até mim.

-Você não vai a lugar algum hoje... - falou, olhando nos meus olhos. De repente então seu olhar fulminante começou a me fazer recuar. Até que a parede me impediu de andar mais para trás. E ele se aproximou cada vez mais.

-Igor !? - o olhar dele era diferente.

-Eu sei que você não quer ir embora – falou ele, deslizando as mãos pelo meu corpo. Deslizou suas mãos até a minha virilha, e sobre o meu pênis. Me arrepiei por completo e arregalei os olhos quando ele fez isso.

-Não... Me provoque... Igor !

-Porquê não ? Por acaso você vai me bater ? - dizia, ainda deslizando as mãos pelo meu corpo. Não teve jeito, começei a me excitar na hora. A voz sexy que ele tinha, o corpo dele tão perto, as mãos dele a passear pelo meu corpo... Não deu pra evitar.

-Não... - falei, o puxando para mais perto ainda – eu posso fazer coisas muito profundas... Talvez você não goste...

-Tem certeza ? - falou, desabotoando o primeiro botão da minha camisa. Não teve jeito. Nem esboçei reação. O beijei com força. A noite ia ser longa... Afoitamente, ele começou a desabotoar todos os botões da minha camisa. Alguns ele até arrancou, mas eu não estava nem aí... Fizemos a maior bagunça... Derrubamos mil coisas... Foi uma noite incrível...

NARRADO POR IAGO

Fui para o café que havia marcado com a Sara. Quando cheguei lá ela já me esperava.

-E ai Sara ? - falei, me aproximando

-Oi... Iago... Senta... - falou ela. Obedeci. A cara que ela portava não era muito boa.

-Aconteceu algo ? Você não parece muito feliz...

-Aconteceu... Antes de tudo... Eu não quero que pense que eu tentei dar um golpe em você porquê tens dinheiro. Ou que fiz isso premeditadamente. Isso nem podia acontecer agora, no auge da minha vida profissional. Mas aconteceu.

-Você está me assustando Sara ! Fala logo...

-Eu estou grávida Iago. E não transei com ninguém mais além de você nos últimos meses – arregalei os olhos naquela hora.

-O quê ? Eu vou ser pai ?

Continua

E ai ??? Gostaram ??? Comentem e votem por favor.

Marcos Costa- :)

Catita: Que bom kkkk

Hello - <3

P.G: Lindíssimos...

Edu19>Edu15: <3

Rogean: Então continue lendo kkk

Beijos :)

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
21/09/2016 20:11:57
Isso que dá encher a cara de cachaça..
23/08/2016 18:41:23
Cada capítulo me surpreende!
22/08/2016 12:13:55
22/08/2016 10:33:44
Meio nada a ver isso do Iago ser pai. Eles tinham que ter todo aquele negócio de se aproximar, se apaixonar e tal. Eles se viram uma vez e agora ele vai ficar com ela porque ela tá grávida.
22/08/2016 07:23:39
Bom.
22/08/2016 06:55:05
Beautiful!!!!!♡.♡👏👏💓😍✌ continua!
22/08/2016 06:18:40
Uau muito bom esse conto cada vez melhor 😍😍😉 só paro de ler depois que for o último capítulo 😀😀😉 pode deixa =)