Casa dos Contos Eróticos

Coroa gerente da Ótica

Um conto erótico de FardadoSafado
Categoria: Heterossexual
Data: 12/04/2016 12:01:23
Nota 10.00
Assuntos: Coroa, Milf

Já faz um tempo que não escrevo aqui, devido a correria normal do dia a dia ando sem tempo, para quem não conhece minha história recomendo que leiam meus contos anteriores, meus relatos são verídicos o que torna tudo mais excitante e prazeroso de se relatar.

Vamos ao que interessa, atualmente tenho 27 anos e oque irei relatar ocorreu quanto eu tinha 19 anos e morava no DF, na época fazia um curcinho preparatório para concurso para ingressar no exército, todos os dias pegava o metro e descia na rodoviária do Plano Piloto e as vezes matava o tempo ali dando uma volta e naquela época adorava abordar mulheres que me chamavam a atenção não importava o lugar era muita cara de pau. E desde minha primeira experiência sexual que ocorreu com Bárbara que era muito mais velha que eu passei a ser fanático por mulheres mais velhas, Milfs, bom em um de meus passeios por algum centro comercial próximo a rodoviária passei em frente à uma pequena ótica e Al olhar para dentro percebi que havia uma musa lá dentro minha ereção foi instantânea, lá estava ela altura mediana, pele bronzeada um belo par de seios e pernas lisas e torneadas com um shorte branco mostrando parte das cochas e uma blusa de cetim lilás que realçava seus seios, e o melhor uma coroa de 47 anos que fiquei sabendo mais a frente, no primeiro momento fingi que olhava uns óculos escuros para poder admirá-la pela vitrine. Neste primeiro dia não tive coragem de tomar iniciativa, assim foi o segundo, terceiro dia até que um dia a encontrei só pois sempre havia uma colega ou clientes.

Então respirei fundo tomei coragem e entrei, falei qualquer besteira para iniciar um diálogo e começamos a bater papo sempre que ela abria uma brecha eu a elogiava, descobri que ela era dona da ótica em sociedade com uma amiga que logo em seguida chegou e cortou meu barato, apenas me despedi com os três beijinhos e me retirei meio embriagado pelo seu perfume e excitadissimo. O tempo foi passando e sempre passava por lá quando ela me via sempre ascenava, já não me aguentava mais naquela situação e resolvi tomar uma atitude, no dia seguinte parei em frente à ótica fiquei olhando a vitrine e notei ela me olhando lá de dentro, percebi que era o momento mesmo ela estando com a sócia entrei a comprimentei e dei um abraço depois ela falou alguma coisa para a sócia dela que logo em seguida se levantou e disse que ia comprar um lache, nisso ficamos a sós disse que ela estava linda e me abri para ela, falei que ela despertava um forte desejo em mim e que não conseguia evitar de vê-la, ele fez aquele discurso da diferença de idade e tal.., bom apenas segurei suas mãos que estavam suadas como as minhas olhei em seus olhos e falei que idade nunca importou nem vai importar para mim, passei a mão por seus cabelos segurei em seu queixo e me aproximei para em fim beijá-la, ela correspondeu meu beijo e nossas línguas se misturaram em nossas bocas em um beijo quente com muito desejo, em um momento ela saiu de seu devaneio lembrou-se que estávamos na loja e que poderia aparecer alguém me deu seu telefone e sai dali realizado e não acreditando no ocorrido.

Ao chegar no curcinho não conseguia me concentrar, apenas sonhava acordado com minha musa, entrei e contato com ela por mensagem falando que havia adorado Conhecê-la que ela era maravilhosa e por ai vai, logo em seguida ela me respondeu e conversamos muito e por fim marcamos de sair no fim de semana. Como já era sexta feira então nem sofri muito.

Chegou o tão esperado dia, nos encontramos no local combinado ele foi me buscar de carro, assim que entrei no carro nos beijamos com muita vontade e sede e sem muita enrolação ela me levou para um motel daqueles lá no núcleo bandeirante, entremos no quarto sem muita teoria já fui arrancando a sua roupa deixando apenas de calcinha, não resisti à queles seios magníficos e comecei a mamalos, morder os mamilos que estavam enrigecidos e suculentos, ela apenas gemia muito me chamado de menino louquinho, fiquei um bom tempo perdido naqueles dois colossos explendorosos e saborosos, segui beijando seu corpo perfumado parei novamente em sua barriguinha dei beijos e lambidas ela estava ficando toda arrepiada e se contorcendo na cama, fui descendo mais um pouco retirando suacalcinha com a boca com auxílio de meus dedos ao sentir o cheiro de seu sexo não resisti aquela buceta linda, lisa e cheirosa cai de boca beijei, chupei, lambi, a penetrei com minha língua e ela agarrava meu cabelo forçando minha cabeça para baixo fiquei uns 10 min chupando aquela buceta, depois de ela já estar toda melado começamos a nós beijar muito, aquele cheiro de sexo já dominava todo o quarto, não existia pudores só muito desejo.

Ela começou a buscar por meu pau que já anciava por um carinho ela retirou minha roupa segurou meu pau com uma mão e minhas bolas com a outro e começou a me masturbar divinamente, colocou meu pau entre os seios e iniciou uma espanhola magnífica, nunca havia tido uma experiência tão intensa, ela sabia conduzir tudo do seu jeito eu era apenas um menino inexperiente ali sendo usado. Logo ela começou um boquete maravilhoso com muita saliva, eu já estava nas nuvens não me aguentaria por muito tempo a coloquei deita e montei por cima dela para penetra-la, comecei a fode-la com força e ela gemia muito nossos corpos estavam transpirando tesão estava uma delícia, que boceta apertada quente e gulosa, a fodia e ela pedia mais, mudamos de posição e ela vei por cima, começou a me cavalgar aí foi demais não resisti mais e gozei muito enchendo-a de porra.

Ficamos deitados abraçados nos beijando como um casal apaixonado, ela me convidou para tomarmos um banho de banheira e ali ela começou a me chupar novamente me deixando com o pau bem duro novamente e ali começamos outra seção de muito sexo.

Infelizmente nunca mais a vi, passei no concurso e tive que me mudar nunca mais a vi, ainda guardo saudades e lembranças dela que com certeza me ensinou muito. Ainda sou tarado por coroas, tenho outras aventuras que contarei em data oportuna.

Por favor votem e deixem comentários.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
05/06/2018 09:38:34
sensacional
15/03/2018 12:11:59
Conto delicioso. Você realmente aprecia mesmo as maduras. Garotos jovens, são bem taradinhos e permitem que a gente conduza as transas, o que permite orgasmos intensos. Como deve ter obtido essa gerente da ótica. Nota máxima como sempre. Publiquei há pouco um novo conto. Me visite. Beijos.
31/05/2017 00:55:09
Querido!!!... Sua avaliação no meu conto me deixou muito feliz. É uma satisfação ler tuas histórias com as coroas, como esta. Foi muito...muito excitante esta transa com a mulher da ótica. Em as de 21, como ficam? RsrSrs... Escrevi há pouco sobre minha primeira experiência anal. Sei que o tempo é escasso, mas de sua opinião sobre ela. Brigadão e beijaaauuummm*-*
14/04/2016 20:19:12
Ótimo conto e com mulher madura, a nota é maxima. Uma mulher experiente entende de um momento de prazer. Agradeço por ter lido o meu. Um abraço.
13/04/2016 21:41:33
...¨aquele cheiro de sexo já dominava todo o quarto, não existia pudores só muito desejo¨... Sensacional, amigo, muito bem escrito o relato. Pena que não continuou, pois, uma gostosa dessas é pra ser fodida muitas e muitas vezes.
13/04/2016 08:11:36
Delicia de relato, bem excitante. Com certeza, se tu precisares comprar óculos já sabe onde ir. Ou senão, um óculos de sol ao menos. Rsrs. Madura e experiente, atendo muitos novinhos, que em matéria de sexo são ótimos e entusiasmados alunos. Nota dez e beijocas.
12/04/2016 13:05:52
Foda gostosa.