Casa dos Contos Eróticos

Comi minha amiga santinha do trabalho gostoso depois de anos!

Um conto erótico de Gringosp
Categoria: Heterossexual
Data: 10/02/2016 22:05:00
Última revisão: 10/02/2016 23:17:01
Nota 9.93

Olá,vou narrar uma história verídica que aconteceu um tempinho atrás comigo...

Comi gostoso uma amiga do trabalho que na época que trabalhava comigo era toda santinha, mal transava com o namorado por causa da religiao ,estava noiva e ia se casar, só que as coisas mudaram depois de alguns anos.

Vou chama-la de Laura por descrição. Laura uma morena de cabelos lisos, gostosa com as curvas no lugar, bunda empinada, seios fartos e uma boquinha que da vontade de beijar so de conversar.

Na época que trabalhávamos juntos tínhamos uma amizade normal apesar de sempre ser afim de experiment-la rs, eu já era analista e ela assistente, sendo assim trabalhavamos juntos, eu sempre ensinando algumas coisas pra ela e ela me ajudando no dia a dia. Ela estava com tudo planejado para o casamento, tinha acabado de ficar noiva, conversavamos sobre tudo, tinhamos uma liberdade legal. Nas conversas mais quentes ela dizia que transava muito raramente e ainda ficava com peso na consciência pois não podia, so depois do casamento devido as regras da religião, e eu só imaginando como seria pegar ela gostoso, chupar e comer ela inteirinha rs, mas isso só ficava no pensamento. Eu respeitava, pois cada um segue a doutrina que gosta pra sua vida, mas ao mesmo tempo achava meio absurdo.

Com o passar do tempo, troquei de trabalho e depois fui morar no exterior por um tempo para trabalhar e estudar ingles. Com isso perdemos um pouco o contato.

Quando voltei do exterior percebi através das redes sóciais que ela estava bem mais bonita do que já era, saindo pra balada com umas amigas também bem gatas e resolvi puxar assunto.

A conversa foi bacana, perguntei como estavam as coisas e logo fui ao ponto que me interessava perguntando pra ela se tinha casado. Pra minha surpresa ela disse que estava solteira. Isso me deu mais liberdade e fui logo falando o que achava, que ela estava mto bonita, muito mais que da época que trabalhávamos junto, que sempre senti muita atração por ela e agora que ela estava solteira queria uma oportunidade! Ela respondeu que poderíamos sair e ver o que rolava, com isso trocamos telefones.

Começamos a conversar constantemente todos os dias e percebi que ela não era mais aquela santinha recatada que conheci anos atrás. Contei sobre as mulheres que peguei no exterior, ela curiosa perguntou como foi a experiência. Eu disse que as mulheres gostavam de fazer tudo, ela pediu detalhes e eu falei: chupavam gostoso, faziam todas as posições imagináveis e ainda davam o cuzinho gostoso. Ela com um tom sarcástico disse que não ficava muito atrás das gringas e que gostava de tudo também! Na hora não acreditei no que estava lendo e foi minha deixa para dizer tudo que sempre quis fazer com ela!

Falei que sempre quis experiment-la todinha desde a época do trabalho, achava ela muito gostosa e sempre quis chupar e comer ela todinha só que ela era noiva e toda santinha, por isso nunca falei e só fiquei na vontade todo esse tempo.

Ela em tom de surpresa disse que não imaginava, mas que sempre me achou bonito e gostoso, e que naquele momento ja estava imaginando a gente fazendo de tudo e que poderiamos marcar de sair o quanto antes!

Marcamos pro primeiro fim de semana seguinte, fui busca- lá na casa dela e logo quando ela entrou no carro já fiquei louco! Ela estava com um vestido bem decotado e curto espondo bastante seus seios maravilhosos e as pernas bem bronzeadas que fiquei duro na hora!

Fomos num barzinho, tomamos algumas cervejas e conversamos sobre tudo até que o papo foi esquentando. Falei que ela tava demais, muito linda,atraente e gostosa e que não sabia o que tinha acontecido no noivado dela, mas acreditava que hoje ela estava muito melhor. Ela disse que também achava isso e que inclusive podia fazer tudo que tinha vontade e que na época não podia fazer por causa do noivo e da religião.

Aquilo me acendeu de tal forma que meu pau ficou duro repentinamente, logo decidir ir pra cima! Disse que desde que ela entrou no meu carro já estava louco pra chupar ela todinha e satisfazer todas as suas vontades! Ela correspondeu dizendo que já estava molhadinha imaginando a gente desde que chegou e queria me sentir hoje gostoso!

Pedimos a conta e saímos a procura de um motel, ao entrar no carro ja nos beijamos intensamente, peguei ela bem forte tocando e apertando ela todinha, lambendo seu pescoço, passando pelo pe da orelha até descer para os seus seios maravilhosos. Abaixei seu vestido expondo eles e como eram lindos, grandes, pontudos e estavam bem enrijecidos...chupei gostoso eles lambendo e mordinscando bem de leve seus biquinhos. Ja no caminho do motel a putaria rolava solta, ela abriu minha calça enquanto eu dirigia e caiu de boca gostoso, mamando até as bolas. Eu já me aproveitando da posicao que ela estava, de saia e de quatro coloquei a calcinha de lado e fui metendo dois dedos na sua bucetinha gostosa que já estava absurdamente molhada!

Alternava lubrificando seu cuzinho com seu próprio liquido e metendo o dedo gostoso lá dentro, alargando um pouco a entrada...nessas horas dava pra ouvir que ela gemia mais alto e chupava mais forte, sinal que gostava da putaria que estava rolando.

Chegamos no motel e a coisa foi esquentando ainda mais, tiramos nossas roupas rapidamente e sem pestanejar ela caiu de boca intensamente no meu pau falando varias putarias, dizendo que meu pau era muito gostoso, tinha um gosto maravilhoso e que se pudesse chuparia até amanhã sem parar e no final como presente beberia todo meu leitinho. Que delícia ouvir isso de uma mulher, da muito mais tesão! Nisso ela começou a fazer um garganta profunda encostando a lingua até as bolas, estava quase gozando ali mesmo!

Sugeri um 69 delicioso para provar o seu gosto todinho. Ela nem pensou e já ficou de quatro com sua bocetinha e cuzinho piscando pra mim de tanto prazer pedindo pra eu chupar ela todinha. Nem estava acreditando que aquela mulher santinha que conheci anos atrás estava de quatro oferecendo sua buceta e cuzinho pra eu chupar sem hesitar! Ela continuou mamando e gemendo que nem uma cadela no cio.

Comecei chupando sua bucetinha encharcada colocando e tirando quase a língua inteira de dentro da sua grutinha, lambendo e mordinscando todo seu grelhinho lisinho molhado e depilado, estava uma delicia! Lambia e chupava desde o início da sua bucetinha até chegar no seu cuzinho onde finalizava com louvor. Passava a lingua em torno do seu anelzinho todo que piscava ainda mais de tanto prazer!

Ela não conseguia mais me chupar de tanto prazer que estava sentindo. Nao gemia, urrava dizendo pra eu nao parar de chupar, que estava gozando já não sabia mais quantas vezes!

Comecei a meter dois dedos no seu cuzinho pra alarga- lo um pouco mais e continuei a chupar sua bucetinha toda. Ela não aguentava mais de tanto prazer e já estava implorando para eu fuder ela todinha!

Coloquei ela de quatro, abri bem sua bundinha gostosa pra ter uma visão privigiada de suas partes totalmente molhadas e fui colocando meu pau bem devagarinho na entrada da sua bucetinha que era um pouco apertadinha. Mas meu pau entrou gostoso alargando ela que gemia e pedia pra eu foder ela com força! Comecei a estocar mais forte e podia sentir a cabeça do meu pau batendo lá no fundo em seu utero, ela pedia mais, queria ainda mais forte!

Foi uma delícia, comi ela forte de todos os jeitos possíveis, de quatro, de lado, ela por cima cavalgando e rebolando, papai e mamae com suas pernas nos meus ombros, uma putaria só, e ela sempre pedindo mais!

Eu estava quase gozando quando ela me surpreendeu dizendo que queria sentir meu pau todo dentro do seu cuzinho! Na hora fui a loucura era tudo que queria ouvir daquela santinha que trabalhou comigo anos atrás: come meu cuzinho gostoso!

Como sempre ando preparado pois adoro comer um cuzinho, peguei o lubrificante que tinha levado, pus ela novamente de quatro e abri bem seu rabinho! Podia ver seu botaozinho piscando e pedindo pra ser arronbando. Lambuzei ele todo e deixei ele pronto para receber mei pauzao! Lambuzei todo meu pau e montei em cima dela bem devagar. Comecei a pressionar a entrada do anelzinho com a cabeça do meu pau só que encontrei certa resistência. Pedi pra ela relaxar que eu já tinha feito anal algumas vezes e sabia o que estava fazendo. Ela relaxou e comecei a pressionar novamente...de repente a cabeça do meu pau entrou gostoso...que delícia de rabinho, nossa apertadinho, do jeito que eu gosto! Fui enterrando cada vez mais minha pica bem devagarinho, ela reclamou que estava doendo um pouco mas sabia que logo iria ficar gostoso e ela iria a loucura. Enterrei ate que encostei minhas bolas na sua bunda, meu pau estava todo dentro! Ela começou a rebolar e pedir pra eu estocar devagar que tava ficando gostoso. Comecei a estocar devagar e estava uma delícia, nunca tinha comido um cuzinho tão gostoso e apertadinho! Logo comecei a acelerar as estocadas, ela gemendo alto e pedindo: Vai gostoso, come meu cu, come gostoso, faz como vc fez com as gringas, come meu cu gostoso, falei que não ficava pra trás, quero sentir sua porra toda dentro da minha bundinha, vai goza vai!

Continuei estocando cada vez mais forte, ela acariciando sua bucetinha na frente e pedindo mais e mais! Senti um frio na espinha e com o pau todo enterrado na sua bundinha gozei muito, muito mesmo sem conseguir me controlar de prazer! Ela desengatou do meu pau e rapidamente se despiu de toda a vergonha que tinha e caiu de boca com louvor fazendo o boquete mais gostoso que já tive em minha vida, chupando da base até a cabeça, bebendo todo meu leitinho dizendo que meu pau era muito gostoso!

Deitamos na cama exaustos e felizes, dizendo um para ou com tinha sido gostoso, que tínhamos perdido nosso tempo nao saindo antes e que com certeza iria querer uma segunda vez! Nao exitei em dizer que tambem iria querer, pois afinal tinda sido uma das melhores fodas da minha vida!

Tomamos um banho, deixei ela em casa acabada e prontar pra dormir, assim como eu estava!

Continuamos saindo até hoje, toda vez que transamos é essa loucura, quero propor a ela uma menage, afinal sempre foi meu sonho transar com duas mulheres ao mesmo tempo!

Se rolar com certeza descreverei aqui minha experiência, pois sem dúvida será muito gostosa e prazerosa!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
29/06/2016 10:51:20
Relato delicioso, querido. Muitas vezes os desejos são recíprocos e como ninguém se manifesta, fica por isso mesmo. Neste caso aqui narrado, demorou, porém aconteceu. O anal foi mesmo de tirar o fôlego, escrito de forma detalhada e excitante. Parabéns. Estou também com um novo conto sobre o tema, algo que não aconteceu há cinco anos e só há pouco se realizou também. Nota máxima com louvor. Beijos.
12/04/2016 05:34:02
Gostei do conto, gringo. O tempo nos faz liberar os desejos e anseios. Eu mesma era assim e hoje, quase nem me reconheço em matéria de sexo. Nota dez e beijocas.
24/03/2016 13:19:50
Eu também sempre tenho um gelzinho à mão. Nota 10 seu conto!
02/03/2016 12:27:15
Dizem que as santinhas é que são as mais safadinhas na cama. Eu mesma, sempre procuro manter a aparência de recatada para esconder o quanto gosto da coisa. Rs. Gostei do conto, querido. Narrou de forma bem excitante o reencontro com a Laura. Agradeço a leitura do meu relato. Bjs.
19/02/2016 23:29:12
Ótimo conto, bem relatado. Nota 10
18/02/2016 13:58:44
Show de relato, gringo. As santinhas é que são na verdade as mais safadinhas entre quatro paredes. Assim eram minhas coleguinhas na facul. Seu conto está muito bom. Escreva mais. Agradecida pela visita. Bjs, Val.
11/02/2016 11:27:05
Nota 10.
11/02/2016 11:26:46
Seu conto é muito bom, gostoso de ler. É o tipo de situação deliciosa. Faz lembrar do passado, esse encontros são maravilhosos até mesmo quando a mulher já não tem a beleza da juventude. O que prevalece a experiência e a segurança na escolha.
10/02/2016 22:36:07
Ótimo conto...
10/02/2016 22:14:53
Tirando os erros de português, facilmente corrigíveis com um corretor, seu conto é excelente. Parabéns e nunca pare de comer o cuzinho dela.