Casa dos Contos Eróticos

qualquer hora e lugar

Autor: LF
Categoria: Heterossexual
Data: 14/12/2015 00:09:36
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Tenho outro conto publicado espero que gostem deste tbm.. mas sempre aceito críticas construtivas..

Hj em dia adoro cada vez mais sexo, principalmente em público mas tudo se iniciou com uma namorada que tive com 14/15 anos..

Estávamos com os hormônios a flor da pele um tinha tirado a virgindade do outro não fazia muito tempo e se dependesse de nós dois teríamos sexo em qualquer lugar..

nos amávamos muito e posso dizer q foi a única garota por quem tive aquele sentimento uma mistura de amor com desejo que até hj ainda me faz sentir desejo quando penso..

mas voltando a história era noite de domingo estávamos na minha casa na parte de cima porém meus familiares estavam embaixo e sempre apareciam justamente quando estava esquentando.. já cansado disso fomos pra casa dela.. e lá a situação não foi diferente pois sua mãe estava em casa, mas tínhamos tanto tesão um pelo outro que resolvemos sair e achar um local..

até q me lembrei que existia uma beco que eu usava pra cortar caminha aqui na área.. aonde tinha uma pracinha que ninguém frequentava.. subimos na minha bicicleta e fomos pra lá.. chegando no local ela fica meio com medo, mas começo a beija-lá e logo aquele medo inicial se torna o desejo que nos pega de jeito e joga o corpo de um pra cima do outro nos entrelaçando e fazendo cada vez mais desejar poder ali mesmo.. até que ela não aguentou mais ficou de joelho e começou a me chupar com maestria.. ora engolia até o talo ora Gâmbia a cabeça.. me deixando totalmente louco e cada vez com mais tesão, até que este sentimento tomou conta de mim levanto ela jogo em cima de uma mesa ficando de bunda empinada pra mim e não perdoo aponto a pica para aquela buceta deliciosa que parecia feita pra mim de tão perfeito que era.. começo bem devagar deixando que ela aproveite cada centímetro do meu pau depois de tudo dentro vou colocando e tirando ainda devagar para aproveitarmos ao máximo e depois começo com estocadas mais fortes e ela começa a gemer bem alto se esquecendo que estávamos numa pracinha enfiou a mão nos cabelos dela e enquanto puxo, bato na bunda e enfiou cada vez mais fundo deixando ela com muito tesão e eu tanto quanto ela.. depois de um tempo nessa posição gozo bem gostoso dentro da buceta dela.. depois decidimos sair dali mas na volta pra casa havia um desnível no muro das casas ainda neste beco e escondera um pouco agente.. não deu outra agarrei ela e joguei na parede já levantando a sainha dela e ela pré dando uma das pernas em mim pra facilitar a penetração.. dessa vez meto tudo de uma vez com estocadas bem fortes ela gemendo cada vez mais alto até que um grupo de 4 pessoas passa e fica olhando eu enterrado nessa minha namorada ela reconhece uma menina e diz ser da escola dela eu respondo, se ela tinha que ter visto algo ela já viu e volto a fuder gostoso a buceta dela que volta a gemer com mais vontade do que antes.. até q gozamos juntos mais uma vez..

depois ela me contou que a amiga ficou quando ela porque tinha visto...

só uma pena que a amiga dela não quis vir pra brincadeira..

Espero que tenham gostado deste tbm toda os meus contos são verídicos e vem mais por aí..

Comentários

31/12/2015 12:12:58
Gostoso... Ter um amor incontrolável assim é bem gostoso.
28/12/2015 12:52:11
Delicia de conto 10
14/12/2015 14:08:40
Delicia o relato, querido. Nessa idade, quando se tem chance, os meninos aproveitam mesmo e dão até mesmo duas seguidas assim. O excitante está em ser num beco, porém, sorte que essa coleguinha dela não andou contando pra todo mundo na escola. Rss. Nota dez e beijocas.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.