Casa dos Contos Eróticos

Será que você ainda não entendeu? Eu te amo... 13

Um conto erótico de Nando Mota
Categoria: Homossexual
Data: 18/08/2015 22:21:24
Última revisão: 24/08/2015 19:57:58
Nota 10.00

Quando o comboio partiu da zona urbana da cidade pára a rural, Karl von Dorff olhou para o irmão Olaf e disse:

_ Eu nunca esperei ter todo esse apoio de vocês. Sempre me senti mal por talvez envergonhar vocês e nossos pais, o restante da familia e os amigos por ser diferente. Aí hoje você e o Edsel não só me aceitam como eu sou, como também estão me ajudando a salvar o homem que eu amo com todas as minhas forças. O que dizer disso tudo? Obrigado é muito simples... Tô sem palavras manos.

_ Ah. Karl para com isso... falou Edsel. Eu posso quase aceitar tudo o que você disse, menos esse papo de ser diferente. Diferente em que irmão? Olha a sua agonia... Será que ela não seria a mesma minha se algo acontecesse a Gina, ou do Olaf se ele estivesse tentando salvar também sua Mila? Não meu irmão, você não precisa ficar envergonhado ou mesmo sentir vergonha do que você sente e principalmente do que você e o Danilo tem... Estamos juntos, Karl até o fim...

_ É isso aí meu mano, falou Olaf... Até o fim.

E o local da chácara se aproximava cada vez mais e como era de se esperar, a ansiedade voltou a ser uma péssima companheira. Mentalmente Karl rezava com fervor para que nada de mal acontecesse a seu amado Danilo medinaOs quatro pararam a sodomia em conjunto e deixaram o jovem Danilo na mesma posição em que fora amarrado na mesa e resolveram beber algo...

_ Você ta planejando algo mais pro viadinho ali, Roger? Perguntou Guto.

_ Pode ser que sim... Não tenho pressa. Temos que primeiro amaciar a carne antes de comer meu caros amigos.

Os quatro riram e brindaram ao sucesso do sequestro.

Danilo chorava baixinho por estar envergonhado e por sentir dores por todo o corpo. O pior de tudo era essa impotência diante dos agressores que por mais que ele tentasse, sempre levavam vantagem sobre ele e seu querer. Tentou pensar em Karl em vários momentos enquanto estava sendo torturado mas não conseguia fixar o rosto do amado em seu pensamento... E isso foi ruim porque mesmo sentindo amor por Karl, achava que havia perdido a sintonia com ele e o rosto dos quatro eram tudo o que sua memória conseguia gravar.

Eles voltaram após esvaziarem várias latinhas de cerveja.

_ Peguem esse verme e levem para o banheiro. Quero ele bem limpo. Na volta ele vai ter o que merece...

_ Poxa Roger que bom cara... Falou Léo.

Guto, Beto e o próprio Léo começaram a desamarrar as mãos e os pés de Danilo e por ele não ter mais forças, o carregaram para o banheiro. Lá chegando, o garoto foi colocado em uma banheira que além de água continha muitos cubos de gelo... E sua pele voltou a ser queimada...

_ Aaahhhh.... POR FAVOR... NÃO... SOCORRO... PELO AMOR DE DEUS ME AJUDEM... SOCORROOOOO...

Sua cabeça foi então mergulhada na água gelada e ele começou a sufocar. Cada um dos amigos o mergulhou várias vezes demorando em deixá-lo submergir... Danilo perdeu a consciência e finalmente foi tirado da banheira.

_ Viado mais molenga... Falou Beto que lhe deu quatro tapas de mão aberta no rosto fazendo com que ele despertasse momentaneamente.

Ele foi enxugado e lhe puseram um tapa sexo de ferro preso por um cadeado em seu pênis. As marcas em seu corpo estavam arroxeadas por conta do frio a que foi submetido e antes dele ser levado para uma espécie de quarto foi obrigado a beber um copo de vinho misturado com um estimulante...

Roger os esperava no aposento e rapidamente Danilo foi amarrado a uma mesa. Seus pés tocavam o chão e as pernas estavam abertas na largura da mesa. Seus pulsos foram algemados separadamente e presos a uma corrente fixada na parede que ficava em frente a mesa em que fora amarrado. Suas costas ficaram totalmente em cima da mesma fazendo com que sua bunda ficasse totalmente exposta. E finalmente os quatro se aproximaram com seus instrumentos favoritos... Roger, a vela acesa... Beto, o chicote... Guto, o dispositivo de choques e Léo com um pote de creme.

E mais uma vez cada um por exatos cinco minutos fizeram uso de seus brinquedinhos no corpo de Danilo que voltou a ser massacrado por eles. Quando os três terminaram de usar os artefatos, Léo se agachou atrás do garoto e começou a passar o creme gelado em sua bunda e seus dedos começaram a entrar em seu buraquinho que já havia sido bem sacrificado pelo dildo gigantesco que haviam usado nele...

_ NÃO... POR FAVOR, NÃO... EU PEÇO DESCULPAS PELO QUE DISSE A VOCÊ, ROGER... SOCORRO, KARL... ME SALVA AMOR. EU AMO VOCÊ... MEU DEUS... NÃO FAZ ISSO, POR FAVOR... NÃOOOOOOO... EU IMPLORO... KARL.... AAAHHHHHHHHHHHHHHHHH...

E enquanto Léo entrava dentro dele com força e determinação, Roger disse...

_ Isso é pra você aprender a nunca mais roubar o homem dos outros e jamais voltar a ser petulante com quem você não conhece. E tenho certeza que essa lição, você jamais esqueceráNo instante em que chegaram próximo a chácara, já era possível ouvir os gritos do garoto e a risada de seus algozes. Karl ficou louco e correu... Edsel o segurou e o abraçou enquanto falava...

_ Não meu irmão... Deixe que a polícia entre e faça o seu trabalho... Você não precisa ver o que esta acontecendo lá. Karl ainda tentou lutar com o irmão só que foi vencido.

_ Ele gritou por mim... Me deixa ir Edsel, me deixa ir...

Os gritos continuaram a enlouquecer Karl que foi contido pelos dois irmão, pois Olaf o abraçou também fazendo com que ele ficasse sob controle.

Oito policiais cercaram a casa e combinaram a invasão que estava prestes a acontecer. O quarto em que Danilo estava era o último da grande chácara. Os dois policiais que entraram na casa primeiro mandaram o sinal de que o terreno estava livre e mais dois entraram e se posicionaram no corredor que levava até a última porta onde o garoto estava. No mesmo instante em que quatro deles se posicionaram à porta do último aposento, os gritos de Danilo Medina cessaram... E sem mais demora, a porta do quarto foi derrubada e quatro homens nus e em ereção olharam na direção da porta e rapidamente tentaram se cobrir.

_ No chão, miseráveis... Falou o Agente da Divisão anti-sequestro. Algema esses malditos e coloca em viaturas separadas.

Houve protesto da parte deles...

_ Ei isso é invasão de domicílio...

_ É mesmo, seu desgraçado... O som de um tapa foi ouvido no quarto.

_ Ei cara, você não pode bater no meu amigo... Falou Beto.

_ Tenho provas de que esse verme me agrediu primeiro... E Beto foi silenciado com um murro no olho direito... Agora me responda seu escroto, você viu algo?

_ Não senhor... Nada não senhor.

Um a um foi sendo levado pelo longo corredor e assim que Danilo começou a receber os primeiros socorros da equipe de paramédicos que havia vindo juntamente com os policiais, Karl entrou em seu local de cativeiro e o viu deitado no chão.

O corpo de Danilo estava imóvel e muito machucado. Havia queimaduras e hematomas por todo ele e isso o fez chorar e gritar em desespero... Os irmão tentaram lhe tirar de lá sem muito sucesso e assim que Danilo foi sedado e colocado na ambulância, ele simplesmente apagou.

Edsel ligou pra casa de Karl e o pai Franz atendeu a ligação no primeiro toque...

_ Como ele esta, filho?

_ Pai, o Danilo esta vivo... Mas devo dizer que ele foi massacrado... Houve muita maldade aqui... Judiaram do seu corpo de maneiras horríveis...

_ E seu irmão, filho? Como esta o Karl?

_ Totalmente arrasado... Não suportou a visão que infelizmente teve. Ele desmaiou...

Franz havia colocado o aparelho no viva voz e sua mãe falou...

_ Edsel, meu amor... Traga meus meninos pra casa... Pegue seu irmão e seu cunhado e não os tire de suas vistas de jeito nenhum. Peça a Olaf para que providencie tudo para quando a ambulância chegar ao Hospital... Vamos esperar vocês lá.

_ Tá certo, mãe. Pode deixar que farei tudo isso...

Quando Edsel olhou o irmão Olaf este chorava e veio até onde ele estava e o abraçou...

_ Ei rapaz, a hora do choro ainda não chegou... Vai ficar tudo bem. Temos trabalho a fazer.

As viaturas partiram em disparada cortando a noite fria na linda Cidade de Alvorada.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

PRIREIS822 minha querida, a ajuda finalmente chegou bem a tempo de evitar o mal maior... Agora vejamos o que ainda acontecerá. Grande beijo junto com meu agradecimento a vc por todo esse carinho.

PEQUERRUCHA minha querida amiga, me sinto obrigado em retribuir esse carinho todo. Espero que a leitura de hoje amenize essa emoção meio que apreensiva que fiz com que vcs todos sentissem. Um grande beijo e obrigado mais uma vez pelo carinho.

ESPERANÇA meu lindo Talismã. o bom disso tudo é sempre vê-la mna estrada. Obrigado pelo carinho e uma grande beijo.

CHELE minha querida amiga, que a leitura de hoje comece a quebrar um pouco essa tensão que criei. Obrigado pelo carinho. Um grande beijo.

TOURINHORENATO meu mais novo amigo que sejas bem vindo sempre a nossa estrada. Desculpa por não saudá-lo ontem, tava muito cansado. Espero que com a leitura de hoje essa Barra que vc falou comece a ser quebrada. Obrigado pelo carinho e um grande abraço.

GUIINHOOO meu querido pernambucano, o bom é ver vc sempre bem e firme... Só posso agradecer a vc por todo esse carinho. Um grande abraço meu amigo.

FASPAN meu querido amigo, amando escrever esse conto...Rsrsrsrsrs. Vem coisa boa por aí, pode esperar. Obrigado pelo carinho, garoto. Grande abraço.

JEFFO8 meu novo amigo, seja bem vindo a nossa estrada. Pois é né? Fui malvado... Mas devo me defender dizendo que o suspense faz parte... Poxa cara, que bom saber que tá tão boa assim essa trama. valeu pelo carinho. Grande abraço, garoto.

DIGOS2 meu querido amigo... Acho que o sofrimento físico acabou... Agora fica tranquilo aí que só vem coisa boa... Obrigado meu amigo pelo carinho de sempre. Grande abraço.

VI-NÍCIUS meu querido amigo assim eu é que fico sem fala... Obrigado por essa força, pela tua amizade e por seguir com a gente. Grande abraço, garoto.

RU/RUANITO meu querido, adorei suas ideia... kkkkkkkkkkkkkkkk... O meu obrigado por tudo amigo. Pode deixar que eles vão pagar. Grande abraço.

ALISSON e DANNY FIORANZZA meus queridos assim não vale. Fico meio que sem jeito por aqui. Sem frescuras ou modéstias... Mas fico sem palavras pra agradecer a altura por todo esse carinho e aceitação pelo que faço. São apenas tramas que vem na minha cabeça e começo a seguir e a vibrar porque sei que do outro lado há pessoas, há amigos como vcs dois que se identificam e gostam mesmo do que faço. Só posso lhes dizer que vou em frente e que Roger e sua turma vão pagar bem caro. Grande abraço pros dois.

EDU 19/15 meu querido... Teve que haver um pouco mais de sofrimento. Desculpa. Mas agora o tempo ruim se foi e vejamos o que os aguarda. Grande abraço e obrigado mais uma vez por todo esse carinho.

ROSE VITAL minha querida Mama... É assim que família deve ser. União, amor, cumplicidade, aceitação... Não é difícil de conseguir não... Planto sempre essa ideia pra ver se algo começa a ser feito em relação a tanta violência que sofremos por amar nosso igual. No capítulo de hoje seus desejos já começam a serem satisfeitos... Um grande beijo nesse coração minha querida Vital.

NINHA M minha linda carioca pode deixar que vou ver como punir esse bando de covardes. Esse carinho todo só é possível pq vc é um ser humano maravilhoso. Temos sim uma sintonia... O bem faz parte de nós. Um grande beijo e junto o meu eterno agradecimento por tudo... Beijoca na Princesa.

ISABELA^^minha querida que bom poder fazer vc vibrar com essa trama. Tudo é o pior... Haverá algumas sequelas... Aguarda só mais um pouco. Um grande beijo minha querida conterrânea e junto vai o meu obrigado por tudo.

DRIKA (DRIKITA) minha querida... Infelizmente há pessoas assim no mundo. A maldade é talvez a pior forma de expressão do ser humano. Agora como vc já me conhece, eles irão pagar por tudo isso. LIndona, um grande e super beijo nessa bochecha.

ALVORADA minha querida concordo com vc. Tava aqui pensando como vou fazer para que esses dois ainda se deem uma chance. Sigamos em frente e vejamos o que será, combinado? Um beijo nesse coração e meu muito obrigado por sua amizade e carinho.

DRICA TELLES (VCMEDS) minha guerreira linda, o abraço foi recebido e confesso que é confortador... Concordo com suas palavras sobre não haver castigo suficiente... Vou ver o que faço para que haja justiça. O meu obrigado por tudo o que já vivemos ao longo de nossa jornada minha querida. Um grande beijo nesse coração.

BEUFORT meu querido amigo... Não mereço isso... Rsrsrsrsrsrs. Também sinto saudades, muitas... Viu? Esse suspense é ´pura estratégia aliada a minha falta de tempo. Amigo, na verdade eu me acho na obrigação de postar sempre porque até a mim faz bem... Quando não consigo fico louco e se não falo com vcs eu piro de vez. Devo respeito a cada um de vcs e os quero sempre por perto. Ta quase no fim. Aguenta só mais um pouquinho, blz? Abração amigo.

GEOMATEUS meu querido... Vou ver se isso será possível. Prometo que farei até o impossível para que isso aconteça, só que Danilo foi massacrado entende... Vejamos o que será. Um grande abraço meu querido.

BDSP meu querido, desculpa ter pegado tão pesado... A violência em si teve que ser descrita em detalhes para que a dramaticidade da história pudesse ser realmente sentida por vcs. Prometo que agora a coisa será mais amena e só haver coisa boa. Obrigado por seguir junto e fica com meu abraço, garoto.

BARLI meu querido sinceras desculpas se te impressionei com toda a violência que o Danilo foi submetido. Obrigado por seguir junto e prometo que vou pegar leve a partir de agora, blz? Obrigado por todo esse carinho e que vc fique com meu abraço.

AOS DEMAIS AMIGOS E AMIGAS O MEU ABRAÇO E AGRADECIMENTO POR TANTA DEMONSTRAÇÃO DE CARINHO, RESPEITO E AMIZADE. NANDO MOTA.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
21/08/2015 14:50:19
Nando querido nao sei se eh so comigo mas n consigo abri o capitulo14, se de quando voce tiver tempo olha se tem algum problema la bjs...
A&M
19/08/2015 23:43:24
nossa quanta maldade no mundo de hoje, to pasma!
19/08/2015 18:20:13
E muito triste esse capítulo.Felicidades!
19/08/2015 17:44:19
O pior serão as marcas psicológicas, que são imensamente mais difíceis de curar. Também adorei o abraço. Eu é que te agradeço por tanto carinho e atenção. Beijões.
19/08/2015 15:25:51
Entendo perfeitamente que era necessario descrever os acontecimentos, e vc ta de parabéns pois descreveu muito bem eu senti na pele. Fico no aguardo dos momentos bons, bjss!
19/08/2015 14:11:12
Ah, a Lei de Talião se aplicaria muito bem neste contexto. Lastimo que não seja permitida pela nossa Constituição nem pelo Código Penal. Espero que a notícia de que o amigo está com AIDS seja sofrimento suficiente para os quatro algozes, na expectativa de desenvolverem a mesma doença. Desejo que a família de Danilo e de Karl os reconforte muito neste momento.Um abraço carinhoso, Plutão
19/08/2015 11:38:03
Nandinho esqueci te dizer: não seja complacente com esta CORJA ,confio em ti anjo lindo
19/08/2015 11:30:38
Nandinho não me peça desculpa tá Coração, pois faça o que tu fizer jamais se desculpe comigo ok. Olha tenha certeza que não sou psicopata, mas gostaria que tu escrevesses uma historia sobre um escritor que o leitor fosse um psicopata que se apaixonasse pelo escritor seria massa! Nandinho não me peça explicação que não vou saber te dizer por que gosto tanto de ti ok... Estou amando tua historia e não estou misturando as estações, pois tu és mil como escritor, mas acho que nem tu te percebes disto e pensa só que digo isto pelo meu carinho que sinto por ti (que só quero te bajular), não é verdade, pois sou muito critico... Beijo no coração querido Mas esqueci de te dizer eu, (psicopata eu srrsr), conto os parágrafos que tu escreves pra mim e comparo com os outros rsrsrsr é que não gosto de te esconder nada ...(só tu para aguentar este mala rsrsr)... Te amo abraço apertado
19/08/2015 09:10:19
Bom saber que uma parte do mal acabou,agora espero que eles consigam superar e viverem esse amor de maneira plena.Abraço.
19/08/2015 09:06:16
Ainda bem,,, pelo menos as torturas acabaram aqui, vamos ver o piscologico do Danilo depois de tudo que sofreo coitado, esses bandidos meresem a mas severa das puniçoes que a justiça seja feita,confio em ti nando, vc como sempre lacro mas um capitulo com chave de ouro, aguardo os novos acontecimentos bjao querido
19/08/2015 06:54:31
Ei Nando mais uma vez, QUE CONTO!! Claro q eu entendo q o suspense faz parte, mas eu ja ta na sofrencia que esse povo nao chegava logo ate o Danilo!! Ja to aqui esperando pelo proximo!!
19/08/2015 06:15:48
ainda bem que. tortura do danilo chegou ão fim juro se continuasse por mas tempo eu seria capaz de me teletransportar pra dentro da. historia e dar um lição nessas aberraçoes que se dizem seres humanos .logico que teria siuper poderes .agora eles vão ter o que merece beijo meu da sua lindona meu lindo.
19/08/2015 06:12:13
Querido Nando...a ajuda chegou a tempo, o trauma fisico é ate mais facil....já o psicologico é um pouco mais dificil....mas com certeza um amor tão grande como o desses dois...vao superar isso com certeza.... Ja virou vicio os seus contos ....rsrsrsr....bjo grande....
19/08/2015 05:11:07
Da pior forma possível :(
19/08/2015 01:31:27
Li este capitulo e o anterior também, e nem tenho palavras pra expressar meu choque e principalmente o asco que estou dos criminosos. Abracos man...
19/08/2015 01:03:02
O Roger é mesmo um cínico, traiu o Karl até que o mesmo descobriu e terminou a relação e depois que perdeu vem querer culpar o Danilo, idiota ridículo, ainda bem que os policiais interromperam na hora H e o Danilo terá que se recupetar psicologica e fisicamrnte e com todo o amor que o cerca sei que ele vai conseguir. Nando, sei que não devemos ter ódio no coração e nem insentivar a violência, mas gostaria que, aproveitando que os quatro estão nús, além de tomarem uma boa surra, os policiais achassem quatro pés de mesa bem grosso e enfiassem nos seus cuzinhos, pois se eu pudesse faria isso e os deixaria amarrados e bezuntados de mel perto de um formigueiro, bem ao estilo de Doce Vingança.Amado acho que me exaltei, mas é o que eu estou sentindo no momento, ainda mais que eles denegriram a imagem dos nossos amantes e tb os praticantes de BDSM. Um cheiro e um superbeijo da sua eterna Mama Rose.
19/08/2015 00:26:43
Pelo menos a tortura acabou espero que eles se recuperem logo.
19/08/2015 00:24:16
Boa noite, estou amando essa nova trama, nao estou presente sempre mais quando tenho um tempinho entro e leio,parabens você e um otimo escritor, Deus te proteja sempre, ancioso para o final onde sei que voce reservou um final feliz prs eles abraços
19/08/2015 00:23:46
Como assim acabou tudo é sério? Você quase me matou aqui eu estava tendo um treco aqui já, espero que o Dan fique bem e que os outros morram :) Abraços
19/08/2015 00:03:26
Amigo querido!!! Aí graças que a tortura acabou, estava sofrendo junto com o Danilo e o Karl, kkk. Incrível como a estória bem construída nos faz enxergar a cena e perceber todo o sentimento dos personagens. Parabéns amigo pelo seu talento. Beijos lindão!!