Casa dos Contos Eróticos

Minha Tia Evangélica

Autor: Nilo Moreno
Categoria: Heterossexual
Data: 16/05/2015 23:29:37
Nota 9.50
Ler comentários (15) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Tudo começou a muitos anos atrás, eu ainda tinha 16 anos porém não era mais virgem, nessa época eu ia dormir direto na casa da minha tia pois gostava de me divertir com meus primos, minha tia e eles eram evangélicos de carteirinha então nossas brincadeiras nunca tinham palavrões ou bebidas alcoólicas. Enfim, minha tia era uma mulher linda, gordinha, morena escura, seios fartos e bumbum pequeno, tinha por volta de uns 40 e poucos anos, e era viúva ha mais de 12 anos, era extremamente reservada e nunca tínhamos visto ela com namorado nenhum.

Acontece que vira e mexe ela jogava umas indiretas estranhas a respeito do meu corpo, sobre mim, vivia me perguntando sobre minhas namoradinhas, se eu ainda era virgem, uma vez ela chegou a me perguntar se eu raspava os pelos do corpo inteiro ou só da virilha; enfim já havia um certo tesão no ar.

Acontece que um certo dia estávamos em sua casa eu e a sua filha, minha prima, e ela era bem levada, devia ter uns 13 anos e vivia correndo atrás de mim, e nesse dia ela veio pra cima e eu fugi pela casa, ela correu atrás de mim e esbarrou no armário da minha tia, nisso a parte de cima do armário balançou e caiu lá de cima um vibrador negro enorme, eu e minha prima caímos na risada, ela me disse que estava espantada e me pediu pra que eu não contasse para ninguém sobre aquilo, eu disse que tudo bem e fui embora para casa.

Em casa eu entrei no banho e fiquei pensando naquela cena; minha tia se masturbando com aquele consolo, logo ela, uma mulher tão gostosa porém evangélica e viúva. Imaginar aquilo me deu tanto tesão que tive que me masturbar ali no banho pensando nisso.

Na semana seguinte precisei entregar na casa da minha tia uma torta de morango que minha mãe fez, eu então fui o caminho todo pensando em uma maneira de fazer ficar evidente meu tesão nela. Chegando em sua casa percebi que meus primos não estavam em casa, ela me recepcionou com um beijo molhado na bochecha mas quase na boca e me disse que meus primos tinham ido pra casa da avó paterna.

Eu fiquei todo feliz, ela então me disse que estava se arrumando para ir ao culto mas que eu podia ficar a vontade em sua casa, ela guardou a torta e foi para o quarto, nisso eu lá na sala tirei minha camisa e disse que estava muito quente. Ela saiu do quarto só com uma toalha amarrado no corpo e concordou comigo dizendo que estava muito quente realmente, e que iria tomar um banho para se arrumar depois.

Eu esperei ela entrar no banho e fui até seu quarto, chegando lá procurei pelo vibrador e achei-o, coloquei ele quase na fenda da porta do armário para que quando ela abrisse o vibrador despencasse e ela soubesse que eu estava ciente disso. No caminho para a sala eu não resisti e tive que espiar ela tomando banho, me agachei e fiquei ali na fechadura que ela propositalmente tinha arrancado a chave. Lá observei ela no banho, o corpo molhado, ela beliscando os mamilos e com a outra mão deslizando o grelinho, eu então coloquei meu pau pra fora do shorts e comecei a me masturbar de leve olhando aquela cena maravilhosa.

Até que em dado momento ela começou a olhar fixamente para a porta e lamber os lábios, como se soubesse que estava lá, nisso eu me assustei e voltei para a sala.

Passados alguns minutos, ela sai do banho e entra no quarto, daqui a pouco se ouve um barulho de coisa caindo e elá dá um grito. eu pergunto se está tudo bem e ela respondi que sim, passado mais alguns minutos ela aparece na sala, linda, com uma saia jeans tipica de evangélica (que me dá um tesão imenso), uma blusa mas que percebia estar sem sutiãn, e para a minha surpresa ela estava com o vibrador na mão. Ai então ela me olhou com uma cara de safada e disse: "Ajuda a tia a guardar essa pica no armário?". Eu nem respondi nada, apenas segui ela até o quarto, chegando no quarto ela virou-se de costas e tentou colocar o vibrador poe cima do armário, eu cheguei por trás e comecei a encoxa-lá ajudando a colocar o vibrador lá em cima, nisso eu cheguei perto do ouvido dela e disse: "Assim tá bem encaixado tia?". Ela soltou um gemidinho e disse: "Tá, tá bem encaixado, continua encaixando vai". Então ficamos nesse mexe e mexe e eu comecei a beijar o seu pescoço e lamber sua orelinha, coloquei minha mão por trás e comecei a acariciar seus seios enormes, tirei eles pra fora da blusa e fiquei estimulando, ela gemia baixinho e vibrava com isso, ela se virou para mim e começamos a nos beijar apaixonadamente, eu desci e lambi seu pescocinho e fui direto lamber os seios dela, eu lambia os mamilos, as aureolas, e chupava com força, mordia de leve e ela gemendo gostoso. Ai eu desci pela barriguinha gostosa e gordinha dela lambendo toda, e levantei a sua saia, percebi então que ela estava sem calcinha e que sua bucetinha estava molhada de tesão, eu então fui como um louco com a boca naquela bucetinha super peluda e gostosa, lambi toda a bucetinha e suguei o grelinho, ela não aguentou e gozou na minha boca, gozou pra valer, e com o melzinho da buceta dela na minha boca eu começei a lamber os pelinhos da virilha dela.

Aí então me levantei e arranquei a blusa dela e ela me jogou na cama, me beijou e foi lambendo meu corpo inteiro até chegar no meu shorts, ainda de shorts ela mordia o meu pênis que estava muito duro, aí então ela tirou meu shorts e caiu de boca no meu pau, chupo com tanto gosto, tanta vontade, tanto prazer, que seus olhos reviravam e a boca toda melada, ela chupou e lambeu e mordeu meu pinto e meu saco, deixou tudo babadinho.

Até que ela me disse: "Agora meu gostosinho deixa a tia sentar nesse pinto deixa?, vem apagar o meu fogo meu bebe gostoso". Ela ia tirando a saia quando eu disse que não, pra ela continuar de saia jeans pois eu tinha muito tesão nisso também, ela então apenas levantou a saia e sentou em cima de mim, bem gostoso na minha pica, quando ela sentiu enfiando, simplesmente gozou tudo que tinha guardado esses anos todos, urrou de prazer e melou meu pau inteiro, minha virilha ficou com uma poça de gozo dela, ela se retorcia de tesão e sentou de vez, sentir aquilo me deixou muito excitado e não aguentei, gozei dentro dela alí mesmo, mas isso não nos impediu de continuar fudendo. Continuamos alí metendo, naquele desce e sobe gostoso, os nossos corpos suados e nós dois ofegantes, e eu metendo rápido e forte e ela gemendo e quase chorando de tanto prazer, até que gozou denovo, dessa vez foi menos mel mas também deu pra melar mais ainda meu pau. Eu segurei ela pela barriguinha e começei a bombar forte, a cama fazia um barulho alto, mais alto que os nossos gemidos, ela então olhou nos meus olhos e disse: "Goza meu gostoso, goza dentro da tia goza, enche a tia de leite".

Ao ouvir aquilo não me aguentei e explodi, gozei forte na bucetinha dela, gozei e continuei comendo, não sei da onde arranjei tanta porra mas gozei muito leite dentro dela, e gritei, ela também gritou e se apoiou no meu peitoral, quase não conseguimos respirar e muito menos falar, ficamos ali ouvindo a respiração um do outro e sentindo nossos corpos um dentro do outro, até que nos beijamos e ela disse que não era pra contar aquilo pra ninguém, levantou-se de cima de mim e foi ao banheiro se limpar, eu fui junto, nos limpamos eu me vesti e ela também, antes de me despedir de minha tia, observei que sua saia jeans tinha molhado de gozo um pouco na ponta, e avisei para ela, ela então me responde: "Não tem importância, isso é pra eu lembrar do seu cheiro essa noite".

Eu dei um ultimo beijo em sua boca e já na porta ela me disse: "Até outro dia meu sobrinho gostoso, vem ajudar a tia a arrumar a casa qualquer dia desses tá bom?!". E deu uma risadinha tão safada...

Quem quiser saber mais a respeito de minhas experiencias ou quiser trocar safadezinhas bem gostosas rsrsr meu email: nilomendez69@outlook.com

Comentários

17/01/2017 12:20:39
Em família tudo é mais excitante. Ótimo conto, envolvente, muito bem escrito.
31/07/2016 07:53:24
Adoro evangélica e casadas se tiver alguma carente e quiser um amigo de 19 centímetro para brinca entre em contato se for casada ou evangélica melhor ainda só pesso sigilo pousada sou casado e só quero ajudar vcs a gosar a vida sem culpa ou remorso bjs para todas sem preconceito de idade nem raça donemagrao@Gmail.com
06/06/2015 20:19:41
Que tia gostosa você tem.
02/06/2015 12:26:24
Queria ter uma tia assim pra comer ela muito
30/05/2015 18:07:56
Conto delicioso muito bom uma tia carente e peluda Parabéns
18/05/2015 15:33:07
Coroa libertina e malluquinha, querem me adotar como sobrinho? não seria a primeira vez que eu como uma titia rsrsrs beijos lindas
18/05/2015 15:31:26
catarinense.safada a continuação vai ter cuzinho tbm, e adianto que foi maravilhoso.
18/05/2015 15:30:39
Muito obrigado amigos, sem duvidas a continuação vai sair em breve!!
18/05/2015 00:58:04
Concordo plenamente com a Coroa Libertina, só mesmo quem já seduziu um sobrinho, sabe o quanto é delicioso. Parabéns pelo relato...
17/05/2015 21:45:16
Bom conto... E que sorte hein... Tirar o atraso de uma toa safada....
17/05/2015 09:48:26
Tesão de conto. Concordo com a galera, merece continuação. E o cuzinho.... abs
17/05/2015 08:46:22
Em breve escreverei meu reencontro com minha antiga professora.
17/05/2015 08:43:22
Boa historia.
17/05/2015 00:55:07
Gostoso esperp continuação , e o cuzinho? Comeu tbm?
16/05/2015 23:49:33
Bom faz a continuaçao logo

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.