Casa dos Contos Eróticos

Garoto Eu Odeio Odeio Odeio Amar Você 10

Autor: Lucas
Categoria: Homossexual
Data: 15/05/2015 14:46:55
Nota 10.00
Assuntos: Homossexual, Gay, Romance
Ler comentários (11) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Eu não poderia estar mais feliz com tudo o que estava acontecendo, a semana passou voando, e o Luke foi na minha casa na quarta e na sexta, a gente fazia o trabalho dos anos 90, depois estudava matemática ou física e depois ficávamos namorando, eu estava louco pra transar com ele, queria pegar ele de jeito, porém ele estava me matando, aquele bostinha parecia que estava fazendo de proposito, a gente estava numa pegação forte, dai do nada ele parava e ia embora, eu ficava louco, e só faltava pouco morrer na punheta quando ele fazia esse tipo de coisa.

Na escola eu liguei o foda-se e andava pra cima e pra baixo com o Luke, o Carlos meio que parou de falar comigo nessa semana, eu tenho uma leve suspeita que ele me viu entrando no banheiro com o Luke, porém não fui atrás, eu estava feliz sabe? O Luke preenchia um grande vazio que eu tinha, era muito bom ouvir as palavras dele, ou até mesmo aprender álgebra ou alguma lei da termodinâmica da física, eu estava apaixonado, e muito, mas logico que não demostrava para ele que eu estava apaixonado, porém eu pensava nele dia e noite.

Quando ele estava na minha casa na sexta eu convidei ele para passar o final de semana comigo, porém ele disse que não poderia porque tinha que fazer algo com a mãe, mas talvez desse certo no domingo, então a gente se despediu e deixei ele em baixo como fazia de costume.

No sábado pela manhã minha mãe me falou que íamos para um aniversario da chefe dela, na hora achei um saco odiava esse tipo de reunião, só tinha gente velha, era uns assuntos chatos, e era pouco provável ir alguém da minha idade, então pedi para minha mãe para não ir, foi então que ela disse que a chefe dela era casada com o chefe do meu pai, e que meu pai queria que fosse toda a família, eu odiava essas coisas do meu pai, querer transparecer para os outros a imagem de uma família feliz, sendo assim tive que ir forçado mesmo contra a minha vontade.

Quando deu 19:00 eu estava pronto, havia pegado qualquer camisa e qualquer calça, quando me mãe me viu, mandou eu trocar de roupa urgente, porque eu estava um lixo, ela disse com essas palavras "troque de roupa você ta um lixo" minha mãe estava vestido com um lindo vestido preto com detalhes em renda branco e um sapato rosa pink, os cabelos estavam impecáveis muito bem escovados, então fui ao meu quarto, e coloquei uma calça jeans bem escura e uma camisa de botão clarinha, estava bem melhor do que a camisa básica que eu havia colocado rs, meu pai estava social também, com uma calça jeans e camisa social e um blazer por cima, e minha irmã estava com um vestido amarelo. Durante o caminho para o meu aniversario fui ouvindo musicas no meu fone, e era assim que eu pretendia passar o resto da noite se possível com meus fones de ouvido, até que chegamos onde era o aniversario, era um condomínio de casas, de casas não de mansão, eu fiquei boquiaberto com as casas daquele condomínio, eu acho que todas as pessoas ricas da minha cidade morava lá, era uma casa mais grande que a outra, e pasmem, tinha um lago enorme nesse condomínio, e a casa da chefinha da minha mãe ficava mesmo na beira do lago, de longe eu vi um decky com algumas pessoas em pé bem arrumadas, e a casa era enorme, por fora aparentava ter uns 3 andares, tinha muita gente, meu pai e minha mãe começou a falar com todos, o prefeito e governador da minha cidade e estado estavam, vários políticos, pessoas da TV local, e até mesmo um senador, acho que todo mundo de importante estava naquele evento, eu como eu já imaginava não tinha quase ninguém da minha idade, por um momento invejei a vida do meu Luke, ele não sabia o como era ruim esse tipo de evento, e ele ia achar o mesmo que ia, um monte de gente se achando, falando de riquezas e blá blá blá, até que de longe eu vejo minha mãe abraçando um garoto, quando vou me aproximando mais, era o meu Luke, como assim? O que ele estava fazendo ali, ele estava impecável, muito mais bonito do que aquele dia do shopping, estava com uma calça justa um sapato social, e uma camisa polo branca, eu dei um sorriso pra ele e fiz um olhar de assustado e cumprimentei ele:

- Você aqui - disse assustado

- Sim, é o aniversario da minha mãe - disse ele dando um sorriso, e notei quando ele ficou tenso porém minha mãe estava perto, então ela chamou:

- Izaaaaa, parabéns pelo filho que você tem, ele é um amor de pessoa, como o mundo é pequeno, nossos filhos são amigos e a gente nem sabia - foi então que ela me apresentou pra sua chefe que na verdade era minha sogra, ela era linda, estava num vestido branco com alguns detalhes pink, ela era alta e tinha o mesmo olhar que o meu Luke, ela já tinha ido na minha casa algumas vezes, dei um abraço e falei

- Que mundo pequeno - e olhei para o Luke, ele estava sem graça, agora varias coisas fazia sentindo principalmente o dia em que meu pai ficou conversando com ele e perguntou sobre o pai, putz, o pai dele era o chefe do meu pai, de fato o Luke era melhor do que eu em tudo, além de gostoso era rico, e muito rico, porém eu queria entender o porque ele havia mentido para mim, foi então que fomos em direção ao decky que ficava de frente para a lagoa, e fomos, até lá ele permaneceu calado.

- Então Luke, quer dizer que você é um garoto da alta sociedade, riquinho e mimadinho?

- Mais ou menos baby - Disse esboçando um sorriso que uma criança que tinha acabado de aprontar.

- Porque você mentiu sobre sua mãe e sobre sua família? Não precisava disso.

- Porque eu estudava numa escola, onde o povo só ligava para as aparências, falava de riquezas, de viagens, e eu nunca gostei disso, algumas pessoas sabiam sobre minha família e eu não gostava, e eu sempre achei falsidade de certas pessoas, eu sou simples como a minha mãe, diferente do meu pai que gosta mesmo de esbanjar toda sua fortuna, minha mãe é simples, e ela me apoio quando eu quis me passar por um "menino humilde" e eu queria ver se encontrava algum amigo que gostasse de mim pelo o que eu sou e não pelo o que eu tenho sabe? E acabei me envolvendo com você, você sempre agia diferente eu notava, porém você anda com as pessoas que eu odeio, exatamente esse grupo de amigos que você tem, que eu odeio, que só pensa em dinheiro, entende meu lado um pouco meu lado?

- Entendo sim, mas você pretendia mentir pra mim até quando?

- Até onde desse Lucas, eu gosto de você, não vou negar que estou apaixonado, que eu penso em você noite e dia, você é muito importante, porque nunca se importou pelo o que eu aparentava ser entendeu? Desculpas mesmo, eu sei que eu deveria ter te contado assim que começamos a ficar, mais eu gostava, gostava quando você se preocupava comigo.

- Tudo bem - abaixei a cabeça.

Fiquei em silêncio, por alguns segundos admirando aquele lago, eu estava meio chateado pelo o fato da mentira que ele havia me contado, porém eu entendi um pouco o lado dele, e não tirava a razão, então coloquei meu braço sob seus ombros e ficamos ali calados olhando para o lago. Depois voltamos para a festa, falamos que algumas pessoas, e ele me convidou para conhecer o seu quarto, subimos as escadas e quando estávamos fechando a porta seu pai chegou:

- Lukas, o que você veio fazer aqui? - disse o pai me fitando os olhos.

- Oi pai, esse aqui é meu amigo Lucas, vim mostrar uma pesquisa para ele do trabalho que estamos fazendo.

- Hoje não é dia de trabalho, volte para a festa imediatamente..

Então o pai dele se retirou, ele foi bem duro nas palavras, o Lukas me mostrou rapidamente seu quarto, era enorme, tinha uma estante grande cheia de livros, uma cama king size, um sofá, alguns quadros de NYC, então descemos para a festa a durante a descida ele falou que seu pai era rígido com relação a amiguinhos, talvez até fosse mais rígido que o meu, e confesso que fiquei com muito medo do olhar dele, naquele momento percebi que eu teria grandes problemas pela frente com relação a essa super proteção do pai do Luke

.

A festa terminou e combinamos de passar o domingo juntos, ele me convidou para passar a tarde na sua casa para andarmos de pedalinho na lagoa do condomínio, foi um domingo incrível sua mãe me recebeu muito bem com muitos mimos. Chegamos apenas a trocar alguns beijos rapidamente, o seu pai meio que vigiava a gente, estava sempre com um olhar distante. No final do domingo eu já em casa fiquei conversando com ele até quase meia noite, ele me contou mais sobre sua família e eu sobre a mim, eu de fato estava perdidamente apaixonado por aquele menino.

A semana passou voando, na segunda e quarta fomos para minha casa terminar o trabalho, a gente fazia o trabalho, ele me ensinava alguma matéria e o resto do tempo a gente ficava na minha cama namorando, ainda não tinha rolado penetração, eu a estava subindo pelas paredes e ele fazia isso de ruim, ele sabia exatamente como me deixar doido.

Faltava uma semana para apresentar o trabalho, seria na quarta nas primeiras aulas, combinamos de na sexta ir para casa dele de terminar o trabalho, passar as falas, e terminar a parte escrita, fui na sexta depois da aula e só voltei no domingo, foi um final de semana incrível, o pai dele tinha viajado a trabalho, e mãe dele era como a minha meio que não ligava, fazíamos uma pegação bem pesada durante a noite, até tentei comer ele porém ele não sedia nem a pau, então ficávamos batendo punheta um para o outro, fazendo 69, e muitos beijos, a cada beijo a gente se aperfeiçoava mais e mais, eu estava gamadão naquele bostinha.

Finalmente chegou o dia do tão esperando trabalho, apresentamos, o Luke era muito bom nas palavras e na sua forma de se expressar, eu fiquei um pouco nervoso, porém eu olhava para ele e o meu nervosismo passava, no final a professor elogiou bastante e disse que tinha sido um dos melhores trabalho apresentado até então.

Quando acabou a aula fomos para casa dele estudar, como já havíamos terminado o trabalho, só iriamos estudar e depois aproveitar o resto da tarde para namorar, a mãe dele levou a gente, almoçamos e depois fomos para o seu quarto:

- Tô tão feliz Luke, nosso trabalho foi shoooow, você viu que a professora disse que era um dos melhores até agora?

- Claro, eu sou foda modéstia parte - piscou o olho pra mim.

- É sim, se não fosse você, a gente não teria conseguido.

- Você também ajudou muito Lucas, se empenhou e mostrou que é capaz, quero ver nas provas próxima semana, se as suas notas vão subir.

- Ahh, eu acho que vai sim, um professor particular lindo como você, não tem nem como não aprender. - me aproximei dele e deu um beijo rapidamente.

- Para, não vamos abusar da sorte, meu irmão pode entrar aqui a qualquer hora, aqui não é como na sua casa.

- Eu sei, eu sei, por isso queria ir pra lá.

- É bom a gente variar um pouco Luquinhas.

- Você tem razão.

- E quero ver o por do sol no lago hoje com você.

Então começamos a estudar, eu ficava impressionado o quanto o Luke era inteligente, com certeza ele tinha um grande futuro pela frente, seria um grande médico.

Quando acabamos nossos estudos, fomos assistir um seriado no Netflix, ele colocou então a primeira temporada de Rupaul's Drag Race, só que eu beijava mais ele do que assistia o seriado, então o clima começou a esquentar e logo eu ficamos excitados, a cada beijo a dava uns apertos na bunda dele, que por sinal era bem durinha, então a gente ficou nessa por uns cinco minutos, até que ele começou a me dominar, me colocou em cima dele e ele começou a beijar ferozmente, agora era ele que apalpava minha bunda, então ele começou a me dedar, confesso que fiquei um pouco tímido, porém eu estava gostando, então ele me colocou de quatro na sua cama, e começou a passar seu pau pelo meu cu, e me dava uns tapinhas, até que ele disse "quer pica Lucas?" fiz um sim com a cabeça, então ele introduziu seu pau, era muito grosso, e dei um gemido alto, estava sentindo muita dor, e ele falava, relaxe, tente relaxar, então começou a vai e vêm, e logo eu estava relaxado, então ele aumentou o ritmo, e me bombava cada vez mais rápido, eu estava no ápice do prazer, então ele me colocou de frente para ele e colocou minha perna no seu ombro e voltou a meter, desse vez ele metia com mais força e me olhava, eu estava pirando olhando para cara dele de safado, então ficamos nessa por uns 10 minutos e eu anunciei que ia gozar, quando gozei meu cu se contraiu e apertou o pau ele, e então ele aumentou as estocas e gozou dentro de mim. Então fomos para o banheiro juntos tomar um banho, eram 16:47, e lá trocamos mais, ele esfregou minhas costas eu as dele, enfim, tinha sido perfeito nosso sexo, eu estava louco pra comer ele, porém ele não tinha cedido, mais eu tinha gostado de ter dado pra ele, ele meteu muito bem, então quando saímos do banho juntos seu pai tinha acabado de entrar no quarto:

- O que está acontecendo aqui Lukas?

- Pa pa pa paai, nada, esta ta ta vamos tomando banho.

Eu fiquei sem reação, e assustado não sabia o que fazer, foi então que o pai do Luke, deu um murro nele e eu avancei pra cima dele:

- Não baaaataa neeele

- Cale a boca seu moleque, você saia da minha casa agora, não admito esse tipo de safadeza aqui, e você Lukas está de castigo.

O Luke começou a chorar e eu fui me vestir, e o pai dele aquele idiota arrastou meu Luke para um outro quarto, e depois só ouvi os gritos, eu não podia fazer absolutamente nada.

Comentários

20/05/2015 01:49:34
Amei. :)
15/05/2015 23:09:27
nossa massa demais... Continuaaa!
15/05/2015 20:17:13
Maravilhoso..volta o mais rápido possível.
15/05/2015 18:53:20
O pai de Lukas é outro filho da puta, aff.
15/05/2015 18:49:22
Voce esta de parabens ate me instimulou a voltar a escrever seu conto e fodaaaaa
15/05/2015 17:32:40
Nossa cara, que coisa loka, to curtindo muito o conto
15/05/2015 16:35:40
o conto ta muito bom e tbm acho q me lembra um conto antigo e é muito bom vc postar de 5 em 5 cap por dia.
15/05/2015 16:23:45
Dica do dia : sempre tranque as portas kkkkkk. Cara seu conto e muito bom, me lembra um conto q tinha aqui. Ansioso pela continuação
15/05/2015 16:15:11
Repito que amo sua dinamica de postagem, fico mais entusiasmado quando vejo que há varios capitulos proximos para meu deleite...
15/05/2015 15:49:46
malvado.acabou.na.melhor.parte....continua.logo
15/05/2015 14:52:43
kk nuss foi querer dar uma de comedor kkk , SQN... gostei muito bom o conto so acho que vc deveria posta contos em diferentes horarios assim cada , tem comentarios e feedbacks, e não somente o ultimo que vc postou.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.