Casa dos Contos Eróticos

Minha irmã me levou pra morar com ela e meu cunhado tarado tirou meu cabaço!

Autor: TETE
Categoria: Grupal
Data: 05/05/2015 07:17:57
Última revisão: 10/01/2016 23:52:21
Nota 9.95
Ler comentários (23) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é Simone e até alguns meses morava em uma pequena cidade do interior com meus pais onde a vida era extremamente pacata e também não podia se mostrar uma garota muito “saidinha” por causa da língua maldosa do povo que logo era tachada de “biscatinha”.

Desde quando me tornei “mocinha” comecei a sentir muitas “coceirinhas” no meio das pernas e o calor na xoxotinha era intenso que não demorei para que quase toda noite antes de dormir colocasse um travesseiro entre as coxas e me esfregasse igual uma louca gozando deliciosamente.

Toda safadeza que aprendi foi com Sara uma amiga inseparável que morava perto de casa. Como a mãe dela era divorciada e trabalhava o dia inteiro nos duas vivíamos assistindo filmes pornôs constantemente e vendo os paus enormes e cabeçudos dos atores nesses filmes me faziam sonhar que um dia teria um daqueles socados até o talo na minha xoxota tesuda.

Sara tinha um primo garotão bem safadinho que de vez em quando assistia filmes pornôs junto com a gente e vivia se masturbando na nossa frente, mas seu pinto era tão pequeno perto dos que eu via nos filmes que não me animava em ficar pegando muito nele, só brincava um puco com ele pra sentir como era.

Minha amiga do jeito que era tarada vivia pagando uma gulosa pro primo e o safado gozava gostoso na boca dela.

Um dia eu e Sara estávamos assistindo filmes sozinhas e quando isso acontecia ficávamos peladinhas e nos masturbávamos que nem loucas e na empolgação quando me dei conta minha amiga estava apertando os bicos dos meus seios e logo a mão dela bolinava meu grelinho e sua boca colou na minha e nossas línguas se enroscaram e gozei como uma cadela no cio sendo bolinada por ela.

Sara se mostrou uma putinha que além de saber chupar o pinto do primo sabia como lamber e sugar minha xoxotinha e acabei viciando na boca quente da safada e praticamente todo santo dia rolava sacanagem no quarto dela enquanto assistíamos os filmes pornôs.

Eu não era nenhuma garota tipo essas beldades da TV, mas se tinha uma coisa que fazia os rapazes darem uma bela olhada quando eu passava rebolando era meu bumbum empinado e durinho dentro dos meus shortinhos super colados e curtinhos que deixavam as popinhas da bunda aparecendo tipo sem querer querendo. Meus cabelos compridos e cacheados vivem presos num rabo de cavalo, sou magrinha com seios pequenos, mas como nunca uso sutiã os biquinhos duros ficam espetando os tecidos finos das camisetas e isso também chamam a atenção dos taradinhos de plantão.

Se tudo caminhava sem acontecer nada de muito empolgante, eu continuava virgem, a coisa resolveu mudar tudo sem avisar.

Tenho uma irmã 10 anos a mais que eu, Gisele, 27 anos, que mora na capital desde quando fez 18 anos e havia ido trabalhar e também estudar por lá. Ela veio visitar a gente e contou que estava praticamente casada, morava há três anos com um sujeito que era musico e tinha uma banda que tocava nos bailes e casas de show e deu pra notar que parecia estar muito bem de vida.

Carro bom, roupas boas e o mais importante é que conversando comigo perguntou se eu não queria ir morar com ela pra poder continuar meus estudos e ter uma vida melhor. Lógico que concordei no ato e quando toquei no assunto com meus pais além de concordarem até me incentivaram e quando minha irmã foi embora me levou com ela e fui toda feliz achando que tinha ganhado na loteria.

Ao perguntar sobre se o seu marido não iria achar ruim dela me levar pra morar na casa deles Gisele comentou que ele era um cara muito gente boa e já tinha ligado dizendo que iria levar a cunhadinha novinha pra morar junto e Thiago, esse era o nome dele, concordou no ato.

Gisele e eu eramos bem diferentes de corpo, era alta, tinha bundão e coxas bem grossas além de seios enormes com silicone e seus cabelos eram loiríssimos, com certeza devia frequentar salões de beleza muito bons porque pareciam bem naturais.

Quando chegamos a sua casa em um condomínio fechado me surpreendi com o tamanho da casa, com piscina, churrasqueira e jardins muito bonitos e adorei onde iria morar. Meu cunhado veio nos receber todo sorridente e beijou minha irmã dizendo que estava morrendo de saudades e logo me abraçou dizendo que estava feliz em ter sua linda cunhadinha morando com eles.

Thiago tinha 29 anos, moreno alto e forte com um corpão todo definido e um sorriso cativante além de bastante alegre e brincalhão.

Assim que minha irmã me mostrou onde seria meu quarto ela sorrindo bem safada disse:

-bem maninha... se vira garota... arruma tuas coisas... que agora tenho de cuidar do meu maridão... que ta louco de saudade de mim... não posso deixar de dar um trato no meu gostosão... tá cheio de piranhas por ai loucas pra dar pra ele... tenho que cuidar bem do meu macho!

Logo no primeiro dia já percebi que naquela casa a coisa seria bem agitada porque após guardar minhas roupas sai do quarto pra dar uma volta e conhecer a casa escutei gemidos e sussurros bem altos que vinham do quarto no final do corredor e toda curiosa já agucei meus ouvidos pra ouvir melhor e quase sem perceber fui chegando mais perto e até ver o que estava acontecendo, mas apesar da porta estar entreaberta não deu pra ver nada, mas deu pra escutar perfeitamente o que estava rolando ali dentro:

-ahhhh... que pauzão gostoso meu maridão... ahhh... soca tudo na sua esposa putinha... mete com vontade... sou inteirinha sua... me come bem gostoso... ahhhh... tantos dias sem meu macho... estava ficando louca de tesão... ahhhh... isso... mete... fode sua puta... ahhh... quero gozar gostoso... soca esse pauzão grosso na minha buceta seu cachorro safado... ahhhhhh!

-rebola sua vadia gostosa... vou arregaçar essa buceta sua cadela safada... ahhh... que buceta gostosa... isso... rebola gostoso cadela... dá gostoso pro teu macho sua safada... ahhh... bucetão gostoso... vou te foder todinha sua vadiaaaaaaaa!

Eles gemiam alto e logo minha xoxotinha encharcou ouvindo e imaginando aquela foda gostosa que rolava ali no quarto entre minha irmã e meu cunhado e depois de alguns minutos os gritos de gozo se tornaram mais fortes e acabei gozando junto com os tarados.

Quase nem vi o casal durante a tarde inteira, mas os gritos de prazer continuaram quase que ininterruptos e a minha frustração foi não poder assistir ao vivo eles transarem, mas pelo amostra daquele primeiro dia com certeza isso não iria demorar a acontecer.

Naquela casa toda semana meu cunhado reunia a banda pra trocar idéias e relaxar a beira da piscina e sempre rolava um churrasco com bastante cerveja.

Percebi que minha querida irmã mostrava ser uma exibicionista sem pudor e com certeza era incentivada pelo meu cunhado safado.

Havia também mais algumas garotas acompanhavam os integrantes da banda, mas minha irmã era a mais ousada com seus biquínis extremamente minúsculos que mal tampavam os bicos dos seus seios enormes e a tanguinha toda atoladinha no rego de sua bunda enorme e como a parte da frente do biquíni era bem pequenina um dos lados sempre acabava entrando entre os lábios de sua bucetona e a todo o momento a safada enfiava os dedos dos lados pra tirar de dentro dela.

O balcão que ficava entre a churrasqueira e a piscina sempre havia alguém sentado nos banquinhos, porém percebi que minha irmã safada ficava debruçada na ponta e quando meu cunhado passava por trás a tarada dava uma empinada naquele rabão e ele também safado dava uma encoxada gostosa nela que sorria e acabava rolando um selinho de cumplicidade.

A turma da banda com certeza já estava acostumada com aquele pega pega safado entre minha irmã e meu cunhado e nem se importavam com isso, mas eu ficava completamente ligada e rapidinho percebi que dentro da sunga apertada dele tinha uma mala bem grande e com certeza aquilo quando ficava duro deveria ser enorme.

Quando morava na minha cidadezinha tinha minha amiga Sara pra chupar minha bucetinha e me fazer gozar gostoso na casa da minha irmã tive que voltar a usar os travesseiros e meus dedinhos ligeiros principalmente quando escutava o casal fazendo sexo me deixando ainda mais taradinha.

Logo na primeira semana que me mudei pra casa da minha irmã me levou no shopping pra comprar roupas novas e quando comecei a escolher e perguntei a opinião dela sobre o comprimento das minissaias e os shortinhos ela sorrindo disse:

-maninha... aqui é cidade grande minha querida... pega do tamanho que você quiser... apesar de que... mulher deve mostrar o que tem de bonito... e apesar de magrinha... tem bumbum empinadinho e com certeza vai ficar bem mais gostosa quando der uma encorpada legal!

Aproveitei a dica de minha irmã e comprei tudo do tamanho que minha ousadia desejava, mas antes dela pagar a conta tornei a perguntar:

-Gisele... será que seu marido não vai achar ruim que a cunhadinha dele fique andando com essas roupinhas curtinhas tipo periguete?

Minha irmã mandou a vendedora fazer a nota das roupas e sorrindo disse:

-Simone... meu maridão tem uma cabeça muito legal... e se tem uma coisa que ele gosta é de mulheres com roupas bem ousadas... nos shows de sua banda... ele não contrata bailarinas cheias de frescuras... tem que usar sainhas que deixem a bunda toda de fora e com calcinhas fio dental daquelas que somem no meio do rabo. Quanto menos roupa nas bailarinas mais gente freqüenta os bailes da banda!

Depois de 3 semanas morando com minha irmã e meu cunhado já estava perfeitamente acostumada com a correria deles por causa dos bailes e também com a safadeza quase explicita de ambos que circulavam pela casa quase nus.

Minha irmã quando acordava só colocava uma camiseta regata por cima do corpo e nunca usava calcinha e sua bucetona depilada sempre com marca de biquíni se mostrava por inteira. Meu cunhado então fazia meus hormônios irem a 1.000 andando pra la e pra ca com suas cuecas de lycra fininhas que mostrava em toda sua plenitude o desenho perfeito de seu pauzão grossão que mesmo mole e preso dentro daquela cueca me deixava taradinha.

Se de cueca ou de sunga de banho meu cunhado já me deixava toda assanhada tudo ficou ainda excitante com o que aconteceu durante uma madrugada quando acordei assustada tendo um pesadelo e depois de me acalmar resolvi tomar uma água gelada e como naquela casa ninguém ligava muito pra roupas me levantei apenas de calcinha atoladinha no meio da bunda e me dirigi até a geladeira da cozinha.

Quando entrei na cozinha dei de cara com meu cunhado com a porta da geladeira aberta com um caixa de suco na mão e pra meu deleite ele estava completamente nu e seu pauzão grosso com um saco enorme se mostrava por inteiro aos meus olhos ávidos.

Meu cunhado nem se importou com minha presença e depois de encher seu copo de suco se recostou na pia ao lado e sorrindo disse:

-minha cunhadinha pelo jeito perdeu o sono né? Será que o bicho papão resolveu te dar um susto é?

Não consegui tirar os olhos daquele pauzão enorme dependurado que me fascinava, mas tentando parecer natural dei um sorriso dizendo:

-é... você quase acertou... eu tava tendo um pesadelo... acordei assustada e vim tomar uma água gelada!

Ele então deu um sorriso sacana e dando uma balançada acintosa naquele pauzão disse:

-hummm... quer que eu pegue a água pra você cunhadinha... ou vai querer outra coisa pra acalmar?

Toda safada fui até a geladeira ficando bem pertinho dele, empinei a bunda e fiquei olhando como se tivesse escolhendo algo pra beber e então olhei pra trás e já me deparei com o pauzão do meu cunhado já mais crescido e ficando duro e então sorri dizendo:

-acho que vou tomar o mesmo que você... um suco... coisa doce é bom pra acalmar de vez! RSS!

Peguei o suco e comecei a encher meu copo bem devagarinho de frente pra ele sem tirar os olhos daquele pauzão fascinante que já estava praticamente duro e sorri safada dizendo:

-nossa cunhado... eu já tinha visto teu pintão dentro da sunga e achei que era grande... mas agora assim desse jeito dá até medo... mas... acho que minha irmã gosta muito né... ela geme gostoso quando você ta comendo o bucetão dela né?

Meu cunhado com certeza era um exibicionista igual minha irmã porque todo safado pegou no seu pauzão e como se tivesse batendo uma punheta puxou toda a pele pra trás mostrando a cabeçona brilhante e disse:

-toda puta tarada adora pau grande dentro da buceta... tua irmã é uma delas...e do jeito que minha cunhadinha ta olhando pra ele tenho certeza que também vai gostar dos bem grandes... não é sua safadinha?

Toda safada coloquei um dedinho na boca e concordei balançando a cabeça e então terminei de tomar o suco e coloquei o copo na pia e meu cunhado então me deu um tapinha de leve no meu bumbum e todo safado me pegou pelos quadris e me deu uma encoxada forte e senti aquele pauzão deslizar entre minhas coxas e ele chegou sua boca pertinho dos meus ouvidos e sussurrou todo macho:

-toda putinha gostosa não deve usar calcinha... faça igual sua irmã... não quero te ver novamente de calcinha... se minha cunhadinha fazer tudo que eu mandar... prometo que um dia vou te comer gostoso... e vou te fazer gozar como uma puta que você é!

Minha calcinha encharcou sentindo aquele pauzão enorme entre minhas coxas roçando na minha xoxotinha virgem por cima da calcinha e sem conseguir controlar o meu tesão joguei o corpo pra trás querendo algo mais e meu cunhado todo safado enfiou os dedos pelos lados e dando um puxão forte arrancou a calcinha me deixando nuazinha em pelo.

Achei que ia ser comida ali encostada naquela pia, a cabeça daquele pauzão quente deslizava entre os lábios de minha rachinha virgem e as mãos fortes do meu cunhado deslizavam pelo meu corpo apertando os biquinhos dos meus pequenos seios e sua boca quente mordiscando de leve minha nuca e logo comecei a tremer e gozei loucamente apenas sentindo aquele pauzão cavalar tocando meu grelo teso e inchado e então escutei a voz da minha irmã ao longe dizendo:

-amor... porque ta demorando... cadê meu suco... tô com sede amor... traga logo meu gostosão!

Tudo que estava aconteceu naquela cozinha foi tudo muito rápido e de uma intensidade louca e então meu cunhado dando um sorriso disse em voz alta que já estava indo levar e sussurrou nos meus ouvidos:

-tua irmã me contou que você ainda é virgem... mas pode ter certeza que vou adorar arrombar esse cabaço... tenho certeza que voce vai saber ser uma puta do jeito que eu gosto!

Meu cunhado pegou um copo de suco pra levar pra minha irmã e saiu em direção ao quarto me deixando ali completamente nua e atônita com o que tinha acontecido e ao deslizar os dedos na minha xoxotinha virgem parecia eu tinha feito xixi de tão encharcada que estava.

Fui para meu quarto e me deitei peladinha de bruços com minha mão já entre as coxas bolinando meu grelo como uma louca e tive vários orgasmos só lembrando o calor do pauzão do meu cunhado taradão entre minhas pernas.

No outro dia acordei tarde e depois de um banho delicioso vi que o sol estava maravilhoso e então coloquei meu biquíni e decidi que ia manter o bronze e realçar as minhas marquinhas que ao olhar no espelho vendo aquele triangulo bem pequenino no meu bumbum empinadinho me sentia mais sexy e com certeza meu cunhado pauzudo também gostava de marquinhas bem definidas porque minha irmã também fazia a mesma coisa deitada na beira da piscina quase todo dia.

Fui à cozinha tomar um suco e comer algo e quando perguntei a faxineira sobre minha irmã e meu cunhado ela disse que nem tinha visto ele e minha irmã tinha saído pra resolver problemas de bancos e que nem voltaria pra almoçar.

Fui pra piscina e depois de passar o bronzeador me deitei com o bumbum pra cima sentindo o sol dourando a minha pele e quando me virei o calor do sol bem em cima da minha xoxotinha virgem começou a me deixar muito excitada e queria que meu cunhado chegasse logo em casa pra brincar de novo comigo. Não conseguia deixar de pensar no que tinha acontecido na noite anterior e minha xoxotinha estava completamente úmida sem ter entrado na piscina.

Depois de me bronzear tomei um banho gelado pra dar uma refrescada legal e como sempre fazia me deitei de bruços nuazinha e brinquei com meu grelinho inchado e rapidinho gozei gostoso e em seguida acabei tirando um cochilo e até achei que estava tendo um sonho delicioso porque senti minha bucetinha ficar quente e quando acordei meu cunhado estava deitado sobre minhas costas e seu pauzão enorme deslizava em minha xoxotinha toda melada e o safado beijava minha nuca e meu pescoço me fazendo arrepiar até a alma e todo taradão sussurrava:

-rebola putinha... quero sentir essa bucetinha virgem gozando na cabeça da minha rola... tua irmã ta tomando banho e vim aqui brincar um pouquinho com a putinha virgem... rebola cadelinha virgem safada... putinha... segura meu pau na entradinha da tua buceta sua vadia... isso... putinha... assim mesmo... que bucetinha virgem quente... goza pro teu cachorrão cadelinha virgem... ahhhh... me dá teu gozo!

Que delicia estar deitada debaixo daquele macho tarado safado que sabia incendiar meu corpo e tremendo que nem vara verde dei um gemido alto gozando como uma cadela no cio como na noite anterior.

Meu cunhado pauzudo se levantou e todo safado passou os dedos na cabeçona de sua rola toda melecada e então enfiou dois dedos na minha boca e todo macho disse:

-lambe sua cadela... sinta o gosto do teu gozo na minha rola sua putinha virgem safada... assim... lambe... da próxima vez vou deixar você mamar na rola do teu macho cadelinha safada!

Lambi seus dedos melados ele saiu rapidinho do quarto e fiquei ali completamente tesuda querendo que aquela sacangem continuasse, mas aquele safado do meu cunhado estava me levanto a loucura com seus safadezas malucas.

Na parte da tarde minha irmã ficou ao telefone fechando a agenda da banda e meu cunhado tarado quando passava perto de mim enfiava a mão no meio das minhas pernas e dedilhava minha xoxotinha peludinha virgem me deixando constantemente ensopada e quando tinha chance ele segurava meu rabo de cavalo como uma das mãos e me encoxava como se tivesse me fodendo e sussurrava:

-rebola potranca virgem... mexe esse rabo gostoso... mostra que você tá louca pra dar pra mim... sua vadiaaaaaaaa!

Aquele filho da puta do meu cunhado com certeza havia resolvido me enlouquecer de tesão com sua sedução de dominação e o pior é que eu estava adorando o que estava fazendo comigo e queria bem mais, porém tive que esperar vários dias pra rever meu cunhado porque a banda foi fazer vários shows e ficou a semana inteira fora e pra matar o tesão que estava me matando me acabei nas siriricas e meu grelo já estava todo inchado de tanto que esfregava ele.

Como fiquei a semana inteira sozinha na casa deixei de usar roupas e adorei poder andar nuazinha em pelo por todos os lugares.

Era de madrugada quando senti alguém me cutucando e ao abrir os olhos dei de cara com minha irmã que tinha chegado de viagem junto com o maridão e me encontraram nuazinha dormindo no sofá, eu estava assistindo um filme pornô e peguei no sono ali mesmo depois de bater uma siririca deliciosa.

Quando acordei mesmo vi meu cunhado de pé ao lado do sofá com um sorriso sacana no rosto e ao me levantar tentei colocar uma almofada na frente pra tampar minha xoxotinha peluda e minha irmã toda safada disse:

-não adianta querer tampar agora maninha... já chegamos faz tempo e você tava toda arreganhada ai nesse sofá... deu até pra ver o RG da tua bucetinha sua safada... além do meu maridão mais tres rapazes da banda que entraram na casa viram minha irmãzinha dormindo peladinha... eu pensei em te acordar... mas os rapazes não deixaram... e até tiraram fotos com celulares deles... amanhã essa bundinha arrebitada vai estar na net com certeza!

Dei um sorriso e bem safadinha brinquei dizendo:

-nossa mana... e você deixou que isso acontecesse sua maluca... ainda sou uma garota completamente virgem... vão pensar que você tem uma irmã muito putinha! RSS.

Minha irmã me deu um tapinha forte na bunda e sorrindo disse:

-tô começando a duvidar dessa virgindade... você leva jeito que vai ser uma puta daquelas que qualquer um vai comer... tava dormindo com os dedinhos enfiados na buceta sua safada... e pela capa do filme que ta no DVD é pornô da pesada... agora levanta daí e me ajuda a pegar um monte de sacolas que ficaram na perua!

-nossa mana... como você fala assim de sua irmãzinha ainda tão inocente! RSS! Já vou te ajudar... vou pegar uma camiseta pra vestir!

-Maninha... deixa de fazer tipo pra mim... conheço putinhas de longe... agora não precisa pegar camiseta nenhuma... voce já mostrou tudo e mais um pouco... vamos buscar as sacolas na garagem!

Já que minha irmã estava mandando me levantei e acompanhei-a nuazinha rebolando meu bumbum empinado e meu cunhado pauzudo nem disfarçou olhando pra mim enquanto se dirigia ao seu quarto.

Depois de tirar toda a bagagem da perua fui para meu quarto e comecei a bater mais uma siririca deliciosa imaginando a cena dos rapazes da banda e também meu cunhado tarado me olhando nuazinha no sofá com os dedinhos na xoxotinha virgem e depois de gozar varias vezes peguei no sono, como sempre peladinha e de bruços.

Fui acordadada de uma maneira deliciosa e nem precisei abrir os olhos pra saber que era meu cunhado tarado com a cara enfiada entre minhas pernas e o safado lambia minha bucetinha por trás me fazendo gemer bem alto e então sussurrei bem putinha:

-ahhh... cunhadão gostoso... assim você vai me matar de prazer... fica me deixando louca de tesão e não me come... tô louquinha pra ser arrombada pelo seu pauzão... tira meu cabacinho... não aguento mais de vontade sentir essa rola enorme dentro da minha xoxotinha virgem... me come de uma vez... deixa de torturar sua cunhada taradinha... me come seu cachorrooooo!

Meu cunhado me deu um tapa no meu bumbum empinado e todo safado se deitou sobre minhas costas com seu pauzão se alojando entre minhas coxas e todo taradão sussurrou:

-hummm... que delicia... isso que eu queria ouvir dessa boquinha de puta... implorar pra levar vara... sua puta... vou te dar o que você ta querendo... sua putinha tarada... vai sentir minha rola todinha dentro dessa bucetinha virgem tesuda

Meu cunhado rapidinho colocou um travesseiro por baixo do meu ventre fazendo com que meu bumbum ficasse bem no alto e sem frescura já encaixou a cabeçona na entradinha da minha xoxotinha virgem e beijando minha nuca e meu pescoço sussurrou:

-teu macho vai te tirar seu cabaço de uma vez... engole minha rola sua putinha safada... vou te foder como uma puta... tomaaaaaaaaa!

Me senti rasgada ao meio quando a cabeçona rompeu meu hímen e foi abrindo caminho sem dar uma trégua e só parou quando senti o púbis do meu cunhado pauzudo tarado colado no meu bumbum. Gritei de dor e instintivamente tentei escapar debaixo dele, mas todo tarado meu cunhado me segurando firme sussurrou:

-pode gritar cadela... adoro ouvir putas gritando quando sentem o tamanho da vara arrombando a buceta... pode gritar o tanto que quiser.... vai levar rola grossa nessa bucetinha descabaçada até quando eu quiser... agora deixa de frescura e rebola na minha rola sua cadela... rebola que já já a dor passa... quero te comer bem gostoso... sua safada... queria rola... ta com ela todinha dentro dessa bucetinha apertada!

Nem sei quanto tempo se passou até me acostumar com aquilo tudo dentro de mim, mas quase sem perceber comecei a rebolar devagar debaixo daquele macho tarado e quando me dei conta eu rebolava como uma puta de verdade como tinha visto nos filmes e meu gozo com um pauzão enorme dentro de mim chegou de uma forma avassaladora e logo meus orgasmos chegavam um atrás do outro e eu gritava agora de prazer e meu cunhado sentindo minha entrega total passou a me foder de 4 como um garanhão e até uns tapas bem fortes no meu bumbum o safado aplicou sem dó. Que delicia levar uns tapas na bunda daquele macho pauzudo delicioso.

Meu cunhado tarado comeu minha bucetinha durante mais de meia-hora e então quando achei que ele ia gozar vi que ia sofrer um pouco mais de dor porque ele tirou o pau todo melecado de sangue do meu cabaço e encaixou-o na portinha do meu cuzinho virgem e cravou firme e foi me penetrando sem parar igual tinha feito na buceta, eu gritava ainda mais alto quando tive o cabaço estourado e só quando estava completamente atolado no meu rabo ele parou e todo tesudo disse:

-ahhhh... que cuzinho gostoso... gritaaaaaaaa... pode gritar... sua cadela... eu era louco pra te enrabar sua putinha safada... essa bundinha empinada me deixava louco... grita... mas dá esse cu pra mim sua puta de rua... vou deixar esse cu inchado... rebola sua cadelinha... ahhhh!

Como foi na buceta demorou um pouco pra acostumar com o tamanho daquele cacetão dentro do meu cu, mas logo eu rebolava e dava gostoso como uma puta profissional e levei pau no rabo até quando ele quis e então ele deu um urro e começou a gozar inundando meu cuzinho arrombado de porra quente.

Gozei mais gostoso pelo cu do que pela xoxota e pensei que ia desmaiar de tanto prazer e quando ele saiu de dentro de mim deu um sorriso e disse:

-cunhadinha você é a virgem mais putinha que encontrei na vida... tua irmã é muito puta e safada... mas acho que daqui uns dias você vai superar ela... você é uma puta que sabe como dar gostoso pra um macho... pode ter certeza que vamos repetir isso muitas e muitas vezes!

Durante o banho minha bucetinha e principalmente meu cuzinho pareciam que estavam pegando fogo de tanto que ardia e achei que ia ficar assim doloridos vários dias, mas no outro dia de manhã meu cunhado me acordou da mesma forma, comendo minha xoxotinha descabaçada e meu cuzinho arrombado e na segunda vez nem doeu quase nada e dei mais gostoso ainda e isso continua acontecendo já faz mais de um ano.

Minha irmã era uma escrava sexual daquele macho pauzudo e eu também passei a ser sua serva obediente e completamente submissa e estou mais que adorando isso tudo!

Outros contos do TETE acessem meu perfil: http://www.casadoscontos.com.br/perfil/150463

Se quiserem entrar em contato:

skype: tete-cp1

e-mail: tete-cp1@outlook.com

Comentários

19/07/2017 07:46:37
Quando ele vai te levar, para dar pra banda inteira?
17/01/2017 12:16:10
Ótimo conto, envolvente, muito bem escrito.
24/07/2016 08:34:37
garotas do litoral q curtem coroas e querem sexo sem compromisso mandem email com whatsloironick69@outlook.com
10/08/2015 08:52:01
Adorei, maravilhoso seu cunhado e um cara de muita sorte por ter encontrado 2 irmãs putinhas e gostosas
06/08/2015 21:47:08
Adorei o conto e muito exitante manda umas fotos ai pra mim zap zap chama la nove meia quatro catorze meia quatro zero oito wesleytudao7@gmail.com
01/08/2015 16:43:22
👏👏👏
28/06/2015 12:00:01
Whats...
27/06/2015 17:30:01
Adoro esse conto, ja o li e reli nem sei quantas vezes e sempre da muito tesão, uma delicia vc! Parabéns
14/06/2015 11:22:41
Deu tesao... muito excitante.... garotas do litoral d SP- capital/interior e d outros estados q quiserem realizar fantasias e so me chamar no whatsapp...
08/06/2015 23:27:37
Oi td bem? Somos um casal liberal (eu 23 ele 28 anos) e estamos à procura de uma menina para viver uma aventura, tudo com descrição... Meu parceiro e eu somos divertidos, mente aberta, com uma relação bem resolvida e estruturada, somos bem safados 😉 Procuramos uma mulher de preferência livre e com disponibilidade de horário para estar conosco para amizade fixa/namoro... caso se interesse, podemos conversar melhor... Bjos E-mail: casalmahti@gmail.com
04/06/2015 11:38:50
Que tesãããooo
29/05/2015 22:30:32
Nossa, que conto delícia!!
20/05/2015 17:40:11
muito bom ...
19/05/2015 09:00:08
É 10. Mulheres(especialmente gaúchinhas)me escrevam marcelo.casalitm@hotmail.com.br
12/05/2015 02:43:20
Perfeito
10/05/2015 11:24:33
muito bomm, to molhadinha de tessão.
09/05/2015 12:56:23
Uau, que delícia! Ansiosa para ler os outros! parabéns!
05/05/2015 22:40:02
nossa!!! preciso de uma biscatinha dessa.
05/05/2015 21:39:15
Muito excitante. Não tem como não ficar de pau duro.
05/05/2015 19:32:18
nossa gozei sem encostar no pau. Sai todo me Lexa do da academia. Me escreva Favolencio@gmail.com
05/05/2015 14:52:19
Sensacional, simplesmente maravilhoso.Mulheres de Barra do Piraí e regiãodon.juan.teixeira@gmail.com
05/05/2015 13:56:51
Nossa que espetáculo de conto, fiquei de pau duro do início ao fim... Notame escreva LoucoPorbuceta27@hotmail.com
05/05/2015 10:03:09
Uau que conto delicioso! Conheci pessoalmente algumas pessoas aqui no site e adoraria ampliar meu circulo de amizade com Mulheres e casais (adoro gordinhas e maduras dos 55 aos 70 me deixam doido) indiferente da idade, estado civil e raça para se possível gozar gostoso, Sou Mulato, 39 anos, solteiro, 1.87cm, 100kg, praticante de jiu jitsu, dote Razoável, muito cheiroso e safado, contatos somente por Skype ou e-mail pablowillians38@outlook.com ou whatsapp (onze) nove. Seis, três, cinco, cinco, cinco, quatro, três, sete. Aguardo pessoas legais e liberais de SP para amizade e diversão real.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.