Casa dos Contos Eróticos

Comi minha mãe!

Autor: Vitor
Categoria: Heterossexual
Data: 20/04/2015 00:54:03
Nota 8.80
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Minha mãe tem 48 anos e se chama Mônica, não é a MILF mais gostosa que tem mas dá pro gasto. De rosto ela é muito atraente, tem um par de seios grandes e maravilhosos e uma bunda razoável.

Aconteceu semana passada em uma sexta-feira a noite, meu pai estava trabalhando e só iria voltar na manhã do dia seguinte. Ela voltou do trabalho, eu estava no computador fazendo alguns trabalhos e ele entrou no quarto e me abraçou como é de costume. Ela olhou pra mim, abriu um sorriso, e disse que se eu fosse um colega de sala dela na época da faculdade eu seria o namorado perfeito por eu ser muito bonito, em seguida disse que não seria uma má idéia até, o que fez com que ela ajeitasse o óculos e me olhasse de cima a baixo. Depois ela pegou suas roupas e foi pro banho.

Eu tinha o costume de espiar ela no banho pelo buraco da fechadura porque assim eu poderia ver ela nua, o que não foi diferente nesse dia. Quando ela ligou o chuveiro, me ajoelhei e olhei pela fechadura aquela MILF tirando a roupa para se banhar. Eu devia estar muito pressionado contra a porta, porque ela abriu e eu quase cai dentro do banheiro com a mão dentro da calça. Ela se assustou e cobriu os seios e a vagina com as mãos e perguntou o que infernos eu estava fazendo.

Nessa hora eu congelei de medo, mas pensei que não podia ficar pior então falei a verdade que eu espionava ela no banho porque assim poderia ver ela nua e me masturbava depois pensando nela. Ela me perguntou se eu tinha algum problema, gritando e me olhando de cima a baixo, respondi que sabia que era errado mas que queria ve-la nua nem que fosse pelo buraco da fechadura, enquanto andava em direção a ela. Quando eu terminei de falar, estava frente a frente pra ela. Ela me olhava nos olhos e falava num tom mais baixo que isso era errado e que não poderia acontecer. Então mandei pra ela que ela queria o mesmo porque sempre dizia que eu era bonito e que seria ótimo ter-me como namorado na faculdade. Ela ficou muda, olhando para baixo, ainda cobrindo os seios e vagina. Levantei sua cabeça pelo queixo, disse que a amava e a beijei. Ela soltou o corpo e me abraçou enquanto a beijava. Apertei a sua bunda, ouvindo ela gemer baixo e dizer que era errado, mas ela não parava, ela continuava a me beijar fervorosamente.

Eu só queria meter na buceta da minha mãe, não podia me controlar mais. Sentei na privada, tirando minha calça e puxei ela para cima de mim. Ela gemia alto, gritava meu nome e eu pedia para ela dizer "me fode filho!", o que ela dizia e fazia com que eu comesse ela mais forte ainda. Devorei os seios dela enquanto ela estava em cima de mim, deixando marcas de mordida nas partes próximas do corpo dela.

Tirei ela do meu colo e me levantei, coloquei ela inclinada de frente para a pia e continuei a comer ela lá. Eu via pelo reflexo do espelho que ela estava gostando porque fechava os olhos e inclinava sua cabeça para trás, gemendo e falando meu nome e que me amava. Eu a puxei pra trás e a beijei fortemente e gozei tudo o que eu tinha dentro dela. Ela me olhou nos olhos e sorriu, em seguida disse novamente que me amava e queria fazer isso de novo mais tarde. Depois tomamos banho juntos e a masturbei dentro do chuveiro antes de sairmos lá de dentro.

Desde então, nós metemos na maioria das vezes em que meu pai não está em casa em qualquer comodo, seja na minha cama, na dela, no sofá ou na janela olhando pra rua.

Comentários

Ner
12/08/2015 13:43:33
Faltou emoção nos detalhes!
05/06/2015 10:29:11
ESPETACULAR E EXCITANTE ESTE RELATO, SÔ! NOTA DEZ PRA COMPENSAR. SE DER, LEIA O MEU ¨ACONTECEU E COMI A MAMÃE¨. ABS.
26/04/2015 22:58:44
po foi bem breve, mas foi bacana eh bom pra tirar esse cliché de q só homem tem fetiche, agente não sabe quantas mulheres de mente aberta tem o mesmo interesse. acontece...
20/04/2015 08:14:14
Gostei, embora primeira vez tenha sido meia abrupta.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.