Casa dos Contos Eróticos

O Instrutor 9

Um conto erótico de Josh
Categoria: Homossexual
Data: 20/03/2015 18:50:43
Nota 10.00

Ficamos lá, conversando, o outros meninos chegaram, também. Ficamos os 9 na sala, conversando, até que o Lucas fala:

- Olha o que eu comprei. ( E mostrou fichas de Poker)

Luciano: Opaa, poker. Nossa, quanto tempo que eu não jogo.

Lucas: Vamos jogar?

Todos topamos, e nos sentamos. Aí o Lucas volta a falar:

- Vai ser Strip Poker ou normal?

Nícholas: Strip poker só com macho? Pra ser legal, tem que ter mulher na parada.

Olha que ridículo que ele estava sendo. O Gu me olhou com uma cara de reprovação, pois ele também sabia que o Nícholas estava fazendo aquilo pra se afirmar como hétero.

Depois que o Nícholas falou aquilo, o Lucas respondeu:

- Ah, fica mais divertido.

Daí começou mó alvoroço, mas acabou que o resolvemos jogar Strip Poker.

Começamos a jogar, e o Alex venceu as 3 primeiras rodadas. Inacreditável como eu sou azarado. Eu não via a hora de vê-lo pelado, mas não. Já estávamos todos quase pelados, menos o Alex.

A primeira peça tinha que ser o sapato, seguido da meia, seguida da camiseta.

O primeiro a falir, ia ter que bater uma pro vencedor.

A quarta rodada estava valendo a calça.

Eu sai muito bem nessa rodada, com um Four of a Kind (uma quadra). Tinha certeza que ia vencer. Fui cobrindo todas as apostas, e aumentando... Aos poucos, o pessoal foi desistindo. Ficamos eu e o Nícholas. Como eu estava com a mão poderosa, apostei tudo que tinha, só faltei apostar minha mãe também, hauahuahau. Eu queria vencer. Primeiro, porque era contra o Nícholas. Era uma questão de orgulho. E, segundo, porque ele também apostou tudo que tinha. Quem perdesse, seria o primeiro a perder. Queria vê-lo, tão macho como fala que é, batendo uma punheta pro ganhador. Melhor ainda seria, se eu fosse o vencedor.

Chegou a hora de mostrar o que tínhamos. Eu abaixei o meu Four of a Kind. Fiquei olhando nos olhos do Nícholas, com um olhar de: se fudeu, playboy!

Ele deu uma risada, e abaixou um Straight Flush. Eu fiquei pasmado. Como que ele tinha tirado 5 cartas do mesmo naipe, em sequencia?

Já, na quarta rodada, tive que ficar pelado, completamente, e sair do jogo. Esperar acabar, para conhecer o vencedor.

O jogo foi passando, todo mundo ficou pelado, ninguém sobrou com roupa. Mas o jogo continuava.

Aos poucos, o alguns iam falindo, e saindo. No final, o campeão foi o Lucas.

Ele se sentou no sofá, já com o pau durão, e me disse:

- Josh, pode mandar ver.

Eu estava morrendo de vergonha. E, ainda, o Vitor queria filmar. Eu disse que de forma alguma ele filmaria aquilo. O Gu me apoiou, e falou que era muita mancada.

Pude perceber que o Nícholas ficou olhando com uma cara meio estranha, como se estivesse com ciúmes.

Comecei a bater punheta naquele pinto quente do Lucas. Fiquei morrendo de tesão. Ele gemia muito e ficava me zuando, falando que eu levava jeito para o serviço.

Os meninos morriam de rir de mim. Eu estava gostando, mas estava com muita vergonha, ao mesmo tempo.

Quando percebi que ele ia gozar, tirei minha mão, mas mesmo assim, um jato caiu no meu peito. Usei a camiseta do Lucas pra me limpar.

Fomos dormir, porque já era tarde.

Fomos dormir, porque já era tarde.

O resto da semana passou igualmente a esses dias, sem nada de emocionante, que valha a pena descrever aqui. O Nícholas, de vez em quando, não dormia em casa. Ele continuava seco comigo.

Eu já estava começando a ficar louco com minha tese, então nem tinha muito tempo pra ficar me preocupando com o Nícholas. Chegava em casa, lia artigos, tentava escrever um pouco. E assim a semana passou.

Ah, tem uma coisa que vale a pena contar sim, dessa semana: Na sexta, o Gu foi com a menina dele pra um motel, e encontrou o Nícholas com uma garota, entrando também. Mas não me importei muito, quando fiquei sabendo.

No sábado, todos sairam, pois havia um churrasco, em uma outra rep. Eu não estava afim de ir, porque o Nícholas iria com a atual "namorada" dele. E eu sabia que ia passar raiva, se fosse. Então, preferi ficar em casa.

O Alex tinha um jogo de tênis, por um campeonato, e também não pode ir ao churrasco. Fiquei sozinho em casa. Quando era 1 e pouco da tarde, o Alex chegou e perguntou:

- Ué, não foi pro churrasco?

Eu: Não, não to afim.

Alex: Por que?

Eu: Por nada, só não to afim.

Alex: Aconteceu alguma coisa? Te achei tão triste essa semana.

Eu: É, problemas, mas nada grave.

Alex: Bom, se quiser conversar, estou aqui.

Eu: Valeu.

Ele tirou a camiseta, porque estava muito calor, e ele estava suado, tinha acabado de sair de um jogo de tênis, e sentou-se ao meu lado.

Alex: Puta, velho, que calor. E ainda peguei, na semi-final, o campeão estadual. Não tinha como vencer, ele me fez correr demais.

Eu: Que pena. Mas chegou na semi. Ta bom, já.

Alex: Ah, eu queria ir pra final. Mas contra o fulano ( não lembro o nome ) não tem como. Ele vai ser campeão, certeza.

Eu: Tinha muita torcida lá?

Alex: Não, só ooo... (e parou de falar)

Eu sabia que era o carinha da farmácia, mas ele não ia me dizer, porque sabia que ia levantar suspeitas em mim. Eu falei:

- O quem? Vc não terminou.

Alex: Hã? ( Se fazendo de desentendido)

Eu: O cara da farmácia?

Alex: Não, nada a ver.

Eu: Alex, eu vi vcs dois entrando num banheiro da enfermagem, essa semana.

Ele arregalou o olho. Hauahauhauahua, não sei o que deu em mim, mas eu tive que contar. Me deu uma vontade de fazer ele se assumir pra mim, hauahuahau, por mais que seja maldade. Estava fazendo o Alex passar o mesmo que eu passei, com o Gu.

Eu fiquei olhando no fundo dos seus olhos, e ele olhou pra baixo, sem falar nada.

Então, voltei a falar:

- Alex, não tem problema nenhum vc curtir o carinha. Não mesmo... isso é lindo.

Ele continuou olhando pra baixo.

Eu: Vc não quer conversar sobre isso?

Ele passou a mão no rosto, e deu uma fungada.

Eu: Alex, vc está chorando?

E ele, quando eu perguntei isso, caiu no choro, pra valer. Eu me senti o mais malvado do mundo. Pra que que eu fui entrar nesse assunto? Isso que dá ficar brincando de pisar no pé dos outros... uma hora a gente pisa no calo, e daí que se percebe como é de mal gosto, essa brincadeira!

Eu, tentando aliviar a tensão que eu o tinha deixado, e que eu tinha ficado também, por consequência, disse:

- Alex, me desculpe. Esquece que eu disse isso. Eu juro que ninguém nunca saberá.

Alex: Não adianta. Isso vai ser um eterno problema na minha vida.

Eu: O que vai ser um problema? Eu ter te contado que eu vi vcs entrando?

Acabei de falar isso, e percebi o quanto eu era egoísta. Eu estava mais preocupado em arrumar subterfúgios para não me sentir culpado, do que com ele, de fato. Ele estava chorando, coitado, e eu nesse egocentrismo. Poucas vezes na minha vida eu tive nojo de mim mesmo. Essa hora, foi uma delas!

Alex: Não, eu sou o problema. Sempre serei, não tenho como fugir disso.

Eu: Como assim? Me explica melhor, não estou te entendendo.

Alex: Eu não posso ser gay. Eu não posso chegar em casa, e apresentar um menino, como o meu namorado, porque minha família me execraria. Não dá, eu já tentei algumas meninas, mas não consigo.

Eu: Alex, eu sei como é foda isso. Mas vc precisa aprender a não sofrer tanto por isso.

Ele só chorava. Meu coração estava partido... como que um homem de quase dois metros de altura ficava chorando daquele jeito? Ele parecia um bebezinho. Eu juro que fiquei com vontade de chorar também.

Eu: Nessas situações, a gente tem que aprender a conviver. É muito decepcionante saber que a família não aceitaria, mas não se martirize tanto por isso.

Ele só chorava. E eu não sabia mais o que falar. Então, eu o abracei. Acho, que nessas horas, um ombro pra que a pessoa possa se apoiar e chorar, é muito mais efetivo do que qualquer palavra.

Ele ficou lá, chorando. Eu não imaginava que ele era tão angustiado por dentro. Ele sempre foi muito introspectivo. Ele é bastante na dele, mas, quem o ver, não imagina que ele seja infeliz. Eu tentando confortá-lo, voltei a dizer:

- Eu sei que é foda...

Alex: Pare de falar que vc sabe, porque vc não sabe o que é viver isso.

Eu fiquei olhando pra ele, assustado. Ele estava um tanto quanto revoltado. E mal sabia ele que eu, talvez tanto quanto ele, conhecia essa vida de se esconder de tudo e de todos.

Ele não parava de chorar. Era muita lágrima pra uma pessoa só.

Meus olhos se encheram de lágrimas. Não aguentei... além dele chorar que nem uma criança, eu me sentia muito culpado. E isso me comia por dentro.

Ele chorava sem pausa... estava pondo toda a angústia dele pra fora. Eu levantei sua cabeça, e, com o olho encharcado de lágrimas, e já com a garganta engasgando, disse:

- Alex, me desculpa. Eu nunca quis te deixar tão mal assim. Eu queria te ajudar, só.

Alex, chorando: Josh, ninguém poderá me ajudar. Acho que ninguém nunca vai entender o que eu sempre senti.

Eu, também chorando: Eu sei o que vc sente sim. Muito melhor do que vc imagina.

Alex: Não... vc não sabe. Sempre transou com mulheres, sempre pode namorar, e apresentar aos pais, vc não sabe.

Ele voltou a abaixar a cabeça.

Eu: Alex, olha pra mim.

Ele me olhou.

Eu: Eu sou gay, Alex.

Ele não mudou a expressão. Só ficou me olhando, fixo, com o olho fundo e molhado.

Não precisei falar mais nada. Ele, simplesmente, tinha parado de chorar. Tudo bem que parecia uma estátua, olhando pra mim, mas, pelo menos, não estava mais chorando.

Eu: Estou falando sério, Alex.

E ele continuou me olhando, com aquela cara linda. O clima, de tenso, passou a ser um pouco romântico. Eu não precisava falar nada, pra ele perceber que eu estava louco pra beijá-lo, ou vice-versa. O clima do momento se encarregou de nos mostrar isso.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
29/03/2015 01:54:36
Bye bye nick viado egoísta
22/03/2015 20:30:43
O q esta esperando para pegar o Alex?
M/A
21/03/2015 01:14:12
Bafa logo esse gato do Alex.e manda esse instrutor pra merda.
21/03/2015 00:59:58
O q esta esperando para pegar o Alex? Deixe o Nicholas pra lá
20/03/2015 22:27:27
Hummmm o Alex é foda! O Josh tem q ter algum lance com ele. Vai ser massa!
20/03/2015 22:22:39
E eu achando que o Nicholas seria um fofo, nossa que cara mais ridiculo!! Achei muito legal voce se assumindo pro Alex, fica logo com ele!!
20/03/2015 20:14:03
Fica com o Alex e manda esse ogro do Nickolas passear!!
20/03/2015 20:03:24
Uhuuuuuuu fenomenal, espetacular !Dá um pé na bunda desse Nicholas hahahah
20/03/2015 19:39:27
Continua logo,gostando muito !
20/03/2015 19:21:50
Foda-se o Nicholas, ele não deu valor, o Alex é mais lindo e carinhoso!
20/03/2015 19:15:17
Muito bom! dá uma apimentada nesse relacionamento com o Nicholas. Faz ele sofrer um pouco.
20/03/2015 19:04:29
UI que delícia, espero que o nicholas pegue eles se pegando