Casa dos Contos Eróticos

O instrutor da auto escola

Um conto erótico de rodrigo
Categoria: Homossexual
Data: 20/03/2015 16:40:42
Nota 9.75

Ola amigos!!! Nesse relato(real) vou narrar uma mais uma das minhas experiência que tive. Deixando claro aqui q quando mais novo aprontei e aproveitei bastante...aqui traz a historia com meu instrutor de Auto- escola. É um pouco longo mais é verídico. Sou rodrigo 29 anos,moreno,1,70,72kg corpo normal.

Quando fui tirar minha carteira de motorista aos 19 anos,eu fui a uma auto escola meio afastada de onde eu moro, não conhecia ninguém lá. Fui fazer minha ficha e vi alguns instrutores, uns horrorosos, outros mais ou menos e por fim um que apareceu de uma sala de descanso, belíssimo, baixinho assim como eu uns 1,70 mais todo bem malhadinho, loiro dos olhos castanhos mas com uma aliança enorme no dedo,(tenho um azar grande de pegar mais casados)apesar desse fato ate fiquei na expectativa de fazer minhas aulas com ele, Só que deixei cair na sorte pra ver quem seria o meu instrutor.

Na semana seguinte voltei lá pq à moça tinha me ligado confirmando a primeira aula para aquela segunda-feira, a tarde, cheguei cedo e fiquei esperando enquanto me informava de algumas coisas, já q o instrutor ainda não tinha chegado da aula que ele estava dando. Já que não conhecia nenhum por nome fiquei na espera, vi que o loirinho tinha chegado e assim que ele passou pra tomar agua meu coração disparou e eu perguntei a ela se era ele, ai ela disse não e já fiquei triste imaginando o monstro que iria ficar comigo, e em poucos segundos depois o meu instrutor entrou e ficou parado, mas como eu estava de costas não vi quem era então a moça falou: esse é o seu instrutor, ai me virei e fiquei meio q paralisado pois não tinha visto ele no dia da matricula, Um Rapaz branco ,uns 26 anos ,rosto com um pouco de barba meio corado do sol, cabelos pretos, olhos esverdeados, mais alto do que eu 1,75 porte físico estilo homem gostoso natural, sem muitos músculos e todo bem encorpado,aos meus olhos ele era um gato, mas ai é questão de gosto né, estava com a camisa meio aberta que dava pra ver seu peitoral meio peludo, uma calça jeans que marcava bem suas coxas e o seu pacote, e uma bunda bem desenhada e é claro uma aliança... Ele me estendeu a mão, apertou e disse muito prazer sou o Roberto e já foi brincando dizendo que eu iria ter que atura-lo durante 10 dias, já que minhas aulas foram reduzidas de dias e aumentadas em horário. eu falei que não teria problema nenhum e que esperava que ele me ajudasse muito nesses dias pq no final se tudo desse certo ele seria muito bem recompensado,(juro como falei sem malicia,estava animado p ganhar minha carta).

ele me olhou da cabeça aos pés e disse q no final de tudo eu iria sair dirigindo como um piloto de formula 1,e disse que iria cobrar essa recompensa.sorri meio encabulado com a olhada e saimos.

Começamos as aulas normalmente e aos poucos fomos tomando mais liberdade um com o outro e acabamos nos identificando bastante.

No meio dessas aulas ele me confidenciou que estava se separando da sua esposa, mas pq ela queria, e eu notava que ele estava meio triste, então convidei ele pra gente sair depois das aulas já que terminava as 16:00, ele preferiu combinar p o outro dia, já que faría as aulas noturnas e era uma sexta-feira ai agente poderia ir a um barzinho pra conversar melhor sobre os seus problemas e relaxar.

O fato é q Eu já nem me ligava mais na atração que rolou no inicio, pois ele tinha se tornado um grande amigo e estava com problemas, apesar de umas brincadeiras de dar um tapinha na minha bunda dizendo q eu tinha me saido bem na aula,me abraçava qnd eu ia embora na frente doa outros sem nenhum constrangimento(apesar deu não ter trejeitos femininos, sempre a uma coisinha aqui ou ali q deixa os outros na dúvida) ahhh e por falar nisso eu odeio viado preconceituoso metido a machão homofóbico, acho q existe espaço para todos os tipos, é só saber reapeitar.

Bem...Depois da aula ele encerrou o expediente e pediu pra eu esperar enquanto ele ajudava a fechar a auto-escola, vi alguns colegas dele me olhando e cochichando uns com os outros e sorindo,mais nem liguei, se nem ele que era casado estava ligando e até mesmo pq nós só iriamos conversar e beber um pouco.

Ele pegou sua moto me deu o capacete e saímos p um bar perto da minha casa, ai começamos a conversar e ele se lamentando da vida dele, e eu só ouvindo e tentando aconselhar, vi que em certa altura ele já estava bem bêbado e pedi pra ele parar já que ele iria voltar de moto e era perigoso, ele parou e resolvemos ir p casa, já era 1:00, então ele me deixou em casa,ja estava um pouco melhor e disse que queria ir no banheiro, só que meu irmão chato estava em casa aparentemente na sala assistindo tv, disse que se ele quisesse ele poderia fazer no jardim,p meu irmao nao me encher de perguntas e tal,então ele entrou se virou e fez, eu ouvindo a urina cair comecei a imaginar o tamanho e tal e nem vi direito a hora que ele se virou, ainda estava balançando mais com a pouca luminosidade eu nem vi direito mas percebi que era bem grandinho, eu fui na frente p abrir o portão e ele acabou se desequilibrando e me empurrou contra o portão me pressionando pelas costas, senti o seu corpo todo colado no meu e seu hálito no meu pescoço me deixando arrepiado, então me virei bem rápido e ele ficou me olhando nos olhos e do nada me tascou um beijo que me tirou o fôlego,com muita vontade,muito intenso, e senti o seu volume aumentar na calça ,só que fomos interrompidos pelo mala do meu irmão que fez barulho na porta, ele me soltou bem rápido e disse que já iria, e que depois nós nos falávamos.

Ele saiu e eu fiquei perdido nos meus pensamentos e fui me deitar e tentar dormir...

Passei o fim de semana me lembrando do beijo e de como seria a nossa ultima aula na segunda feira.

Quando cheguei pra aula, ele estava de cabeça baixa ai eu agi como se fosse um dia normal e falei com ele brinquei e no trajeto da aula ele foi bem profissional, já que era a ultima aula e no dia seguinte a tarde já iria fazer a prova prática, prestei atenção em tudo e no final ele me pediu desculpas, eu me fiz de desentendido e perguntei pq? ele falou que estava meio embriagado e acabou fazendo besteira pois estava meio carente e acabou me dando aquele beijo, eu disse pra ele relaxar pq estava tudo de boa. Mas claro que eu estava eufórico ainda tentando passar tranquilidade pra ele e sabendo que ele estava bêbado mais não ao ponto de não fazer o que não queria, mas deixei rolar.

No outro fui pronto p o teste, entramos no carro e fomos p o DETRAN.

Fiz minha prova e no final soube que tinha passado só que os instrutores ficam em outro local esperando. Qnd Sai, ele me viu e perguntou como foi, eu baixei a cabeça serio como se não tivesse conseguido, ai levantei e ele estava tipo triste sem saber o q dizer...sorri e disse: consegui!!! ele correu me abraçou e me girou no ar kkkk parecia aquelas cenas romanticas de novela...e ficou me dando parabéns mais não parava de me abraçar, quando percebemos os outros instrutores estavam tudo olhando meio q sem entender mas percebendo o carinho entre nos 2, ele ficou morrendo de vergonha quando percebeu.

como só tinha eu com ele de instrutor no carro disse que poderíamos ir.

Fomos p o carro e eu bem eufórico dizendo como foi o percurso,então ele me pergunta sobre o presente q iria lhe dar,a tal da recompensa q na real era uma camisa que iria dar a ele.

Eu disse: ahhh a sua camisa tá lá em casa, vamos passar lá que eu te entrego, ai ele me perguntou tipo surpreso, mas surpreso decepcionado : camisa???? O presente era esse???? Eu disse que era, sorrindo p ele na inocência, ele disse que não queria camisa ja meio bravo e eu sem entender nada, encostou o carro no acostamento e me disse que queria falar algo sério comigo. Respirou fundo,baixou a cabeça e começou a falar:desde o primeiro dia q ele foi apresentado a mim ele sentiu algo muito bom em relação a minha pessoa mesmo sem nem me conhecer, e soube mais ainda quando eu me mostrei um amigo que ele nem tinha e que fui muito compreensivo no dia que agente saiu e ele acabou me beijando, mas que estava esperando outra coisa como presente.

E completou me deixando sem reação: espero que vc não fique com raiva, eu nunca fiz isso, mas queria ficar com vc pelo menos uma vez,espero q vc não se ofenda mas fico pensando nisso diariamente, se vai acontecer se vc deixaria de falar comigo se eu fizesse a proposta, mas tenho q arriscar pq não aguento mais pq eu quero ficar com vc ...

Eu estáva olhando pra ele e ele ainda de cabeca baixa,respirei fundo peguei no seu queixo e levantei sua cabeça p me olhar nos olhos e falei: claro q nao vou ficar chateado com vc,eu sempre quis ficar com vc, mais achei que poderia perder sua amizade, ai ele sorriu e disse que isso jamais iria acontecer também.

demos um beijo, no acostamento no meio da rua, correndo o risco de sermos vistos por algum conhecido.ele falou:vou te levar p outro lugar, pode ser? Ai disse que o dia era todo dele, ai fomos a auto-escola deixou o carro e pegou a moto dele e como eu ja imaginava entramos em um motel bem próximo. Meu coração estava acelerado e ele estava muito nervoso.

Quando entramos no quarto eu disse que estava muito suado e que iria tomar um banho,(tambem não estava tão bem preparado... se é q me entendem)

e só uma observação.. não entendo como os caras nesses contos estão 24h prontos p fazer de tudo, despreocupados com acidentes q podem ocorrer, preciso saber esse segredo rsrs.

Bem...ele ainda estava muito travado ,ai comecei meu banho e uns 5 min depois o chamei, ele foi ao banheiro e me viu lá peladinho e deu uma olhada com um sorriso de tirar o fôlego, o convidei pra entrar ,ele meio sem jeito começou a se despir e eu acompanhando a cada peça que ele tirava,ficou peladão e meio sem graça, eu dei a mão a ele e o puxei para o chuveiro e sem mais demoras lhe tasquei um beijo que já destravou toda timidez dele,o que fez ele virar um garanhão, me beijando o pescoço forte e me apertando contra seu corpo que mesmo na agua estava muito quente,ficamos nesses beijos e apertoes uns 5 min e depois me mandou lhe chupar, foi ai que pude então me saciar naquele monumento que não tinha visto direito, um pau branquinho da cabeça vermelhinha, uns 18cm grosso e meio torto, comecei a lamber cada pedaço subindo e descendo no saco e até me atrevi a ir perto do seu anus, mais fui impedido com ele me levantando e me beijando a boca,entendi q ali era território proibido rsrs, sugeri que na cama seria melhor... fomos para a cama e começamos a putaria, regado a muitos beijos, deitei ele de barriga pra cima e disse q dali em diante eu que comandava, ai desci e comecei a ir beijando dos seus pés e fui subindo pelas pernas ,saco e abocanhei o seu mastro, que pulsava na minha boca soltando muito pre gozo,era um pau daqules bem babao, fiz um senhor boquete pra ele nunca mais se esquecer, e depois de uns 10 min de muita chupaçao ele não aguentou e encheu minha boca de porra, e ficou olhando pra mim sugando cada jato forte que saia até naõ restar nada, então ele disse que eu era demais,que tinha sido a melhor coisa que tinha acontecido com ele e que ninguem tinha feito assim com tanto gosto...e eu me senti o máximo e continuei chupando ele, até que cresceu de novo na minha boca e parti para segunda parte ,me lubrifiquei e fui por a camisinha nele, ai ele disse que não tinha doenças e que queria sentir como era a sensacao de comer um rabo e tal...q com o preservativo não iria ser a mesma coisa., eu fiquei meio receoso, mas acabei confiando e cedendo(não recomendo).mas... Fui de costas pra ele ver cada sentimento do seu pau sendo engolido pelo meu rabo bem devagar e ele delirando dizendo: que safado, porra que cú gostoso, tá mordendo meu pau, eu não sabia que era assim tão bom,puta merda quero repetir sempre.... e eu de vez em quando olhava pra trás e lambia os lábios, soltava beijos e quando virava a cara fechava os olhos de dor rsrsrs pelo menos no inicio senti,! não queria que ele visse meu sofrimento... Mas fui forte e consegui enterrar tudo, e com o tempo eu mesmo comandava o vai e vem, e depois foi só prazer de ambos os lados, mudamos de posição algumas vezes... de 4 com ele estocando com força e me fazendo delirar, de ladinho com ele metendo devagarzinho e beijando meu pescoço e pra finalizar na posição de frango com ele olhando nos meus olhos e metendo tudo e eu sentindo as contraçoes do seu pau, qnd ele gozou dando aquelas jatadas poderosas dentro de mim e eu me masrurbando e gozando na minha barriga ja extasiado com aquilo e falizando com um longo beijo...

e assim ficamos deitaos depoia de mais de 1 hora de muito sexo.

Ficamos nessa posição pq estava tão gostoso depois olhamos um nos olhos do outro e ele me deu um beijo e levantou p ir ao banheiro eu fiquei pensando...

pronto me comeu agora vamos embora...

ele saiu do banheiro e eu fui sem falar nada.

Saindo banho e ele ainda estava de toalha sentado na cama, Eu achei estranho e perguntei se ele não iria se vestir p irmos,ele me olhou e falou, vc disse q hoje o dia era meu, quero ficar com vc o resto do dia, mesmo q seja aqui nesse quarto de motel...sorri p ele e disse claro, vc q manda....

bem ficamos de 16:00 ate as 21:00 nesse motel e ele gozou por 4 vezes, a conta nem se fale mas ele pagou tudo.

As 21:30 ja estava na porta de casa e ele sorrindo p mim disse q eu não fujisse dele,q eu era um cara muito especial, um amigo q ele jamais esqueceria o q tinha feito por ele, ele me.beijou e eu Fiquei feliz e ao mesmo tempo com medo pq eu gostava dele mas tinha medo de me apegar demais ja q ele era casado... acabou q depois disso nos ficamos umas 2x antes dele se separar de vez da mulher.(a culpa não foi minha).

Ele quis um relacionamento e nós acabamos "namorando" escondido durante um bom tempo e 8 meses depois disso tudo ele acabou recebendo uma proposta p trabalhar em belo horizonte ou seja... longeeee...

eu tinha minha vida aqui, estudos, trabalho e mesmo com o coração doído eu o encorajei a ir buscar seu futuro profissional, ele meio relutante aceitou mas queria muito q eu fosse com ele.

Mas não daria muito certo despesa p 2 em uma cidade desconhecida e tal. Me despedi dele um dia antes da viajem tentando mostrar a ele q estava tudo bem. Q logo logo ele poderia vir me ver e eu a ele, Afinal nós somos amigos,antes mesmo de qualquer coisa e jamais iria deixar o contato se perder.ele foi e no começo foi bem dificil, chorava bastante e ele também.

Mas com o tempo as coisas foram se ajeitando o amor foi esfriando e 11 meses depois disso ele me contou q estava interessado em uma menina lá e me pediu "permissão" pra ver no q dava.

Eu nao podia exigir nada dele, ele não tinha perspectiva de voltar tão cedo e mesmo ainda gostando dele nós mal nos falavos de amor ou coisa do tipo, ja eramos só amigos,apenas... :/

Bem... ele voltou a vidade com um ano e pouco depois de sair, mas veio só a passeio, me encontrei com ele bebemos conversamos sobre varias coisas e até sobre a namorada dele, ele não sabia mais eu também ja estava de rolo com um carinha e qnd ele soube, ele quase da um escândalo no bar...

mas ele nao tinha mais o q exigir né. Acabou nos entendemos e ele pediu p mim nao falar sobre esse cara com ele pq nao tinha engolido a ideia...(só ele podei..ta bom rsrs sonha né rsrs) bebemos bastante e é claro acabamos transando mas de td de boa, sem cobranças nem nada, foi uma noite e tanto ...

Ele foi embora mas raramente aparece, ainda tenho contato com ele e somos amigos a mais de 8 anos. Fui ao seu casamento e fui padrinho do seu filho q hoje tem 5 anos. Ainda tivemos umas noites bem quente juntos, mas de uns 4 anos p cá eu resolvi parar né.

E só ficava com ele qnd eu estava sozinho.

Ele é um grande amigo e nossa história até poderia ter sido diferente,mas eu era muito novo e também não sei como sería, sabia q ele gostava de mim mas não sei se o bastante p assumir de fato uma relação com outro homem.

Deus sabe o q faz né. Não foi meu amor mas virou um irmão.

Obg pela leitura e desculpa os erros e o tamanho do texto meio extenso.

Em breve posto mais experiências.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
22/09/2016 17:21:57
Obrigado por ter lido meu conto
16/05/2016 00:47:35
Adorei seu conto!!
23/03/2016 00:02:24
Nossa queria ter essa sorte tenho um instrutor aliás tive ele é gato sempre me imaginei transando com ele nunca rolou nada hoje somos amigos mas devo admitir q bato algumas depois de ver ele
01/04/2015 23:14:31
Ótimo conto. Pena que não deu certo ficar com ele. Pelo menos a amizade continuou. E algumas pegações às vezes... hahaha. Posta mais!
22/03/2015 19:09:36
Não sei cse posso classificar de triste, pois a amizade permaneceu. Que bom que tens maturidade para encarar como amigo aquele que desejaste como amor. Como não colocaste no relato se estás com alguém, suponho que estejas solteiro. Espero que encontres algu´me que possa ser teu parceiro. Um abraço carinhoso, Plutão
20/03/2015 22:37:55
Triste,triste...
20/03/2015 19:34:16
Suas histórias são realmente muito boas!! Triste saber que não pode continuar com esse romence :/
20/03/2015 19:05:02
ele é bi mas o medo foi maior do que o amor que sentia .
20/03/2015 18:36:38
Triste