Casa dos Contos Eróticos

Vanessa, minha Esposa na Balada

Autor: LimaC
Categoria: Heterossexual
Data: 08/12/2014 13:15:27
Nota 9.59
Ler comentários (17) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Era uma sexta a noite e eu estava cansado, realmente cansado. A semana tinha sido muito estafante na firma, fechei grandes negócios mas o cansaço realmente bateu. Eram quase 22 hs da noite quando Vanessa entrou no nosso quarto e me perguntou:

-E então meu amor, estou bonita?

-Bonita era pouco pra definir a visão daquela mulher. Vanessa estava com os cabelos compridos,loiríssimos, platinados, lisos, com leves ondulações nas pontas. Uma maquiagem bem colocada, com um vestido branco, curtíssimo, salto muito alto, unhas pintadas de vermelho e algumas pulseiras nos braços. Pra fechar tudo, vi que minha esposa não usava calcinha. Me recuperei daquela visão maravilhosa dizendo:

-Meu amor vc esta linda e maravilhosa, uma deusa! Quando as meninas vêm te pegar?

-Devem estar chegando. Posso ir mesmo, vc vai ficar bem?

-Claro que pode meu amor, eu vou ver um filme no canal a cabo e depois desmaiarei na cama. Seu marido esta um trapo, rsrsrs

-Vc está lindo como sempre meu amor, só está cansado, o que e muito normal.

-Neste momento o celular de Vanessa tocou, ela atendeu rapidamente e me disse:

-São as meninas amor, vou indo – Vanessa me deu um gostoso beijo sujando minha boca de baton e saiu rebolando sensualmente até fechar a porta atrás de mim.

Eu e Vanessa temos esse relacionamento liberal e ao mesmo tempo essa cumplicidade. Acho importante ela sair às vezes com algumas amigas assim como eu saio com os amigos. As amigas em questão eram Carla e Simone. Simone é cabelereira e grande amiga da minha mulher. Loira como ela, liberada e muito boa de cama tbém. Sei disso pq nós já havíamos feito troca de casais com ela e o marido. Inclusive o Fábio (marido da Simone) é um grande amigo. Já a Carla é uma morena de olhos verdes que se destacavam bastante. Ela era noiva de um rapaz que trabalhava 15 dias embarcado no porto, e, portanto aprontava das suas escondido dele. Não acho certo esse tipo de conduta, mas não censuro ninguém.

Do alto do meu prédio pude ver minha esposa entrando no carro da Simone e pelo que pude ver as duas amigas de minha mulher se vestiam muito parecido com ela, ou seja, três putinhas que iam juntas pra uma boate. Meu pau ficou duro só de pensar...

Eu lanchei, vi metade do filme no canal e cabo e fui dormir, estava muito cansado. Antes de me deitar ainda recebi pelo whatts app uma foto de Vanessa e Carla na boate. As duas estavam dançando em um praticável elevado e quem chegasse por baixo, veria facilmente que elas não usavam calcinha. A foto deve ter sido tirada pela Simone, que não aparecia.

Não consegui ver minha esposa chegar. No dia seguinte, acordei por volta das 8 da manhã, e como era sábado, tinha convidado o Fábio, marido da Simone e outros amigos para dar uma corrida.

Levantei, e ao meu lado dormia minha esposa. Vanessa estava completamente nua, com a maquiagem meio borrada e dormia um sono muito pesado. Eu tomei um banho gostoso e fui correr, mesmo estando curioso pra saber tudo que tinha acontecido. Eu e meus amigos corremos na ciclovia e depois esticamos até o clube para fazer uma sauna e conversar um pouco. Voltei pra casa perto das 11 hs da manhã e encontrei Vanessa de baby doll terminado seu café. Assim q ela me viu, se levantou e exclamou me beijando:

-Amor, que saudades, acordei e não te vi meu bem.

-Eu tinha combinado de correr com uns amigos lembra?

-É verdade, eu esqueci!

-E como foi ontem, me conta tudo que eu to muito curioso.

-Safadinho, eu vou te contar tudo sim, vamos pro quarto.

-No quarto, deitamos os dois na cama e ela começou a me contar tudo. Vou escrever abaixo do jeitinho que ela me relatou:

-Nós chegamos à boate e já viramos atração principal. Vc imagine duas loiras e uma morena sozinhas e de vestido super sexy. Ficamos bebendo, dançando e nos exibindo pros machos de lá, até que a Carla encontrou um ex namorado que ela adora e acabou sumindo de perto de nós duas, então ficamos Simone e eu na pista dançando. De longe, vimos um moreno alto e sarado, sozinho no bar olhando pra gente. Quando paramos de dançar e fomos ao bar pegar outra bebida ele se aproximou e começou a conversar. Eu dei idéia e ficamos as duas com ele. Ele me viu de aliança, perguntou se eu era casada e eu abri o jogo, disse que nós duas éramos casadas, mas liberadas pelos nossos maridos. Ele achou incrível e no meio da conversa apareceu um amigo dele tão gostoso e bonito quanto ele. Em menos de 5 minutos nós 4 fomos pra um local mais reservado, onde o casais ficam se pegando.

Ele beijava super bem e me amassava toda. Aquele volume grande dentro da calça espremendo minha bucetinha me deixou louca. Ele viu q eu estava sem calcinha e ficou louco, queria me comer de todo jeito, eu então tive uma ideia. Chamei a Simone e ficamos os 4 perto da porta do banheiro feminino. Eu entrei e vi q só tinha uma mulher retocando a maquiagem. Assim que ela saiu nós entramos os 4 nobanheiro feminino e cada um foi pra um reservado. Lá dentro foi fácil, abri a braguilha da calça e tirei pra fora um pau grande, grosso e bem duro. chupei bastante e babei um pouco, pra em seguida colocar a camisinha nele. Aí eu me levantei, subi meu vestido, coloquei o pezinho em cima do vaso e ele meteu gostoso em mim. Foi delicioso e super excitante, pq a gente não podia gemer alto, pois toda hora tinha vozes de mulheres entrando e saindo do banheiro. Ele gemia baixinho e falava coisas muito excitantes no meu ouvido. Ele dizia coisas tipo: “vadia safada! Sua piranha casada, veio dar dentro do banheiro feminino, tu é uma vadia e merece muita pica sua puta”. Aí amor, aquelas palavras me enchiam de tesão e eu gozei com ele me comendo. Gozei tanto que chegou a escorrer pelas minhas pernas. Ele continuou metendo forte até encher a camisinha de porra.

Tentei me recompor um pouco, abaixei meu vestido e esperamos o banheiro ficar vazio pra gente sair. Mesmo assim algumas pessoas viram e comentaram quando nós saímos do banheiro. Logo em seguida saí tbém a Simone com seu macho. Fomos os 4 tomar uma bebida e eles quiseram trocar de lugar e voltar pra um segundo tempo. Mas a gente não tinha camisinha e nem queria sair dali pra um motel, então trocamos de parceiros e voltamos pro local escuro onde os casais se pegavam. Foi muito excitante ver que algumas pessoas perceberam que a gente estava trocando de namoradinho rsrsrs.

Neste local vc sabe que é normal os casais se amassarem e até rolar um boquete, e foi isso q fizemos. Sem local e sem camisinha o jeito foi improvisar. Eu e a Simone nos agachamos uma do lado da outra e ficamos lá, mamando gostoso aqueles cacetes, q tinham entrado na bucetinha uma da outrauns minutos antes. O gatinho gozou na minha boca e eu tive que engolir tudo amor, pq senão ia sujar meu vestido todinho!

Assim q eu me levantei, a Simone me puxou e me deu um gostoso beijo na boca, acho que pra gente dividir a porra dos meninos. Eles ficaram loucos vendo a gente se beijar e disse que nós éramos duas putinhas deliciosas. Agente voltou pra pista e dançou mais um pouco. Já era fim de balada e tinha pouca gente na boate. Os meninos se despediram da gente e deixaram os telefones pra gente ligar. Claro que nós duas jogamos o papel fora, rsrsrs. Passada uma meia hora a Carla apareceu. Elatinha saído da boate com o ex namorado e eles foram transar no carro dele. Ficamos as 3 dançando e acabamos sendo a sensação do fim da noite quando demos um beijo triplo no meio da pista de dança.

Na volta, Simone precisou parar no posto pra por gasolina e nós ainda provocamos o frentista nos exibindo. Carla beijava minha boca e passava a mão na minha xotinhausadinha na frente do rapaz q ficou louco. Cheguei em casa as 4 da manhã e vc dormia profundamente. Foi o tempo de eu tirar o vestido e cair na cama.

-Vanessa me contava tudo e alisava gostoso meu pau. Claro que no fim desse relato eu quis transar com ela. Comi ela com vontade, xingando ela de puta e vadia. Inclusive fiz serviço completo, comendo o cuzinho da minha puta com muita vontade. Ela sempre me provocava dizendo:

-Isso amor, come o cuzinho de sua putinha, come o cuzinho da sua vadia que tava dando a bucetinha dentro do banheiro da boate enquanto vc dormia!

-Essas palavras me deixavam ainda mais louco e eu socava mais forte no rabo da minha puta. Gozei no fundo do cuzinho dela, e ficamos lá deitados, curtindo a tarde e namorando.

Eu adoro ser casado com a Vanessa, adoro ser corno da minha loira vagabunda. A gente tem uma cumplicidade divertida e sexy, que sempre renova no nosso tesão.

Espero que vcs tenham gostado do relato e agradeço todos os comentários deixados nos outros que escrevi. Peço que continuem comentando pois os comentários de vcs que são meu combustível para continuar escrevendo. Muito obrigado!

Comentários

08/11/2016 17:36:09
Muito bom!
25/07/2016 03:16:31
Tua gata é maravilhosa demais, o tipo de fêmea que adoraria ter tido na minha vida. Leiam minhas aventuras e me adicionem no skype: envolvente47@hotmail.com .
15/01/2016 17:47:22
uma delicia essa esposa safadinha sabe botar um chifre gostoso ... parabéns amigo eu também adoro muito imaginar minha esposa assim ...delicia de conto quero mais e mais contos seus assim - historinhaslegais@outlook.com
06/11/2015 16:27:56
Show de bola. Conto maravilhoso.
06/08/2015 12:32:39
Adoro a cumplicidade do casal!!!
23/02/2015 14:56:41
Que casal maravilhoso. Quando vierem a BH me procurem. Abraço para você Lima, e um beijo na Vanessa.
18/02/2015 15:41:44
Muito bom
26/12/2014 10:43:58
Ual que deliciaaaaaaaaaaaaaa
11/12/2014 17:59:13
Menino você está escrevendo cada dia melhor, adoro seus contos, se são verídicos ou não, isso não tem a menor importância, o importante é que deixe os leitores cheios de tesão e sonhando com as aventuras suas e da sua linda esposa. Parabéns querido. Queria muito ter um marido liberal assim. sua nota não podia ser outra (dez, nota dez).
09/12/2014 21:55:02
Achei bem legal o conto, volte a escrever. Leia meu conto, você vai gostar.
09/12/2014 16:03:24
Muito bom! Lima, seus contos são fora de série, muito bons mesmo! Voce também tem lido alguns dos meus contos, e caso queira conversar sobre o assunto ou ver algumas fotos, escreva para "fc.mag@hotmail.com"
08/12/2014 21:40:08
Show de bola, você é um felizardo meu chapa! que inveja!
08/12/2014 21:15:54
Vai fundo guri. Escreve bem. Nota dez.
08/12/2014 20:45:29
Dez. Sem dívidas!
08/12/2014 19:39:11
Bom conto, muito bem escrito. Adorei! Leia o meu, você vai gostar.
08/12/2014 18:56:14
Muito bom.
08/12/2014 15:09:32
Bom

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.