Casa dos Contos Eróticos

Primeira vez com minha cunhadinha

Um conto erótico de Pablo
Categoria: Heterossexual
Data: 16/11/2014 19:15:38
Nota 9.20

Meu nome é Pablo, tenho 32 anos, e vou compartilhar com vocês como se deu a primeira vez que comi minha cunhada. Ela se chama Ana Raquel, é uma belíssima mulher, loira, seios médios, cochas grossas, uma bundinha bem torneada, não muito grande, e que boca ela tem.

Sempre muito cheirosa, costuma usar roupas bem comportadas, mas sempre muito gostosa. Raras foram as vezes que a vi com roupa muito curta, mas sempre senti um enorme tesão por ela. Logicamente sempre me imaginei comendo a bucetinha dela, só não sabia que esse dia estava perto.

Nós moramos no mesmo prédio, trabalho geralmente pela manha, ou à noite, então tenho muitas tardes livres. Minha querida cunhada sempre foi muito carinhosa comigo, somos confidentes, muito amigos, etc. Não sei se ela tinha segundas intenções comigo, nunca demonstrou nada abertamente, mas sempre me deu beijos no rosto, abraços apertados, aqueles de se sentir o corpo inteiro.

Em uma dessas tardes, por volta das 13h, eu estava em casa sozinho quando ela me ligou e perguntou se eu poderia ir até o apartamento dela para lhe fazer um favor. Coloquei uma camiseta e fui. Ao chegar lá bati na porta, e a ouvi dizer: “já vou, espere só um minutinho”. Quando ela abriu a porta e com ajuda da claridade da sacada vi que estava usando um vestido curtíssimo, quase transparente, sem sutiã, com uma calcinha minúscula, quase não dava pra ver a marcação, nunca a tinha visto com aquela roupa. Ela me recebeu com um abraço. “Oi cunhadinho, me desculpa de incomodar, mas preciso de um grande favor”, e me beijou no rosto. Meu pau ficou duro instantaneamente, e que tesão senti naquela hora, não dava pra esconder o volume.

Ela estava fazendo um trabalho em um notebook que estava em cima de uma mesa de vidro. Ela se sentou, e enquanto me explicava o que precisava, eu fiquei em pé ao seu lado. Eu tinha visão perfeita do seu decote. Que lidos seios... O vestido curto não cobria toda sua perna e eu quase via sua calcinha. O tesão era enorme. Acho que ela percebeu o volume e minha excitação, mas fiquei com medo de avançar.

Às vezes, enquanto falava olhava para mim e quando ia voltar o olhar para o computador eu percebi que ela passava os olhos no meu pau. Nesse momento ela descruzou as pernas e pude ver sua calcinha. Comecei a suspeitar que fosse intencional, e resolvi jogar um verde dizendo: “assim não consigo te ajudar”.

Ela então disse com autoridade: “contenha-se!”... assustei... mas ao mesmo tempo abria lentamente as pernas, o vestido foi recuando e mostrando mais ainda sua calcinha. Ai eu percebi o que a safadinha queria... “fique de joelhos!”... não pensei duas vezes, fiquei de joelhos com a imagem perfeita... a buceta dela na minha frente, ainda coberta pela calcinha. Então ela disse com uma voz tremula de tanto tesão: “você percebe que já estou toda molhadinha de tesão?”. E lentamente afastou a calcinha para o lado me mostrando sua bucetinha, depilada, lisinha, molhada e cheirosa... ela colocou os dois pés nos meus ombros e mandou chupar... cai de boca... chupava todo seu mel.. doce... ela delirava de tesão... fiquei muito tempo chupando... ela dizia “quero gozar na sua boca cunhadinho...” sua pernas tremiam incontrolavelmente, ela gemia baixinho...

Quando não aguentei mais de tesão a joguei no sofá e enfiei meu pau na sua bucetinha.. Ela não deixou muito tempo, queria chupar. Ai ela ficou de pé e ficou me chupando. Chupava a cabeça do meu pau e depois lambia... Alguns minutos depois ela ficou de quatro e mostrando seu cuzinho disse: ”vem cunhadinho... ele é todo seu...” Eu enfiei na buceta, para dar uma leve lubrificada... e fui no seu cuzinho... bem devagar comecei a bombar... fui aumentando a velocidade aos poucos... até que ficou muito confortável.. Nesse momento ela gemia e enfiava os dedos em sua bucetinha... “goza cunhadinho.. goza dentro.. vai..” Não resisti... gozei muito no cuzinho da minha cunhadinha...

Depois desse dia, quando ela quer me dar, me liga e diz “pode me fazer um favor, cunhadinho?”

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
07/05/2018 09:02:09
Boa estreia aqui na casa, Pablo. Mulher quando quer seduzir, sai da frente. Como fez essa cunhadinha. Rs. Agradeço tua leitura e comentário no meu ultimo conto. Que bom que você gostou. Beijos.
26/04/2018 19:45:00
sensacional
03/02/2017 09:21:11
bom
27/11/2014 11:31:50
Beleza de conto!
22/11/2014 13:26:06
esse recado é pra quem disse q é mentira ae, vcs ficam falando q é mentira e nem sabem. pra mim, se foi real ou naum, eu dou nota 10 pelo conto. não vou ficar falando q é mentira pq eu não tava lá pra provar... e parabéns pelo conto pablo, continue assim
17/11/2014 15:09:40
Acordou e bateu uma punheta
16/11/2014 23:07:14
Meu caro, não vou tentar te convencer a nada, se fantasia ou real... mas se algum dia ela aceitar, posto o vídeo... kkk
16/11/2014 21:26:31
bom se fosse verdade mas nota dez pela fantasia
16/11/2014 21:23:28
Vc é um sortudo.
16/11/2014 20:49:34
cara, vc é um iluminado! se é comigo, sinceramente, ficaria muito doido pelo resto da vida.