Casa dos Contos Eróticos

A namorada safada do meu primo provocou, acabei dando o que ela queria

Um conto erótico de Alex
Categoria: Heterossexual
Data: 01/11/2014 02:04:58
Última revisão: 01/11/2014 12:51:36
Nota 8.57

Boa noite meus amigos, olha quem está aqui de novo, estava um tempo sem escrever contos mas hoje estou de volta para compartilhar com vocês uma pequena e imprevisível aventura que tive recentemente. Sou Alex, tenho 19 anos e se quiser me conhecer e saber mais sobre minhas características sugiro que leia meus contos anteriores (só acessar meu painel), isso que vou narrar aconteceu faz 3 semanas, mas só agora tive tempo para escrever aqui, vou tentar ser direto e não enrolar muito para que o conto não se torne muito grande e cansativo de se ler.

Antes de começar novamente usarei nomes fictícios para evitar futuros problemas com os envolvidos nessa história, vamos lá, desde que me mudei para esta cidade, sempre frequentei a casa da minha tia (no qual chamarei aqui de Claudia), ela é mãe solteira e tem 4 filhos, 3 homens e uma mulher (que por sinal é bem gostosa), minha relação é muito boa com todos eles, mas por termos crescidos quase juntos sempre tive uma relação melhor com o caçula, Leandro. Eu e ele temos muitas coisas em comum, uma delas é o vicio em sexo, desde cedo falávamos de mulheres, assistíamos filmes pornô e temos intimidades para falarmos de nossas experiências um para o outro.

A pouco tempo ele começou namorar uma garota da escola dele, Raquel (17 anos, morena, baixinha, seios medianos, meio gordinha, porém com uma bunda empinada que faz qualquer um ficar com o pau duro quando a mesma usa short ou saia curta...)

Mas vamos aos fatos que interessam, era em uma quarta feira, como de costume eu estava na casa da minha tia conversando sobre assuntos variados, nesse dia ela estava sozinha em casa pois os filhos chegam só no final de tarde do trabalho, e Leandro estava passeando com a namorada, não demorou muito até o casal chegar, ficamos nós três na sala conversando, zuando e tal, enquanto a mãe dele estava na cozinha.

Apesar das brincadeiras, eu e Raquel não éramos íntimos um com o outro, raramente nos falávamos quando o Leandro não estava por perto, mas naquele dia foi estranho, ela estava meio diferente comigo, ela parecia mais solta e não demorou muito para que as insinuações começassem, naquele dia Raquel estava com um short jeans bem curto e apertado, como as meninas daqui dizem o short estava no ‘’útero’’ haha, mas ok, eu estava sentado de frente para os dois, enquanto o meu primo jogava no tablet, a namoradinha dele de frente a mim abria as pernas meio que intencionalmente, eu tentava disfarçar mas óbvio que ela sabia que eu estava olhando, e foi ai que ela começou a ousar mais, logo em seguida ela começou a piscar e morder os lábios olhando em minha direção, e tudo isso com o namorado do lado...

Beleza, depois de um tempinho Leandro se levantou e foi a cozinha fazer não sei o que, logo depois chegou um sms no meu celular, era Raquel dando em cima de mim, tipo no começo fiquei meio constrangido e bem surpreso com aquela situação, até pensei em mostrar aquilo para meu primo e fuder com o namoro dos dois, mas resolvi ver até onde aquilo ia parar. Em uma dessas mensagens ela fala que desde a primeira vez que me conheceu ficou com vontade de dar pra mim, fora outras coisas desse tipo, nesse momento eu já estava ignorando o fato de ser namorada do meu primo e estava dando ideia na putinha.

Nem tc muito e logo chega meu primo dizendo que iria ter que sair para ir no supermercado comprar alguns ingredientes para fazer a janta, Raquel se ofereceu para ir junto mas ele disse que não precisaria porque ele iria voltar rápido (pra mim sorte isso não aconteceu), não demorou muito até que minha tia resolvesse sair também, ela tinha ido na vizinha fazer a unha ou algo do tipo, logo estava eu e Raquel completamente sozinho naquela casa com todas aquelas ideias maliciosas em mente...

Foi tudo tão rápido que quando fui ver já estávamos nos pegando ali no sofá da sala, e como não podíamos perder tempo já encaminhei logo de levar a safadinha para o quarto mais próximo, ao chegar já ordenei que tirasse toda a roupa, sua calcinha estava toda melada, enquanto isso meu pau já estava de fora, inclusive naquele momento ele já estava tão duro quanto aço.

Naquela conversa que tivemos pelo celular, Raquel fez questão de dizer que adorava fazer anal, e que dava o cu para o meu primo quase todo dia, ao lembrar disso não perdi tempo e já mandei a ninfeta ficar de quatro e arreganhar aquele bundão gostoso para mim, bom eu achava que ela já estava toda arrombada e tal, mas para minha surpresa até que aquele cu rosinha estava bem apertado até, ele piscava querendo rola, como estávamos desprevenidos tive que usar o clássico lubrificante natural que era o líquido delicioso que escorria da sua xota, lambuzei meus dedos e deslizei eles na entrada do seu cu, também passei um pouco na cabeça do meu pau antes de começar a meter, rapidamente já tratei de meter com força logo de cara, comecei com um vai e vem lento e depois fui aumentando a velocidade sem parar, aquela vadia da Raquel gritava alto e gemia igual uma cadela, quanto mais ela gritava mais eu metia com raiva, sem falar dos vários tapões que dava naquele bundão gostoso...

Fui arriscar trocar de buraco e afundar meu pau naquela buceta apertada, mas a safada se recusou falando coisas mais ou menos assim ‘’Na minha xota não Alex, ela é do seu primo, fode só no meu cuzinho seu cachorro...’’

Bom como eu estava sem camisinha eu nem insisti, continuei metendo forte no seu cuzinho que naquela hora já estava todo arregaçado e avermelhado rs, mas ao mesmo tempo que metia eu ficava olhando para a porta com aquele receio de alguém chegar e pegar a gente trepando igual dois animais selvagens..

Comi o cu daquela garota por uns 45 minutos, até que resolvi liberar toda a minha porra que estava acumulada e encharcar aquele buraco gostoso, a porra escorreu até no lençol e tivemos que trocar depois, mas enfim tínhamos acabado ali.

Eu poderia ter feito o serviço completo, feito ela chupar meu pau, gozar na cara dela, etc, mas não podia arriscar mais, já que alguém poderia chegar a qualquer momento, logo depois nos vestimos e acabei indo embora antes da minha tia e primo voltarem, pois naquele mesmo dia eu tinha outro compromisso.

E é isso gente, eu sei que fui errado ao fazer isso com meu primo e tal mas isso também serviu como uma vingança, devido a uma treta tivemos a um tempo atrás, mas isso não vem ao caso, o importante é que tudo rolou perfeitamente, e tive que vim aqui compartilhar isso com vocês.

Depois desse dia, me afastei um pouco dos dois para poder administrar bem a situação, porém continuo trocando mensagens com a Raquel, quem sabe essa história não tenha uma parte 2 hahaha

Se gostarem por favor peço para que deixem suas opiniões e comentem ai em baixo, ah e não esqueçam de dar nota!

E como adoro conhecer pessoas novas, deixo aqui meu e-mail (alexbathory@outlook.com) e whats (+ para quem quiser me conhecer melhor e trocar uma ideia..

Até mais, flw

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
11/06/2015 00:59:11
Delícia
14/11/2014 12:36:16
Mais omenos mais omenos
14/11/2014 12:35:30
Mais omenos mais omenos
14/11/2014 12:32:34
Instiguei kkk
07/11/2014 13:02:16
mto bom!!!
03/11/2014 00:15:10
dahora, muito bom
01/11/2014 11:58:03
hummm
01/11/2014 04:39:42
Muito bom