Casa dos Contos Eróticos

Sou a puta do primo do meu marido.

Um conto erótico de M_Luiza
Categoria: Heterossexual
Data: 14/02/2014 17:32:29
Nota 9.12

Sou a puta do primo do meu marido.

Meu nome é Ana, tenho 34 anos, casada há 5 anos. Não temos filhos. Sou morena clara, cabelos longos pretos, sem modéstia sei que sou bonita, pois chamo atenção dos homens. Estou longe de ser uma modelo, mas tenho curvas, bumbum grande e arrebitado, seios grandes também, sou o tipo fofinha sexy.

Após 10 anos de casamento, o sexo já não é o mesmo com meu marido, no início fazíamos bastante.

Meu esposo tem um primo que conheço desde quando começamos a namorar, é um moreno, corpo definido, hoje com 24 anos de idade. Os dois se dão superbem.

Dias desses meu marido me chama no msn, pois eu estava trabalhando, e me mostra uma matéria de swing, de um site do gênero. Depois ele me convida pra ir numa casa dessas, rejeitei na hora, eu disse que nao tinha coragem.

Mas sempre tocávamos no assunto, logo percebi que meu marido queria mais ver eu dando do que ele mesmo comer outra mulher, coisa que sofro só de imaginar.

Ele começou a pedir pra eu ir trabalhar mais arrumada, passou a deixar eu usar legging, coisa que ele nao deixava, deixou eu usar meus vestidos mas justos. Um dia quando ele foi me buscar no serviço, eu tinha ido trabalhar bem sexy, de legging, salto e calcinha um pouco marcando, neste dia chamei atenção pra mim, foi muito legal, fazia tempo que eu nao via as pessoas me elogiarem assim e isso fez bem pro meu ego.

Ele foi me buscar e me disse que eu tava muito gostosa, eu respondi que nao era somente ele que achava, os meninos do serviço também.

Aí eu comentei, cuidado, tem muito macho querendo sua esposa, ele disse que confiava em mim, e que morria de vontade de me ver transando com outro homem. Eu desconversei, mas sempre que podia ele voltava ao assunto, me mandava e-mails com fotos de mulheres transando, dizendo que queria me ver daquele jeito.

Uma vez eu respondi perguntando, se era realmente isso que ele queria, se ele tinha certeza disso, ele respondeu que sim, mas antes de qualquer coisa precisávamos conversar mais.

A noite falamos abertamente sobre o assunto. Embora nosso casamento em relação a sexo nao fosse mais igual ao inicio, eu nao esperava que o homem que eu amava quisesse me ver com outro macho, fiquei confusa com isso. Poxa eu sou uma mulher bonita, tenho um bundão, sei que os homens adoram isso e o meu marido não tem mais o mesmo pique que antes. Depois conversando com uma amiga, tentei entender o assunto, mas nada falei sobre os desejos do meu marido.

Um dia a noite cheguei em casa, jantamos, e fui pro quarto, me arrumei, coloquei uma camisolinha bem sexy, uma calcinha pequena e fiquei tentando seduzir meu marido, mas ele nem deu bola pra mim. Eu fiquei acesa, e acordei com muita vontade, e me vestir bem escandalosa pra ir pro serviço. Estava calor, coloquei um vestido acima dos joelhos, mas decotado e que marca levemente a calcinha, no serviço, sempre alguem elogiava, começou pelas meninas, depois os meninos. Na hora do almoço enviei um e-mail pro meu marido, e perguntei: você quer realmente ver sua esposa gostosona com outro ? Ele respondeu: quero. Eu disse que não queria uma pessoa desconhecida, pois tenho medo desses casos de violência, e a partir deste dia, decidi que meteria um chifre nele.

Depois disso o tesão do meu marido também mudou, percebi que ele me cobiçava mais, eu me arrumava pra ir trabalhar sexy, ele opinava nas roupas que eu deveria usar, nossos papos ficaram mais quentes e em casa ele passou a dar uma atenção a mais pra mim, ele ficava excitado, quando eu falava que ele iria ver a esposa dele rebolando na pica de outro macho que iria deixar o macho me arregaçar inteirinha, fazer o que ele nao fazia, ele me xingava de vagabunda, mas só essa mudança minha de comportamento, já fez o nosso sexo mudar. Acho que precisávamos de uma pouco de imaginação mesmo.

Um dia de sábado pela manhã, enquanto meu marido saiu pra comprar umas coisas que pedi a ele pra ir no mercado proximo da nossa casa, o primo dele chega, vou chamá-lo aqui de Popó, ele tem um apelido próximo disso. Eu estava realmente escandalosa, de calça legging bem justa dessas de academia e calcinha pequena marcando, por causa do tamanho dos meus quadris e minha bundona, fiquei muito escandalosq e um top bem decotado, eu estava em casa com meu marido e nao estava esperando visitas, tanto que meu marido estava tarado, louco pra me comer, então eu estava bem a vontade em minha própria casa.

Como ele é muito querido nosso, já foi chegando e entrando, eu fiquei morta de vergonha por ele me ver daquele jeito, mas me cumprimentou com dois beijinhos no rosto, procurou o primo, eu disse que logo ele voltava, e logo ele elogiou, nossa prima sem querer faltar com o respeito, como vc está sexy. Eu sem saber o que falar, disse: você acha ? Claro que acho, meu primo tá é passando bem com tudo isso. Mas também nao fui trocar de roupa.

Ficamos conversando, e vendo um noticiário que passava na tv à cabo.

Logo meu marido chegou e me fuzilou com os olhos por eu estar vestida daquele jeito na frente do primo dele, mas logo ele disfarçou e conversamos, fomos pra cozinha lavamos o quintal, eu vestida do mesmo jeito, depois os dois foram pro computador e foram ver uns carros, almoçamos e logo depois Popó foi embora. Eu já esperava uma dura do meu marido, mas ele veio e me falou “ mas amor, vc quer matar meu primo na punheta com essa bundona escandalosa?”

Eu disse: vc gostou amor ? ele respondeu: quando cheguei e vi você do jeito que saí fiquei chateado, mas depois gostei, aposto que meu primo agora vai te comer na punheta sempre, isso se já não comia antes.

E os dias foram passando e ir trabalhar escandalosa passou a ser meu passatempo predileto, até passei a gostar mais do meu serviço, os elogios vinham das meninas e claro dos homens também, muitos elogios por sinal, fiquei muito amiga do menino da informatica da empresa, qualquer coisa no computador ele vinha me ajudar, sem reclamar. Minha vida sexual com meu marido mudou totalmente, só essas exibições já aumentavam em muito minha libido. Fazíamos sexo quase que diariamente, e nessa época saíamos todos os sábados pra comprar roupas, muitas leggins, vestidos, roupas de academia, me matriculei na academia e passei a frequentar quase todos os dias, nesse momento eu percebi que meu marido realmente me amava, pois antes disso eu sempre o via olhando pra outras mulheres, e depois disso o percebi me desejando mais, me cobiçando mais, nao posso reclamar, essas idéias dele, mudaram nosso modo de ver o sexo, mas estávamos decididos a sair da exibição e partir pra algo mais real, porém eu morria de medo de desconhecidos, tantas histórias que ouvimos contar e somente aí eu discordei do meu marido, ele queria alguém totalmente desconhecido e eu queria alguém conhecido de extrema confiança e quer saber, eu só pensava no primo dele. Não que eu o desejasse muito, apesar dele ser um tipão, era porque eu via que ali eu podia confiar, ele era bem discreto, e sem falar que estávamos fazendo academia juntos, eu estava matriculada na mesma academia que ele, já que meu marido nao queria me acompanhar e o primo me fazia companhia, ele me respeitava, mas eu tinha certeza que ele morria de tesão por mim, já peguei ele dando umas olhadas pra minha bunda na academia, que até fiquei sem graça mas nunca tínhamos saído disso, as vezes saíamos juntos e ele me trazia de moto até em casa eu na garupa com o popozão empinado, meu marido morria de tesão quando eu contava a ele o que tinha acontecido na academia, quando eu contava que tinha vindo de moto com o primo dele, embora o primo dele as vezes ficava sem graça de me trazer, poxa eu usava uma calça daquelas quase dividindo a bunda e a calcinha somente a marquinha atrás, eu sabia que chamava atenção pois sei que tenho quadris largos e uma bundona que agora ficava cada vez mais empinada e dura depois da academia, nós mulheres quando queremos, sabemos chamar atenção. Isso excitava demais meu marido, a relação de Popó com meu marido continuou a mesma ou senão melhor, meu marido sempre procurou nao demonstrar ciúmes e que tinha total confiança nele, tanto era que quando eu saia da academia as vezes meu esposo ainda nao havia chegado do serviço ainda eu e Popó ficávamos em minha casa conversando, assuntos gerais, até meu marido chegar, e claro eu totalmente escandalosa.

Mas o Popó começou a sacar que tinha algo estranho, pois somente se ele fosse muito burro pra nao perceber isso, pq antes, eu nao era escandalosa assim, era muito raro, me ver em alguma roupa que marcasse muito meu corpo, mas depois do dia que ele me viu em casa pela manhã, sempre eu estava sexy, sempre de calça legging bem justa ou vestido colado. E meu marido já sabia que eu queria dar pra ele, embora nao concordasse muito, mas foi a única maneira que eu aceitei por um chifre nele, confesso que eu tinha um pouco de medo, por ser nosso conhecido, mas meus instintos, nunca me enganaram.

Meu esposo queria que fosse algo bem proibido, ele nao queria que o primo soubesse que ele estava por trás de tudo, que sabia. Ele tinha um pouco de vergonha do primo, nao queria assumir que queria ser corno explicitamente, então o plano era, eu seduzir o primo dele transarmos muito, e depois fingirmos que nada nunca aconteceu, como se meu marido nunca soubesse de nada. Bem já estávamos a mais de um ano nesse joguinho de sedução, nesse período, já até tinhamos ido a praia com o Popó juntos e claro, que eu tratei de usar o menor bikini, totalmente entererrado, como se aquilo fosse normal, meu marido até brincou com o primo, “é primo tentei convencer ela a nao usar esse bikini, mas ela nao me obedece mais, agora eu tenho que suportar esse monte de macho pagando pau pra minha esposa, depois que ela foi pra academia ficou assim exibida, mas num casamento primo, temos que ter confiança e eu confio muito na minha esposa”.

Vim saber saber depois o Popó me confessou, nao tinha um dia que ele acordasse que nao batesse uma punheta pra mim, ele me disse que ja bateu 3 punhetas num dia pra mim.

Bom até aí tudo bem, eu e meu marido transávamos loucamente, onde trocávamos nomes, eu chamava meu marido de Popó na cama, e em cerca de 10 anos que estou junto com meu marido ele nunca conseguiu fazer sexo anal comigo por mais de 10 min, sempre que começava a bombar gozava logo, não segurava muito, ele dizia que eu tenho uma bunda gostosa demais, que nao dá pra segurar muito, e ele sempre me perguntava se algum homem já tinha comido meu rabo até eu nao aguentar mais, um dia confessei pra ele que eu ficava com uma cara bem pauzudo e que tinha um controle muito bom da sua ejaculação e que quando fazíamos anal, digamos, ele abusava muito de mim, arregaçava mesmo meu cú, meu marido adorava ouvir meu relatos, claro que todos homens que ficam com uma rabuda, querem logo comer o cu dela, digamos que sou vítima dessa situação, nunca fui muito santa, e sou sincera, já tomei muito no cú, já fiz muita sacanagem, parei somente quando casei.

Comecei a me jogar pra cima do Popo, combinei com meu marido pra ele fazer mais hora extra e chegar mais tarde em casa, pois eu iria dar em cima da nossa cama de casal.

Numa terça-feira após voltarmos da academia, eu pedi ao Popo pra entrar e propositalmente, meu marido pegou várias calcinhas minhas e deixou na sala, em cima do sofá, todas pequenas, deixou jogadas, como que tivesse tirada do varal, entao quando o Popo entrou em casa, viu aquele monte de calcinhas minhas e disfarcei dizendo que nao tive tempo de arrumar, mas ele podia ficar a vontade e logo fui dizendo que o primo dele iria demorar, pois naquele dia ele tinha que resolver umas coisas até mais tarde, e eu iria ficar sozinha em casa.

Eu estava doida pra ser pega por aquele homem, e a minha estratégia, nao deu outra, liguei o meu notebook, e deixei tocar um funk, comecei a dançar, ele ficou olhando e disse, prima nao faça isso comigo a carne é fraca, eu olhei pra ele e dei risada, e continuei rebolando, tava rolando um tesao na sala da minha casa, quando vi fui agarrada e beijada ali mesmo, e eu comecei a me fazer de dificil, dizendo que era esposa do primo dele e aquilo nao podia acontecer, mas nao adiantou nada, ele simplesmente disse, a dias que to te observando prima, foi um tesao incontrolável, nos beijamos nos agarramos, ainda suados da academia.

Tratei logo de chupar aquele cacete, não era nenhum pau gigante, mas pela minha experiência uns 20cm, com certeza mais que o do meu marido e mais grosso, mas nada anormal, estava molhado, tratei de chupar tudo, e babar bastante, via meu primo virar os olhos, mas eu estava molhada, com aquilo, eu pensava que ele iria esporrar minha boca, mas ele pegou me colocou de 4 no sofá da sala abaixou minha calça suplex afastou minha calcinha e senti aquele membro me penetrar, sentia um tesão como há tempos nao sentia, ele me chamava de prima gostosa e vagabunda, eu tive orgasmos, e sentia minha xana enxarcada, fui muito bombada de 4 e sentia meu bumbum balançar, não demorei pra sentir um dedo ousado na portinha do meu cú, eu sabia que nao iria sair daquela foda sem tomar no cú, eu sentia um tesão demasiado, sendo puta do primo do meu marido. Quano ele enjoou da minha xana começou a lacear meu anus, aqueles dedos grossos, cuspia e tentava enfiar os dedos, sentia a cabeça do pau me invadindo, sentia dor e mandava ele parar, mas ele foi jeitoso, e nao demorou muito e estava sendo socada no cú de 4 no sofá da sala da minha casa, eu sentia o tesão do primo, ele me xingava, dizia que eu era uma vagabunda, e socava no meu cú, e dava tapas no meu bumbum, eu sentia o calor daquela pica socando meu rabo, e há muito tempo eu nao dava o cú daquele jeito, sem querer desmerecer meu esposo, mas o primo tava me fazendo ter um orgasmo fazendo anal. E ainda mais com aquela situação de parecer proibido, senti o Popó pulsar dentro da minha bundona, e ele gemia, dizendo que nunca havia comido um cú igual ao meu, gozou tudo dentro, fizemos sem camisinha, como eu tomava remédio, nao fiquei muito preocupada, mas sabemos que nao é recomendável, eu simplesmente caí em tentação. Ele sentou no sofá e ficou olhando meu rabo, ainda escorrendo porra, ele se vestiu, pegou suas coisas e foi embora eu fiquei no sofá mole, mas satisfeita, por está doloridinha e sabia que iria contar pro meu esposo uma bela trepada com o primo dele, queria deixa-lo com ciumes, assim que meu primo saiu, liguei no celular dele do meu marido, já estava a caminho, e logo fui dizendo, hoje sim vc é um corno de verdade, seu primo me arrombou em cima do sofá, estou do jeitinho que ele me deixou aqui, cuzinho ainda gozado, meu marido já ficou excitado, nao demorou muito ele chegou em casa, eu continuava no sofá suja de porra e com cheiro de macho, meu marido já entrou de pau duro, já me beijando e dizendo que mim amava, é confuso pra nós, o marido saber que levou um chifre e ainda dizer que nos ama, quando fiquei de 4 ele viu o estrago cuzinho sujo de porra que escorreu e lambuzou a xana, meu marido ficou excitadissimo com aquilo, queria saber como aconteceu tudo, e ainda queria meter no meu cuzinho de novo, estava doloridinho, mas eu deixei, eu sabia que ele nao seguraria muito, dessa vez foi mais fácil, porque depois das estocadas do meu primo, impossivel ficar apertadinho, logo ele meteu e me xingava de esposa vagabunda, que ficava traindo ele com o primo, como esperado acho que com 5 min, ele gozou e derramou outro tanto de porra, eu estava excitada com aquilo, nunca imagineu fazer uma coisa dessas com o apoio do esposo que tanto eu amava.

Passado o tesão eu e meu marido sentamos e conversamos sobre o que aconteceu, ele me disse que continuava me amando, que aquilo era uma fantasia dele, e que estava muito feliz por eu ser a esposa dele, por realizar a fantasia dele, ele perguntou o q achei do primo e falei a verdade disse que o achei gostoso e com boa pegada, mas que ele podia ficar tranquilo que o homem que eu amava era ele, meu esposo, e que seria somente dele todo o meu amor e atenção e o primo serveria apenas pra apimentar nossa relação, meu marido pediu pra mantermos o segredo e nao revelar pro primo que ele sabia de tudo, e disse que nao aceitaria jamais que eu transasse sem ele saber e me pediu pra eu tirar fotos, e que provocasse bastante o Popó, ele queria receber muito chifre do Popó.

Dia seguinte, eu levantei com alto astral, me arrumei, coloquei uma legging bem sexy e fui trabalhar, as meninas logo me elogiaram, mas os olhares dos meninos era o que me interessava, o menino da informática babava e ficava cheio de conversas com duplo sentido no msn, ainda pela manhã recebi um e-mail do meu esposo, me elogiando, dizendo q eu era melhor esposa do mundo, que amava muito. rsrsr...Marido feliz por ser corno, rsrsr

Quando foi ao meio dia, recebi a ligação do Popó, perguntando se estava tudo bem, como eu estava e pedindo desculpas pelo que tinha acontecido, eu me fiz de sonsa, e perguntei o que tinha acontecido, pois eu nao lembrava de nada rsrsr, ele logo me desconversou e disse que nao queria magoar o primo dele e que achava melhor dar uma sumida de lá de casa, antes que acontecesse alguma coisa, eu fiquei quieta e apenas disse, te verei na academia a noite.

Passei a situação pro meu esposo, onde ele respondeu, duvido, esse rabao seu é muito desejado, e ele tá louco pra meter de novo, falei pro meu marido chegar tarde de novo pois eu iria armar de novo pra cima do Popó, quando foi umas 3hs eu liguei pro Popó e pedi pra ele ir me buscar no serviço e me levar pra academia, normalmente eu saia direto do serviço pra academia de onibus. As 17hs ele estava lá me esperando, desci do predio, o beijei no rosto e subi na moto e lá fomos pra academia, na academia fui pro vestiário de e coloquei um short curto de cor lilás e que marcava a minha calcinha pequena e usei um top, saí do vestiário ja levando olhares, malhei e na hora da saida, pedi ao Popó pra me levar pra casa novamente, ele nem relutou, subi na moto e fomos, me deixou na porta e ja ia embora, quando o segurie e pedi pra ele entrar pra conversarmos, eu nao queria conversar eu queria era mais cacete grosso na minha xoxota, quando entramos e fechei a porta já o beijei e já fui autoritária, escute aqui Popó, quem dá um basta pra esta situação sou eu, quem diz a hora de parar sou eu, vc vai me foder até quando eu quiser e o corno do seu primo sequer vai desconfiar, pq ele confia em vc e em mim, e nao se preocupe com o corno, pq dele cuido eu !

E já nos beijamos, ele me colocou em cima da mesa da sala e transamos de novo, quis comer meu cú de novo, mas eu nao deixei, taava doloridinho ainda, mas prometi que só daria o cuzinho pra ele, pois meu marido gozava rapido demais pra comer um cú, qual homem nao gosta de ouvir isso, me comeu encheu minha boceta de porra e foi embora, liguei pro corno e passei o relatório completo, adorou o q ouviu, e veio pra casa.

Aí inventamos de fazer jantar no sábado e convidar o Popó, só pra eu ficar escandalosa em casa, imaginem, uma bundona numa leggin rosa, praticamente transparente e calcinha no rego, meu marido ficou doido de tesão e como bom corno colocou umas musicas pra eu dançar com o primo dele, dançamos o primo todo sem raça tentando esconder o tesão.

Adoro ser puta do meu primo e depois contar tudo pro meu marido, ele tá me preparando pra me levar na casa de um amigo e fazermos uma DP, coitado, acha que o meu marido nao sabe de nada, costumo falar muito mal do meu casamento pra ele. Ah, e a promessa de dar o cuzinho pro primo prevalece, desde que começamos isso em 2012 até agora em 2014, maridão só meteu atrás duas vezes e mesmo assim, depois de arrombado pelo primo.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
13/02/2017 15:07:21
Delícia. Merece continuação
08/08/2016 23:42:22
Maravilhoso. Whats 11-9_8_3_2_5_9_8_8_8 garotas chamem no whats pra novas amizades e algo a mais tbm bjs...
08/08/2016 23:41:45
06/07/2015 07:43:49
nesse caso ai não é traição, é fantasia ou fetiche, consensual, então num da pra por tag de traição ne
11/06/2014 12:37:07
ola amiga adorei o seu conto perece com a nossa vida
11/06/2014 12:33:28
seu conto tem bastante com eu e minha esposa
21/02/2014 15:46:24
Show de conto!
20/02/2014 20:28:43
deu vontade de te fuder add ai rogerbaiano22cm@hotmail.com skype face e hot
14/02/2014 20:03:39
muito bom
14/02/2014 19:13:20
Muito bom, seu marido quer você gosta aproveitem, só discordo de não dá o rabo pro marido, ele goza rápido porque fica ansioso, quando ele comer mais vezes o seu rabinho a ansiedade vai baixar e ele conseguira segurar a ejaculação.

Listas em que este conto está presente

Contos Lidos
Lista para manter o registro dos contos lidos por mim.