Casa dos Contos Eróticos

Além da Vida (66)

Um conto erótico de Dr. Romântico
Categoria: Homossexual
Data: 11/02/2014 00:48:57
Última revisão: 11/02/2014 00:51:06
Nota 10.00

Ola pessoal como vão?

Então, a história esta chegando ao fim, mas ainda tem muita coisa pra acontecer. Acho que esse conto só ficou gigantesco, pois tentei ao máximo agradar a todos, criando situações que eu nunca imaginei, só seguindo as sugestões de vocês.

Fabi, desculpa por ter esqueci você no conto anterior, Beijão minha linda, rs.

luy95, hahahaha, a Taís fala tudo que vem a cabeça, o macaco foi ótimo e como o André é irmão do Xande, lógico que ele também é peludão, rs; Lógico que é a Gabriela que ira ajudar o Julio, mas nada é de graça, ele terá os interesses dela.

nah_16, o Julio uma pessoa melhor? Meio difícil, ele é do tipo que se arrepende enquanto esta se dando mal, mas na primeira oportunidade da outro bote. Sim, a história esta no final, acredito que falte mais uns 5 ou 6 capítulos. Adoro filmes de terror, por isso criei essa vingança macabra mas sem deixar de lado o romantismo do casal principal. Beijos.

THIAGO SILVA, acho que o Daniel e o André nunca irão se entender, um irá sempre atormentar o outro, como duas crianças mesmo, rsrs, mas quem sabe a Taís não bote eles de castigo. Realmente, acho que estou muito mal, também não estou sentindo pena do Julio, cada um colhe o que planta e infelizmente o conto esta no momento final sim, só não acabou ainda porque estou sem tempo pra postar. Beijos.

Tayller , ola meu querido, você é novo por aqui? Não me lembro do seu nome, mas em todo caso, seja bem vindo. Mas ir pra cadeia seria um ótimo final pra ele, ele odeia gays, imagina então ele sendo mulherzinha durante anos, rs.

fabi26, ola minha querida, como sempre carinhosa. Quero pedir milhões de desculpas, não sei como isso acontecei, esquecer de comentar sua opinião do post anterior, mil desculpas mesmo. E você achou mesmo que ele iria se vestir de bombeiro e não iria colocar fogo na casa? Hahahaha.Beijão minha fofa.

Brender, ola meu querido, estou sem paciência pra ser educado, se é uma porcaria, escreva algo melhor, se tiver capacidade. Outra coisa, pode dar zeros a vontade, não escrevo pra ter notas. Beijossss.

Bruno Del Vecchio, hahahaha, ola meu querido. Calma, no próximo post será revelado que é o vingador misterioso, mas quem não garante que é o próprio Thiago que saiu da tumba. Mesmo que eu tenha outra idéia, não vou poder escrever outro conto por enquanto, estou atolado de coisas pra fazer, mas vou sempre passar por aqui para espiar as histórias de vocês. Beijos.

Geo Mateus, obrigado meu querido.

diiegoh', obrigado pela visita meu querido.

Gik, pois é, a Taís é uma das protagonistas da história, por isso sempre gosto de colocar ela em todas as situações. Bom, já o Daniel anda sofrendo demais nas mãos do Ale né, que agora resolveu ser freqüentador de sex shop, rss.

Lucas M., obrigado pelo carinho. Grande abraço.

Ru/Ruanito, adoro beijar mordendo, lógico que pelo menos vou tentar arrancar um pedaço, heheheh. Por que você odeia o André? Adoro ele, tadinho, rs. Acho que a morte para o Julio seria um presente, então vamos deixar ele viver muito.

kle f., sim a Taís é top do top, sem contar que ela ainda meio que fez os tios darem uma trégua nas briguinhas de criança. Então, o pai do Julio, nunca mais ira aparecer na historia, quem foi ajudá-lo foi sua cúmplice, a loira ma, rs, mas será que foi por amizade ou interesse? No que ficou confuso? O papo entre o André e o Alexandre, e foi que o delegado descobriu que o Julio usava a empresa do tio para vender mercadorias roubadas e que irá sujar o nome dele por conta disso. Hahaha, mas porque tria que sair algo de errado com o Alexandre de bombeiro? Ele é tão sério e ajustado, ele pode só colocar fogo na casa, mas nada mais que isso, rsrs.

Perley, acertou em cheio, é a Gabriela sim. Também adorei a parte do cemitério, adoro filmes de terror, rs. O André esta se tornando um paizão né e outra a Taís merece tudo de bom.

Amygah22, O Daniel vai mostrar que é capaz de ser uma pessoa maravilhosa, ele fará um gesto que irá tocar profundamente o coração do Roberto, lhe dando a paz que ele precisa, aguarde. Já a pessoa misteriosa, o vingador, você descobrira rápido, fala só mais um capítulo para essa revelação. Sim, a Larissa esta atrás de alguém, mas qual sra a relação dessa pessoa com esse vingador, com o Julio e com o casal?

Ms. Scandal, também adorei, o Julio fez por merecer tudo que passou, deve ter se borrado todo. Você esta certíssimo, se fosse um filme o cartaz seria os protagonistas Daniel, Thiago e Alexandre e no meio o anjinho chamado Taís. Grande abraço.

beulfort, A pessoa tirou as balas do resolver quando ele desmaiou e o idiota achou que iria se matar, dando um tiro na cabeça, rsrs. A máscara do Julio já caiu e foi aos poucos, sendo desmoralizado, se passando por maluco. A Taís é fantástica, desfila por todos os personagens, unindo todos eles. Já o Alexandre vai botar fogo naquele apartamento, literalmente, hahahaha. Beijos meu querido.

stahn, Pois é, quem diria o Daniel e o Roberto, brincando com o fogaozinho de brinquedo da menina. Já o André e a Lucia, já disse antes, se ela quiser, ela uni os pais, isso pra ela será mais fácil do que tirar doce da boca de criança, rsrs. Bom, a mãe do Daniel não desata mesmo né, mas no pior momento da vida, que esta por vir, quem sabe ela não mostra um pouco mais de amor com o filho e deixe o preconceito para traz. Pois é, será que a Malu tem algum problema? Vamos ver o que será que acontece, já o Julio esta tão louco que mesmo podendo matar seus inimigos, preferiu ir ate o tumulo do Thiago e atirar nele, mas o vingador já tinha tirado as balas do revolver quando ele desmaiou. Pois, é, pediram tanto um bombeiro e ele esta ai, mas será que o Xande de bombeiro ou outro cara? Rsrs Cara que idéia é essa, se fantasiar de coelhinho da páscoa? Hahahaha, juro que ri aqui, queria ver essa cena. Pena que o conto esta acabando, o Xande poderia ainda ter varias fantasias né? Ah, sobre a musica da Lana, já tenho uma cena pra colocar uma musica dela, mas não será para algo bom, alias será para algo muito ruim.Beijos.

Oliveira Dan, pois é, o doutor pegou gosto pelas fantasias, virou um freqüentador assíduo de sex shop, rsrs. Achei que seria exagero demais enterra-lo vivo, mas estou achando que ando tão mal, o que mais você quer? Hahahha, tenho que fazer mais maldades? O Daniel será responsável pelo redenção do Roberto, será a pessoa que lhe dara o maior alivio de sua vida., será num momento muito especial da história. Você esta um coco sim, dizendo que seu pinto daria para alimentar sei la quantos bichos, muleque metido, rs. Mas afinal de contas que raio de Goku é isso, que treco é esse?

As partes erradas que você se refere são erros de digitação ou erros na história? Nesse post não passei mesmo o corretor, postei sem revisar, mas obrigado pela dica. Abração.

Jimmy lucas , adorou ver ele piradinho no cemitério? Pois é, também sou fã desse vingador, mas pra alegrar um pouco, que tal vermos como um bombeiro socorre uma vitima de incêndio, rs.

Eddeusemais, obrigado meu querido, fico muito feliz em saber que adora minha história, é muito gratificante saber disso. Beijos.

DanielJB, ahahah, lendo assim também acho estranho, os dois brincando rs. Cara, sabe que também não entendo, o Anré é meio nervoso, marrento, mas é um cara legal, sempre esteve ao lado do Xande, mesmo não aceitando de cara sua sexualidade, mas é um cara legal, mas alguns não gostam dele, eu ja adoro, rs. Calma, no próximo post ele ficara cara a cara com esse vingador. Adorei seu critica, embora odeio criticas, rs mas entendi seu ponto de vista. Então, a história é uam historia de amor, com muito romance e carinho, mas também gosto de historias policias, mistérios, suspense e até mesmo filmes de terror. Uso elementos reais e coisas que aconteceram comigo, pra criar os personagens e você esta certíssimo quando diz que essa vingança para ser meio irreal, e realmente é, acho difícil algo assim na vida real, esta fantasioso demais. Essa vingaça é para punir o Julio e também para segurar e criar curiosidade em que lê, mas ao mesmo ela se torna algo a patê na historia, tanto que os demais personagens vão vivendo suas vidas e só o Julio é atormentado, posso até tirar as partes da vingança do conto, que nem ira afetar a história. Pois é, o Xande agora vive em sex shop né, o que será que ele ira aprontar dessa vez?rsrsrsrs, prevejo um grande incêndio por ai, hahaha. Beijos.

Drikita, será que a Ângela é a grande vingadora? Nossa isso seria uma bomba, mas por qual motivo?

£DU, hahaha, vu sonhar com você mas adoraria sonhar com o grandao, hahahah, brincadeirinha, namorado de amigo meu pra mim é homem, não é esse o ditado, kkkk. Meu nome também é composto, mas odeio ele, prefiro só o primeiro nome, mas o meu ficaria bem legal se o segundo nome fosse Alexandre. Pode aproveitar, pois até o final da história, irei criar mais momentos de amor entre os dois, algumas briguinhas mas muito romance. Pois é, o Xande cismou que o Dan esta com fogo no rabo, haha, vê se pode uma coisa dessas. Já a Taís foi fantástica, uniu o Dan e o Roberto, o Dan e o André e o André e a Lucia, o garotinha porreta hein.

frannnh, obrigado minha querida.

Drica Telles(ametista), recebi sim e adorei, você é extremamente gentil. Mas esse bajular já me deixa achando e quando fico me achando, fico insuportável, hahaha. Bom, na verdade o Julio nunca matou ninguém, mas contribuiu para muito momentos ruins na vida de varias pessoas, acho que só isso já é o suficiente para ele sofrer assim. Pois é, ele parece que vai é preso mesmo, contra o Daniel, não tem como ele ser preso, mas pelas maracutaias que ele aprontou com o tio, isso sim daria alguns bons anos de cadeia a ele. Hahahah, você sabe que é boa nos palpites, então não substime-se, rs interessante essa dupla de vingadores, será que você esta na pista certa? Então deixa eu ver se entendi, você aposta na Larissa e ela mesmo se entregou justamente para fazer o Julio se desequilibrar e ataca-la mesmo? É isso? Se for, faz um grande sentido, mas porque ela esta fazendo isso? Só para vingar o Daniel e o Thiago? Calma, vou lhe dar mais um capítulo para você repensar, manter essa sua teoria ou mudar de teoria, rs. Beijos minha querida.

=====================================================================================================

Julio permanecia de cabeça baixa, sentindo a presença de alguém a sua frente.

- Como Vai?

Julio – Você? O que quer?

Julio – Veio rir da minha desgraça?

- Pelo contrário, vim lhe ajudar.

- Sou seu passaporte pra sair desse lugar.

=====================================================================================================

Capítulo 66

Julio – O que você quer? Fale logo e de o fora daqui.

Gabriela – Já lhe disse, quero apenas lhe ajudar.

Julio – Você não ajudaria nem sua mãe, se tivesse caindo de um precipício e quer me ajudar?

Gabriela – Digamos que nós dois temos interesses em comum.

Gabriela – Nossa, mas você esta acabado mesmo hein.

Gabriela – Esta precisando de um bom trato no vizu, cortar esse cabelo horroroso. Ah quanto tempo você não faz um limpeza de pele? Uma massagem?

Julio – Va a merda Gabriela.

Gabriela – Me xingar não irá melhorar sua situação.

Gabriela – Podemos conversar num lugar mais reservado?

Julio não estava a fim de papo, mas na atual situação não tinha mais nada a perder e acabou aceitando o pedido da loira, para se livrar o mais rápido possível dela. Os dois foram para uma área aberta, longe das vistas dos enfermeiros e dos loucos que circulavam pelo salão principal.

Gabriela - Mas afinal, o que aconteceu com você? Como veio parar nesse lugar?

Julio – Ele veio atrás de mim.

Gabriela – Ele quem?

Julio – O Thiago. Ele voltou pra se vingar.

Gabriela – Que Thiago? O Seu primo Thiago?

Gabriela repetiu assustada, arregalando os olhos.

Julio – Ele mesmo, ele voltou pra se vingar, pra acabar comigo.

Gabriela – Mas seu primo esta morto. Você esta completamente louco.

Julio – Não, ele esta vivo. E se não esta, voltou do inferno pra me infernizar.

Gabriela – Meu Deus, o que você anda tomando? Você esta totalmente fora de si.

Julio – Fale baixo. Você não entende, ele esta aqui, eles esta em todos os lugares, ele pode nos ver.

Gabriela ficou chocada com a loucura do seu ex cúmplice, que já tinha perdido totalmente a razão.

Julio – Olhe o que eu recebi hoje.

Gabriela segurou o jornal com o bilhete de Thiago, escrito no computador.

Julio – Acorda seu idiota. Será que você não vê que é alguém que esta se passando pelo Thiago só para lhe infernizar.

Julio – Você não sabe de nada. Ele veio se vingar, eu sei...

Julio contou tudo a Gabriela, sobre os cadernos roubados no asilo onde o pai morava, sobre as dezenas de e-mails que recebia, sobre o sangue no volante do seu carro, sobre a coroa de flores com as baratas, sobre a “câmera” que nunca encontrou em seu escritório e também sobre sua ultima aventura no cemitério.

Gabriela estava com seu raciocínio apurado e logo começou a se preocupar.

Gabriela - Então tem alguém que sabe o que fizemos.

Gabriela – Você precisa me ajudar Julio.

Julio – Te ajudar?

Gabriela – Eu estou apavorada.

Gabriela – Aqueles dois bandidos seus amigos, que tiraram aquela foto com o Daniel, me procuraram e estão me ameaçando.

Julio – Então esta explicado, sabia que sua visita não era de graça.

Gabriela – Isso não tem a menor importância agora Julio. Precisamos nos juntar.

Julio – Eu quero é que você se dane.

Gabriela – Escute aqui seu idiota, se eu me ferrar, eu te levo junto comigo.

Gabriela – Tenho certeza que a cadeia é um lugar bem pior que esse aqui.

Mesmo estando fora da realidade, pra algumas coisas Julio ainda estava perfeitamente lúcido, sabia que a Gabriela poderia lhe criar muitos problemas.

Gabriela – Eles disseram que a policia esta cercando eles e estão me pressionando.

Gabriela – Isso é problema seu. Você que teve a idéia de colocar esses bandidos na nossa história.

Julio – Você não se tocou que esta suja de lama até o pescoço?

Gabriela – Precisamos nos unir pra escapar dessa. Tenho certeza que o André ainda continua fazendo a investigação dele. Ele sabe que estamos envolvidos e pra conseguir alguma prova contra nós não irá demorar.

Julio – Você tem que me tirar daqui.

Julio – O Thiago conseguiu me sujar com meu tio. Não posso contar mais com o apoio dele, ainda mais com a Larissa ao lado deles, outra traidora.

Gabriela – Deixe comigo, você saíra daqui o mais cedo que pensa.

Daniel ainda segurava a maçaneta da porta, não acreditando no que via.

Alexandre – É aqui que chamaram o bombeiro?

Daniel – O que significa isso Alexandre? Disse com um sorriso no rosto.

Alexandre – A central recebeu um chamado desse apartamento, vim apagar o seu fogo, ops, o fogo do apartamento.

Alexandre estava vestido com uma camisa vermelha super sexy e uma calça colada ao corpo, cheio de coisas penduradas na cintura. Na cabeça usava um capacete vermelho e nos pés uma botina preta, mascando um pedaço de chiclete, lhe dando um ar meio cafajeste. E para dar um toque mais realístico ainda, em sua mão direita, segurava um extintor de incêndio.

Ele já tinha comprado essa fantasia a alguns dias, esperando o melhor momento para usá-la, mas aproveitando que Daniel estava cheio de vontades, resolveu que era hora de brincar.

Daniel – Você é louco, sabia.

Alexandre de uma coçada caprichada em sua rola, olhando bem safado para Daniel.

Alexandre – Com licença doutor, preciso entrar para apagar o seu fogo.

Alexandre foi para o meio da sala, todo caracterizado mas antes de Daniel fechar a porta, voltou para o corredor, trazendo um maçarico.

Daniel – Mas o que é isso?

Alexandre – Pra apagar um incêndio, preciso de fogo.

Alexandre ligou o maçarico, fazendo aquela labareda sair de sua ponta. Daniel não acreditava no que via, caindo na risada.

Daniel – Vai apagar só o fogo do apartamento?

Dando uma nova coçada em seu pau, por cima daquela calça, Alexandre respondeu, olhando bem safado para seu amor.

Alexandre – Acho que tem outra coisa pegando fogo por aqui.

Alexandre se aproximou, falando bem devagar ao pé do ouvido de Daniel, que podia sentir seu hálito de menta e a ponta daquele cavanhaque lhe arranhando a orelha.

Com aquele maçarico ligado, Alexandre começou a suar, sentindo a testa molhar, o deixando mais sexy ainda.

Daniel – Então me salva do incêndio meu bombeirão.

Alexandre – Preciso ver aonde mais esta pegando fogo.

Alexandre se aproximou, tocando em Daniel, passando suas mãos no corpo do seu amor, apertando seus braços, costas, descendo até chegar em sua bunda.

Alexandre – Acho que estou encontrando, esta bem quente esse rabinho. Deve estar pegando fogo já.

Daniel – Será comandante?

Daniel – E vai apagar esse fogo como?

Alexandre – Com minha mangueira.

Daniel – Não estou vendo ela.

Alexandre – Ela esta aqui dentro, enroladinha, pronta pra apagar o fogo desse rabinho.

Daniel – Então vem me molhar, esta quente demais.

Alexandre grudou na bunda de Daniel, juntando seus corpos, passando sua barba em seu pescoço. Daniel começou agarrá-lo, apertando sua rola por cima da calça.

Daniel – Será que essa mangueira vai alcançar ate o foco de incêndio?

Alexandre – Porque não tenta descobrir?

Alexandre – Vou lhe mostrar.

http://www.youtube.com/watch?v=dGghkjpNCQ8

Alexandre se afastou, aumentando o sol, jogando Daniel no sofá.

Já tomando gosto pela coisa e com as experiências anteriores, começou a dançar todo sensual, se exibindo como um pavão para Daniel.

Daniel – Vai meu bombeirão, mostra essa mangueira, vem apagar meu fogo.

Alexandre apenas ria, fazendo aquela cara de safado, esfregando as mãos no peito, por cima da camisa e descendo até a rola.

De costas, de uma empinadinha no bumbum, rebolando para Daniel, enquanto ensaiava tirar a camisa. Novamente de frente, tirou a camisa com as duas mãos, exibindo seu tórax peludaço, já suado com o calor daquela sala.

Daniel foi a loucura, mas já tinha aprendido, que não poderia toca-lo, pelo menos não ainda.

Daniel – Isso meu gostoso.

Alexandre mordia os lábios, esfregando os pelos, apertando seus mamilos. Para provocar ainda mais Daniel, pegou um copo de água que estava na mesinha e jogou na cabeça, deixando cair em seu rosto, peito, o deixando mais sexy ainda.

Daniel também já estava com o pau estourando dentro da cueca, sentindo-se torturado com toda aquela provocação. Alexandre pegou o extintor de incêndio e ficou passando a mangueira pelo seu corpo, colocando aquele objeto entre suas pernas, pressionando em seu pau.

Daniel – Anda logo, já estou ardendo de tesão aqui.

Aquele strip estava chegando ao seu ápice e diferente do ultimo que fez, agora parecia que as coisas dariam certo. Alexandre afrouxou seu cinto, deixando cair no chão e com as duas mãos na cintura, soltou os velcros, puxando a calça para o alto.

Aquele pano voou para cima de Daniel, que pegou como se fosse um troféu. Daniel foi à loucura, aos poucos seu doutor estava se tornando um profissional do striptease.

Alexandre agora usava apenas o capacete preto e a botina, vestido apenas com uma sunguinha vermelha, com o pau explodindo dentro dela, com a cabeça querendo escapar.

Daniel – Tira tudo meu gostoso.

Alexandre se aproximou de Daniel, segurando sua cabeça, esfregando em sua rola por cima da sunga. Daniel esfregava o nariz, sentindo aquele cheio delicioso do seu macho, passando a língua sobre o tecido.

Não agüentando mais aquela tortura, puxou a sunga dele até a coxa, tendo uma outra surpresa. Alexandre usava outra sunga por baixo, mas agora um micro mini sunga, fio dental, vermelha, com um desenho de uma mangueira na frente, escrito: Minha mangueira vai apagar seu fogo.

Daniel não conseguiu segurar e caiu na risada, só acordando com a rola dura dele já invadindo sua boca.

Alexandre – Não é isso que você queria? Então toma.

Daniel sugava aquela rola, babando todo, grudando na bunda peluda de Alexandre, para fazer aquele caralho entrar mais fundo em sua boca.

Alexandre tirava sua rola da boca dele e batia em seu rosto, lambuzando Daniel com aquela baba que não parava de sair.

Daniel se levantou para tirar a roupa, mas Alexandre parecia fora de si, puxando sua camisa até rasgar, fazendo o mesmo com sua cueca.

Daniel – Estou pegando fogo meu bombeirão gostoso.

Alexandre – Será mesmo? Vou conferir.

Alexandre beijou a boca de Daniel, descendo suas mãos até o bumbum dele.

Daniel – Esta muito quente?

Alexandre não disse nada, voltando a beijá-lo, afastou com suas mãos a bunda de Daniel, enfiando seu dedo indicador em seu cuzinho. Para desestabilizar ainda mais seu amor, atacou seu ponto fraco, mordendo-lhe a orelha, enquanto massageava o cu dele com o dedo, o deixando molinho.

Daniel – Ai Xande.

Alexandre – Achei, é aqui que esta pegando fogo.

Alexandre – Vou resolver esse problema, meu gostosão.

Alexandre colocou Daniel de 4 no sofá, abrindo sua bunda, revelando aquele cuzao já piscando, pedindo por pica. Antes de meter sua mangueira, deu uma linguada naquele rabo.

Alexandre – Essa mangueira que você quer?

Perguntou, passando o extintor sobre a bunda dele.

Daniel – Essa mesmo.

Sem dó e nem piedade, Alexandre deu uma palmada com a mão cheia naquele rabo branquinho, fazendo Daniel gritar.

Alexandre – Você não aprendeu ainda? Nesse rabinho, só entra a minha mangueira.

Alexandre já estava com o pau duro feito pedra, e remexendo em suas coisas, abriu uma camisinha no dente, enrolando em seu pau.

Daniel - O que é isso amor?

Alexandre – Vermelhona, pra combinar com meu uniforme.

Daniel – Eu não vou dar pra você, usando essa coisa?

Alexandre – Por quê? Não gosta mais do piruzão do seu marido?

Daniel – Esta parecendo o pinto daqueles cachorros no cio, todo vermelho. Vamos fazer sem camisinha.

Alexandre – É o pau do seu cachorrão. Disse rindo.

Alexandre - E não quero gozar no seu rabo, vou te dar leitinho em outro lugar.

Alexandre – Vem, você nem vai ver minha rola, ela vai estar dentro de você.

Daniel sabia que não iria resistir a aqueles encantos e foi cedendo. Alexandre o colocou de 4 e começou a meter devagar, tirando gemidos abafados do seu principezinho.

Alexandre – Geme gostoso meu amor.

Daniel – Ai Alexandre!!!!

Daniel sentia seu cu se abrindo, dando passagem para aquela cabeçona saliente, lhe rasgando todo.

Alexandre – Esta quentinho, esta mesmo com muito fogo no cu.

Alexandre – Sente minha mangueira dentro de você.

Daniel foi se acostumando com aquela rola e logo a dor deu passagem para o prazer.

Daniel – Vai meu bombeirão, bota essa mangueira pra funcionar.

Alexandre adorava ser provocado e a cada palavra de Daniel, ficava ainda mais tesudo.

Alexandre bombou um pouco naquele rabo, mudando de posição, sentando no sofá, com o pau empinadão.

Alexandre – Senta nele.

Daniel não esperou duas vezes, subiu no seu bombeirão e segurou sua rola, mirando bem no seu cuzinho. Daniel ficou de frente, cavalgando Alexandre, sentindo a rola entrar todinha em seu rabo.

Alexandre – Que delícia de rabo, rebola meu amor.

Alexandre – Vou saciar esse seu fogo.

Daniel cavalgava de frente, apoiando em seu peito peludo, mordendo seu queixo, sentindo sua barba arranhar-lhe todo o pescoço.

Alexandre deslizava suas mãos pelas costas de Daniel, abrindo sua bunda com as duas mãos, sentindo seu pau sumir lá dentro.

Mas aquele se aquele showzinho desse certo do inicio ao fim, não seria o doutor fofura.

Os dois estavam se acabando de tanto tesão e esquecendo o mundo a sua volta, nem se deram conta que o maçarico tinha ficado ligado próximo a uma cortina, iniciando um incêndio de verdade.

Daniel – Amor, o fogo.

Alexandre – Sim, estou apagando ele com minha mangueira.

Daniel queria parar, mas Alexandre puxava sua bunda para o seu pau, metendo sem parar.

Daniel – Alexandre o fogo, vamos apagar.

Alexandre – Estou apagando meu amor, vou te deixar saciado.

Daniel – Não Alexandre.

Alexandre – Calma, seu bombeirão aqui apaga qualquer incêndio.

Alexandre estava entendendo tudo errado e desesperado, mas com um rola atolada no meio do rabo, Daniel, puxou o cabelo do seu amor, virando sua cabeça. Alexandre quase teve um ataque ao ver a cortina alastrada pelo fogo.

Daniel – A cortina esta pegando fogo Alexandre.

Alexandre deu um pulo, jogando Daniel de fora do seu colo, o derrubando no chão da sala.

Daniel – Ai meu joelho!!!

Desesperado saiu correndo ainda de pau duro, sacudindo a cortina, tentando apagar o fogo.

Alexandre – Rápido Dan, pegue um balde d’água.

Daniel veio correndo do banheiro com um balde dágua e na hora de jogar, escorregou, dando um banho em si mesmo, no meio da sala.

Daniel – Que droga.

Alexandre pegou uma vassoura, mas o fogo se alastrou ainda mais. Largando tudo de lado, pegou o extintor, manuseando em direção ao fogo.

Daniel – Isso é de verdade?

Alexandre – Claro que é de verdade, só preciso saber como funciona.

Daniel – Vamos morrer queimados, até você descobrir como que liga isso.

Alexandre – Calma, esta tudo sobre controle.

Desesperado, Daniel começou a bater o fogo com a vassoura, mas sem êxito voltou a jogar água.

Alexandre – Consegui.

Daniel voltou com mais um balde d’agua e passando na frente de Alexandre, levou uma rajada daquele extintor no meio da bunda, deixando seu rabo todo branco, com aquela espuma.

Daniel – Você ficou louco?

Alexandre – Você que entrou na frente.

Alexandre chegou perto do fogo, que queimou os pelos do seu peito, deixando um cheiro de galinha queimada dentro do apartamento, mas com jeito, conseguiu apagar o fogo, que tinha destruído toda a cortina, deixando a sala num estado de calamidade.

Daniel – Olhe que bagunça!!!

Alexandre – Vem, vou terminar de apagar seu fogo.

Daniel – Que fogo o que, olhe que bagunça esta essa sala. Me ajude a limpar.

Ainda pelado, Daniel ficou um bom tempo arrumando aquela zona, causada pelo doutor desastrado, mas antes teve que limpar a própria bunda, que estava toda branca.

Daniel nem se deu conta que fez a faxina sozinho, já nervoso teve um ataque quando foi para o quarto e Alexandre estava deitado vendo TV.

Daniel – Mas que porra é essa? Você bota fogo no apartamento e agora esta aqui rindo, vendo TV?

Alexandre – Desculpa amor, fica nervoso não.

Daniel quando se irritava, ficava intragável. Saiu batendo as portas, mas Alexandre sabia como dar um jeito nele. Esperou a poeira baixar e depois fez aquela cara de cachorro pidão, todo manhoso, fazendo milhões de carinhos em Daniel, que mostrava se resistente.

Alexandre – Vem, vamos tomar um banho.

Daniel – Não quero Xande.

Alexandre – Estou mandando Daniel.

Daniel – Desde quando manda em mim?

Alexandre – Desde sempre. Se não vem por bem, vem por mal.

Alexandre pegou Daniel no colo, que esperneando como uma criança, foi levado até a ducha, onde se rendeu ao carinhos do médico.

Daniel – Eu te odeio, sabia!!!

Alexandre – Com esse beijo gostoso, não acredito mesmo.

Daniel – Você é um sem noção, sabia doutor.

Alexandre – Só queria esquentar nossa transa.

Daniel – E torrar nos dois né.

Alexandre começou a rir e agora mais calmo, Daniel também caiu na risada.

Já na cama, Alexandre secou Daniel, enchendo seu corpo de beijos, como forma de acalmar seus ânimos.

Alexandre – Vai dizer que você não gosta desse meu jeito desastrado.

Daniel – Eu te amo, seu bobo.

Alexandre – Também te amo.

Daniel – Xande, eu quero fazer amor com você.

Alexandre acariciou o cabelo de Daniel, beijando seus lábios de maneira bem carinhosa.

Daniel – Mas vamos fazer amor, no estilo papai e mamãe.

Alexandre – Vou adorar. Quero ser o papai.

Daniel – Você pode ser o que quiser, desde que não me mate ou não me deixe amarrado, ou algo do tipo.

Os dois fizeram amor várias vezes naquela noite, parando apenas para namorar um pouco e dar risada. Alexandre caiu diversas vezes no riso ao lembrar-se de Daniel, com a bunda toda branca. Já Daniel ria de tudo, não acreditando que ainda se deixava cair nas loucuras que seu amor aprontava.

Julio estava se sentindo como um dos loucos daquela clinica, tendo que conviver com eles, mas Gabriela foi rápida, no dia seguinte já estava com uma papelada e apresentando ao diretor da clínica, botando a maior banca, conseguiu tirar Julio daquele lugar.

Julio – Como conseguiu esses documentos?

Gabriela – Tenho alguns amigos que me devem favores.

Julio – Você não vale nada hein.

Gabriela – Não muito diferente de você.

Julio – Qual seu plano?

Gabriela – Preciso sair limpa dessa história. É questão de dias até a policia desmontar essa quadrilha e chegar até você.

Julio – Preciso tirar algum do meu tio, mas não posso chegar até a empresa. Ele já esta muito desconfiado de mim.

Era por volta do almoço, Roberto estava muito nervoso e pediu a secretária o chama-lo assim que o auditor chegasse.

Alexandre – Meu tio esta ai?

Secretaria – Esta sim, mas não esta num bom dia.

André – Precisamos falar com ele, é urgente.

Roberto – Meu filho, você aqui, que surpresa.

André e Alexandre entraram, mas não estavam tão animados como ele. Sem cerimônias, Alexandre começou a explicar o motivo da visita e dando a palavra ao irmão, ficou apenas escutando, pronto para amparar o tio, quando a bomba explodisse.

André – Tio, eu nem poderia estar fazendo isso que estou fazendo, mas estou aqui como um sobrinho, um amigo e não como delegado.

André – Há alguns meses minha delegacia esta investigando uma grande quadrilha de roubo de cargas.

Roberto – Certo, mas me desculpe, o que tenho com esse assunto? Você precisa de algum tipo de ajuda?

Alexandre – Escute com atenção tio Beto.

André – Conseguimos reunir provas, escutas telefônicas, depoimentos e o que descobrimos é que essa quadrilha negocia a carga roubada com grandes empresas e..

Roberto – Espere ai. O que essa quadrilha roubava?

André – Todo tipo de carga valiosa, inclusive produtos que sua loja comercializa.

Roberto – André, você não esta insinuando que minha loja...

André – Temos provas mais que suficientes, que mostram o envolvimento da sua empresa com essa quadrilha.

Roberto – Isso é um absurdo. Tudo que conquistei na vida foi com o suor do meu rosto. Nunca cometi um único ato de desonestidade como empresário.

Alexandre – Acreditamos nisso tio, mas o que o André esta dizendo, é que suas empresas serviam para lavar o dinheiro dessa quadrilha, comprando a preço bem inferior as mercadorias desses roubos.

Roberto – Não Alexandre, eu nunca fiz nada disso.

André – Tio Beto, quem era o responsável por esse departamento? Pelas negociações de compras?

Roberto – Quem era responsável por essa parte, era...

Roberto sentiu um estalo em sua cabeça e tudo foi ficando claro.

André – Acho que não preciso dizer mais nada não é? O senhor já deve ter entendido tudo.

Roberto – O Julio!!!

Roberto – Não pode ser. Ele é meu sobrinho, filho da minha falecida irmã.

Roberto – Sempre o tive como um filho, ele não pode ter feito uma coisa dessa, ter se associado a pessoas desse nível.

Alexandre – O senhor sabe que eu e ele nos desentendemos e não quero parecer leviano o acusando, mas o senhor não é bobo.

Roberto – Eu já estou de olho nele a algum tempo mas daí imaginar que ele se juntou com criminosos, isso é forte demais.

André – Tio, acho bom o senhor se preparar, pois essa investigação esta concluída e é questão de dias para estar tudo na imprensa.

Roberto estava chocado, sabia que o sobrinho não era um exemplo de pessoa, mas não esperava que ele fosse capaz de descer a esse ponto.

Secretária – Com licença, o auditor chegou.

Roberto – Mande entrar, agora.

Roberto parecia fora de si, mas mesmo desconfiado que algo estava estranho nas contas da sua empresa, nunca imaginou levar um golpe como o que estava prestes a receber.

Roberto – São meus sobrinhos, pode falar na frente deles, são de total confiança.

Auditor – Seu Roberto, minha empresa finalizou a auditoria em todos os contratos e contas de suas lojas.

Alexandre – E ai, tem algo de errado?

Auditor – Infelizmente não trago boas notícias.

Gabriela era esperta demais, seu interesse em ajudar Julio ia alem do que ela havia contado. Ela sempre soube que o rapaz roubava o tio há anos e na verdade estava de olho numa parte desse dinheiro, para sumir do mapa antes que as coisas apertassem para seu lado.

Julio – Não posso voltar pra casa. Quando meu tio descobrir que sai da clinica, ira atrás de mim.

Julio – A essas alturas aquele auditor já deve ter descoberto todos os desvios que fiz na empresa dele.

Gabriela – Você pode ficar escondido aqui por enquanto.

Gabriela – Estive pensando na história que me contou. Se essa pessoa esta mesmo com esses cadernos do Thiago, ela não irá entregar para seu tio Roberto.

Julio – Como assim?

Gabriela – Será que você ainda não percebeu que essa pessoa só quer lhe infernizar? E pelo visto conseguiu, fez você se passar por louco diante de todos, te desmoralizando.

Julio – O Thiago quer me matar, ele...

Gabriela – Pare com isso Julio, chega, acorda pra vida.

Gabriela – Cadê aquele cara esperto, que conseguiu enganar todos durante todos esses anos?

Gabriela – Você tem algum tipo de rixa com alguém?

Julio – Como assim?

Gabriela – Existe alguém, alem do Daniel e do Alexandre, que teria motivos pessoais pra se vingar de você?

Julio ficou pensativo, fazendo uma cara de surpresa. Até fez menção em dizer algo mais recuou.

Julio – Não, ninguém.

Gabriela – Você tem certeza?

Julio – Sim, acho que sim.

Gabriela – Estive pensando também. Essa Larissa é suspeita demais, mas algo que me chamou atenção foi o lance das baratas.

Gabriela – Você lembra quando o Daniel nos flagrou e você humilhando ele, disse que o Thiago estava sendo comido pelas baratas?

Julio – Perai, não pode ser. Será que esse viado esta....

Gabriela – Quem mais teria motivos de sobra pra querer acabar com sua vida?

Julio – Eu vou acabar com esse desgraçado de uma vez por todas.

Gabriela – Só ele estava naquela sala. Não sei como você não tinha se tocado disso ainda.

Julio – Só estava eu, ele e você.

Gabriela – Como?

Julio – Você também estava lá.

Julio se levantou, indo em direção a Gabriela, que começou a se assustar.

Gabriela – O que esta querendo dizer com isso?

Julio – E se for você? E se você esta fazendo um jogo duplo?

Gabriela – Para com isso.

Julio segurou nos braços de Gabriela, a deixando apavorada.

Gabriela – Me larga, você esta me machucando.

Julio – Me de um motivo pra acreditar em você?

Gabriela – Eu lhe tirei daquela clinica, eu estou sendo perseguida por bandidos.

Gabriela – O que eu ganharia se fazendo passar pela bicha do seu primo morto? Você não acha que já tenho problemas demais na vida?

As palavras de Gabriela pareceram surtir efeito e se acalmando, Julio foi soltando o braço dela.

Gabriela – Se concentre no Daniel. Se ele não se revelou até agora é porque esta tramando algo bem pior contra nós. Mas o que seria esse algo?

Gabriela – E será que o Alexandre esta ajudando ele? Será que estão juntos?

Julio – Podemos dar uma prensa nele.

Gabriela – Não adiantaria, ao menos que você queira levar outra surra dele. Disse rindo.

Gabriela – Podemos atingir o ponto fraco dele.

Julio – Qual o ponto fraco dele?

Gabriela – Aquele toquinho de gente. Aquela garotinha insuportável.

Julio – O que você pretende fazer?

Gabriela – Eu? Absolutamente nada.

Gabriela – Mas as crianças de hoje em dia são tão levadas, atravessam a rua sem olhar, e numa dessas um caminhão pode passar por cima daquele corpinho frágil.

Gabriela – Ou então cair numa piscina, num poço ou até mesmo levar um tiro, brincando com o revolver do tio. Conheço vários casos de acidentes assim.

Julio – Você esta louca.

Gabriela – Não estou louca não, mas esse silêncio todo esta me matando, estou sentindo nossa batata assar.

Alexandre insistiu, mas Roberto preferiu ir para a casa sozinho, estava abalado demais com os golpes que recebeu naquela tarde.

Suzana – Chegou cedo meu querido.

Larissa – Como vai tio?

Roberto passou por elas, sem ao menos olhar em seus rostos, indo direto para o escritório. Suzana foi atrás do marido, estava assustada demais pois nunca o tinha visto com aquele olhar.

Suzana – O que aconteceu Roberto?

Roberto – Perdemos tudo.

Suzana – Tudo o que?

Roberto – Nossa empresa, nosso nome.

Suzana – Como assim?

Roberto – Nosso nome esta na lama.

Roberto – Durante todos esses anos o Julio nos roubou.

Roberto – Desviou milhões, fez negociatas usando o nome de nossa empresa.

Suzana – Meu Deus.

Suzana – Mas não compactuamos com isso.

Roberto – É mais grave que você pensa.

Roberto – Ele fraudou documentos, não pagou impostos federais.

Roberto – Estamos devendo uma fortuna ao governo.

Roberto – Se prepare Suzana, não sei se iremos conseguir nos levantar. Nossa boa vida pode estar perto do fim.

Roberto – Anos de trabalho jogados assim, na lama.

Suzana – Que se dane a boa vida Roberto.

Suzana – Você construiu esse império sozinho, se for preciso arregaçamos as mangas e construímos outro ainda maior.

Roberto – O que me dói não é o dinheiro, mas sim a confiança que depositei nele por todos esses anos.

Roberto – Porque ele fez isso conosco? Sempre o tratamos com um filho.

Suzana – Ele é um ingrato. O Daniel sempre teve razão.

Roberto – Não misture as coisas Suzana.

Suzana – Não vou discutir por isso.

Roberto – Construí essa empresa, acumulei fortuna, tudo para o nosso filho. Ele se foi e agora a única coisa que nos sobrou esta se desfazendo como areia, descendo pelo ralo.

Suzana – Não Roberto. Perdemos nosso filho, mas ainda temos nossos amigos, temos saúde e o principal, nós temos um ao outro.

Roberto estava muito triste, se sentindo traído, mas as palavras da esposa, conseguiram tocar seu coração. Nem ele imaginaria que Suzana iria receber aquela noticia de maneira tão serena e que seria o alicerce que o manteria em pé.

Suzana – Ainda temos um ao outro e se precisar, lavo o chão da rua, mas nada ira nos derrubar.

Roberto segurou as mãos da esposa e muito emocionado as beijou, em sinal de carinho.

Larissa permaneceu na casa, na outra sala, ouvindo toda aquela conversa atrás da porta.

Larissa – Esta na hora de acabar com essa historia de uma vez por todas.

André – Fiquei com pena do tio Beto.

Alexandre – Nem me fale, fiquei com o coração partido, ele não merecia essa traição do Julio.

André – Fique tranqüilo mano, agora é questão pessoal, vou jogá-lo numa cadeia.

André se espalhou no sofá de Alexandre e puxando a mão no meio de umas almofadas, trouxe uma tanguinha fio dental, abrindo diante dos seus olhos, lendo aquela frase.

Alexandre ficou branco e André parecia que via um ET em sua frente.

André – Mas o que que é isso?

Alexandre – É, ééeé

André – Minha mangueira vai apagar seu fogo?

André – Mais que nojo.

André atirou aquela sunguinha longe, fazendo cara de nojo, cheirando as mãos. Alexandre começou a gaguejar, tentando achar uma desculpa brilhante.

André – Que coisa é essa Alexandre?

Alexandre – Eu posso explicar, isso é uma brincadeira de um amigo, é....

André – Ah, quer saber? Prefiro nem saber, me poupe desses detalhes.

Alexandre – Vamos mudar de assunto.

André – Vou nessa.

André – Eu vou ver minha baixinha.

Alexandre – E paizão, hein!!!

Daniel já estava encerrando o expediente e não via a hora de encontrar Alexandre e planejar algo para aquela noite.

Henrique – Não quer uma carona?

Daniel – Valeu mesmo. O Xande vem me pegar.

Henrique – Como vocês estão?

Daniel – Estamos bem.

Henrique – Torço demais mesmo por você Daniel.

Daniel – Obrigado Henrique, apesar de tudo, não queria perder sua amizade.

Henrique – Se um dia você...

Daniel – Não continue, por favor.

Daniel despediu-se do amigo e foi para a rua, esperando por Alexandre. Estava distraído, mexendo em seu celular, quando um carro parou em cima da calçada, dando lhe um susto.

Julio abriu a porta do carro e saiu como louco, indo pra cima de Daniel.

Julio – A casa caiu pra você, seu desgraçado.

Continua...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
12/02/2014 20:45:47
nao acredito que o André encontrou a sunguinha kkkkkkkk esse júlio vai acaba apanhado do dani quero so ver. conto top.
12/02/2014 20:40:59
nao acredito que o André encontrou a sunguinha kkkkkkkk esse júlio vai acaba apanhado do dani quero so ver. conto top.
12/02/2014 17:51:33
Quase morri de rir com o Ale bombeiro,a parte que o Dan tenta avisar do fogo é demais e sem falar que ele mostrou direitinho como se socorre uma vítima de incêndio:joga ela no chão,arrebenta seu joelho e enche sua bunda de espuma branca,kkkkkkkkk Kkkkkkkkk.E o André com o fio dental na mão,hilário.Bom vamos a vingadora,acho sim que é a Larissa e infelizmente não sei o motivo,junto com outra pessoa e no caso do ataque acredito sim que ela se usou de isca.Todo esse tempo sempre achei que a Suzana estava por trás disso tudo com a Larissa para vingar a morte do Thi,mas aquela história da Malu ter ficado estranha quando perguntada de ter filhos ficou me incomodando e veio uma coisa meio doida na minha cabeça,provavelmente vou errar feio mas vamos lá,e se a Malu foi procurar o Julio por causa do que ele fez ao Dan e ele empurrou ela ou algo parecido e ela estava grávida e perdeu o bebê,seria um motivo particular bem forte para se vingar dele.Não ria de mim(tá pode rir)tenho a imaginação fértil e sou desastrada igual o Ale,rsrsrs . Beijos querido.
12/02/2014 11:50:45
CARAMBA, ESTOU HORRORIZADA COM AS MALDADES QUE A GABRIELA PLANEJOU CONTRA A TAÍS = ( NAO PODE ACONTECER ISSO, DE JEITO NENHUM... RI MUITO COM O DR. DESASTRE AQUI KKKK O QUE SERÁ QUE O ANDRÉ PENSOU AO VER AQUELA TANGUINHA HAHAHAHA MDS!!! SERÁ QUE A LARISSA É DO MAL TAMBÉM? TOMARA QUE NÃO! MAS AS PALAVRAS DELA FORAM BEM CÍNICAS NAO ACHA? O QUE SERÁ QUE O JULIO VAI FAZER DESSA VEZ? o_O CURIOZÍSSIMA
11/02/2014 23:58:46
Nossa amei todo o capitulo, para o roberto foi pouco mais não fico feliz com sua desgraça, todos mereçemos uma segunda chançe, todos temos o direito de recomeçar, somo falhos e humanos, espero que apesar de tudo ele prove sua inocencia, espero que o julio assim como a gabriela pague por tudo que fizeram e espero que o Dan e xandi sejam muitos feliz, parabéns e continua logo hoje gozei viu com essa fantasia do xandi, bem que estou precisando de um bombeiro para apagar o meu fogo kkkkkkkkkkkkkkkkk abração e se cuida
11/02/2014 23:14:41
meu lindo acho vc um dos melhores autores da cdc. junto com meu principe e o meu docinho. beijao.
11/02/2014 23:11:36
nao quero estar na pele do julio , vai apanhar feito burro fugido. ainda mas se o henrique estiver por perto.
11/02/2014 23:04:54
Nossa esse desgraçado é sem noção mesmo em!? Vai apanhar e muito na vida pelo jeito pra poder aprender.
11/02/2014 22:57:53
eu acho a angela muito fria com o filho, e tbm desconfio que o daniel seja irmao do julio.
11/02/2014 21:19:06
Que capitulo foi esse? eu ri demais com esse capitulo eu parecia até um louco, quase derrubo o meu not, gato essa do bombeiro foi genial, e sempre com uma pitada de desastre, comédia mesmo, nossa eu até cheguei a imaginar o Dani com o bubuzinho branquinho rsrsrs. E o Júlio hem deixou o Roberto em uma situação, o que será que a Larissa tem a revelar, ansioso aqui... Meu caro Dr. o ditado pode até ser esse mas acho que não serve no seu caso, kkkkkk ou serve mais de outra forma, mais o que importa 'o' Grandão é meu e eu não o libero nem para os sonhos eróticos dos outros, já quanto a mim posso visitar sempre os seu sonhos basta me chamar kkkkkkk!!!! Um beijo lindo...
11/02/2014 19:41:51
Vish, o Daniel vai levar uns socos injustamente. Mas quem sabe o Henrique não chega e o salva/ ajuda a revidar a surra do Júlio, não é?; Hahaha mas que bombeiro mais desastrado. Se fosse um bombeiro real, as pessoas em perigo estariam mais seguras se ficassem no meio do incêndio haha. Fico me perguntando como é que o Dr. Fofura não cometeu um acidente no trabalho ainda rs; Hahaha se com uma camisinha vermelha o Daniel se lembrou de um pênis canino, ainda bem que o preservativo não era preto, ou para ele, o pênis estaria putrefado hahaha. A Gabovina bem que poderia tirar todo o dinheiro do Júlio, fugir do país e ter aquele final legal que eu disse num dos capítulos anteriores; O que mais quero que aconteça de mal com o Júlio?! Nem queira saber muahahahahaha; Muleque metido nada. Não tenho culpa se enrolo meu pênis ao redor do corpo e o uso como cinto hahahaha. E vamos parar de falar do meu pênis, ai ai ai rs; Nunca pensei que viveria um dia desses. Ter que explicar o que é Dragonball Z... Já foi reprisado tantas vezes, dispensa apresentações haha, mas vamos lá: Goku é um personagem de um anime japonês chamado Dragonball Z. O desenho é bem violento com diversas cenas de luta e sangue escorrendo de diversas partes possíveis de um corpo. Gira em torno da procura das esferas do dragão, esferas com um certa número de estrelas (equivalente a números) dentro delas, que quando juntas, um milenar dragão chinês te concede um desejo... Eu sei: é bestinha (mas fez parte de certa parte da minha infância, então nada de críticas). Do mais dê um google aí que eu não lembro mais não XD haha
11/02/2014 17:44:10
Ei sou eu o Tay Chris eu troquei o nick pois apareceu outro qu me confundiu com mulher e não da mais ner.Nada contra elas até queria ser 1 SQN ner..Mas bem agora sabes que eu sou e sabes minha opinião sobre o Júlio e para com isso dele servir de mulherznha :(...essa vaca da Gabriela merece uma cadeia isso sim a vaca foge e depois volta.O Júlio podia dar um golpe nela e ele fugir.Tipo ele fez tantas coisas pra morrer na prsia ñ ner.zeu pensei que poderia ser o Pai do Júlio já que nas cameras nã acharam ninguém.Ha e manda um bombeiro desses para minha casa,nossa sou novinho mas tenho fog para dar e pra vender. Mas manda ele trazer 3 mangueira.Uma pequena pra me iniciar uma média pra me aprofundar e una grande pra me deflorar.kkkkk credo tou safadão..rsrsrsrs Abraços Dr.
A&M
11/02/2014 14:49:08
Espetacular, vc e um rei!
11/02/2014 12:24:31
Se.superou dessa vez , quem diria o xande de bombeiro e olha no que deu kkkkk. Muito bom essas loucuras do xande estao cada vez melhor. Mesmo na pior o roberto nao é a favor do daniel. E a larisa o que quiz dizer que esta ba hora de acabar com tudo? sem falar do andre vendo a sunga que o xabde usou kkk. E agora o que vai acontecer? O que o julio vai fazer com o daniel? E o henrique vau ajudar ou vai ficar parado? E o roberto o que vai acontecer com ele? Ea larissa o que vai fazer? Qyem esta por traz de tudo? E com assim o roberto e o daniel vao se aproximar e tem o dedo do thiago? Gostei da atitude da suzana, isso mostra que eka nao sereocupa so com as coisas materiais. Continua logo , esta cada vez melhor. Ate mais bjs.
11/02/2014 11:44:51
antes tivese pegado a carona
11/02/2014 10:43:31
mtu bom
11/02/2014 09:23:33
O XANDE É UM GRANDE DESASTRADO ISSO SIM. MAS ELE SEMPRE CONSEGUIR FAZER O DAN O AMAR MAIS. NOSSA O JÚLIO E A GABRIELA FORAM FEITOS UM PRO OUTRO DOIS LIXOS, ISSO SIM. POBRE ROBERTO, ACREDITOU TEMPO DEMAIS NA PESSOA ERRADA, MESMO NÃO GOSTANDO DELE, ELE NÃO MERECIA ESSA PUNHALADA. O CONTO ESTÁ CADA VEZ MELHOR DOUTOR. ABRAÇOS.
11/02/2014 08:51:19
amo cada dia mais
11/02/2014 07:26:05
O Alê é o desastre em pessoa, vive se atrapalhando. Parece que a Larissa tem o poder nas mãos. Acho que só depende dela acabar com o Júlio de vez, ainda + agora que ele está pensando em fazer mal a Thaís. O Dani vai ajudar o Roberto à se reerguer novamente?
11/02/2014 04:53:00
Amei o Alexandre bombeiro kkkkk lascou fogo kkkkll morri de rir kkkkkk JULIO E GABRIELA SONFRAO Suzana e Roberto também André e um nojo chato Ai e agora o q vai acontecer a Dani? Hey Dr. arrancar pedaço meu nao neh? kkkkk safado ai pensou: RU E DR. ROMÂNTICO FLAGRADOS AOS BEIJOS CDC NEWS