Casa dos Contos Eróticos

Cuidando das amiguinhas da minha irmã Parte II

Um conto erótico de Colisseu
Categoria: Heterossexual
Data: 27/02/2014 23:33:20
Última revisão: 11/03/2014 18:43:18
Nota 9.90

Bom continuando... Como dito no relato anterior minha irmã Nathalia havia chegado em casa e quase pegou eu e Thais no ato, as duas haviam saído do meu quarto e eu continuava deitado na cama recuperando as forças já que Thais havia feito um excelente trabalho. Bom me posicionei sentado na cama com os pés no chão e notei que estava todo suado e logo pensei que foi muita sorte minha irmã não ter notado isso e feito perguntas senti um alivio. Como eu era o responsável da casa e já eram 11h fui fazer o almoço em quanto isso escuto as duas conversando na sala termino de preparar e chamo da cozinha mesmo as duas para vir almoçar.

Ao chegaram a cozinha Thais me dá uma leve olhada com ar de ódio e um pouco de arrogância, sinceramente pensei pelo menos o olhar de superioridade diminui bastante será que foi porque ela foi humilhada tendo que me pagar um boquete ou está mais leve por ter tido um orgasmo, eu estava analisando aquele rápido olhar. As duas se serviram e sentaram a mesa em seguida me sentei, comendo tudo normal até que minha irmã pergunta:

—O que vocês fizeram de manhã? Perguntou ela comendo olhando para o prato. Antes que eu pudesse falar algo Thais já se adiantou dizendo:

—Não fizemos nada demais dormimos até umas 9h seu irmão fez o café e ficamos olhando TV no quarto. Ela falou isso na maior tranqüilidade como se isso você a simples verdade minha irmã só balançou a cabeça querendo dizer que entendeu. Até que eu resolvi falar algo também só para mexer com a Thais:

—É foi isso mesmo, mas caprichei no café da manhã fiz torradas e tal e até fiz uma batida, a Thais pelo que vi gostou bastante porque bebeu até a ultima gota. Falei isso olhando para Thais que me deu uma olha disfarça meio que querendo dizer cala boca.

—Sério? Se a Thais gostou então com certeza vou querer provar essa batida também! Falou minha irmã sorrindo para nós.

Mas no momento em que minha irmã disse isso Thais estava tomando um suco e no mesmo instante ela se afogou ao ouvir isso, minha irmã deu leves tapas nas costas da Thais para ajudar enquanto ria da situação de Thais. Passado a situação as duas terminaram o almoço e foram para sala conversar e eu fiquei na cozinha arrumando tudo. Lá por umas 2h da tarde as duas resolveram ir para piscina já que havia esquentado bastante depois do meio dia colocaram os biquínis, minha irmã levou o som lá para fora e colocou umas músicas que ela costava estilo David Guetta e The Black Eyed Peas e tal e se atiraram na piscina. Resolvi que entraria na piscina também porque o calor estava ficando insuportável sinceramente quando pensei nisso foi sem segundas intenções mas quando vi Thais meu pau quase que ficou duro imediatamente ela usava um biquíni rosa que era quase um fio dental não chega a ser mas era bastante pequeno e já minha irmã usava um parecido com o dela mas o da Thais era só para dizer que tava de biquíni mesmo porque era bem pequeno talvez ela tenha trazido só aquele tipo porque teriam só meninas aqui.

Vendo aquela cena das duas se agarrando na piscina meu pau ficou que nem uma rocha então meu bom senso falou mais alto e resolvi não entrar na piscina para não ter algum problema por estar de pau duro e minha irmã notar. Então peguei uma HQ e me sentei lá fora para ler perto da piscina embaixo de uma varanda isto até minha irmã começar a me chamar para entrar na piscina:

—E ai Heitor não vai entra água está bem boa, vem, quanto mais gente na piscina mais divertido é!!! Eu disse que não sofrido só de olho na Thais mas minha irmã ainda insistia até que ela saiu da piscina e venho até mim e começou a puxar um dos braços em direção a água:

—É por isso que você está engordando não quer fazer nenhum exercício!!! Minha irmã fala isso enquanto me puxava o fato era que eu não era nenhum atleta mas também não servi para gordo e estava um pouco acima do peso mas não era nada muito escandaloso. Até que aceitei o convite tirei a camiseta mas fiquei de calção para não notar que eu estava de pau duro e pulei direto na água.

Minha irmã e eu sempre brincamos na piscina normalmente ficávamos nos agarrando em baixo d’água puxando um ao outro para baixo ela pula em minhas costas coisas do tipo e foi o que aconteceu. Nathalia e eu ficamos brincando mas Thais estava perto mas não participava até que resolvi puxá-la para brincar já que meu alvo dos amassos era ela e não minha irmã. No inicio ela resistia a brincar estava de cara fechada mas minha irmã insistia para ela brincar até que Thais aceito eram as duas contra mim tipo uma lutinha dentro d’água. Eu agarra mais a Thais era óbvio, agarra ela por trás e esfregava bem meu pau naquela bundinha outras vezes passa rapidamente a mãos em seus seios mas ela em nenhum momento protestava só fazia cara séria quando me olhava quando não me olhava ela ficava rindo e dando gritinhos como a minha irmã que normalmente estava me agarrando pelas costas. Bom para não ficar tão na cara também agarrava Nathalia mas muito menos que a Thais.

Mas em certo momento aconteceu algo que eu não esperava estávamos naquela agarração, as duas me agarrando ai nisso mergulhamos agarrados mas como foram elas que me puxaram rápido para baixo a água irritou meus olhos e nisso lá embaixo soltei a Thais para poder coçar meus olhos mas mesmo de olhos fechados após coçar agarrei a Thais novamente e dei uma bela encoxada, esfrega bem meu pau naquela bunda gostosa e explorava o corpo dela com as mãos mas para minha surpresa quando abro os olhos vejo que não era Thais mais sim minha irmã, eu não havia percebido que na hora que tinha largado a Thais minha irmã tinha me largado também basicamente as duas trocaram de posição em quanto eu estava de olhos fechados. Para ter uma noção de como fiquei na hora eu brochei quase que instantaneamente e meu coração parecia que ia saltar do peito.

Subimos de volta a superfície e já previa minha irmã fazendo um enorme escândalo mas ela não falou nada e começou a cantar com a musica que tocava acho que era da Katy Perry e a dançar na piscina e logo Thais também começou a cantar ela agia como se nada tivesse acontecido logo pensei talvez ela não tenha percebido o que eu acho impossível com a encoxada que eu dei mas talvez ela tenha notado e tenha achado que não foi intencional na hora esses pensamentos me deram um alivio mas ai venho outro dizendo é mais você estava de pau duro impossível ela não ter notado. Sinceramente estava meio perdido com aquela situação até que minha irmã falou:

—Vai continuar brincando? Falei que iria preparar o café da tarde para nós isso só para mim poder sair dali e escapar daquela situação.

Sai da piscina e preparei o café já eram quase 5 da tarde esperei um tempo para criar coragem para chamar as duas principalmente para olhar para minha irmã, elas vieram de biquíni mesmo e começaram conversavam sobre colégio e filmes na mesa e minha irmã nada de mencionar no assunto o fato é que se ela notou não deu bola ou talvez ela tenha notado e não tenha dito nada para depois querer me chantagear com aquilo ou algo do tipo, vieram mil idéias enquanto comíamos mas como ela não tocou no assunto resolvi deixar de lado e focar no meu objetivo que era comer a Thais. Então Nathalia levanta da mesa e diz que vai tomar banho e sai da cozinha ficando apenas Thais e eu na cozinha como a oportunidade surgiu resolvi agir:

—E ai Thais gostou de brincar na piscina? Falei e ela já me olhou com cara de quem não gostou da pergunta.

—Tirando a parte que você ficou se esfregando em mim até que não foi ruim. Ela falou isso com sorriso sarcástico.

—Sabe enquanto estamos na piscina me deu uma vontade de jogar com você de novo! Você não está a fim? Não quer tentar ganhar seu iphone de novo? Quando falei isso ela me deu um olhar acusador enorme como se quisesse me mandar a puta que pariu.

—Claro que não quero imbecil!!! Falou isso com uma raiva nas palavras.

—Que pena o prêmio dessa vez seria bem melhor que o último. Mas se você não quer jogar tudo bem a amanhã chega as outras meninas talvez alguma se interesse e tenha sorte de ganhar. Falei isso me levantando da mesa e indo lavar a louça até depois de alguns segundos de silêncio Thais se pronunciou com uma voz irritada:

—E o que ganharia se eu vencesse?

Quando ela perguntou fiquei animado porque tinha conseguido fisgar ela novamente mas eu não havia pensado em um prêmio específico eu apenas havia dito aquilo para tentar convencê-la, mas antes que eu pudesse dizer algo ela falou:

—Não quero apenas um iphone bom agora eu vou querer o melhor que tiver nas lojas e eu escolho o jogo! Ela falou isso firmemente e aquele olhar de superioridade de patricinha mimada voltou com força total que chegou a me irritar de uma forma incrível. Depois de ter humilhado ela fazendo me fazer sexo oral ela ainda se achava a tal estava com raiva daquele jeito dela tanto que aceitei a proposta, só depois de alguns segundos vi que a aposta estava séria já que um iphone melhor que se pode encontrar em uma loja realmente não seria nada barato então tentei fazer que ela mudasse de idéia escolhesse outra coisa:

—Mas me diz uma coisa Thais seus pais não achariam estranho você chegar em casa com um celular tão caro em casa? Mas ela tinha resposta na ponta da língua.

—Eu digo que ganhei em uma rifa ou em sorteio num supermercado que a gente tenha ido! Logo pensei puta que pariu se eu tentar mais algo para ela tentar muda de idéia ela iria perceber então desisti e resolvi a riscar:

—Tudo bem mas como seu prêmio vai ser alto o meu também vai! Caso você perca eu vou comer você! Falei essas últimas palavras sério e lentamente olhando para ela.

A reação dela foi de como quando alguém não esperava por aquilo como percebi logo falei:

—O que foi? Achou que isso ser só um boquete de novo? Prêmio que você escolheu é bem salgado e eu quero um prêmio para mim a altura também!!! Dessa vez sem enrolação você aceita ou não? Thais ficou pensativa até que respondeu que aceitava logo perguntei que jogo ela escolheria temia que ela escolhesse algo que eu não pudesse de forma alguma trapacear mas ela escolheu poker sinceramente achei estranho já que ela havia perdido da primeira vez em um jogo de cartas e então perguntei:

—Sério mesmo que vai querer poker?

—Sim, porque a pergunta, não sabe jogar? Falou ela irritada.

—Por nada é como você havia perdido a primeira vez em um jogo de cartas achei que não fosse escolhe outro que tivesse elas.

—Poker é melhor porque não basta ter sorte tem que saber blefar e iremos jogar com fichas então vai durar um bom tempo e as chances melhoram! Até o que ela falou fazia algum sentido e podíamos jogar porque meus pais tinham uma maleta de poker que tinha cartas e fichas e um monte de coisa para diversos jogos.

Bom ficou combinado que jogaríamos somente no outro dia de manhã pois minha irmã iria naquela ação voluntária que havia ido hoje de manhã, nós acordaríamos logo após minha irmã sair deixei o relógio para despertar as 7h pois Nathalia já teria saído e voltaria só de meio dia. Além disso, o que me deixou alegre foi que Thais disse que jogaríamos com as cartas que havíamos comprado de manhã, claro que para mim foi uma ótima notícia já que eles eram de trapaça e ela não sabia. Chegou a noite e fomos dormir eu mal consegui pegar no sono por imaginar o que ocorreria amanhã.

Relógio despertou e rapidamente me levantei e fui conferir se Nathalia havia saído, vasculhei a casa e ela não estava beleza então voltei acordei a Thais, tomamos banho, eu no meio quarto e ela no da Nathalia, tomamos café e fomos para meu quarto. Tranquei a porta e já havia deixado tudo preparado ontem estávamos numa Sexta-feira o dia que o resto das meninas chegariam mas só a tarde. Arrumado tudo começamos a jogar devíamos zerar as fichas um do outro para ser o vencer, claro que estava com meu óculos da sorte para poder saber as cartas que ela tinha e quando estava blefando, sinceramente mesmo sabendo quando ela blefava e quais cartas ela tinha o jogo estava muito difícil pois Thais estava com tanta sorte que só consegui cartas excelentes com isso ela leva aos poucos minhas fichas.

Devido a isso toda hora ela se gabava e tal só para me irritar e me desconcentrar o jogo durou um bom tempo teve uma hora que achei que ia perder mesmo trapaceando porque ela só tirava cartas boas e se ia minhas fichas com os blinds (blind é uma aposta obrigatória no poker a cada inicio de rodada). Mas a sorte virou e logo meu jogo ficou melhor e comecei também a blefar com mais convicção resumindo ganhei dela. Mas o pior foi que ganhei com blefe e quando mostrei as cartas e que era um blefe e ficou tão brava que deu um grito de raiva e um soco no colchão e eu dava risada.

Sem cerimônias peguei todas cartas e fichas e toquei no chão ela ficou na cama sentada me olhando e logo falei agarrando a cintura dela com as duas mãos:

—Está na hora do meu prêmio! Eu achei que ela ficaria nervosa ou algo do tipo mas ela me olhava séria até que falou:

—Vamos logo com isso antes sua irmã chegue!!! Falou toda mandona.

—Se é o que você quer tudo bem! Falei para ela puxando-a contra meu corpo e dando um gostoso beijo de língua nela ela resistiu um pouco ao beijo mas depois aceitou.

Como eu estava muito excitado já fui tirando as roupas delas comecei tirando a regata dela, logo em seguida tirei o sutiã e aqueles lindos e pequenos seios rosadas saltaram só de olhar dava para ver que estavam duros de excitação dei uma leve chupada neles enquando me direcionava para tirar seu short e sua calcinha. Thais totalmente despida comecei a tira a minha também, após isso pedi a ela que se deitasse na cama, com aquela cara marrenta de sempre me obedeceu e me deitei por cima dela e voltei a beijá-la que dessa vez retribuía, enquanto nossas línguas brigavam e acariciava seus seios que logo tive que mamar neles por mais séria que Thais quisesse ficar ela não consegui esconder a excitação e tentava disfarça pequenos gemidos. Então resolvi brincar com sua bucetinha que estava meio depilada formando tipo um triangulo bem sensual, dei mais uma olhada e logo percebi porque ela não estava nervoso a safada nem era mais virgem, mas foi só um pensamento rápido então peguei e dei uma lambida de baixo para cima naquela bucetinha terminado no clitóris senti o corpo dela estremecer imediatamente ela abriu mais as pernas para mim ter melhor acesso, Thais fez isso quase que instintivamente. Lambia e chupa aquela bucetinha com vontade principalmente seu clitóris tanto que ela arqueava o corpo para cima em umas dessas vezes ela segura minha cabeça e empurrou contra sua buceta fiquei mais um tempo, não me agüentava de tanto tesão e precisava comer aquela bucetinha, então me posicionei entre as pernas e comecei a pincelar aquela xana com meu pau até que enfiei bem de vagarzinho queria curtir cada segundo daquela penetração e queria que ela sentisse meu pau roçando as paredes de sua vagina que era bem apertada e estava extremamente úmida depois de introduzir tudo comecei a bombar, com isso ela agarrou os lençóis e deixou de lado a cara séria e começou a gemer meio alto mas como estávamos só eu e ela em casa nem liguei. Poucos minutos após a começar a fuder aquela buceta maravilhosa Thais extremeceu por completo, sentido meu pau ficar bem mais úmido e ela soltou um belo gemido.

Ela havia tido um orgasmo e então para mim não gozar logo parei de dar estocadas, e fiquei olhando Thais ofegante na cama, isso tudo com meu pau dentro de sua vagina ainda. Na verdade não quis gozar porque queria comer o cu dela então pedi para ela ficar de quatro Thais meio que sem forças ficou na posição que pedi então peguei um lubrificante que eu tinha guardado Thais quando viu logo falou:

—Para que isso?

—Para facilitar a entrada e os movimentos! Respondi e ela com uma cara espantada pergunta:

—Facilitar a entrada onde? Meio que sabendo a resposta ela disse isso.

—No seu cu é claro! Falei dando um sorriso.

—Não, eu nunca dei a bunda! Falou ela mudando de posição meio que ficando sentada na cama.

—Calma sempre tem a primeira vez para tudo já que eu não pude tirar a sua virgindade pelo menos tiro a do seu cu!

—Nem adianta não vou dar para você!

—Deixa de ser bebe chorona e fica de quatro logo, cadê aquela garota marrenta e toda superior!!!

Então ela voltou a posição de 4 e eu falei relaxa você vai gostar, claro para não machucar ela (mesmo que ela merecesse isso) comecei a brincar com seu cu lambia, abri um pouco, enfia um dedo com lubrificante só para ela relaxar fiquei um bom tempo nisso até que resolvi meter naquele cuzinho marrom. Comecei a passar lubrificante no meu pau então cheguei por trás nela colei uma mãe em sua cintura e outra no meu pau nisso ela falou:

—Por favor no cu não!!!

—Você vai tomar nesse seu cuzinho só para aprender a ser mais humilde mas aposto que vai gostar!!! Falei isso esfregando meu pau em seu cuzinho.

Fui lentamente forçando a entrada do cu de Thais até que a cabeça do meu entrou percebi que Thais apertou os lençóis e vez alguma careta que não pude ver direito continuei lentamente enfiando quando já havia entrado a metade Thais disse:

—Não vai entrar tudo, não cabe mais!!! Falou meio ofegante.

—Calma recém está na metade pode ter certeza que esse seu lindo cuzinho consegue engolir tudo!!!

Continuei enfiando até que entrou tudo deixei um tempo quieto ali para que o cuzinho de Thais se acostumasse com minha pica, seu cuzinho era bem apertado e eu sentia contrações em volta do meu pênis e sensação eram maravilhosa tive trabalho segurar o gozo. Depois de um tempo comecei a bombar lentamente e o ritmo foi aumento e ela só soltava uma gemidos meio que com uns gritinhos juntos. Eu já estava dando estocadas rápidas agüentei o máximo que pude e acabei ejaculando, mas dei uma ejaculada tão grande que chegou a doer meu saco mal conseguia ficar de pé então percebi novamente o corpo de Thais estremecer passei minha mãe em sua buceta que estava ensopada com certeza ela havia gozado de novo. Eu havia soltado tanta porra que quando retirei meu pau de dentro do cu de Thais minha porra começou a sair de monte escorrendo para sua buceta e depois pelas pernas nós dois caímos exaustos na cama ficamos uns 10 min nos recuperando daquela foda mas não podíamos nos demorar muito pois estava quase na hora da minha irmã voltar. Após um breve descanso levantamos e cada um foi para um banheiro tomar banho voltamos e começamos a limpar o quarto trocar lençóis e tudo mais porque estava tudo cheirando a sexo enquanto arrumavas Thais me dava umas olhadas com ar de raiva como sempre e eu dava um belo sorriso para demonstrar minha grande satisfação e isso pelo jeito isso a irritava ainda mais até que falei:

—Está com com essa cara porque Thais não gostou? Porque acredito que tenha gostado pois gemeu feito uma cadela no cio!!! Quando falei isso ela estava com os lençóis na mão imediatamente ela tocou eles no chão e foi andando irritada para a porta aberta do quarto ai eu comecei a falar e ela parou para ouvir o que ia dizer:

—Calma Thais não precisa ficar brava prometo que na próxima vez vou ser mais delicado mas não sei se vou conseguir apagar todo fogo desse seu rabo a pesar de que se treinarmos todo dia eu consiga!!! Falei sorrindo para irritar mais ainda e deu certo ela ficou vermelha de raiva saiu bufando do quarto e foi em direção a sala. Bom terminei de arrumar tudo já eram umas 11:30 então foi para cozinha preparar a comida, a cozinha não tem separação da sala a não por tipo um balcão mas se encaixava muito bem com a sala ela foi projeta bem assim mesmo para dar um toque especial então eu podia ver claramente Thais sentada de costas para mim assistindo TV e pelo jeito ainda estava puta da vida pelo o que eu havia dito.

Logo chegou minha irmã e já foi com conversar com Thais que surpreendeu conversava com Nathalia com tanta naturalidade que jamais alguém diria que ela tinha acaba de transar a amanhã toda. Quando terminei de preparar o almoço chamei as duas após se servirem e sentarem a mesa Nathalia já venho toda feliz e entusiasmada dizendo:

—É hoje que o todas as meninas vem vai ser muito legal essas férias!!!

Só por esse inicio devo admitir que ter que cuidar dessas 9 garotas realmente estava prometendo ser umas férias bem mais divertidas do que eu esperava.

Bom pessoal espero que tenham gostado sei que novamente ficou meio extenso mais foi difícil reduzir texto sem comprometer a qualidade esperam que curtam e continuem acompanhando os relatos...

A Parte III vocês poderão encontrar aqui http://www.texton.com.br/contos-eroticos/7631/#!/cuidando-das-amiguinhas-da-minha-irma-parte-iii

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
21/04/2018 12:07:36
Delícia de conto Vc tiro fotos Carlospallartamarin@hotmail.com Obrigado
25/02/2017 12:52:45
Belo conto
24/10/2014 22:46:32
10 sem palavras
02/03/2014 02:41:45
Continua!!!
02/03/2014 02:40:42
Hdhshs
AFL
02/03/2014 01:25:10
Estou gostando, está de parabéns
01/03/2014 15:29:12
bom, n esta extenso não continua.
28/02/2014 21:16:43
digo a mesma coisa cara,continue com o conto o + rapido possivel certo.
28/02/2014 18:45:23
Belo conto espero a continuação logo 10