Casa dos Contos Eróticos

O Cravo e o Espinho - Cap 23

Um conto erótico de Miltex
Categoria: Homossexual
Data: 10/01/2014 17:05:23
Nota 10.00

Querido Diário, Quando as coisas dão tudo errado e as portas forem se fechando e tudo parecer perdido... Ainda não devemos desistir. Aprendi que mesmo quando tudo parece perdido, ainda temos chance só basta ter fé e nunca desistir do que se quer... Para conseguir as coisas e realizar nossos sonhos, só conseguiremos se sonhamos, sempre com pensamentos positivos e o principal sempre acreditamos em nós mesmos.

-Tá tudo bem meninos ouvir o barulho e o grito alguém se machucou???? Posso entrar???

Era a dona da pensão batendo na porta e eu e Bernardo nos olhamos...

-E agora o que a gente faz??? Perguntei nervoso. Estamos pelados Beh!!!

-Está tudo bem ai???

-É só um momento Dona Rubecy... Gritou Bernardo tenso.

-E agora o que vamos dizer?? Eu estava tenso.

-Veste sua roupa ai...

-Bernardo o que vamos dizer??

-Deixa comigo... Ele falou isso colocando a calça.

Eu me vestir rapidamente e ainda coloquei uma camiseta...

-Meninos???

Bernardo abriu a porta...

-O que aconteceu aqui??? Que barulho foi aquele??? Ela entrou no quarto.

-É que a cama quebrou e eu fui parar no chão... Eu falei timidamente... Por isso dei o grito (risos).

-Quase me deixa surdo (risos).

-Mais o que você estava fazendo que fez a cama quebrar menino??

-Eu.. Eu.. Olhando pra Bernardo sem saber o que dizer.

-Ele é sonambulo Dona, e ele as vezes se descontrola e da umas loucura nele, ele é meio retardado sabe...

-Bernardo eu não sou retardado... Bufei com essa.

-Ah eu... Ela ficou sem graça.

-Eu vou mandar arrumar isso bem cedo, e enquanto isso vocês podem colocar o colchão no chão e dormir até amanhã??? Se importam??

-Não de maneira alguma, a gente já tinha pensado em fazer isso mesmo...

-Vocês dois estão suados...

Nossos olhares se cruzavam sempre num momento como esse.

-É que o ventilador queimou... Falei o que veio primeiro na cabeça...

Ela se aproximou do interruptor e ligou e o ventilador funcionou e minha cara ficou no chão...

-Menino o ventilador está funcionando...

Eu dei um riso sem graça...

-Ah vai ver ele deve ter se concertado sozinho... Danado (risos).

-Sorte nossa esse ventilador voltar a funcionar... (rindo).

-Eu mando arrumar a cama pela manhã... Boa Noite meninos...

-Boa Noite Dona Rubecy... Ela fechou a porta.

-Será que ela acreditou??

-Você não poderia ter inventado uma desculpa melhor não Beh??? Retardado eu??? Francamente...

Ele deu uma gargalhada e aquilo me deixou zangado.

-Ai amor, foi o que eu pensei primeiro me desculpa... Ele veio logo me amansar, alisando minha cintura e dando beijos no meu pescoço... Amor, foi apenas pra ela não perceber, vai ver amanhã ela já esqueceu...

-É eu acho bom mesmo...

-E essa desculpa do ventilador foi a boa né???

Eu joguei uma almofada na cara dele.

-Ai mor não enche, vamos dormir?

-E a gente não vai terminar, a gente nem gozou ainda.

Eu me enrolei no lençol...

-Agora eu não tenho mais clima, vamos dormir é o melhor...

-Ficou chateado comigo??

Ele me olhou com aquela carinha fofa e eu me levantei e o beijei...

-E quem disse que eu consigo ficar chateado com você seu bobo...

Ele me abraçou.

-A que bom...

-Vamos dormir agarradinho?

-Vamos, eu amo dormir assim agarradinho com você...

-Então vem seu safadinho...

Ele deitou no colchão comigo e me abraçou e ficamos bem juntinho... E Dormimos parecendo duas crianças.

No dia seguinte a Dona da pensão mandou arrumar a cama, e eu fui com o Beh procurar emprego. Depois de andar muito e não achar nada, a gente viu um anuncio de uma loja anunciando que estava a procura de funcionários... Lá se vendiam sapatos e resolvemos entrar...

-Pois não... O que desejam...

Assim que eu vi o rapaz eu sussurrei baixinho com o Bernardo.

-Vamos embora não gostei dessa loja..

-Calma Sam, acabamos de chegar... È que eu vi o anuncio da procura de funcionários e gostaria de me candidatar...

Ele olhou Bernardo dos pés a cabeça...

-Assim claro, pode vim comigo, eu mesmo entrevisto os candidatos... Pode vim comigo.

Eu já estava indo quando ele me abordou...

-Você não, apenas ele...

-Me espera aqui.. .Te amo viu??

-Também te amo...

Aquele cara pelo jeito era gay e ainda era bonito, eu não gostei nada do jeito que ele olhou pro Beh, tinha que saber controlar os meus ciumes...Depois de uns 20 minutos o Bernardo surgiu com a cara mais feliz do mundo...

-E ai?

-O emprego é meu... O Hermano foi muito legal comigo...

-Mais como conseguiu o emprego tão rápido??

-Eu acho que ele gostou de mim, ele disse que eu sou o perfil que ele procurava...

-Me abraça, estou tão feliz...

O Hermano passou por nós dando um sorriso. E eu sentia raiva só de ver esse cara, parecia falso, superficial sei lá...

-Pode começar amanhã.

-Eu estarei aqui no horário combinado...

Saímos e eu continuava desconfiado...

1 SEMANA SE PASSA e Bernardo já tinha começado a trabalhar na tal loja que ficava a duas quadras da pensão, ele vendia muito, gritava e era muito atencioso com os clientes e a dono que se chamava Hermano tinha uma atenção com o Bernardo que aquilo me enlouquecia, sentia ciumes da forma que ele tratava o Beh mais fiquei quieto, afinal ele estava pagando muito bem. E o tal dono deu folga no aniversário do Bernardo.

Ele amanheceu deitado apenas de cueca, era um tesão velo assim dormindo espalhado na cama, como Bernardo era lindo e era só meu... Me aproximei da cama com uma bandeja com bolo, flutas suco e comecei a morder sua orelha de leve e em seguida dando um beijo no seu pescoço, ele começou se remexer com um sorriso.

-Adoro quando você me acorda assim... (sorrindo).

-Dá só uma olhada amor no que eu preparei pra você... (sorrindo).

Ele abriu os olhos e eu gritei...

-Surpresa!!!!! Feliz Aniversário!!!

-Amor não precisava você preparar tudo isso pra mim... Olha só isso (risos). Ah eu não sei como viveria sem você...

Eu me aproximei dando um beijo...

-Parabéns amor, felicidades que Você viva por muitos e muitos anos... Agora você é maior de idade, meu lindo... Que eu amo muito...

-Obrigado amor que surpresa maravilhosa, apesar das dificuldades eu estou sendo tão feliz morando com você, eu sei que essa pensão não é o melhor lugar do mundo mais essa semana que passamos aqui está dando tudo certo...

-E vai dá mais ainda, a minha avó Gema sempre me dizia que: Depois da tempestade vem o sol, e isso que está acontecendo com a gente, o sol voltou a brilhar (risos)...

-É e eu espero que nunca pare de brilhar...

-E não vai pode ter certeza...

-Bom eu estava pensando se a gente fosse ao cinema, passear juntos o que acha?

Ele deu uma mordida na maçã, e se deliciou com uma fatia de bolo.

-humm... Deixando o copo na bandeja... Ótima ideia, espera eu me arrumar e agente vai passear, agora não estamos mais tão lascados como antes (risos).

-É verdade, graças a Deus... (risos)

Depois de se arrumar e ficar lindo como ele sempre ficava, saímos da pensão e pegamos um ônibus e fomos para o Shopping que ficava mais próximo, compramos um sacão de pipocas e nos divertimos a berça assistindo "Até que a Sorte nos Separe 2" Depois do fim da seção, passeamos muito pelo shopping e compramos algumas roupas, já que tínhamos poucas e quando já estávamos cansados resolvemos ir pra casa, e na parada do shopping tinha uma banca de revistas e jornais...

-Tem certeza que já quer ir pra casa Beh???

-Tenho sim, eu sei que hoje é meu niver e tal, mais cansei mor... E ainda estamos cheios de sacolas...

-Tem razão é melhor a gente comemorar em casa... Na cama... Falei isso com um sorriso malicioso.

-Nossa você falando assim, já quero chegar em casa (risos).

Uma mulher nos deu uma olhada quando eu falei isso e eu e Bernado demos risadas da situação.

Eu me aproximei da banca...

-Olha Beh essa revista vem com tatuagem (risos).

-Eu era louco pra fazer uma tatuagem, só que meu... meu

-Seu pai nunca permitiu né?

Ele ficou triste...

-Desculpa falar nele.

-Não foi sua culpa, ele teve o que plantou... Pena ter acontecido tudo isso.

-Mais agora eu vou comprar essa revista e você vai realizar um sonho antigo (risos).

-Ouu que sonho (risos).

-Quando custa senhor???

-3 reais...

-Eu vou levar essa...

Ele colocou na sacola e eu comecei olhar a banca e um detalhe no jornal me chamou atenção...

-Não pode ser...

Quando eu vejo o jornal eu fico chocado com o que vejo... A minha foto e a de Bernardo estampada no jornal com a seguinte noticia.

-FATALIDADE: Dois adolescentes são levados por correntezas em um rio no interior. A policia acredita que os dois jovens caíram na cachoeira e as correntezas levaram os dois que provavelmente estão mortos, foram encontrados bolsas e até um violão as margens do rio. Os dois estariam fugindo dos pais por que assumiram uma relação homo afetiva.

O jornal caiu das minhas mãos e eu fiquei pálido.

-Sam??? Sam??? O que houve?

-Eu não me sinto bem...

-O que aconteceu mor???

Ele olhou pro jornal no chão e pegou e assim que leu se surpreendeu também...

Ele colocou as mãos na boca pasmo.

-Meu Deus!!!!

-Eu nem consigo imaginar como minha avó está... Meu Deus do céu (colocando as mãos na cabeça) Ela deve está arrasada com essa notícia, o Drick, o Felipe e até o meu pai...

-E agora o que a gente faz amor???

-Eu não faço a miníma ideia Bernardo...

Ele se virou de costas andando em círculos...

-Já sei, você vai ligar pra fazenda avisando que estamos bem e assim todo mundo ficará aliviado...

-Ótima ideia, assim que chegamos na pensão a gente liga...

Depois de alguns minutos... Eu peço o telefone da pensão e ligo pra fazenda...

-Está chamando???

-Está sim Beh...

-Alô quem fala???

Eu fiquei nervoso...

-É o meu pai o que eu digo???

-Alô tem alguém ai... Sam é você meu filho, pelo amor de Deus se for você fale comigo...

A VOZ dele era de desespero e eu fiquei gelado...

CONTINUA.

Ainda termos grandes surpresas e semana que vem o conto termina... Ontem não deu pra mim postar, mais espero que gostem desse capítulo.

Deixo um beijo e um forte abraço pra minha amiga Adriana Alves que acompanha o conto apenas como leitora, eu te adoro demais amiga...

E BEIJOS PRA VOCÊ TAMBÉM QUE LÊ O ROMANCE... AMO TODOS VOCÊS!!!!

ATÉ AMANHÃ PESSOAL.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
16/03/2016 16:31:57
Amando.
14/01/2014 20:46:16
Hummmm <3 Dezzzzzzzzzzmantelado kkkk 10 pra ti nego, ficou lindo demais ! Anaconda é meu sonho de consumo !
11/01/2014 19:40:18
Caraaaaaaa tô amandoooo seus contos...continua logooooo...super fofa, linda, meiga e perfeita a sua historia...parabens...nota ⌒.⌒
11/01/2014 17:04:47
Cada vez mais tenso, sua história está muito boa!
11/01/2014 04:40:18
10
11/01/2014 02:20:54
que contoooo é esse pelo amor de deus...parabéns viu adorei li todos hoje e ja to viciado esperando o proximo rsrs :D mais fã seguidor garantidoo \o/
11/01/2014 01:21:52
Nossa q nervoso sera q ele vai responder
10/01/2014 23:49:37
Lindo, e continuo torcendo muito pelos dois, e acho que seu pai merece o perdão.
10/01/2014 21:40:08
muito bom
10/01/2014 21:21:23
Ain para de me fazer amar essa historia autor ou autora! amoooooooo
10/01/2014 21:09:40
PERFEITO!!
10/01/2014 20:24:47
Nossa emocionante d+++
10/01/2014 20:24:28
Emocionante demais.
10/01/2014 20:20:03
mtu bom
10/01/2014 19:13:47
Nossa espero que eles sabam que o Bernardo e o Sam estão vivos e que aceite a relacao deles.Que ele possão ir a fazenda e ter muitos filhod.kkkkk muito bom continua.
10/01/2014 19:01:16
maravilhoso....
10/01/2014 18:52:34
Ai q horror Bromi kkkkkkkkk mas ce pode ter razao
10/01/2014 18:41:17
Emoções a flor da pele ! Nossa que demais o conto está !
10/01/2014 18:10:52
Myito bom continua assim ta otimo, dó q acaba semana q vem mas quem vc n faz uma 2° temporada né? Bjssss
10/01/2014 17:41:18
Vou sentir saudades desse conto, é o único que estou acompanhando no momento... Emoções a flor da pele. Não sei não mais eu acho que o Bernardo comeu o dono da loja kkkkkkk