Casa dos Contos Eróticos

minha esposa é a puta do meu tio IV

Autor: corno do tio
Categoria: Heterossexual
Data: 13/11/2012 12:11:47
Nota 9.15
Ler comentários (10) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Vou dar continuidade ao meu relato,tenho muitas e muitas coisas ainda para serem contadas.

Naquele dia passei uma boa parte da manhã e da tarde,vendo meu tio fodendo Magda,minha esposa grávida de seis meses,eu estava num local de visão privilegiada da sala,e podia ver e escutar tudo perfeitamente,sem que minha esposa soubesse que eu estava ali,eu já tinha gozado algumas vezes vendo tudo aquilo,era excitante demais ver minha mulher se entregando daquela maneira,se deixando usar,gemendo e chorando de dor naquele cacete descomunal do meu tio,mas querendo-o de uma maneira incrivel,e tambem vendo a forma máscula e potente com que ele a possuia,impondo todo seu vigor no corpo de femea de minha esposa grávida...passei horas excitadíssimo,e mesmo quando eu gozava o tesão não chegava a arrefecer,pois via diante dos meus olhos meu tio enfiando em minha mulher aquele cacete gigantesco que fazia o corpo dela trepidar de prazer da cabeça aos pés....vi Magda tendo inúmeros orgasmos durante esse tempo,enquanto meu tio ejaculava quantidades fartas de sua porra reprodutora,na garganta,no útero e nas entranhas do ânus dela....

Agora eu ainda tremia de excitação,Magda estava saindo da casa do meu tio e dirigindo-se à nossa,obedeceu totalmente tudo o que seu macho determinara,não se limpou,nem se lavou,e nem arrumou seus cabelos em desalinho,cobriu seu corpo com um vestido leve,sem nada por baixo,beijou-o apaixonadamente na boca, murmurou pra ele não deixa-la sem sexo durante muitas horas,e sorrindo lindamente apontou para o cacetão do meu tio e disse que aquele era o maior desejo que ela sentia durante sua gravidez,meu tio acariciou-a e disse que ela era a cadelinha dele,e que durante a gravidez ela teria todo o sexo que quisesse e suportasse porque ele estava querendo-a a toda hora e a todo instante....

Ela saiu,aguardei um pouco e saí de onde estava,meu tio ainda estava nu com aquele cacetão enorme,e admirado notei que ainda tinha alguma ereção,incrivel como um homem da idade dele podia ter tanta virilidade assim,ele notou que eu estava meio constrangido,afinal ele havia acabado de foder minha mulher,durante horas,diante dos meu olhos, de todas as formas que bem quiz,sem refrear nada,e agora ele já sabia que eu havia gostado de lambe-la e chupa-la depois que ele havia se esgotado todo,em gozos e mais gozos dentro dela....mas ele não quiz me deixar constrangido,e logo disse que eu era o sobrinho querido dele,que agora eu já havia visto tudo,que a gravidez de uma mulher deixa-o completamente doido,e Magda atende-o completamente em todas as suas taras,mas se eu achasse que não daria mais pra ele e minha mulher continuarem com aquilo,ele teria uma enorme dificuldade em parar com tudo,mas se esse fosse meu desejo ele daria um jeito e não fariam mais nada....como eu diria pra ele parar com tudo?se eu só de ficar vendo gozei algumas vezes e fiquei com meu cacete duríssimo o tempo todo?e se eu não via a hora de sair da casa dele pra ir direto à nossa pra saber se ela estava mesmo obedecendo-o totalmente e pra eu poder lambe-la todinha gozada como estava...minha vontade era dizer à ele que fosse naquele mesmo instante,lá em minha casa,e na nossa cama de casal continuasse a fode-la até os dois se esgotarem e se saciarem completamente...mas me contive...só disse à ele que eu não queria interferir,que tudo continuasse acontecendo,só,novamente pleiteeie que gostaria de continuar vendo bem de perto sem ela saber...ele satisfeito com minha resposta,disse que eu não me arrependeria nunca disso,e que eu não ficasse enciumado,pois ele jamais tentaria qualquer outra coisa com ela que não fosse puramente sexo... e ele sabendo que eu queria chegar logo na minha casa,me disse pra ir que com certeza Magda estaria me esperando da forma que ele mandou que ela fizesse,sem se limpar ou se lavar e bem cheiinha,e quando eu saia ele ainda disse pra eu cuidar bem dela porque queria te-la bem recuperada no outro dia....

cheguei em casa,pé ante pé entrei na sala,vi que ela não estava,ansioso me direcionei ao nosso quarto,a janela fechada estava todo escuro,na penumbra,excitado,vi que ela estava exatamente como meu tio mandou,deitada e coberta por um lençol,ainda estava claro lá fora,me aproximei da cama,ela não falou nada mas vi que me olhava,sem tirar meus olhos dos dela fui me despindo,notei ela com receio,afinal ela nem imaginava que eu sabia de tudo,e com certeza hoje ela estava bem mais detonada e cheia de porra que no dia anterior,e para tranquiliza-la mantive um dialogo com ela:

Eu:"voce está linda....essa barriga saliente....tá daquele jeito maravilhoso de ontem?"

Ela: "voce é quem vai dizer....me sinto ainda bem melhor do que ontem.."

Eu: "em que sentido se acha melhor que ontem?

Ela:"em todos..tou mais feliz....mais plena...mais mulher....mais realizada..te amando muito"

Eu:"isso tudo tá se refletindo aí, entre tuas coxas?"

Ela:"sim...principalmente aqui,entre minhas coxas..."

numa ansiedade enorme,mas com muita calma,fui retirando o lençol que a cobria,como um viciado em cartas,ia filando,curtia cada centimetro de sua nudez que ia aparecendo,me detive ao ver que em suas ancas,um pouco abaixo da linha de cintura,haviam pequenas manchas arroxeadas ocasionadas pelas mãos fortes do seu macho,que o tempo todo em que a submeteu de quatro,por ali chamava-a mais forte de encontro à sua verga gigantesca e poderosa,isso me excitou ainda mais,continuei descobrondo seu corpo,minha ansiedade aumentou muito,estava chegando na buceta,antes já tinha encontrado mais marcas arroxeadas e muita porra que ainda brilhava entre suas coxas,meu coração acelerou quando apareceu a buceta,tava enorme,de cor avermelhada,inchada e dilatada,e o mais enlouquecedor,muita porra entre seus entumescidos labios vaginais,no lençol duas poças dessa porra,uma que lhe escorria pela buceta e a outra pelo cu,e isso me alucinou,comparei com o tanto de porra que eu ejaculo e sei que precisaria foder dezenas de vezes pra chegar àquilo que seu macho fez em apenas duas ejaculaçãoes,foram tres,uma na buceta,uma no cu e outra que não estava ali pois foi injetada diretamente na garganta de minha esposa que urrou de prazer ao recebe-la...aquela visão era demais pra mim,queria continuar curtindo aos poucos,mas não aguentei mais,

a buceta enorme dela e aquela porra toda,atraiam fortemente minha boca para lá,fui aproximando minha boca de sua buceta,o cheiro do sexo animal que eu presenciara,exalava forte,e me inebriavam,e embriagado de prazer mergulhei minha lingua ali,que loucura aquele sabor de buceta bem fodida por um macho,a porra dentro de sua buceta estava mais diluída do que aquela que saia de seu cu,devido estar bem regada com os gozos que minha mulher expele em abundancia, aquele sabor dos gozos deles formavam a solução perfeita de cheiro e sabor,inebriado eu lambia,chupava e engolia ávidamente,meu cacete explodia de dureza,Magda,vendo que eu não notara suas horas de adultério,soltou-se completamente,gemia e se contorcia cada vez mais conforme minha lingua trabalhava arduamente e se aprofundava na sua buceta em busca de mais porra de macho...ela gozou duas vezes quase seguidas,eu achava que não tinha mais nada de gozos naquela buceta,e fui direcionando minha lingua pro cu arrombado dela,ela recolheu e contraiu seu ventre,tentando evitar o toque de minha lingua ali,seu ânus estava aberto e sensivel,e ela outra vez receosa que eu notasse os estragos que seu macho fez ali com aquele mastro enorme,mas eu continuei a lamber as imediações,ela foi relaxando,e quando consegui dar duas lambidas seguidas em seu anel anal que já tinha algumas pregas expostas,ela suspirou profundamente,relaxou mais e minha lingua sedenta foi sorvendo a porra toda que ainda existia ali,e para solta-la de vez eu disse que estava adorando as transformações que a gravidez operara tambem naquela parte deliciosa de seu corpo,e aí quem endoidou foi ela,e começou:

"lambe amor...devagar que tá dolorido....asssimmm amor lambe mais...nosssaaa tá muito sensivel.....que loucura isso que tá fazendo aí.....sente o que aí amor??...parece que acabei de sair de um acasalamento ???meu amor...."

ela arriscou,e eu incentivei ainda mais, dizendo:

"parece sim meu anjo....parece aquelas cadelinhas no cio,que acabou de ser coberta por um cachorrão enorme...que ficou grudado nas entranhas dela durante horas...e arregaçou tudo..."

foi o start que faltava,seu corpo tremeu todo,ela abriu totalmente as pernas pra minha lingua aprofundar-se mais em seu ânus,....e entre soluços de prazer murmurava:

"não fala isso meu amor.....aquele cachorrão naquela cadelinha,..não esqueço nunca....o sofrimento e o prazer dela....loucura...muita loucura....lambe amor...lambe....esse lugar tá dolorido e sensivel....existe muito prazer em algumas dores,sabia???...tua lingua é tão boa ....mozinho.....amado...lammmmbbbeeee,mais.....lambe..tudooooo.."

....e em contrações e contorções foi tendo um orgasmo fantástico....enquanto eu gozava sem tocar no meu pau....

caimos de lado extenuados....mas tinha ainda muita porra por ali que não poderia ser desperdiçada,a após um descanso voltei a lambe-la até acabar com tudo,até as poças de porra do lençol....

antes de adormecermos,dei uma esporrada dentro da buceta dela,e abraçados ela voltou a falar sobre o cachorrão na cadelinha....que iria sonhar com aquilo...

tenho muito ainda pra contar,principalmente dos dois ultimos meses de gravidez,quando meu tio,dizendo ter muita experiencia em ante-parto(teve 5 filhos com a esposa dele) nos convenceu a passar todas as noites na casa dele....antes ele pegava minha esposa em dois periodos,ou manhã,ou tarde,ou nos dois...criou-se assim um terceiro período,a noite,onde as loucuras passaram a ser mais intensas e excitantes...se houver interesse nos comentarios eu continuo...

Comentários

13/02/2016 17:35:09
Bom sei que dificilmente alguém entra em contato coma gente por termos feito um comentário aqui mas vou deixar aqui minha admiração com esse conto delicioso ..é bem assim que adoro ser corno manso e sempre que leio contos desse tipo imagino minha esposa no lugar da personagem do conto ...deixo aqui meu email e skype caso algum amigo queira ver as fotos da minha esposa e comentar seja bem vindo ok e ao autor desse conto maravilhoso meu incentivo para continuar cada dia mais conto e parabéns pela bela esposa e pelo texto que da muito tesão em ler e reler e viajar me imaginando na situação de corno aceitando e incentivando minha esposa a ser amante de alguém assim .... meu email estradaepaisahem@hotmail.com
02/05/2015 13:17:15
muito bom
06/04/2014 17:39:55
Vamos lá!
30/01/2013 23:09:22
muito bom nota 10
20/12/2012 18:26:50
Achei muito excitante. Um tesão.
14/11/2012 19:01:29
Muito gostoso. Vc faz coisas que me excitam e que nunca tive coragem de fazer.....
13/11/2012 23:00:05
Estou adorando sua história. Não demora a contar oresto por favor. Nota 10! Se puder, leia meus contos. Abraços!!!
13/11/2012 14:29:50
louco pra saber mais
13/11/2012 14:29:13
corno e veado vc não quer levar rola no cú também ?pede ao titio que ele dá para vc corno
13/11/2012 13:02:55
continueLincoln

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.