Casa dos Contos Eróticos

MEU PROFESSOR ME ENSINOU A DAR O CUZINHO - (Conto do TETE)

Autor: TETE
Categoria: Homossexual
Data: 16/10/2012 21:42:56
Última revisão: 08/03/2018 19:47:25
Nota 9.83
Assuntos: Homossexual, Gay, CD/
Ler comentários (11) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é Fernando, mas desde criança me chamam carinhosamente de Nandinho e desde a adolescência já notava que era diferente dos meus coleguinhas.

Eu era loirinho, magro, mas tinha uma coisa que se destacava dos outros garotos, uma bunda grande e bem redonda. Os colegas mais safados viviam passando a mão e sempre davam um jeito de me encoxar. Eu fingia que ficava bravo, discutia com eles, mas no fundo sabia que aquelas brincadeiras sacanas me deixavam excitado, pois por diversas vezes meu pênis apesar de pequeno ficava bem duro.

Apesar da curiosidade sexual, até meus 18 anos só tinha tido três experiências.

Uma com um primo do interior que veio nos visitar e logo se mostrou bem tarado. Durante os dias que ficou em casa toda noite vinha pra minha cama se esfregar na minha bundinha. Tinha um pinto pequeno, um pouco maior que o meu, mas nem bem encaixava na portinha do meu cuzinho já gozava deixando minha bundinha toda melecada de porra.

Teve outra experiência com uma prima que fez a mesma coisa que meu primo, veio pra minha cama e ficou pegando no meu pintinho e esfregando a bucetinha em mim, só que aquilo aconteceu para mostrar que realmente não iria gostar de sentir uma garota se esfregando em mim.

O mais gostoso foi quando um mês antes de completar meus 18 anos fui dormir na casa de um colega e quando cheguei lá vi que os pais tinham ido viajar e ficamos sozinhos. Gustavo era o nome desse amigo que logo me chamou pra tomarmos banho juntos. Ele tinha um pinto bonito de um tamanho normal e rapidamente o safado já foi me chamando pra transarmos. Não demorou pra ele me comer a noite inteira.

Praticamente perdi meu cabacinho com ele. O que mais gostei foi o sentir ejaculando porra quente dentro do meu cuzinho. Gozei deliciosamente.

Essa safadeza deliciosa durou só um mês. De uma hora pra outra os pais de Gustavo tiveram que se mudar e perdi o meu machinho...já tinha viciado no pinto dele.

Mas logo aconteceu uma coisa que ia mudar tudo...pra melhor.

Comecei a freqüentar o clube onde éramos sócios pra fazer natação e desenvolver um pouco mais meu corpo que era bem frágil.

Foi então que um dia à tarde depois de nadar bastante fui pro vestiário tomar um banho e me trocar pra ir embora, quando estava no chuveiro entraram 2 carinhas fortes e já vieram me zoando e percebi que eles estavam de safadeza mesmo e vi que ia ser currado por eles. Já tiraram o pau pra fora me agarraram dizendo que ia me enrabar.

Tentei me desvencilhar deles, mas do jeito que ambos eram fortes iriam fazer comigo o que quisessem e logo comecei a chorar e implorar que me deixassem em paz. Lógico que isso não iria adiantar nada pois um deles me deu um tapa no rosto e disse que era pra calar a boca e dar bem gostoso para eles senão iria apanhar muito.

Foi então que adentrou no vestiário um dos professores de natação do clube...um moreno alto e muito forte que logo deu um grito com os dois rapazes e em segundos os colocou pra correrem.

Ele então veio conversar comigo todo preocupado.

-e ai....garoto...vc esta bem? Eles te machucaram?

-não...professor...to legal...agora...só levei um tapa...ainda bem que o Sr. chegou...senão!

-cambada de safados... vc quer ir à delegacia...garoto...eu te acompanho...se quiser!

-acho que não...professor...depois do flagra que o Sr. deu neles...acho que não vão tentar isso...de novo!

-vc que sabe...qual o teu nome garoto?

-Nandinho...e o Sr?

-então...meu nome é Luisão!...se precisar...de mim é só chamar...Nandinho!

-pode deixar...professor Luisão...ainda bem que chegou bem na hr...nossa...passei um medo! RSS. Agora posso terminar de tomar meu banho...tranqüilo!

Liguei o chuveiro e comecei a me ensaboar...e foi então que o professor Luisão continuou a conversa.

-bem...também vou tomar banho...pra ir embora...realmente cheguei na hr de salvar sua pele...alias não foi à pele que salvei em vc Nandinho...foi tua bundinha...eles iam te comer sem dó...vi que os dois estavam com os paus bem duros.

-nossa professor...é verdade...eles disseram que se eu não desse bem gostoso pra eles...ia apanhar bastante...só agora to vendo...o perigo que passei.

-bem Nandinho...só que agora que to percebendo que vc sempre vai ter problemas desse tipo...olhando vc tomando banho...vc tem uma bunda muito bonita...os garotos realmente têm razão de querer te comer

...tua bunda é muito linda...redonda...toda empinada...bundinha de menina...bem gostosa!

-aiii...professor...até o Sr. agora vai ficar me zoando...é? RSS.

Foi então que no chuveiro do lado o professor Luisão tirou a sunga e levei um susto. Apesar de mole ele tinha uma pica enorme e bem grossa com uma cabeçona toda saliente. Ele começou a se ensaboar e logo percebeu que fiquei de boca aberta olhando seu pau dependurado entre suas coxas fortes e sorrindo disse todo safado:

-é...Nandinho...cada um tem uma coisa que chama a atenção dos outros...vc tem uma bundinha de menina...e eu tenho um pau bem grande e grosso...não é fácil achar quem agüenta isso quando fica duro!

Fiquei todo sem jeito e gaguejei tentando encontrar palavras:

-é...é...verdade...professor...nossa...que pauzão...o Sr. tem...nunca tinha visto...um desse tamanho!

Quando ele começou a lavar a pica aquilo começou a crescer e ficar bem duro e todo safado ele disse:

-é...do jeito que ando com tesão...vc vai ver ele bem duro...mas não se preocupe...não vou te agarrar! A não ser que vc queira Nandinho...apesar de que tenho certeza...que vc gosta muito de pau de macho... vc olha pra minha pica...quase babando...dá pra perceber isso no teus olhos!

-eu...eu...eu...bem...eu já fiquei com garotos...com homem assim não...professor...nossa...o Sr. tem um pau de cavalo...não deve ser fácil agüentar isso...é muito grande...demais...que cabeçona...nossa!

-Nandinho...agüenta sim...agüenta tudo...viadinhos adoraram...o dia que quiser experimentar...é só me chamar...gosto de bunda de viadinhos assim como a tua...tenho certeza que vai adorar sentir minha pica...inteirinha dentro de vc...vai rebolar gostoso...e quando sentir ela toda...vai querer repetir isso...muitas vezes...vc tá precisando de um macho de pau bem grande...pra gozar gostoso!

-eu...eu...nossa professor...eu nem sei...o que dizer...o Sr. é muito louco...nossa...

-deixa de frescura...vc tá com o pintinho durinho...olhando pra minha pica...louco pra pegar nela...pega um pouquinho...mata teu tesão...pega viadinho...aproveita e pega no pau de um homem de verdade!

Apesar de receoso levei a mão e peguei naquele monstro duro e cabeçudo. Minha mão quase não fechava em volta dele de tão grosso que era. O professor era muito safado pois em segundos senti a mão forte dele apertando minha bunda e em seguida tinha um dedo enterrado no meu cuzinho. Gemi gostoso e ele disse todo sensual:

-humm..Nandinho...que cuzinho gostoso que vc tem...apertadinho...tenho certeza que vou adorar meter minha pica grossa nesse cuzinho guloso...assim...pega gostoso no meu pau...bate uma pra mim...bate!

Eu rebolava todo safado nos dedos do professor e manipulava com tesão aquela pica entre meus dedos e então ele continuou dizendo:

-isso...assim...continua....viadinho...agora...põe na boca...mama na minha pica...chupa...gostoso!

Apesar das minhas brincadeiras sexuais eu ainda não tinha feito sexo oral e todo cheio de dengo disse:

-eu...eu...juro...nunca fiz isso...acho que não sei...professor...juro!

-vc vai aprender rápido...viadinho...enfia na boquinha...viadinho...vc vai saber como fazer...mama!

Rapidamente me abaixei e coloquei aquela cabeçona entre os lábios e quando comecei a chupar escutamos barulhos de pessoas chegando e disfarçamos o que estávamos fazendo e em seguida vestimos as roupas e saímos dali...e então continuamos a conversar:

-que pena...Nandinho...pensei que ia encher tua boquinha de porra...adoro ser chupado e gozar na boca!

-ai...professor...o Sr. é muito doido...ja pensou se pegam a gente no vestiário...Deus me livre!

-verdade...mas...a verdade é que fiquei louco de tesão nessa bunda gostosa que vc tem...quero te comer viadinho...e sei que vc também...tá louco pra sentir minha pica nesse cuzinho...amanhã à tarde...eu vou estar de folga...moro sozinho...vou te dar o endereço...vai la em casa...dar gostoso pra mim!

-aiii...professor...tenho medo...teu pau é muito grande...vai me machucar...eu...eu...

-Nandinho...deixa disso...vc vai adorar...prometo que vou ser bem carinhoso...com vc...vai ser gostoso!

Ele me deu o endereço e foi embora todo sorridente. Quando cheguei em casa me masturbei deliciosamente e gozei como louco. O mais incrível é que em menos de 2 minutos voltei a ficar com o pintinho duro só me lembrando do pau enorme e grosso do professor em minhas mãos e também o calor daquela cabeçona que apesar de ter ficado apenas alguns segundos entre meus lábios, eu lembrava perfeitamente do calor e do gosto daquela pica majestosa.

Apesar do medo que senti de ser machucado por aquele monstro grosso e cabeçudo tive certeza que no outro dia iria visitar o apartamento do professor Luisão.

Quando toquei a campainha na casa do professor no outro dia meu coração parecia que ia sair pela boca de tanta ansiedade que sentia, mas quando ele apareceu pra abrir o portão e mandou que entrasse senti que não tinha mais volta...eu iria ser enrabado por aquele pauzão grosso!

Ele vestia apenas um short de malha todo apertado que mostrava o contorno enorme daquela pica. Logo que entrei ele me ensinou como eu deveria fazer uma ducha higiênica e me lavar por completo. Fiz o que o professor queria e fiquei completamente limpinho e quando sai do banheiro ele me levou para o quarto dele e quando entrei vi que em cima da cama tinha uma calcinha de renda vermelha e então ele disse:

-agora que meu viadinho tá bem limpinho...quero que coloque essa calcinha...quero ver essa bunda deliciosa vestida como uma menina...coloca...!

-aiii...professor...o Sr...é bem maluco mesmo...quer mesmo...que eu coloque a calcinha?

-sim...coloca pra mim...quero te ver vestida com ela...vc vai se transformar em Nandinha...pra mim!

Quando ele me chamou de Nandinha...me arrepiei inteiro...e rapidinho vesti a calcinha...meu corpo parecia que tinha mudado por completo...meu pintinho parecia querer furar aquele tecido fininho e então ele disse todo sensual:

-Como minha Nandinha ficou lindinha de vermelho...teu macho adorou te ver assim...rebola para teu homem...dá uma desfilada...mostra que vc sabe ser uma menina bem safadinha!

Ele tirou a toalha que estava enrolada em seu corpo e aquela pica enorme, grossa e completamente dura se mostrou majestosa e se deitou na cama e então fiz o que ele queria e dei uma volta ao redor da cama.

Então ele me chamou e logo eu estava ajoelhado entre suas coxas chupando aquela pica maravilhosa com muito tesão...parecia incrível mas em poucos minutos eu mamava loucamente naquele pau cabeçudo e ele dizia todo safado:

-isso...assim...Nandinha...chupa gostoso...o pau do teu macho...assim mesmo...engole minha pica... viadinho...assim...engole...tudo...chupa...assim...

Depois de chupar bastante aquele pau enorme...o professor me deitou e bruços e puxando a calcinha de lado começou a beijar minha bunda e quando senti sua língua deslizar no reguinho da minha bunda gemi alto e me contorci por inteiro...era uma delicia sentir sua língua no meu cuzinho...passei a rebolar sem conseguir conter meu tesão e gemia como louco e ele dizia todo sensual:

-isso...Nandinha...minha putinha...assim...rebola na língua do teu macho...assim que eu gosto...mostra que tá gostando...sentir minha língua nesse cuzinho apertadinho...rebola putinha!

Foi então que depois de tirar minha calcinha bem devagarinho o professor colocou um travesseiro debai-xo de meu ventre e pegando um tubo com um liquido geladinho encheu meu cuzinho com ele me deixan-do completamente lubrificado.

Logo ele deslizava sua pica grossa e dura no meu reguinho fazendo com que me acostumasse com ele e continuava com sua voz grossa e sensual me deixando ainda com mais tesão:

-ahh...que bundinha gostosa...que meu viadinho tem...minha pica grossa tá dura demais...só imaginando toda enterrada nesse cuzinho apertadinho...fala pra mim...que vc quer sentir ela dentro de vc...fala Nandinha...diz que quer dar pra mim...fala meu viadinho!

-eu...eu...quero...sim...professor...quero dar pra vc...bem gostoso...eu...quero...sim!

Ele brincava no meu anelzinho colocando a cabeça e dando umas enfiadas de leve...eu já estava tomado de tesão e até levantava a bundinha querendo sentir um pouco mais...e foi então que o professor encaixou aquela cabeçona na entradinha do meu cuzinho e começou a me penetrar firme. Gritei alto...senti-me rasgado ao meio...mas ele foi enfiando tudo até o fim...eu gritava e tentava escapar...mas ele segurava firme e só parou quanto senti seu saco enorme colado em minhas coxas...ele estava inteirinho dentro de mim e então ele disse todo tesudo:

-isso...pode gritar...viadinho...eu sei que tá doendo...mas já vai passar...teu macho tá inteirinho dentro do teu cuzinho...que cuzinho apertado...delicioso...pra virar menina tem que agüentar teu macho...assim ...fica quietinho...ja já vc vai rebolar na minha pica...vai dar gostoso...do jeito que vc quer...assim...putinha!

Depois de me sentir completamente preenchido por aquele monstro...empalado sem dó...o calor daquela pica grossa dentro de mim começou a me fazer sentir um prazer indescritível e timidamente comecei a rebolar debaixo do meu professor e ele então continuou dizendo todo sensual:

-isso...assim Nandinha...seja uma putinha gostosa pro teu macho...dá gostoso...rebola gostoso...teu macho vai te comer do jeito que vc vai adorar...hj vc vai se transformar numa putinha bem vadia...rebola!

Parecia incrível mas eu já não sentia mais dor...só prazer...e passei a rebolar sem parar e o professor Luisão enfiava e tirava aquela pica grossa de dentro de mim com força...a penetração era profunda!

O prazer de sentir aquela pica entrando e saindo de dentro de mim era quase indescritível. O professor era um mestre em comer cuzinho...enrabava-me deliciosamente e quando senti o primeiro jato de porra fervente no meu cuzinho dei um gemido alto e em seguida gozei junto com ele...Ele gozou copiosamente urrando de prazer...meu cuzinho foi inundado de tanta porra.

O professor ficou engatado na minha bundinha durante alguns minutos, todo meu corpo se arrepiava inteiramente sentindo aquele macho dentro de mim. Quando sua pica deu uma amolecida e escapou do meu cuzinho...senti-me vazio...a sensação de estar totalmente preenchido desapareceu lentamente.

Levantei-me da cama totalmente zonzo...pelas minhas coxas escorria porra do meu macho e quando olhei pro meu professor sorrindo sentado na beira da cama, olhando entre suas pernas não dava pra acreditar que aquilo tudo tinha entrado dentro do meu cuzinho.

Fomos tomar um banho e logo voltamos pra cama e apesar do meu cuzinho todo ardido o professor logo estava me enrabando de novo...com força...só que dessa vez antes de gozar tirou de dentro de mim e gozou na minha boca. Pela primeira vez tomei leitinho quente do meu macho e adorei.

Durante uns dois anos o professor me comia pelo menos duas vezes por semana...viciei naquela pica enorme e grossa e ele adorou meu cuzinho. Ele tinha seus fetiches e eu adorava satisfazê-lo. Ele sempre me fazia vestir roupas de garota, principalmente vestidinhos curtos e mini-saias com calcinhas fio dental. Essas fantasias o deixavam louco de tesão e ficava mais tarado ainda e metia em mim ardentemente.

Outros contos do TETE acessem meu perfil: http://www.casadoscontos.com.br/perfil/150463

Se quiserem entrar em contato:

skype: tete-cp1

ddddddddeivx

Comentários

20/05/2015 14:34:23
Maravilhoso ....
15/01/2013 22:57:37
Pois é
23/12/2012 14:17:42
Gostoso
31/10/2012 13:38:54
Nossa, Nandinho, que maravilha. Voce é a putinha que eu pedi a deus. Adoraria fuder com voce a noite toda.
31/10/2012 13:35:55
Nossa, Nandinho, voce é maravilhosa. Uma putinha muito safada e levadinha.Adoraria fuder o teu cuzinho. Anota só pode ser Dez.
18/10/2012 01:39:53
Nota 10 amei seu conto !
17/10/2012 03:17:48
mtu bom
DCG
17/10/2012 01:08:15
massa
17/10/2012 00:49:18
Muito,muito gostoso e excitante seu conto.ADOREIIIIIIII MUUUUUUUITO.BJSSSSSSSSS
17/10/2012 00:34:50
Adorei!
16/10/2012 22:20:20
Quem dera eu ter um professor assim,muito excitante e erotico. Leiam meu novo conto "O Estranho"

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.