Casa dos Contos Eróticos

A Aposta

Um conto erótico de José
Categoria: Homossexual
Data: 11/10/2012 11:50:24
Nota 9.64

Esta história

aconteceu quando eu

tinha 19 anos. Um dia

estava estudando

ciência com um

amigo de 22

anos, ele era um

pouco atrasado,

tinha parado de

estudar e voltou

depois de 3 anos, no

quarto dele. Duas

horas depois ele

pediu para descansar

e pouco e quando ele

se levando e se

esticou pude

observar que o pinto

dele era enorme,

coisa que eu nunca

tinha visto

pessoalmente, só

em filme de

sacanagem, não me

contive e perguntei

qual era o tamanho

da rola dele, ele se

virou e respondeu

dizendo que tinha 30

cm e a grossura ele

não sabia, e falou

que fosse possível

queira reduzir uns 12

cm, pois às vezes

até as garotas de

programa tinha

medo dele, e que

nunca tinha comido

um cú, nem pagando,

falei que era

brincadeira dele, pois

o meu tinha 15cm e

eu sonhava em

aumentar uns 10 cm,

e que eu já tinha

visto um filme de

homem chamado

Bengala e ele comia o

cú da menina, mas

só botava a cabeça e

mais uma pontinha.

Ele olhou e disse que

era mentira e que

não podia haver um

cú que suportasse

ele e apostava

comigo que era

impossível ele sentir

o prazer de gozar

num rabo, seja de

mulher ou de viado, e

que apostava R$

500,00 comigo. Virei

e dize que ele estava

brincando e ele

confirmou a aposta

comigo, apostamos

e lhe dize que

amanhã ele ia comer

um rabo.

Liguei para

cinco garotas de

programa, mas nenhuma

topou enfrentar este

cacete, passei a

noite pensando como

ia arrumar o dinheiro

da aposta, fui pedir

ao meu irmão ele

negou dizendo que a

bronca era minha e

que seria uma lição

para eu nunca mais

apostar sem

dinheiro. Quase não

dormir só pensando.

No outro dia, meu irmão

passou e me

emprestou o dinheiro

e pediu cuidado. Fui

tomar banho

pensando no dinheiro

que deixei de ganhar do Sílvio e

o que eu teria que pagar.

Não tinha como

pagar, foi ai que o

diabinho falou no

meu ouvido "lavou

está novo", parei e

disse para mim "vou

encarar o cara." Lavei

bem o cú e o reto

com a mangueirinha

do banheiro, depilei a

bunda toda, comprei

vaselina e foi a casa

dele, chegando ele

perguntou pela

garota, respondi sou

eu mesmo, você dize

que queira cú e que

vou dar, quando

chegamos no quarto

eu estava morrendo

de medo, ele

sacanamente

mandou eu tirar a

roupa e desfilar para

lhe dar tesão, fiquei

nu e comecei a me

comportar como

uma garotinha, foi

até ele e tirei a sua

calça com cueca e

tudo, a danada esta

quase dura, passei a

mão e pensei já que

estou no jogo vou

ganhar, sem pensar

comecei a fazer um

boquete, beijei a

cabeça, que cabeção,

e chupei até sentir

toda a sua força,

passei bem vaselina

fiquei de quatro e

mandei ele continuar

a foda, ele encostou

a cabeça, forçou e

não entrou, foi aí que

pedi para enviar um

dedo, depois outro e

depois outro, isto as

lágrimas já saiam

dos olhos, respirei

fundo, pensei nos R$

500,00 e gritei

"mete esta rola se

você é homem", ele

com raiva agarrou

minha cintura e

socou com tudo, dei

um grito e dize só a

cabeça porra, não

teve jeito, passou a

cabeça passa o resto

e ele meteu até a

metade e começou o

vai-vém, comecei a

relaxar e gostar e

não sei por que gritei

fode meu macho,

vamos gozar juntos,

sentir nesta hora a

rola dele aumentar e

ficar mais quente a

cada socada, e neste

momento gozamos

juntos, foi ai que

notei que o porra

tinha metido tudo.

Ele me olhou e disse

que não sabia que eu

era viado, dei um riso

e respondi que não,

estava liso e este

dinheiro ia me ajudar,

apesar de que eu

tinha gostado da

experiência, Sílvio

perguntou se eu

queria mais R$

100,00 por um

boquete completo,

nem pensei cai de

boca até sentir a

porra na boca, engoli

e o limpei todo.

Chegando em casa

foi direto ao banheiro

tomar banho e meu

irmão encontrou

marcas de porra na

minha cueca, e sem

cerimônia dize que

sabia que eu ia dar o

cú e pediu para me

comer, se não iria

contar tudo a papai,

a partir deste dia dei

o cú a ele toda

semana, e quando

estava liso, era Silvio

que me ajudava.

Enfim, virei o melhor

viadinho da cidade.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
26/11/2015 03:41:21
8
22/01/2015 16:25:39
rsrs, legal!
05/12/2013 18:54:47
na brincadeira nasceu um novo viadinho,pois a rola no cu nos leva a querer sempre mais e quando temos um roludo nos enchendo é a gloria--gozo no cu na certa
02/04/2013 13:36:33
10
24/10/2012 11:30:33
Mais como você é safado , gostei muito quente e excitante , incrível você conseguiu aguentar e obrigado por ler meu conto.
17/10/2012 23:22:08
Bom.
13/10/2012 17:53:20
Boooommm! Leia os meus também.
12/10/2012 04:05:01
Conta as histórias com seu irmão.
11/10/2012 14:44:00
Safadinho vc néh!Kk Bom, muito bom , achei interessante seu conto, vc podia continuar... Bjss
11/10/2012 13:28:32
Muito bom seu conto.BJSSSSSSSS
11/10/2012 12:06:27
11/10/2012 12:06:24
Muito bom kara meu msn will.novinho@hotmail.com