Casa dos Contos Eróticos

Comi Yuri e a sua namorada!

Bom, depois que eu perdi a virgindade, eu comecei a fazer mais sexo do que eu esperava. E não, eu não fiquei triste com isso, rsrs. Depois que eu fodi a minha prima, Alice, eu achei que só iria querer mulheres, mas depois da minha experiência com o Yuri, decidi que ser bissexual seria mais prazeroso. Aconselho você a ler meus outros contos antes, mas sinta-se livre para fazer o que quiser.

A próxima festa de aniversário iria demorar duas semanas, e provavelmente, eu ia finalmente comer o cu da Alice nessa festa. Ainda tínhamos 15 anos. Como nós não éramos aquele tipo de primos que viviam juntos, conversando, seria estranho um pedir para ir na casa do outro, então tinha que ser nas festinhas mesmo. Enquanto esse dia não chegava, eu batia algumas punhetas me imaginando com o pau enterrado na bunda dela, me imaginava chupando seus seios, sua buceta e seu cuzinho.

Foi então que, numa Segunda-Feira a noite, Yuri abre uma janela comigo no MSN.

- Cara, você não imagina o que aconteceu

- Diga

- A Vanessa acabou de me contar que está querendo perder a virgindade!

OBS: Vanessa era a namorada do Yuri.

- Aê, finalmente ela resolveu liberar hein kkkkk

Foi aí que Yuri jogou a bomba:

- Ela falou que queria fazer à três, então pediu para eu chamar um amigo...

- E quem você vai chamar?

- Não se faz de sonso, você quer ou não?

Vanessa estudava na nossa escola, porém, em outra turma. Ela tinha nossa idade também. Vanessa era mais baixa que eu, não sei a altura exata. Seu cabelo era loiro, e ficava um pouco abaixo dos ombros. Seios medianos, bunda grande. Não gostava de praia, assim como eu e Yuri, então era branquinha. Seus olhos eram verdes.

- Aquela gostosinha, com todo o respeito, e você? Ainda pergunta? kkkkkkkk

- Pois então, Quarta-Feira depois da escola, na minha casa.

Terça-Feira eu faltei aula, pois o despertador não tocou. Na Quarta-Feira, eu avisei aos meus pais que iria chegar em casa mais tarde. Cheguei um pouco cedo na escola, então fiquei lá na minha sala esperando o povo chegar. Foi então que Vanessa apareceu na porta. Ela veio até minha direção e falou, com uma cara de safada "O Yuri já me contou" "Hehe" "Tá de pé ainda?" "O meu pau?" "Não né, o combinado" "Os dois estão". Ela me olhou, deu um sorrisinho, meio que surpresa, e falou "Pois até lá, então" "Tchau". Quando ia saindo, Yuri apareceu na porta, eles se beijaram.

A aula prosseguiu normalmente, e, durante o intervalo, eu fui falar com o Yuri. "Ela já lhe contou o que é que ela planeja fazer?" "Não" "Se eu comer ela, você vai ficar com raiva?" "Nem, contanto que eu coma antes". O sinal tocou, hora da aula. Durante o final da aula, eu olhei para trás e vi que o Yuri estava bem ansioso para o que viria depois. O sinal tocou, nós saímos. Eu fui junto com ele para a sua casa. Chegando lá, seus pais já tinham saído para trabalhar, e como ele tinha marcado com a Vanessa 1 hora depois, ele resolveu ir tomar um banho. Eu estava assistindo televisão quando a campainha tocou: Era Vanessa.

Ela perguntou se os pais de Yuri já haviam saído, e eu falei que sim. Então, Vanessa começou a tirar a roupa, na minha frente, ficando apenas de calcinha e sutiã. Ela mandou eu ficar só de cueca. Então, quando o fiz, ela foi assistir televisão e me chamou. Nós estávamos sentados no sofá, e Vanessa começou a falar: "Eu já chupei o pau do Yuri, então acho que ele não se importará se eu fizer o mesmo com você "Eu também acho que não". Ela tirou minha cueca, jogou longe, e se ajoelhou na minha frente. Senti inveja de Yuri, Vanessa chupava um pau como ninguém. Ela passava a língua na cabeça, depois a enfiava na boca, pressionando-a com os lábios. Então, lambia todo o pênis e tentava o engolir. Enquanto me fazia um boquete, ela apertava moderadamente minhas bolas. Então ela se levantou e falou "Cadê o Yuri? Que demora".

Vanessa pegou minha mão e me levou até o banheiro. A porta estava aberta. Ela entrou no banheiro, depois entrou no box onde Yuri estava e desligou o chuveiro. Se abaixou, deu uma chupada no pau de Yuri, e perguntou "Se você não sair logo desse banheiro, eu vou dar para o seu amigo, heim". Nesse momento, Yuri virou Vanessa de costas e colocou seu pau atrás dela, pressionando sua bunda "Pois então eu vou comer você aqui, agora". Vanessa se virou novamente para frente, se agarrou em Yuri e ambos se beijaram loucamente. Foi então que Vanessa me mandou entrar no box e se sentar no chão. Ela se voltou para Yuri, que estava em pé, e passou a bater um boquete para ele, com a sua bunda bem na minha cara. Que visão...

"Ok, agora é o seguinte", falou Vanessa, "Yuri, você quer me comer? Então terá que sentar no pau do Lucas". Coitada, achou que isso seria uma tarefa difícil, rsrs. Yuri fingiu estar em dúvida, olhou para mim, e então aceitou. Ele ligou o chuveiro, passou uma água no meu pau, e depois no cu dele, afinal, se ele pedisse para eu mesmo o lubrificar, seria estranho para sua namorada. Então, ele veio de costas para mim, e se sentou. Meu pau entrou sem muitas dificuldades, e ele se sentou completamente em mim. "Rebole", disse Vanessa. Enquanto Yuri começou a rebolar no meu pau, Vanessa ficou meio que de quatro e colocou sua bunda na cara de Yuri. Ele começou a lamber, chupar tudo. Estava claro que ele estava adorando aquela situação. Então, Vanessa tirou a bunda da cara de Yuri e a abaixou um pouco, se esfregando no pau dele.

Yuri começou a gemer de prazer, e então, Vanessa se virou para ele, subiu em cima dele, e guiou o pau de Yuri até sua buceta. Lá estava eu, sentado no chão do banheiro, com meu pau enfiado no cu de Yuri, que por sua vez, estava com o pau enfiado na buceta de Vanessa, que pulava bastante. Quando Vanessa subia um pouco, Yuri ia junto, e quando ela descia, ele descia também, não era só Vanessa que estava cavalgando. Então, Yuri se levantou, encostou Vanessa na parede e começou a foder sua buceta por trás. Vanessa então se virou, e pediu para Yuri erguê-la no ar, e assim foi feito. Yuri fodia a buceta de Vanessa enquanto a segurava no ar, e eu, vendo que o cu dela estava livre, me aproximei.

Quando meu dedo tocou seu cuzinho, Vanessa disse: "Calminha, esse aí é do meu macho, mas pode lamber, para lubrificar logo". Eu estava espantado com a safadeza daquela menina, nunca imaginei que ela fosse daquele jeito. Mas, enfim, caí de boca no seu cu. Quando minha língua cansou, eu comecei a tentar enfiar os dedos. Como Vanessa estava meio que pulando no pau de Yuri, ficou mais fácil enfiar os dedos. Assim que Vanessa desceu, ela disse, para mim "Chupe o pau do meu Yuri e eu te deixo participar". Então, sem demorar, eu enfiei aquele pênis na minha boca. Yuri continuava a gemer, e aí Vanessa me deitou no chão. Ela veio por cima de mim, massageando seus seios, ela estava com muito tesão. Ela então guiou meu pau até sua vagina, e desceu, ficando toda deitada em mim, mas com a bunda meio levantada. Ela abriu suas nádegas, com a mão, e disse "Pode vir Yuri". Ele deu uma rápida lambida, e começou a bombar no cu dela. Aquilo era demais, enquanto eu comia a buceta, Yuri comia o cu, e eu estava com as mão na bunda dele, puxando sempre ele para baixo.

Depois de uns minutos, Yuri falou que ia gozar, eu falei que eu também ia. Todos nós ficamos de pé. Então, pela primeira vez no dia, quem tomou a atitude fui eu. Eu cheguei de costas no Yuri, e senti ele colocar seu pau na minha bunda. Vanessa veio e começou a chupar meu pau. A cabeça do de Yuri já estava dentro de mim. Então, eu comecei a me mexer, não queria que Yuri enfiasse tudo em mim, mas queria lhe dar prazer. Yuri não era gay, ele era como eu, só que até aquele momento, só eu tinha comido ele. Achei justo dar a mesma oportunidade. Com as mão, eu peguei na bunda dele e comecei a puxar para mim. Quando começou a doer, eu parei. Virei a cabeça de lado, e a gente se beijou. Vanessa não viu nada, pois estava empenhada em tirar meu leite. Yuri gozou. Quando eu senti aquele líquido quentinho dentro de mim, eu segurei a cabeça de Vanessa e também gozei.

Então, Yuri chegou na frente de Vanessa e a abraçou, eu cheguei por trás e fiz o mesmo. Enquanto Yuri beijava Vanessa, eu apertava os seios dela. Nós três tomamos banho, um lavando o outro. Vanessa disse que aquela foi a melhor coisa de toda a vida dela, e eu acreditei. Quando desligamos o chuveiro, Vanessa disse que tinha que ir para casa, pois estava ficando tarde e os pais dela iam desconfiar de algo. Ela deu um longo beijo em Yuri e então, outro em mim. Quando ela saiu, eu olhei para o Yuri, nós dois ficamos sérios por um momento, e então, começamos a rir. Eu disse: "Com essa sua namorada, e acho que eu nem preciso de uma, heim?" "Ah, cala a boca, foi só essa vez" "Seeei". Nos abraçamos, com o pau de um encostado no do outro. Descemos a mão, cada um pegando na bunda do outro. Yuri disse: "Bundinha gostosa a sua, heim?" "Ah, cala a boca, foi só essa vez" "Seeei".

Comentários

26/08/2012 01:22:48
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk MORRI DE RIR LOL. MUITO BOM SEU CONTO :b
17/07/2012 14:15:54
Ob
16/07/2012 00:13:21
Uau
30/06/2012 17:47:14
Cara que delícia. tacosta@ig.com.br
22/06/2012 23:43:08
SENSACIONAL
17/06/2012 17:35:24
humm!!
16/06/2012 19:04:39
Dificil acreditar na virgendade da moça mas... no geral merece nota 10!!!
15/06/2012 09:21:29
Muito bom, + é dificil de acreditar que uma mina que é "virgem", da o cu é a buça no mesmo dia, ainda + sendo penetração dupla... Como eu queria arrumar uma Vanessa dessa pra mim...
12/06/2012 22:14:22
haha,só dessa vez por hj, amanhã tem mais rssssssss.
12/06/2012 21:04:54
Adoreiiii
12/06/2012 19:26:27
só essa vez??? seeei.. ahsuhsuahsuah , excitação máxima aqui.. gosto dessas suas histórias , eh demaaaais hehe.. Vou esperar por mais flw xará!? Eh isso ae.. Abraçu !!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.