Casa dos Contos Eróticos

Apaixonado por um pit boy - Parte 13

Um conto erótico de Rafinha
Categoria: Homossexual
Data: 30/03/2012 19:49:51
Nota 9.47

Sabe aquela sensação que às vezes a gente sente?... Aquela uma... Ahhh para você sabe sim... Aquela sensação de que todo mundo está te olhando? Então... Essa aí... Essa sensação...

Pois então... No meu caso não era apenas uma sensação era uma constatação...

Meus pais... O meu “namorado”... E ate a Cocker spaniel da minha mãe... Estavam todos me olhando... Esperando uma resposta...

- então... Tipo... Mãe... Eu estava pensando... – na verdade eu não tive tempo de pensar em nada... – que seria legal eu morar com outros estudantes ali por perto da faculdade...

- O que? Por quê? – minha mãe diz e olha pra mim como se eu estivesse falando grego...

Bruno comia como se não estivesse acontecendo nada

- Tenho que dizer... A comida esta maravilhosa... – Ele dizia e sorria para minha mãe

- Obrigada querido – responde minha mãe porem ainda continua olhando para mim...

- Mãe não me olha assim... Tipo é só uma ideia – tento me explicar e dizer que eu só estava tendo uma ideia...

- Só uma ideia? – Bruno pergunta e para de comer e me encara como se quisesse um pedaço do meu rim... – Achei que a gente já tinha combinado de morar juntos...

- Sim... Claro... Mas... – Tento me corrigir... Meu Deus como é difícil...

- Rafael como assim você decide ir morar fora antes mesmo de consultar eu e seu pai? Você não leva em conta nossa opinião? Achei que nos tomávamos decisões juntas aqui em casa...

Do nada meu pai que estava quieto começa a dar risada... Ufaaaaa... Assim pelo menos as atenções são para outro na mesa...

- Qual a graça Carlos? – pergunta minha mãe com cara de surpresa...

- A graça? Bom é só olha pra cara do Rafael que você vai ver... – Ele para e da mais uma gargalhada...

??? “/ Agora quem não entende nada sou eu...

- Ele parece que vai pra guilhotina... – Continua meu pai – Bom voltando ao assunto eu acho super normal ele querer ter suas próprias experiências...

- Exatamente... O que? Como assim? – Minha mãe fica ainda mais abismada com certeza ela esperava que meu pai também fosse me repreender – Você também ficou louco? Pra ter o que quer que seja ele não precisa morar em outro lugar...

Bom... Meu pai e minha mãe estavam tão ligados nessa conversa que nem notam que o Bruno já esta se servindo pela terceira vez... Hehehe como ele consegue?

- Meu bebe não precisa sair de casa... Não é Rafael? Diz pro seu pai que você não quer mesmo sair de casa...

Mais uma vez todo mundo para esperando uma resposta...

Sinto meu rosto queimar...

Bruno para o garfo no meio do caminho e me encara também...

- Ahhh... Mãe... É que eu realmente... Acho que seria legal... – Pronto eu disse...

Os segundos se passam e ninguém diz nada...

Minha mãe ainda me olha como se eu tivesse dito um absurdo...

Meu Deus e eu ainda nem disse que sou gay... Ela vai ter um treco...

- Bom... Senhora o jantar esta realmente muito bom... – Bruno diz quebrando o silencio...

- Ammm?... Ahhhh sim sim... Obrigada... Come mais querido... Você comeu tão pouquinho... – Diz minha mãe ainda meio sem jeito pra ele...

Claro que ela nem se quer viu o quanto ele comeu...

- Realmente o jantar estava muito bom... Más... Acho que estou satisfeito – Diz meu pai se levantando... – Rafael... Eu e sua mãe vamos conversar sobre sua decisão porem, você precisa nos deixar mais á par da mesma... Como por exemplo, aonde vão morar ok...

- Como assim Carlos? – minha mãe diz baixo como se já imaginasse ter perdido a guerra...

- E eu vou pra minha casa – Bruno se levanta também vai próximo aos meus pais e os cumprimenta e agradece pelo jantar...

Meus pais então se retiram e vão para o escritório do meu pai... Assim como sempre fazem quando tem que conversar alguma coisa séria...

Eu fico responsável por despachar o marmanjo encrenqueiro da minha vida pra casa dele...

- Você e eu temos coisas sérias pra conversar – Eu digo a caminho da porta... Serio sem sorrir

Affffffffffff...

Vocês devem concordar que ele não tinha nada que jogar essa bomba de uma vez pra minha família...

Ele então me puxa pra fora da casa e fecha a porta...

E me empurra de encontro à parede...

- Aiiiii... Calmo ai... Você esta louco? – Pergunto assustado assim que vejo-o com a expressão mais dura que uma rocha... Seus olhos azuis como gelo... Porem quentes e com jeito de quem vai matar... Já era... Adieu ma commande est arrivée...

- Temos ? – Ele pergunta olhando bem fundo nos meus olhos... Ele se aproxima mais de mim... colando meu corpo no meu ...

Nossaaaaaa... Fico sem ar...

Suas mãos precionam meus pulsos na parede e ele aproxima ainda mais seu corpo e seu rosto do meu...

- Temos que conversar mesmo ? – ele pergunta mais uma vez...

Meu pulso acelera... Meu coraçao dispara... Meu sangue esquenta... Fico mudo...

Entao ele encosta seu naris no meu pescoço e sente meu cheiro...

MEEEEEEEEEEEEUUUUUUUUUUUUUUU DEEEEEUUUUUSSSSS QUASE MORRO...

Tento soltar meus pulsos... Mas nada... Nessas horas eu chingo e amaldiçoo todas as academias... Putz... Ele tinha que ser tão forte assim ?

Ele para de cheirar meu pescoço e me encara novamente... Lindo...

- Amos esses olhos verdes – Ele me diz e da um sorrisinho de lado – ainda mais assim quando estão assustados...

FDP...

Nao estou com medo dele... Pelo menos não tanto assim...

Ele então se afasta e sai portão afora...

Fico ali imóvel...

Com meus nervos a flor da pele...

Escuto o carro saído com rapidez da frente de casa...

Vou para o meu quarto... Afinal... Que jantar foi esse... E eu não comi nada...

Jogo-me na cama e tiro minha roupa... Fico só de regata e cueca...

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhh... Que canseira...

Levanto-me e coloco umas musicas da Katy Perry pra rolar... Deixo o som baixo e abro bem a janela do meu quarto e a porta da minha sacada...

Deito e deixo o som limpar minha mente...

Mas a única coisa que eu consigo é pensar ainda mais no meu cachorrão... Na sensação de estar prensado na parede...

Seu corpo musculoso prensando o meu... AHHHHHHHHHHHHHHHHH

Sua respiração quente no meu pescoço...

Obrigado Katy Perry... Me faz pensar ainda mais nele... AFFFFFFFFFFFFF

Percebo que as horas vão passando e o sono vem chegando... Devagar...

A única luz que entra no quarto é o do luar...

A brisa fresca...

HUMMMMMMMMMMM

Aquela sensação leve...

Escurinho...

Soninhosonho lindo... Caracas eu estou nas nuvens... A lua... Linda iluminando tudo...

Sinto algumas coisinhas molhadas virem de encontro com meu rosto... Hehehe que gostoso...

AHHHHHHHHHHHH

Pelo meu pescoço... UIIIIIII que arrepio bom...

O que será isso...

Viro-me e só vejo nuvens...

Epa... Tem gente aqui também... Poxa nem posso sonhar sussa? Tem que vir alguém?

Ué? É o capitão América? Hehehe...

Opa ele esta vindo aqui...

Bom... Ele é legal...

Ele chega bem próximo e para bem pertinho de mim... Seu cheiro é bom...

Então vou cumprimentar ele...

- Oi capi... – ele me interrompe... Com um beijo...

MERDAAAAA Ate o capitão América é gay...

Pelo menos é bonitão...

Então mais um beijo...

- hehehe... Legal o senhor ser... – Ops mais um beijo... – então tá...

Beijo ele também... Interessante... Estou beijando o capitão América... Dá pra crer??? Sonho bestinha...

Opa opa opa... Olha só o capitão América tem mão boba... Pegou no meu bumbum...

- Nossa... – Digo assim que ele aperta com vontade a minha bunda... – Que pegada...

- Rafael?... – uma voz lá no fundo me chama...

- sai... Vai embora voz do além... Estou pegando o capitão América...

- Rafael?... – de novo a voz... SACO

Sinto um chacoalhão...

- ai ai ai... O que?... Que?... – Digo assustado abrindo meus olhos...

Sinto um baque quando caiu da cama...

AIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

Merdeeeeeee... Essa doe...

Sinto uma mao grande me puxando de volta... O Bruno...

- Machucou ?... – ele me pergunta assim que eu me sento na cama novamente...

- O que ? – Digo assustado

- Machucou ?... – ele pergunta de novo ?

- Você esta dormindo ainda? Perguntei se você se machucou? Foi um tombo meio que – ele para e da um sorrisinho tipo de quem esta segurando uma risada... – Feio...

Que graça...

- Como você entrou aqui? – Pergunto olhando pela janela... Meio altinho...

- Afffffffffffffff... Você tem que parar de ler crepúsculo... Não entrei pela janela – Ele revira os olhos e aponta pra porta... – a porta da sua casa estava aberta...

- Ahhhhhhh... – Ótimo mais uma coisa pro histórico legal do meu namorado... Invadir casas... Realmente vai ser um baque pra minha mãe, quando ela souber o curriculum do cara com que eu vou morar...

- então? Que tal você me falar sobre sua relação com o tal “capintão América”... Achei que o único com pintão na sua vida era eu – Ele diz e da um sorrisinho safado pra mim...

- Eu não disse “Capintão”... E... Além do mais quem te deu permissão pra me acordar? – Que cara chato...

Ele então me empurra na cama me fazendo ficar deitado... E vem se deitando em cima de mim se apoiando nos cotovelos...

Seus olhos... Safados...

Ele então aproxima seu rosto do meu...

AHHHHHHHHHHHH sinto meu corpo inteiro tremer...

Fecho meus olhos esperando o beijo... Beijo?

Sem beijo?

Ele então sussurrar com sua voz rouca e baixa no meu ouvido...

- quer terminar seu sonho??? – ele pergunta...

AIIIII caramba...

Depois eu passo meus braços em volta do seu pescoço puxando-o para mais perto de mim...

Ele então me beija... Um beijo quente e urgente... Seu corpo pressionando o meu...

Colo meus dedos na sua nuca entre seus cabelos...

Sua boca deliciosa explorando a minha...

Seu peitoral musculoso apertando-me... Escorrego minhas mãos pelas suas costas...

Ele beija ainda mais forte minha boca e meu pescoço... Sua respiração quente e rápida me queimando a pele...

Ele descola sua boca da minha e se levanta ficando de joelhos na cama... Tira a camiseta...

Vai passar mil anos e eu ainda assim vou ficar chocado com esse corpo perfeito...

Passo minhas mãos pelo seu peitoral poderoso... Seu abdômen esculpido...

Se Michelangelo visse isso... Já era o tal do Davi...

Sento-me e encosto minha boca na pele do seu peitoral... Beijo de leve... Beijo seu mamilo... Seu abdômen... Retiro o que disse mais cedo sobre as academias... Três vivas ás academias por proporcionarem essa maravilha... Subo minha boca pelo seu corpo novamente...

Ele então me empurra novamente na cama e me beija novamente... Com muita vontade...

Seu corpão sobre o meu...

Envolvo seu quadril com minhas pernas... Sinto seu pau duraço embaixo do jeans... O meu também... Explodindo de tesão...

Minha cama fica pequena pra nós dois...

Ele me agarra e continua me beijando com voracidade... Sinto meus lábios ficando inchados por causa dos nossos beijos...

AHHHHHHHHHHHHHHH

Toc toc..

- Rafael? – Meu pai bate na porta...

Bruno pula de cima de mim e cai do lado na minha cama se escondendo...

PUTZZZZ FUDEU...

Meu coração da um pulo de 360º no peito...

Então me levanto correndo e piso com tudo no abdômen do Bruno...

Só escuto um som abafado...

Corro e abro a porta...

- oi pai – Digo com a voz desesperada...

- Oiiii – ele diz e me olha com olhar desconfiado... – escutei um barulho aqui e vim ver se estava tudo ok...

- Ahhhh... Ta sim... Tudo... Ok... – digo gaguejando...

Meu pai assente e sorri...

- Conversei com sua mãe sobre o que você nos disse no jantar...

POWWWW... Barulho de batida perto da cama... Droga...

Tento dar uma tossida...

- Ahhhhhhh legal pai... – digo rezando pra ele não notar ou perguntar sobre o barulho...

- Bom... Ela vai concordar desde que você explique direitinho como vai ser essa mudança... – Meu pai diz e me olha...

- Ta legal pai... Vou explicar... Digo e vou fechando a porta

Ele se afasta um pouco e para no corredor...

- Rafael?... – Ele me chama quando vou fechar a porta...

- fala pai... – Ferrou

- Diga pro sei “amigo”... Que é bom ele acordar lá pelas 6:00 da manha e sair antes da sua mãe acordar... – ele diz baixo e sai corredor a fora de volta pro quarto dele...

Fico congelado na porta...

DROGAAAAAAAAAAAAAA

Volto então para a cama e lá esta o meu pit boy deitadão me esperando... Lindo loiro e gostosão...

Eu... Tenso e mortificado... To ferrado... Certeza que meu pai sabe...

Deito-me do lado do Bruno e ele me abraça...

Apesar de estar desesperado eu sinto que as coisas ficaram bem assim que ele me abraça... Sua força me deixa mais calmo... Mais protegido...

Ele me olha nos olhos e sorri...

- relaxa nerd... – ele diz e beija minha boca...

- Relaxar? – digo bem baixinho...

- minha vontade e de te comer inteirinho sabia? – ele diz e continua me olhando – Tao gostosinho...

- Ahhhhh... Acho que aqui não vai rolar... Meus pais podem ouvir... - digo meio triste pois minha vontade é de deixar ele me comer inteirinho...

- Tô ligado... Porem tem coisas que eu posso fazer que não vai fazer barulho... – Ele diz e me beija com vontade...

HUMMMMMMMMMMMMMMMMMMM

Sei que seria ótimo transar loucamente com esse gatão...

Mas...

Adormeço com ele me beijando... E com a Katy Perry cantando teenage dreams... Valew Katy Perry por fazer essa musica…

Meus sonhos são fodasticos...

Acordo assustado e super nervoso...

- Minha mãe... Bruno acorda... Minha mãe... – digo assustado e olhando pros lados... – Ué cadê ele? ...

Vejo o meu ipad do lado do travesseiro e um recado escrito nele

“... Nem viaja olhando pra janela... Eu sai do mesmo jeito que entrei... Pela porta...”

“... Beijo nessa bunda branca Bella... kkkkk “

Que graça....

Coisas que não se devem fazer piadas:

Bunda branca do namorado, pois afinal não é culpa minha se eu sou branquelo... E poxa... Não tomo sol na bunda...

“/

E sacanagem achar que eu leio compulsivamente crepúsculo... Foram só umas 8 vezes... Ta bom foram 12... Mas eu intercalei com outras coisas como diários do vampiro...

Droga... Hoje tem faculdade...

Levanto-me e vou correndo tomar um banho...

Me arrumo e desço tomar café...

Minha mãe ainda esta na cama... Mas graças a Vani... Nossa empregada... E a melhor fazendeira de café da manha... A mesa esta posta e cheia de coisas...

- bom dia Vani – Digo cumprimentando-a

- Bom dia!!! – ela me abraça – estava com saudades de você... Essa casa fica triste quando você não esta aqui...

- Serio? Achei que o Joe (o Cocker da minha mãe) te faria companhia no meu lugar...

- É verdade... Pensando bem o Joe é bem mais legal que você... Então pode ir embora e deixar ele no seu lugar... – ela diz e da risada...

Vani... Simplesmente uma figura...

Uma buzina então soa na frente de casa...

Levanto-me da mesa e vou ate a janela ver quem é... Meio que já desconfiado de quem seja...

Bingo... É ele...

Encostado do lado do carro com os braços cruzados...

- Bom vou nessa Vani – Digo e pego meu sanduiche e vou saindo de casa...

Chego do lado dele e olho bem nos seus olhos...

Ele então sorri e pega o meu sanduiche da minha mão... Claro...

Morde e sorri...

AFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF

- Bom dia Cinderelo... Bora passear? – Ele pergunta de boca cheia... Do meu sanduiche...

- Passear? Faculdade você quer dizer... – Digo meio receoso com a resposta dele

- Não... Nada de faculdade hoje pra você... – ele diz e sorri pra mim e da mais uma mordida no lanche...

- Mas hoje é o primeiro dia e... – tento dizer, mas ele simplesmente me ignora e me empurra pra dentro do carro dele...

- Nada de estudar hoje... Pensei em bronzear essa sua bundinha em uma piscina hoje... – ele diz fechando a porta e me dando um selinho na boca...

- você esta louco? Tem que parar de beber assim que acorda... Só pode estar chapado achando que vou matar aula...

- e vai “bebêzão da mamãe”... – Ele diz isso se lembrando da minha mãe ter me chamado de bebê... E depois da uma gargalhada...

Droga... Minha mãe fode minha vida...

Ele acelera e liga o radio...

Ate tento argumentar porem ele da risada na minha cara...

Chegamos então na frente da casa dele... A qual eu nunca tinha visto...

ENORME...

Será que tudo referente a ele tem que ser grande?

Desde o “Capintão” ate a casa???

Desço do carro e vou com ele ate a porta da frente da casa...

Ele para e me olha bem fundo nos olhos...

- Rafa... Eu contei pra minha mãe sobre nós... – Ele diz e me encara...

Sinto minhas pernas ficarem moles...

FUCKKKKK....

- O que? – pergunto com a voz quase inaudível... – Você quer me matar?

- Bom... Só pra você saber as coisas foram bem tensas aqui em casa ontem antes de eu ir pra sua casa... – Ele diz e fica bem serio me olhando... – Meu pai...

Ele para de dizer assim que sua mãe abre a porta e nos olha com cara de surpresaFUDEU

Seu olhar queima sobre mim...

Sinto novamente minhas pernas ficarem molesBOM COMO ESSA ESTORIA VAI CONTINUAR? VOCES VAO TER QUE ESPERAR PRA SABER RSRSRSRS

SOGRA...

TARDE DE PISCINA NA CASA DELE...

DEPOIS DA PISCINA NO QUARTO DELE...

HEHEHEHE...

P.S. DESCULPEM PELA DEMORA PRA POSTAR O CONTO... POR FAVOR, NAO FIQUEM COM RAIVA DE MIM RSRSRSRSS É QUE ESTOU SUPER CHEIO DE TAREFAS... FACULDADE E NAMORADO IRRITANTE E GATO HEHEHEHE DA UM TRABALHAO.... KKKK

ADORO TODOS VOCÊS INCLUSIVE JÁ CONSIDERO VARIOS COMO AMIGOS...

BJOS E ATE MAIS...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/05/2016 02:39:50
Alguém sabe o que aconteceu com o rafa? se ele realmente morreu? Rafa se vc estiver lendo isso da uma explicação pra nós fãs pff, to chorando mt
12/07/2014 19:25:57
:D
02/03/2014 09:46:49
Rafa to vidrado vey na moral ta 1.000 a sua história
23/09/2013 14:03:37
10
29/08/2013 10:06:37
Show cara.... 10
06/10/2012 16:33:48
jogo a boma e ainda ia sai de fininho...kkkk
11/09/2012 01:40:35
Sensacional!!!
24/08/2012 23:14:07
Awn que saudade dos seus contos, rs. A última vez que li era começo do ano...
18/08/2012 21:31:07
"estoria" refere-se a narrativas ficticias.
11/08/2012 03:54:06
Muito bom, vc escre muito bem!
27/04/2012 01:27:30
lindo conto!!!
16/04/2012 20:35:02
Realmente, não precisa imaginar o Capitão América como gay, já existe um super-herói da Marvel Comics que é gay assumido, o mutante canadense Northstar. rsrsrs, falou o nerd dos quadrinhos
11/04/2012 21:17:55
Cara seu conto é o melhor conto da web com certeza! Já pensou em escrever um livro? Eu seria o primeiro a comprar... Chega dar um frio na barriga quando vejo que tem conto seu aqui! Rsrsrs continua logoooo!
09/04/2012 21:17:18
Cara serio. Pq vc faz isso? Fica nos torturando comessa demora. Brincadeirinha!! Maravilhoso como sempre
08/04/2012 08:18:01
Simplesmente lindo, acompanho seus contos desde o primeir, aguardando o 14.
07/04/2012 20:40:30
Nossa cara amo seu conto ele é lindo continue logo ve se não demora e é nois com a katy amo ela e esse seu pit bull é tarado e doido mesmo né onde já se viu falta na facul no primeiro dia e ainda fala na cara dura que vcs vão morar junto po seus pais e conta tudo pra mãe dele que corajoso esse pit bull ai em nota po casal e nossa seu conto é foda amo nota
07/04/2012 16:58:11
Você é um nerd fajuto (sem ofensas)!Haha, como você consegue ouvir Katy Perry e ler Crepúsculo?
06/04/2012 17:30:14
Cara, como é que você faz pra sonhar com o Capitão América te dando um amasso? Eu também sou ligado em gibis mas nunca aconteceu isso comigo! rsrsrs...
05/04/2012 04:35:22
rafaaaaa adorei essa continuação =D ficou muito bom bem excitante engraçada bem a sua cara mesmo adivinha minha nota baby=D ? e aff esse louro MEU DEUSSSS! JA DISSE QRO ELE P MIM kkkk dez meu bem
04/04/2012 15:00:07
Continua