Casa dos Contos Eróticos

Apaixonado por um pit boy - Parte 5

Um conto erótico de Rafinha
Categoria: Homossexual
Data: 03/01/2012 21:23:42
Nota 9.55

Lembranças do que rolou na praia...

Ainda bem vivas em minha memória... Seria impossível esquecer na verdade...

Horas depois ainda posso sentir A sensação dele me agarrando e me carregando pra dentro da água... Sua boca Colada a minha... Seu gosto delicioso... Suas mãos Pesadas em mim... Apertando-me... Alisando...

Ele me solta por um momento e tira sua camisa e a joga dentro do mar... (PS: quem a encontrou devolva rsrsrs, pois nunca mais ele achou)...

A água batendo ate sua cintura... E as ondas que vinham mais altas, molham seu peitoral... Sua pele branca, porem dourada devido ao por do sol... Cada músculo rijo... O peito... O abdômen...

Não resisto e o toco mos as mãos... Primeiro os ombros largos, e vou passando pelo seu peitoral e descendo ate a perfeição dos seus músculos do abdômen...

Desço meus dedos pelo cós da sua bermuda... O volume bem palpável e grande fazendo a bermuda ficar pequena... Quando aperto com vontade, sinto toda a sua grossura enchendo minha mão...

Bruno fecha os olhos e solta um gemido gostoso e safado de prazer...

Seu rosto molhado e com a barba por fazer com pelos loiros um pouco mais escuro que seus cabelos... Lindos, molhados e desalinhados...

Com uma das mãos ele segura uma parte da minha camiseta molha e me puxa contra si... O impacto do meu corpo contra o seu chega a ser dolorido... Para mim...

Então envolvo seu pescoço com meus braços... Enquanto suas mãos me agarram pela cintura e quadril... Sua pegada forte, me pressionando contra seu corpo me deixa sem fôlego...

Começo a beijar seu pescoço e orelha... Bruno geme de tesão...

- Ahhhhhhh Rafa... Você é muito gostoso... – ele segura meu rosto com uma das mãos e olha bem fundo em meus olhos – Seus olhos ficam ainda mais lindos no por do sol... Verdes brilhantes... Te amo mulekão...

Volta a me beijar com vontade... Sua boca castigando a minha...

A água dando um sabor diferente ao beijo...

Então ele me solta e me puxa pelo braço, me leva para um lugar um pouco mais longe e com pedras grandes... Ficamos envoltos por pedras... Nas quais as ondas batem e espirram por toda a areia...

Bruno me agarra novamente e me beija mais uma vez... Então ele encosta-me em uma das pedras e tira minha camiseta... Ele passa as mãos fortes e firmes pelo meu corpo também definido e beija meu pescoço... Sua boca parece aço... Firme e ao mesmo tempo macia... Beija meu peito... Meus mamilos...

Vou à loucura... Hora seus lábios, hora seus dentes me mordendo de leve...

Ele volta com sua boca para a minha boca, e coloca as mãos e minha bunda e me pressiona contra seu pau... Duro... Tão duro quanto às pedras que nos cercam... A sensação do corpo forte me pressionando me deixa louco... Seu cheiro (212 da Carolina Herrera) me excitando ainda mais...

Ele se afasta de mim lentamente... Deixando-me encostado á pedra com a respiração ofegante... Vai se afastando de mim, mas sempre me olhando nos olhos... Ele começa a abrir os botões da sua bermuda... A mesma vai ao chão.

A visão é tentadora... Sinto que vou gozar a qualquer momento só de olhar ele despindo a bermuda e agora a cueca branca e meio transparente por estar molhada... Seu pau saindo pelo cós da cueca... Grande e grosso...

Meu corpo inteiro treme de tesão ele deita de costas me uma pedra... Um Deus...

Tiro o restante das minhas roupas também lentamente e vou caminhando em sua direção...

Seu rosto lindo... Seu sorriso de lado, e safado... Seus olhos famintos sobre mim... Seu desejo e tão nítido em seu olhar...

Quando vou me deitando sobre ele, sua respiração fica mais alta, beijo seu peito e vou descendo com a língua pelo seu tanque... Sua pele meio salgada pela água...

Encontro ele duro... Esperando minha boca...

Passo a língua em volta da sua cabeça, seu pau lateja e solta aquele liquido transparente... Vai escorrendo por sua extensão, porem passo novamente a língua, limpando...

Bruno geme mais alto e passa a mão no meu rosto... Deslizando seu polegar pelos meus lábios...

Então volto para seu pau... Coloco a cabeça na boca e começo a chupá-lo, vou descendo minha boca ate aonde consigo...

Seguro firme seu pau pela base com uma das mãos, e com a outra eu aliso suas bolas grandes... Ao mesmo tempo chupo com vontade a sua pica...

- Vai Rafa... Vai... Me chupa gostoso... Ahhhhhhh que tesão- diz bruno e depois da um urro de tesão

A sensação de estar deixando ele completamente louco, me deixa mais excitado... Solto o seu saco e começo a me masturbar enquanto mamo a vara enorme do meu pitbul.

Ficamos assim por um tempo... Meu corpo vibra pelo tesão do momento...

Bruno começa dar urros mais altos... E segura a minha nuca e começa a fuder minha boca...

Seu pau patê varia vezes na minha garganta...

Ate que ele explode dentro de mim... Inundando-me com sua porra...

E tanta porra que não consigo engolir tudo... E escorre pelos cantos da minha boca...

Olho para ele achando que ele esta saciado, porem o que vejo me deixa mais excitado...

Seus olhos azuis parecem estar possuídos, flamejando de tesão...

Bruno me puxa por cima do seu corpo e me beija... Seu beijo é tão Forte e Faminto que minha boca chega a formigar...

Ele vira seu corpo grande sobre mim... E começa a morder meu pescoço e nuca... Desce pelas minhas costas... Suas mãos alisando minha bunda e seus dedos alisando meu cuzinho...

Ele vai descendo seus beijos e mordidas ate minha bunda... O tesão é tão intenso que acho que tenho que me segurar pra não gozar... Sua língua encontra meu cu... Ele enfia sua língua quente e úmida dentro de mim... Me lambendo... Me chupando... E mordendo

-Ahhhhhh... Me come meu pitbul...

Quando digo seu apelido entre meus gemidos, Bruno e tomado por um fogo abrasador... Ele segura meu quadril com muita força e me coloca de joelhos sobre a areia...

- Você mexeu comigo Rafa, agora vai ter que me agüentar... Vou te mostrar a força de um pitbul... Diz bruno com sua voz grossa e sexy

Ele lubrifica o pau com saliva e arremete todo o seu pau dentro de mim... Sinto uma dor imensa... Dor e tesão...

Ele mete sem dó nem piedade... Esfolando-me...

Cada estocada sua vai tão fundo que acho ser capas de rasgar-me...

Suas investidas alucinadas... O barulho alto do seu saco batendo em mim... Os urros sonoros do Bruno... Tudo me deixa ainda mais louco... Continuo me apoiando com firmeza com as duas mãos nas pedras, devido à força do meu pit boy...

- Ahhhh... Que delicia... Vai... Me come... – Digo com palavras entrecortadas pelos gemidos...

- meus dedos se contraem... Dor e Tesão misturam-se...

- Meu pau lateja... E solta vários jatos de porra sobre a pedra...

Meu corpo fica mole e sem forças... No entanto Bruno envolve minha cintura com um braço, segurando meu corpo... Com a outra ele apóia nas pedras e continua a meter com muita força e profundamente...

Ele começa a urrar mais alto e da sua ultima investida funda em mim...

- Uhhhhhhhhhhhhhh... Rafa... Você é meu... – ele goza litros novamente dentro de mim...

Sinto sua porra quente me invadir...

Bruno tira seu pauzão de dentro de mim e rola na pedra ao meu lado e me abraça forte... Seus músculos estão rijos como se saísse de uma academia...

Sua respiração alta e constante próximo ao meu pescoço...

- Rafa... Você acaba comigo... – diz ele dando um sorrisinho torto... Gato.

- Eu?... Acho que você vai ter que me levar de cadeira de rodas de volta ao navio rsrsrs – Dou risada e ele ri junto comigo...

Passo minha mão no seu rosto e beijo sua boca...

- Você esta agüentando bem – diz ele e com a outra mão balança seu pau inchado e grosso porem amolecendo.

- Num sei não – respondo com sinceridade, afinal sinto que meu cu esta ardendo e esfolado – acho que você já me bateu bastante por hoje...

Ele então se levanta e me puxa junto consigo...

- Bom... Apesar de já estar com vontade de te provar novamente nesse paraíso – ele olha com seu olha safado, e devido a isso eu não duvido de suas palavras – temos que nos apressar se não o navio parte sem nós...

Começamos a nos vestir então ele se da conta de ter perdido a camiseta...

Chegamos ao navio exaustos e fomos direto pro camarote do bruno, tomamos um banho cheio de caricias e fomos jantar...

Vesti uma calça jeans skinny black e uma camisa estruturada rosa claro... Modéstia parte fiquei muito gato... Pois a calça tem cintura baixa e marca bem meu pacote hehehe...

Bruno colocou uma calça jeans da diesel... Que marcava bem suas coxas e volume... E uma pólo listrada... Fiquei uns 5 minutos olhando pra ele... Que deu risada

- Bruno... Só uma coisa... É... Na verdade queria saber se você pode me ensinar a bater nas pessoas? – olho para ele serio esperando a resposta...

- O que? Por quê? – pergunta ele me olhando serio também...

-Não... É que acho bom eu aprender a socar as pessoas que com certeza vão ficar te azarando na minha frente... - Dou um sorrisinho provocando-o...

Ele ri da piada e me puxa pela gola da camisa e me beija... Depois me solta e olha nos meus olhos som aquele sorriso sexy...

- Relaxa... É só você piscar esses olhos verdes pra mim, que eu volto pra você abanado o rabo – Ele ri com a voz rouca – agora enquanto a você... Lindo assim, com certeza vou ter que quebrar umas mandíbulas...

Nós dois caímos na risada... Todavia algo dentro de mim fica seriamente preocupado...

Decidimos então comer um mc donalds, na verdade acho meio pesado comer lanches assim à noite porem Bruno esta morrendo de fome...

Ele pede um Big tasty completo, enquanto eu vou de batatas fritas...

Fico besta de ver como ele come o lanche inteiro em 2 minutos... E ainda com fome começa a comer minhas batatas...

- Cara... Para aonde vai tudo isso? Você comeu um lanche, um pacote de batas grande, já esta no segundo copo de coca e ainda tem lugar pras minhas batatinhas? – pergunto olhando pra ele...

Ele da um sorriso com a boca fechada e pega mais uma bata minha...

Da um gole na coca...

- Tenho que repor energia – ele responde com cara de safado – tem coca ainda ai? A minha acabou...

Nem da tempo de responder ele pega meu copo e manda a ver na minha coca...

Dou risada...

Ele termina de comer minhas batatas e encosta-se no acento da cadeira e olha bem pra mim...

- Então Rafa... Amanha e nosso ultimo dia de cruzeiro... Vai ter aquela festa de gala no navio pra encerrar então... Você vem comigo? Vai ser legal ter você de pingüim junto comigo – ele ri imaginando

- Vou sim... Vai ser legal ver o Shrek em trajes formais... Vou dar bastante risada... – digo provocando-o...

Ele ri

- Pitbul, Shrek... Tem mais algum apelido? Estou começando a achar que é pessoal...

Começamos rir juntos quando somos interrompidos pelos meus amigos Michael e Jean que chegam ao lado da mesa...

- E ai casal – Diz Michael rindo, porem quando ele olha pro Bruno e o vê sério, ele fica branco e sem graça... Então se senta rapidamente do meu lado...

A cena chega a ser cômica... Sinto vontade de rir, mas me contenho...

Jean Percebe que só ficou o lugar do lado do Bruno...

Vejo-o torcer as mãos e engolir seco...

- P-posso sentar? – pergunta ele a Bruno, sua voz quase inaudível...

- Claro que não cara de fuinha – Bruno diz com a voz grossa encarando Jean... - Estou brincando muleke, senta ai...

Jean senta porem bem receoso...

Bruno olha pra mim e pisca dando risada...

- Legal... Que bom que nosso medo te diverti – Diz Michel...

Não agüento e começo a rir ainda mais...

Michael então olha pra mim e pergunta:

- Ansioso pra voltar às aulas? – ele olha pra mim com cara de quem realmente quer voltar às aulas...

Paro e analiso sua pergunta e um desespero começa a me invadir...

Afinal está tudo tão perfeito aqui nesse navio... Estar com Bruno se tornou a melhor coisa da minha vida...

Mas... Ele... Amanhã é o nosso ultimo dia aqui...

Sei que estufamos na mesma universidade, todavia fazemos cursos bem diferentes... Eu estou no primeiro ano de medicina e o Bruno no primeiro de Direito... E esse nem é o maior dos problemas...

Ele é super popular... Conhecido por ser o machão da universidade... Nunca que ele vai querer levar isso... Nós...

- Rafa? Rafa?... – Bruno segura a minha mão e a me chama varias vezes me tirando dos meus pensamentos – Rafa? Ei? Esta tudo bem? Você quer ir à enfermaria? Você esta quase verde... – ele olha bem nos meus olhos com o rosto super preocupado?

- eu quero dormir, só estou cansado... - Digo sentindo um nó na minha garganta

Bruno então se levanta quase derrubando Jean da cadeira...

- então vamos – diz ele vindo do meu lado e me ajudando a levantar

- Rafa? Você está legal... Precisa de alguma coisa?- Pergunta Michael saindo da frente para eu e Bruno passarmos...

- Ele vai ficar bem... Eu cuido dele – Diz Bruno ainda do meu lado.

Quando chegamos ao seu camarote Bruno me abraça novamente...

- Rafa? – ele olha pra mim com olhar preocupado...

- Só preciso me deitar – saiu de seus braços e me jogo na cama...

Sinto Bruno se deitar atrás de mim...

Droga... Será que vai ser assim? Apaixonar-me tanto por um cara e perder ele em um dia...

O nó em minha garganta se torna uma forca... Minhas lagrimas começam a descer pelo meu rosto... Tento não fazer barulho porem Bruno escuta...

- Rafinha? O que foi? Você não esta bem... Fala-me o que é... – pergunta ele com a voz rouca no meu ouvido e com a ponta dos dedos ele toca meu rosto e me beija

Quando termina o nosso beijo volto a chorar...

- Meu amor fala o que é... Cara eu me odeio... Fui eu né?- ele pergunta com a voz com raiva de si mesmo...

- Não... Claro que não é você... Acho que fiquei triste pensando nas vacas que morreram pra virar hambúrguer... – tento fazer uma piada... Não quero que ele se culpe pelo meu desespero...

Ele da uma risada meio forçada...

- Seu bobo... Tão sabe tudo... Mas o mais importante você não sabe – ele olha pra mim e faz cara de sabe tudo – o hambúrguer do mc é feito de carne de minhoca...

Damos risadas juntos, mas então volto a me deitar no travesseiro...

Fecho os olhos e sinto-o respirar no meu pescoço...

Então ele levanta e tira a roupa e fica só de cueca...

Ele vem e minha direção e coloca a mão no botão da minha calça e a tira bem devagar... Depois vem a abrindo os botões da minha camisa... E para cada botão aberto ele me da um beijo... Ele tira a minha camisa e volta a se deitar atrás de mim e me abraça bem forte...

Fecho os olhos e tento não pensar...

Respiro fundo e me concentro em só sentir ele deitado comigo... O calor da sua pele... A segurança que seus braços em minha volta me trás...

Mais um dia...

Apenas um...

Adormeço...

MAIS UMA VEZ ESPERO QUE TENHAM GOSTADO...

SE QUIZER ENTRAR EM CONTATO COMIGO :

rafinhaferrari2007@hotmail.com

NÃO ESQUEÇA DE DAR SEU VOTO E DEIXAR SEU COMENTARIO, ISSO É MUITO IMPORTANTE

LOGO VEM A PROXIMA PARTE

COMO FOI NOSSO ULTIMO DIA DE CRUZEIRO HEHEHE

E COMO FOI SAIR DESSE DELICIOSO NAVIO

BJOSSSSSS

TE MAIS ...

RELAXEM QUE NÃO VAI SER O ULTIMO KKKKK

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/05/2016 02:37:15
Alguém sabe o que aconteceu com o rafa? se ele realmente morreu? Rafa se vc estiver lendo isso da uma explicação pra nós fãs pff, to chorando mt
23/09/2013 00:50:18
10
28/08/2013 00:14:45
CARA.... PARABENS... VC ESCREVE BEM... SUAS ESTÓRIAS SAO LINDAS.... APAIXONANTES... VALEU MESMO!
23/04/2013 18:50:10
To lendo tudo de novo!
27/01/2013 18:06:42
*_*
10/09/2012 23:04:09
Estou torcendo pela felicidade do casal tão incomum!!!
05/09/2012 22:22:26
Estou degustando a escrita de um perfeito sonhador.... Adorei!
11/08/2012 01:37:18
Muito bom, vc escre muito bem!
04/07/2012 21:54:16
PERFECTO 10
21/06/2012 09:52:22
A Su é uma despeitada, recalcada e tá precisando de uma rooooola beeeem graaaaande (desculpem-me, não tenho o hábito de falar nesses termos, mas que ela merece ouvir coisa bem pior ela merece). De qualquer forma, RAfa, se preocupa não, o que vale é a sua consciência. Essa cambada de gente ignorante que só tenta destruir o que nós, homoafetivos escrevemos, são pessoas que não têm o mínimo de conhecimento e dignidade, não vale nem a pena nos desperdiçarmos com elas. Já o conto ficou muuuuuuuuito, mas muuuuuuito, bom mesmo! Mais uma vez você está de parabéns! Merece 10, tanto pelo enredo quanto pela forma graciosa de escrever. Sua história é muito boa e eu estou ansioso para ir ler o próximo capítulo, pena que estou atrasado para o trabalho... só mais tarde...
07/06/2012 17:12:58
E, chegou a parte pior a insegurança, isso com certeza deve ser insuportavel e muito dificil de se sentir, pois quando realmente amamos,pensar que um dia nao acordaremos mais do lado da pessoa que amamos, deve ser muito complicado.Um abraço, esta otimo.
16/02/2012 16:59:01
rafinha por favo continua logo eu não aguento mais esperar!!! nota 1000pra vc!!! bjoksssss
08/02/2012 04:25:02
Lindo amo nota 10
31/01/2012 23:48:56
31/01/2012 23:48:53
Muito bom Rafa nota dezzzzz
31/01/2012 23:48:39
31/01/2012 23:48:36
Muito bom Rafa nota dezzzzz
31/01/2012 23:48:25
31/01/2012 23:48:22
Muito bom Rafa nota dezzzzz
29/01/2012 22:49:33
Rafa, não liga para os invejosos. NA verdade este site tem os contos todos divididos por setores: HETEROSSEXUAIS E HOMOSSEXUAIS. O que uma pessoa leva a criticar negativamente um conto da qual não lhe é agradável? Pra mim o nome disso é bichisse retraída. Tá com inveja porque vc é poderooosa e ganhou um bofe lindooo! Sucesso, Rafa. Mais uma vez, nota DEEEEEEEEZ !