Casa dos Contos Eróticos

apaixonado por um pit boy - Parte 3

Um conto erótico de Rafinha
Categoria: Homossexual
Data: 30/12/2011 19:13:10
Última revisão: 30/12/2011 20:34:19
Nota 9.31

Quando chegamos a seu quarto Bruno não disse nenhuma palavra, na verdade ele é bem caladão, ainda mais quando está nervoso... Para um cara que super popular na universidade, é ate estranho ver ele quieto, sei que muitos nem gostam dele tipo os estudiosos, nerds, como eu... Ele chega a ser cruel com muitas pessoas, e seus amigos também são assim como ele porem acho que pelo seu físico ele é o que mais se destaca...

-Vai ficar parado ae do lado da porta ou vou ter que mandar você se sentar? – diz bruno com a voz rouca e autoritária...

Sento-me em um sofá e percebo que esse quarto é maior que o meu...

- Bruno... Ainda não te agradeci por ter me ajudado... Então... Valew- olho para ele e vejo que ele esta parado encostado na parede bem na minha frente me olhando também... Será que ele tem idéia de como é lindo?

- táh... Não foi nada... – ele vem em minha direção e se senta do meu lado e pega o controle do DVD e o liga...

Achei que ele fosse colocar um filme, más não... Era um DVD com musicas do nickelback...

- só tenho uma duvida – digo – como é que você sabia aonde me encontrar? Como você sabia o que estava acontecendo? – pergunto

Ele coloca a mão na testa e da risada e diz:

- Ah meu deus, você deve ser um daqueles retardados que assistem crepúsculo – ri e olha serio pra min, sério porem com ar de deboche e diz- primeiro eu não sou um vampiro ou qualquer merda desse tipo, segundo não tenho nenhum poder, e eu segui você, fiquei meio que nervoso por você sair, e achei que você fosse encontrar com alguém... Mas eu estava meio longe por isso só cheguei quando os caras estavam te batendo...

Eu realmente assisti crepúsculo e fazer brincadeira com esse filme não é legal, mas escutar ele falando isso me fez dar risada...

- Me encontrar com alguém? Só com meus amigos – digo

- belos amigos que nem estavam lá pra te ajudar- diz ele levantando do sofá.

- ei, não precisa falar assim dos meus amigos, eles não foram comigo porque eu pedi pra ficar sozinho, e... – respondo me levantando também, mas ele não me deixa terminar... Como sempre.

- blá, blá, blá, terminou? Vamos tomar banho, você esta um horror, cheio de areia e sujando todo o meu quarto – diz ele dando aquele sorrisinho de lado- anda – ele segura no meu braço em me empurra de leve em direção ao banheiro e vem atrás de mim

Enquanto vou andando ele me da um tapinha na bunda e dá risadas quando olho feio para ele.

- muito engraçado- digo fazendo cara de quem não gostou porem ele da mais risada – Bruno, eu nem trouxe roupa, é melhor eu ir buscar...

Ele me puxa de encontro a ele me agarra pela cintura e diz:

- quem disse que é pra você ficar de roupa? – ele para de falar e me beija ardentemente, depois me solta e vai em direção a banheira...

Banheira? No meu quarto não tem banheira... Bom, acho que vou me mudar pra cá hehehe.

Observo ele se abaixar e ligar as torneiras, ele levanta e começa a tirar a roupa... Primeiro a camiseta... Então ele percebe que estou olhando e diz:

- Se você quiser pode me ajudar a tirar a roupa – ele diz isso olhando bem nos meus olhos e com a mão no cós da sua calça jeans – vem

Ele me puxa pelas mãos dando seu sorrisinho sexy e as coloca em seu cós... Bem a onde fica aquelas entradas no corpo sarado... Deslizo a ponta dos dedos pelo cós do jeans e da cueca que esta aparecendo... mmmm... Cueca da Calvin Klein... Branca...

Abro o botão e já sinto o grande volume crescer na sua calça... Desço o zíper bem devagar, e dou um leve beijo no seu peito, no mamilo... Seguro o jeans pelo cós e vou descendo-a e vou me abaixando dando beijos na sua barriga tanquinho, seu umbigo... Ate chegar à beirada da cueca boxer já estufada pro lado... O pau fica muito marcado na cueca e continua crescendo, passo o nariz de leve sentindo seu cheiro... Já havia percebido que Bruno era higiênico e cheiroso... E sua cueca não era diferente... Ate sua cueca cheirava seu perfume (212 da Carolina Herrera) que eu adoro... Começo a beijar por cima da cueca, e seu pau cresce ainda mais e começa a sair da cueca, passo a língua na cabeça rosada... Como bruno e branquinho e loiro, seu pau não é diferente, branco, rosado, lindo... Grande... Deve ter uns 23 cm e grosso... Desço sua cueca e seguro seu pau pela base, e começo a colocá-lo na boca... Escuto bruno gemer... Chupo até aonde consigo, depois vou lambendo-o por tona sua extensão... Passo a língua no seu sacão... Suas bolas são grandes e sem pêlos, tento colocar na boca porem só cabe uma por vez, e enche minha boca... Bruno fecha os olhos e respira profundamente... Volto a chupar seu pau, e a cada vez que faço isso acabo gostando mais, seu gosto é perfeito, seu pau solta aquele liquido na minha língua, e pra minha surpresa eu gosto também...

Começo a chupar co mais vontade... E bruno começa arfar de tesão...

Ele coloca a no meu rosto e me afasta do seu pau, e diz:

- rafa... Rafa... Assim vou gozar na sua boca – da uma risada – Não que eu não queira... Quero muito... Mas acho que você pode não gostar...

Olho para ele ainda de joelhos na sua frente e passo a língua na ponta do seu pau...

- muleke, não faz isso, depois não vou conseguir me controlar e você vai ter que terminar o que começou... – diz ele com o rosto cheio de tesão

- sério? Isso é tipo aquele ditado “não mexer na onça com a vara curta”? Bom porque se for sinto lhe informar que a minha não é tão curta - dou risada e mais uma lambida na sua rola.

Seu rosto se transforma... Ele coloca a mão na minha nuca e faz com que eu coloque novamente seu pau na boca... E começa meio que comer a minha boca... Consigo engolir só ate a metade, e às vezes o sintoele forçar minha garganta...

Ele começa a gemer mais alto...

-que boca... Ahhhh... Rafa...

Nunca imagine que isso poderia ser tão, ouvir-lo gemer com minha boca em seu pau, e o seu sabor... Seu pau duro feito pedra... Sinto seu pau latejar na minha boca... Bruno da uma ultima investida e goza muito na minha boca... Seus jatos de porra são fortes e espessos...

O gosto não é a melhor coisa do mundo, porem por ser dele, se torna perfeito...

Bruno urra de tesão e seu corpo treme de satisfação e me levanta e me abraça com muita força e me da vários beijos...

Bruno entra e deita na banheira e quando entro pra sentar do outro lado ele diz:

- Ai não... Senta aqui comigo... – ele me puxa e ma faz sentar de costas para o seu peito e entre suas pernas – Assim está bem melhor.

- Também acho – respondo encostando minha cabeça em seu ombro na curva de seu pescoço.

Ele beija meu pescoço e me abraça, enquanto isso na banheira vai se formando muita espuma, e o aroma e muito gostoso.

Então Bruno pega uma esponja natural e começa a deslizá-la pelo meu pescoço e peito.

Percebo que as costas de seus dedos e de sua mão estão muito vermelhas e com pequenos cortes, imagino que seja pelos socos que ele deu no marginal... Meu peito se contrai de remorso afinal foi minha culpa.

Pego sua mão e beijo de leve, seus dedos, a palma...

Viro o rosto pro lado do seu rosto e digo algo que juro... Juro por tudo que é mais sagrado... Saiu sem pensar... Eu acho:

-Bruno- digo

- aham – responde ele passando de leve seu nariz na minha orelha

- TE AMO – Na mesma hora meu estomago da um 360, minha boca seca, meu coração parece uma escola de samba... Q merda... De onde veio isso?

Caramba os segundo parecem horas... Ele não respondeu nada... Na verdade eu não perguntei nada... Mas ele tem q dizer alguma coisa...

Tento me levantar, porem, seus braços me seguram...

-Eu também te amo muleke – Sussurra ele com sua voz rouca em meu ouvido

Nesse momento tudo parece girar... Alem de nunca ter dito isso a ninguém... Nunca esperaria ouvir isso... Ainda mais dele.

Relaxo novamente minha cabeça na curva do seu pescoço

Bruno continua alisando meu peito com a esponja, minha barriga...

Quando fecho os olhos, sinto-oele passar espuma na minha bochecha, e começa a rir baixinho.

Não resisto, passo espuma nele também... Ficamos assim brincando que nem dois bobos por um bom tempo, mas a fome chega e já é tarde da noite então saímos da banheira... Eu saí primeiro e pego um roupão que esta pendurada, ele sai logo depois e se enrola em uma toalha

Novamente em seu quarto começo a reparar nas coisas de Bruno... Pra um cara machão ate que ele é organizado... Sento-me no sofá e ligo a TV, enquanto ele pega o telefone e liga no serviço de quarto, e pedi algo que não consigo entender.

Vejo-o ir ate um guarda roupas e pegar duas bermudas... Ele tira a toalha de costas pra mim... Meu Deus que visão, sua pele clara porem com uma leve marca de sunga... Coxas saradas e bunda perfeita... Que homem é esse...

Ele vira pra mim e da um sorrisinho quando percebe que eu estou olhando e joga a outra bermuda pra mim.

- Então... O que você pediu pra gente comer? – pergunto na maior inocência

Ele da uma risada baixa e olha pra mim

- o que vamos comer acho que você deve gostar – ele se aproxima de mim e beija minha boca – e depois o que eu vou comer, com certeza eu vou adorar – diz ele assim que termina de me beijar... Soltando mais uma risada.

Ele vai ate a sua cama e se esparrama ali, e pela sua expressão ele já deve estar com sono e cansado, vou ate ele e sento do seu lado e mais uma vez, vejo as juntas dos seus dedos com leves cortes...

Ele percebe que estou olhando os leves machucados e diz:

- isso aqui não foi nada... Ossos do oficio... Acontece quando a gente tem que salvar donzelos em perigo.

- Bom... Então o donzelo vai te ajudar também ok? – Digo me levantando

- hummmmm... Vai me ajudar? Espero que seja de uma forma em que não tenhamos que usar roupas... – diz ele já querendo tirar a bermuda

Dou risada

- Bom esse tipo de ajuda é só depois, agora preciso saber aonde esta o kit de primeiro socorros que o pessoal do navio deixa nos quartos? – pergunto olhando pra ele

- Estou decepcionado... Vamos, vou te dar uma segunda chance e começar a tirar essa bermuda – olha pra mim com seu sorriso de lado, como eu não digo nada e ainda estou esperando ele me dizer aonde esta o kit, ele respira fundo e responde – ok, ok, esta debaixo do armário do banheiro.

Pego o kit e volto para o lado dele, molho umas gazes com álcool e limpo os cortes... Sei que não são nada demais, mas cuidar um pouco dele me faz bem... Assim que termino de limpar, passo um cicatrizante.

Quando olho para o Bruno ele esta com os olhos fechados, cochilando, então coloco sua mão sobre a cama e volto a olhar eu quarto.

Fico pensando em como posso estar apaixonado por um cara que conheço tão pouco, olho pro seu guarda roupas aberto e vejo que suas roupas estão bem guardadas, percebo varias marcas famosas como Calvin Klein, ellus, diesel, Tommy hilfiger, tem também uma sessão com roupas de esporte, com Nike, adidas... Bom, na verdade ele se veste muito bem...

Uma batida na porta me assusta então vou ate lá, pois deve ser a entrega...

Coloco as coisas na mesa e vejo que ele pediu pizza, vinho e uma sobremesa que desconfio ser sorvete.

Fico na duvida se o acordo ou se o deixo dormir, decido deixá-lo dormir... Depois de comer e escovar meus dentes apago as luzes e me deito ao seu lado... Encosta meu corpo no seu e me deixo levar pelo sono...

Meus sonhos ainda continuam bem turbulentos, sinto que estou num lugar frio e esta nevando, sinto a neve caindo em mim, me da uns arrepios, porem logo a neve derrete e fica quente de novo, é um calorzinho tão bom, frio e calor, nossa que delicia, sinto que estou de pau duro... Neve? ...

Abro meus olhos devagar... Q absurdo de sonho é esse?

Quando realmente abro meus olhos, vejo bruno passando sorvete em mim e lambendo, lua língua e quente e agiu e devoradora, na minha barriga, no meu peito, no meu pescoço ate chegar à minha boca, seu beijo e voraz, suas mãos já me agarrando, ele vem colocando seu corpo em cima do meu, seu pau já esta duraço por baixo da sua bermuda, sua língua esta incontrolável... Meu Deus que fogo é esse...

Pior que tudo nele me acende, seu cheiro, seu corpo fabuloso, sua boca... Tudo é como fogo...

Ele coloca um braço por baixo das minhas costas e me ergue, me deixando colado a seu corpo envolvo sua cintura com minhas pernas... E sinto sua dureza de encontra a mim, ele me ergue, fico sentado no seu colo com as pernas em volta dele... Ele da leves mordidas no meu lábio inferior, me excitando... Sua respiração ofegante... Levanta na cama comigo no colo ele me encosta na parede com força, chego ficar sem ar... Nossa que tesão... Ele esta descontrolado... E me deixando assim também...

Com minhas pernas em volta da sua cintura e quadril, sinto-o pressionando mais e mais sua pica em mim...

Seu desejo descontrolado e tão grande que ele urra de tesão, e com uma das mãos ele abaixa a bermuda e rasga a parte de trás da que estou usando...

Quase gozo com essa brutalidade, sempre me beijando e me mordendo... ele enfia sua vara no meu cu, que arde com a entrada brusca, sem muito rodeios ele começa a bombar sua pica com força, cama chega estralar como nosso peso.

Em suas investidas a parede atrás de mim chega a tremer, derrubando ate um quadro que estava próximo...

Sinto dor e tesão ao mesmo tempo, dessa vez tenho certeza de que ele conseguiu me rasgar, porem não consigo falar nada... Não demora muito e Bruno me faz gozar... E tanta porra que meu pau chega arder e doer... Ele desce para o chão comigo ainda engatado e em seu colo, e derruba o abajur do lado da cama e me deita na cama e me vira de costas e em uma abre minhas pernas e em uma única estocada ele enfia todo seu pau poderoso dentro de mim, não agüento e grito devido à dor... Ele se debruça nas minhas costas e beija minha nuca e morde minha orelha... E continua a meter forte no meu cu, seus gemidos roucos são altos...

Logo estou de pau duro novamente, ele mete por um bom tempo nessa posição...

Depois me vira de frente e me come assim de, pois me levanta de novo em seu colo e me coloca de costas em cima da mesa... Sua força e tanta que não agüento... Sinto que logo vou gozar de novo... Meu cu deve estar em carne viva, pois dói, arde e é prazeroso ao extremo...

Ele olha pra mim enquanto mete, e me da um daqueles sorrisos sexy, ele da mais algumas metidas e urra quando goza, eu acabo gozando junto...

Totalmente acabado...

Saciado...

Ele me carrega, joga-me na cama, e cai com seu peso em cima de mim, seu corpo molhado de suor...

Sua pele ardendo mesmo com o ar condicionado ligado...

Ele me puxa pros seus braços e eu deito em cima do seu peito...

E sem nenhuma palavra nos dois adormecemos assim...

Na manha seguinte o navio vai parar em uma praia aonde tem um resort aquático...

E muita coisa vai acontecer...

Porem agora sei que ele me ama...

Porem como vai ser contar aos meus amigos

Que não sou hétero e que o cara por quem estou loucamente apaixonado, é a pessoa que eles mais odeiamESPERO QUE TENHAM GOSTADO DESSE CONTO, POIS ELE É MUITO IMPORTANTEDIZER "TE AMO" PODE SER MUITO DIFICIL...

...POREM QUANDO A GENTE ESCUTA QUE SOMOS AMADOS, SE TORNA FANTASTICOMESMO QUANDO O CARA É UM PITBULL, BRUTO, POREM, QUANDO ELE SE TORNA SEUBRUNO O MEU PITBULL KKKKKKKKKKKKK

SE QUIZER ENTRAR EM CONTATO COMIGO:

rafinhaferrari2007@hotmail.com

BJOSSS

LOGO VEM A PARTE 4

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/11/2017 03:12:53
Nossa esse conto e lindo
17/05/2016 02:36:47
Alguém sabe o que aconteceu com o rafa? se ele realmente morreu? Rafa se vc estiver lendo isso da uma explicação pra nós fãs pff, to chorando mt
23/09/2013 00:25:11
10
27/08/2013 22:37:54
pORRA CARA... VALEU!!!!
22/04/2013 23:50:26
To revendo o conto ne! Já que vc nuca mais posto :( poste logo to com saudades
27/01/2013 16:38:44
Que legal!
10/08/2012 22:32:21
Muito bom, vc escre muito bem!
21/06/2012 09:44:54
Muito bom mesmo, os capítulos são encorpados, bem escritos, apesar dos poucos erros de português, o que na verdade é normal, e até nem todos são erros de português, alguns - dá para notar - são erros de digitação, ou mesmo própria correção do Word. O conto está muito bom e eu estou adorando... abraços
06/06/2012 22:23:37
Nossa cara é surpreendente, cada vez estou muito encantado e apaixonado por seus contos, bom voce tem muitos fãs com certeza,poi e sinto em seu conto algo surpreendente, voce coragem a investir em um relacionamento, e lindo e perfeito, nao temos o que reclamar. Meus sinceros parabéns.
08/02/2012 03:38:07
Lindo nota 10
31/01/2012 22:42:30
31/01/2012 22:42:28
Muito bom
29/01/2012 21:28:56
Rafa, realmente dizer pra alguém que o ama, mesmo sem saber a procedência deste sentimento é algo muito díficil. Adorei a parte do sorvete. Me parece que seu parceiro além de ter muito bom gosto é bem criativo. Adoro homem assim! E mais uma vez, cara... PARABÉNS! Seu conto é demais! Espero que os próximo sejam tão bons quanto este! Beijos!
22/01/2012 20:28:59
Brother, ta muito bom. Adoro uma foda forte e bruta assim com machos, mas queria ver esse pit boy virar cadela na tua rola.
20/01/2012 03:45:41
So criei meu perfil aqui pra poder te dar nota sabia ?!(o a moral rs) mas um toque ta da uma revisada antes de postar pk tem alguns minimos erros em alguns dos textos que apesar de ao influenciar eh sempre bom corrigir ne adivinha sua nota ???? DEZ BABY
05/01/2012 10:53:42
Muito bom, ta cada vez melhor, vc escreve muito bem, nota 10
04/01/2012 17:25:50
Vlwww pelos comtentsssss galera
02/01/2012 22:34:27
FANTÁSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSTICO
02/01/2012 13:13:16
SEUS CONTOS VALEM MILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL!!!!
01/01/2012 22:44:03
Não é atoa que está lotado de comentários, o seu conto beira a perfeição. :) Sempre digo, essa mania de colocar troca troca só atrapalha as histórias. Quando o cara assume papeis específicos, fica bem melhor. Quem curte histórias assim, com pegada de macho, não pode deixar de ler três livros: OBSESSÃO, CAMA KING SIZE e DOMINAÇÃO, à venda com total sigilo e segurança na www.comprelivrosgls.com.br