Casa dos Contos Eróticos

Sai com um casal no shopping paulista

Um conto erótico de sandro_garcia
Categoria: Grupal
Data: 07/12/2010 09:42:20
Nota 10.00

La estava aguardando o casal que tinha combinado por email no shopping paulista. 5 minutos de atraso chega o casal não sabia como eram, pois só tinham me passado descrição física e fotos de corpo, mas eles me ligaram dizendo em que mesa estavam, então me dirigi até eles me apresentei. E me sentei a mesa com eles. O casal era super decidido, tomamos um chopp, e já me convidaram para ir a outro local, descemos até o estacionamento e fomos com o meu carro, direto para o flat que tinha reservado para a ocasião. Ela se sentou na frente comigo e já no caminho acariciava seu joelho e nos sinais trocavamos beijos como namoradinhos, enquanto o maridao ia no banco traseiro assistindo a tudo. Logo chegamos ao flat entramos conversamos um pouco e me sentei ao lado dela comecei pousando minha mão sobre a perna dela e apos sentir que ela relaxou um pouco a tensão, então comecei lentamente acaricia-la sem parar de conversarmos dai passei a fazer elogios a ela, e comecei a beijar seu ombro fui subindo para o pescoço nuca e beijei-a gostosamente sua boquinha deliciosa, logo comecei a despi-la bem lentamente desabotoando sua blusinha fina, acariciei seu corpo por baixo dela, senti sua pele suave gostosa como seda. Entre toques e beijos abri seu sutiã, e me deparei com um par de seios muito gostosos e passei a acaricia-los e beija-los também, logo estava tirando sua saia e deixando-a de calcinha fio dental e meias 7/8 com salto alto, e pedi para que desse uma volta pelo quarto e ela atendeu prontamente nos excitando mais ainda.

Depois veio sentou-se no meu colo e foi tirando minhas roupas até me deixar sem nada, e passou a chupar meu pau gostosamente ora lento ora rápido, sugando como uma bezerrinha querendo tirar o leitinho la do fundo do meu pau mamou gostosa mente, ai então parou um pouco(ate então não sabia que o maridao dela era bi, e subiu me beijou deliciosamente se esfregando todinha em mim, e sussurrou ao meu ouvido se eu deixaria ele ajuda-la a mamar no meu pau, não esperava pela pergunta mas respondi de pronto que td bem, então ela fez sinal ele veio e começou a chupar meu pau junto com ela ai ela deixou ele chupando sozinho e voltou a me beijar gostosamente ficamos assim por alguns minutos, então ele veio puxou a calcinha dela de ladinho e ela foi e sentou-se no meu pau, primeiro pincelou meu pau em sua bocetinha até deixa-lo todo melado do tesão dela, ai encostou a cabecinha entre os lábios da xota dela e foi soltando lentamente seu peso até atolar meu pau todinho dentro dela, qdo sentiu minhas bolas batendo a portinha de sua bocetinha, então ela começou a rebolar gostoso e eu chupava seus peitinhos e dava mordidinhas em seu pescoço e nuca, depois levei-a a beirada da cama e mandei que pusesse as mãos sobre a cama ficando arcada com sua bundinha bem empinadinha então fui por traz segurei firme em sua cintura encostei meu pau novamente na portinha de sua bocetinha e fui enfiando até o fundo sentindo a cabeça do meu pau cutucar seu útero, ai comecei um vai e vem ora forte e fundo ora lento mas ainda bem fundo e a cada estocada ouvia seus gemidos deliciosos.

Fizemos varias posições, até que em determinado momento avisei que iria gozar e ela pediu para que gozasse sobre seus peitos o que atendi prontamente esguichando minha porra sobre ela continuei beijando-a e ficamos nos acariciando e o maridao veio e começou a lambe-la todinha enxugando toda porra que tinha em seus seios, e depois se dirigiu ao meu pau e fez o mesmo depois que tirou até a ultima gota, ficou mamando nele por vários minutos até que ficou duro novamente, ai ela veio ao meu ouvido e fez outro pedido que eu esperava menos ainda que o anterior, pediu para que eu comece o cuzinho do maridao, pensei rapidamente e respondi que td bem mas ela me ajudaria, então ela correu pegou KY que tinha em sua bolsa, pos ele de quatro passou no cuzinho dele, e então coloquei a camisinha e me dirigi a ele encostei meu pau na portinha, e comecei forçar passagem, eu via ele agarrar o travesseiro unha-lo com força ela abria bem sua bundinha me ajudando até que os primeiros centímetros entraram dai foi um urro dele dei uma pausa fiquei parado uns segundos e voltei a forçar dai foi tudinho entrou até as bolas baterem na portinha avisando que também queriam participar então comecei um vai e vem bem fundo chamando-o de minha putinha que daquele dia em diante sempre que saíssemos eu queria comer os dois e que ele se lembraria de mim por uns dois dias pelo menos pois eu estava arrombando seu cuzinho e ele se lembraria td vez que fosse sentar, eu falava que eles faziam o par perfeito ela bem putinha e ele um corninho que adorava dar o cuzinho pra mim. Qdo estava para gozar novamente avisei então tirei meu pau tirei a camisinha e os dois caíram de boca sugando toda minha porra, então me deitei ela deitou-se de ladinho comigo ficamos abraçadinhos curtindo gostoso enquanto ele ficou mamando novamente até conseguir tirar mais um gozo de mim.

Ai já exaustos tomamos banho conversamos bastante fui leva-los embora, e nos tornamos amigos e voltamos a nos encontrar varias vezes que conto depois.

sandro_garcia@yahoo.com.br

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
08/12/2010 16:55:45
Cara, que delícia de casal, eu daria tudo pra um sacana desconhecido fodêsse minha mulher na minha frente e botasse a cabeça do pau dele na minha boca e derramasse tudo.tacosta@ig.com.br