Casa dos Contos Eróticos

Beginning - III

Um conto erótico de Marco Antonio
Categoria: Homossexual
Data: 25/09/2010 10:37:17
Última revisão: 27/09/2010 21:12:54
Nota 9.40

Ao chegarmos em casa, fui direito para o quarto, eu precisava de um banho, mas o Victor chegou antes e correu para o banheiro. Até onde o conheço, ele tem agonia de ficar com areia no corpo, e o estudado em que estávamos era calaminoso. Entrei e tranque a porta do quarto, logo sentei na cama e fiquei esperando o Victor.

- Marco...

- Oi.

- Vai tomar banho não!?

- Pretendo, né. Estou esperando você sair...

- E porque não toma comigo?

Fiquei tenso, não acreditei no que se ouvia...

- Venha ome, a água está ótima.

Acabei indo, não resisti o pedido dele com tanto carinho. Começo a tirar minha roupa aos poucos, enquanto isso olhava através do box ele se ensaboando... No decorrer do momento, eu via tudo em câmera lenta, aproveitando cada movimento. Eu olhava tão intensamente que não percebi que ele também me olhava...

- Tá olhando o que Marco?

Ele me me perguntou rindo, com um tom irônico. Eu bobo, respondi...

- Não, nada. Apenas admirando sua beleza e quanto Deus foi "generoso" contigo...

Começamos a rir. Sempre soube da generosidade da qual ele foi concebido, mas aquela foi a primeira vez em que vi.

- Bom, para de me admirar e venha apreciar, estou esperando!

E mais uma vez o Victor me surpreendia, parecia está tão a vontade diante nossa situação... Ao contrário de minha pessoa, ainda me sentia um pouco inseguro.

Acho que aquele foi o melhor banho da minha vida. Na verdade, primeiro de muitos... A forma da qual ele me tocava, me olhava, era incrível. Sentir aquela água morna e está abraçado a ele, era como se eu me sentisse protegido para o resto da vida, e nada pudesse me atingir, quer dizer, nós atingir. Tudo parecia ótimo, era como se fôssemos apenas um só, nada mais.

Se eu pudesse passava o dia abraçado e tomando banho com o Victor. Mas já era manhã e não tínhamos dormido nada, saímos do banho, nos enxugarmos e pulamos na cama, pelados. Só para constar, o Victor era um meio francês lindo e que tem um peitoral que ao deitar-se em cima parecia que você estava sobre um colchão lindo, bom e duro. Ai, maravilhoso...

- Estranho, né!? Nunca imaginei ficar com um cara e ainda mais pelados na cama.

Comecei a rir... E começamos um papo legal de baixo do cobertor.

- É verdade, muito estranho mesmo. Minha primeira vez também não foi nada normal...

- Foi é!? E com quem foi isso?

Ri...

- Queria saber não, Victor.

- Vixe, pelo visto é alguém que eu conheço. Agora diga!

- Se você insiste... Sabe o Rafael!? Bom, já namorei com ele. Lembra a festa de 18 da Luana!? Ah, e você também lembra para onde fui pós festa? E também quem estava sozinho durante este dia? Pois é, daí você tira suas conclusões.

O modo em que ele passou a me olhar era muito engraçado, acho que era informação demais para ele.

- Então quer dizer que o Rafael curte e já "fez" com você!?

- Exatamente.

- Meu Deus, por essa eu não esperava...

Comecei a rir com a cara de chocado do Victor, ele simplesmente não sacava nada de ninguém, super bobo.

- Mas Marco, você sempre foi tão quieto, juro que eu ainda o achava virgem...

- Pois é, as aparências enganam... Não sou virgem desde os 15, quando perdi com a Bia.

Quando completei de falar, Victor deu uma gargalhada super escandalosa, sarcástica. .

- Mentira, né!? E se eu te disser que também?

Rimos mais ainda. Pois muitos pensam que a Bia é santinha(os pais dela e quem não a conhece) mas ela só não é mais periguete porque é só uma.

Conversa vai, conversa vem e o sono começou a bater...

- Olha Victor, o papo está ótimo, mas estou morrendo de sono e a ressaca mais tarde vai ser cruel.

- É, também.... Boa noite, te amo e sonhe comigo.

- Bom dia não!? Menino burro.

- Deixe ser chato, e diga que me ama.

- E se eu não quiser!?

- Você que sabe, não te amo mais então.

- Você é uma graça, viu!? Tabom, te amo. Você sabe disso!!!

- Agora sim.

Ele me dar um beijo, e acabo dormindo. Acho que nunca tive papo tão bom e melhor, nunca tinha dormindo com ele ao meu lado e dizendo que em ama. Eu simplesmente estava na nuvensBEGINNING IV - http://migre.me/1q0Ib

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
28/09/2010 18:22:03
excelent... continue kra...sua historia eh maravilhosa..
26/09/2010 19:09:05
Nossa,nunca me senti mais nas nuvens.Tirando quando eu penso na pessoa q eu amo.Espero q seja assim comigo um dia.Incrível!
26/09/2010 14:14:10
muito bom. espero a continuação!!
26/09/2010 01:56:04
Claro, ainda tem muito mais!!!
25/09/2010 12:03:58
Posso dizer: Até o próximo? Te aguardo cara.