Casa dos Contos Eróticos

Louca despedida de solteira

Autor: DeadPoet
Categoria: Heterossexual
Data: 28/12/2009 10:08:59
Nota 9.00

Uma amiga da minha esposa, um pouco mais nova do que ela, convidou-a para uma despedida de solteiro de uma de suas amigas. Essa amiga estava na casa dos 20 e a minha esposa já com os seus 47 anos, o que fazia com que a Ana, minha esposa não estivesse com muita vontade, mas em cima da hora decidiu ir. A festa seria num apartamento de uma das ninas, e ela não fazia a mínima ideia dos planos da festa, mas disse-lhe para se divertir…

A minha esposa disse-me que havia outras 6 raparigas para além dela, e que todas estavam na casa dos 20. Um pouco loucas e bebendo bastante acrescentou ela. A minha esposa que não bebe, decidiu tomar uma Margarita, depressa, por não estar habituada ficou um pouco zonza. As outras raparigas tinham contratado um stripper para animar a festa. A Ana ficou algo surpresa, quando ele chegou e começou a fazer o seu trabalho… Por baixo da tanga do stripper, que tinha metade da idade da minha esposa, ela reparou no seu grande pau. O stripper dançou à volta de cada rapariga, o que excitou a minha esposa, já quente com o efeito da margarita.

Chegou a altura da minha esposa, e ele passou vários minutos trabalhando como seu corpo musculoso por cima dela toda. Impulsionado pelas outras raparigas, começou a passar o pau na cara da minha esposa. Pegou nas mãos da Ana e fez com que ela agarra-se o seu rabo duro, mantendo o pau junto à sua cara. A Ana não resiste e abocanha aquele pedaço de carne como não houvesse amanha. O stripper começa a desabotoar a sua blusa e metendo as mãos por dentro massaja os seios da minha esposinha querida. As outras raparigas loucas com o atrevimento da minha esposa incentivavam os dois para maiores loucuras. Assim, ele pegou a minha esposa pela mão e levou-a até ao quarto, deixando a porta aberta para que todas as raparigas pudessem ver, puxou as mamas da minha esposa para fora da blusa e começou a mamar como um pequeno bezerrinho ávido pelo leitinho da mãe. A Ana, quente como estava agarrar fortemente no seu pau deslizando as suas mãozinhas delicadas numa punheta bem gostosa.

Disse-me depois que não mais se conseguiu controlar. Ele então puxa a minha querida para baixo de modo a ficar de frente para o seu gigantesco pau e começa a fuder a boquinha desta até então esposinha recatada e fiel. Após alguns minutos as outras raparigas aparecem e sentam-se à volta deles na cama incentivando o stripper para comer a cona da minha delicada esposa. Ele puxa as meias e a saia do meu amor e prepara a minha esposa para ser comida à canzana, colocando o seu rabinho para cima, com as outras raparigas a gritar FODE FODE FODE FODE… A minha esposa revela-me mais tarde que as coisa não deveriam ter chegado aquele pontos, mas sentia-se indefesa perante a situação… A sua cona ardia de desejo, e o stripper puxa o rabo entalando o seu pau na cona da minha amada. Ela disse-me que o pau dele dentro dela estava tão gostoso que gemeu tão alto quanto pode gritando para ir mais fundo e mais fundo… As outras raparigas nesse instante pegando no corpo do stripper cadenciavam os seus movimentos enquanto este metia e tirava da cona apertada ate então da minha gata. A Ana começou a tocar na sua rata enquanto era fodida e não demorou muito tempo a vir-se no pau entalado nela. Ela disse-me que ele acabou por se vir poucos minutos depois, despejando todo o esperma por cima do rabinho da gostosa que tinha em casa

Ficou deitada na cama por vários minutos depois do stripper ter saído do quarto. Disse.me que se sentia muito culpada. Ele regressou ao quarto 15 minutos depois com uma toalha envolta da sua cintura. As outras raparigas estavam paradas mais uma vez junto á porta do quarto empurrando-o para fuder mais uma vez a mãe dos meus filhos. Ele removeu a toalha mostrando o seu pau erecto novamente para a minha esposa. A sua cona estava ainda muito molhado aquando ele se deitou sobre ela. Enterrou novamente o pau na coninha da minha esposa, com as raparigas novamente gritando FODE-A FODE-A FODE-A! A minha esposa disse-me que os eu pau era gostoso metido dentro da sua cona e a fez perder o controlo novamente. Fodeu a minha gata por vários minutos fazendo-a a vir novamente no seu pau. As raparigas queriam agora que ele se viesse na cara da minha dona. Começou a fode-la com mais força, aumentando o ritmo e não demorou muito para que estivesse pronto para outro orgasmo. Tirou o pau para fora e moveu-o na direcção da cara da minha paixão. Não havia nada que a minha esposa pudesse fazer naquele instante. Ele começou a vir-se na cara do meu anjo. Acabou por colocara várias esporradelas por cima da carinha dela. A minha esposa ficou exausta por vários minutos em cima da cama. O stripper foi então embora e todas as raparigas lhe disseram o quanto excitante tinha sido vê-la ser fodida…

deadpoet4@hotmail.com

Comentários

10/02/2017 21:11:28
Maravilhoso se alguma gata quiser tc chama no whats ONZE.NOVE, SEIS, NOVE, NOVE, SETE, TRÊS, SEIS, NOVE,NOVE MARCOS BJS NAS PEPECAS....
28/12/2009 12:26:45
sim cona é buceta em portugal
PF
28/12/2009 11:47:39
DElicioso o sotaque de seu conto. Mas esclareça-me: cona seria buceta? nunca havia visto este termo.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.