Casa dos Contos Eróticos

A primeira vez de Heriene

Autor: Ivan
Categoria: Heterossexual
Data: 03/11/2009 20:33:35
Última revisão: 15/03/2010 17:05:40
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual, Hetero
Ler comentários (8) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Eu sou casado com Heriene há doze anos, e vivemos um romance intenso, eu a amo, pois mulher igual a ela ainda não conheci nos meus 40 anos de idade, e uma vida de solteiro bem agitada no quesito sexo.

Nos conhecemos em 1995, quando ela tinha quatorze anos e eu 26 anos. Nós somos de família bem tradicional, eu sou do interior de Minas e ela é de Vitória Espírito Santo.

Eu havia chegado a pouco tempo em Vitória, e ainda estava me estabilizando, mas logo fui começando a namorar uma outra garota. E num belo dia acabei conhecendo Heriene. Não Namoramos logo de cara, mas ficamos naquela espctativa.

Ela tinha o corpo já fomado, cintura bem fina, pernas bem grossas e torneadas, cabelos cacheados e uma cor de morena jambo, que com pouca horas de praia ficava de parar o trânsito.

Daí então sempre nos cumprimentávamos,,pois ela sempre estava indo na casa de alguns parentes meus. E eu como sempre fui pra frente, toda vez que passava por ela, dava um apertozinho com as duas mãos na cintura dela...e ela ficava dando o maior mole.

Até que um dia já cheio da minha namorada, resolvemos terminar o romance e logo comecei a namorar Neneca, com permissão da mãe dela, tudo certinho, em casa e pra casamento(Como depois de dois anos nos casamos de verdade).

E como sempre fui safado, cachorro, logo fui avançando querendo dar uns tratos nela, e ela sempre sedia um pouco, tanto que em pouco tempo já tava chupando os peitinhos dela. E que peitinhos...eram médios, bicudos e durinhos...eu normalmente ficava na casa dela a tarde, enquanto a maioria dos parentes dela saiam de casa para resolver alguma coisa particular deles, aí eu ficava igual dono da casa.

Um dia, estávamos sozinhos, e ela estava se aprontando para sair, quando ela entrou para o quarto, eu logo fui atrás....ela nem se importou muito, pois não imaginava o que poderia acontecer, pois ela já bem vestida, e toda cheirosa, eu logo fui abafando ela na parede, e comecei a beijá-la...ela então foi permitindo que eu avançasse o sinal, daí fui descendo e estacionei bem no meio das pernas dela...e quando cheguei com minha boca em cima da buceta dela por cima do vestido, percebi que ela abriu um pouco as pernas, para que eu postasse melhor minha boca, daí não fiz de rogado ...fui logo levantando o vestido dela, e tive uma visão linda, ela estava com uma calcinha roxa de tamanho médio, mas como ela tem a buceta inchada desde nova, apareceu um verdadeiro capô de fusca, eu logo sem demora meti os dois dedos no cantinho e arredei a calcinha dela para um canto...e que visão...que buceta...nunca vi daquel jeito...tanto que apaixonei e agora eu não largo para nada...grande, inchada, com os grandes lábios bem grandes para fora, e um grelo médio...e ví que estava toda meladinha....fui logo enfiando a língua e tratando de sugar todo o caldinho que saia de dentro da xana..ela se espremia em pé...e percebí que estava adorando...mas ela tinha medo de deixar comer...pois ela queria casar virgem...e tinha medo de ficar grávida antes do casamento....o que era considerado pela família dela uma afronta. Ela sem deixar eu perceber gozou intensamente na minha língua... eu sem ter como enfiar o pau naquela buceta apetitosa...fui para casa e bati um deliciosa punheta...imaginando o dia em que eu iria meter a rola naquele bucetão.

Até que num final de semana.....já não aguentando mais, pois batia punheta todo dia pensando nela...fomos passear num parque municipal...era um parque com ávores frondosas...com muito verde...bem natural...com riachos e peixes...um local real e muito bonito...propício para namorar...então escolhemos um local mais distante de aglomeração de pessoas...e mais reservado....e ela então encostou num murinho de uns 80 centímetros de altura, abriu as pernas para que eu ficasse no meio...ela trajava uma saia longa de algodão estampado e com botões na frente de cima até em baixo....eu logo de pau latejando sem vergonha nenhuma fui logo encaixando no meio dela...meu pau estva tão duro que forçava entre os botões da saia dela... de dentro da minha calça..eu logo iniciei um beijo bem longo nela...e comecei a esfregar na xana dela por cima da saía...e como os botões estavam com a casa meio larga.... uns dois abriram...e deixou o pacotão totalmente descoberto...eu não aguentei..e bem devagar abri meu zíper e coloquei meu pau para fora...ela não impediu...pois talvês imaginasse que devido estarmos num lugar público...eu não iria passar daquilo...e logo foi permitindo meus avanços...eu logo postei meu pau bem no meio das pernas dela...quando ela percebeu minha intenção abriu as pernas e abraçou ele com as pernas..deixando o coitadinho sufocado com aquele bucetão dentro da calcinha logo acima..eu então mordia seu pescoço bem de leve....passava -lhe a língua na nuca...e num vái-vem esfregava meu pau duro igual uma tora na entrada da buceta dela por cima da calcinha...e percebi que ela tava toda melada...tanto que meu pau escorregava por cima da calcinha dela.....e quase que instintivamente...eu fui arredando com a cabeça do meu pau a calcinha dela para o cantinho....quando a buceta dela ficou toda descoberta..era facil penetrá-la..pois tava escorrendo de tão melada..ela parecia não querer..mas o prazer era tão grande que não tinha forças para parar......e aí eu continuei mais um pouco roçando meu pau na entrada da gruta fervendo dela....e já não aguentava mais...e ela de olhos fechados...estava totalmente fora de sí...e aí não aguentei..e empurrei um pouco para dentro da xana dela...ela então me abraçou mais forte..me segurando...de tal forma que mesmo que quizesse não iria conseguir sair...então iniciei um vai-vem dentro da xana dela...mas só até a cabeça do meu pau..pois eu logo imaginei que o lugar não era propício para colocar todo...iria esperar uma outra oportunidade ...como realmente depois aconteceu..e naquele vai-vem ..uma ora dentro e outra fora...e quando saia eu dava uma pincelada na entradinha antes de colocar a cabeça.....e ela ia ficando cada vez mais inundada...daí logo percebi que ela estava gozando.....e diante daquela sensação de tesão que ela sentia...eu não aguentei segurar mais e tirei meu pau para fora e gozei nas suas pernas...espirrando meu leitinho na entrada da xana dela e escorrendo por entre o reguinho da xana até escorrer nas pernas...e respingando na saia que estava entreaberta nos botões...passado aquele momento ela ficou muito nervosa pensando que eu tinha gozado dentro....e com medo de ter engravidado...logo começou a chorar...mas fomos embora...e ela ficou bem após alguns dias pois viu que não estava grávida...daí todo dia eu a comia...na casa dela.....e nosso amor foi só aumentando, e hoje vivemos felizes um ao lado do outro....casados ha doze anos.

ESSE CONTO É REAL, O LUGAR E AS PESSOAS SÃO REAIS, RELATA O INÍCIO DO MEU ROMANCE COM HERIENE....MINHA ADORÁVEL ESPOZA.

E-MAIL herivan2009@hotmail.com

Comentários

09/02/2013 21:43:43
A vontade de ter um pau dentro da bureta nessa idade é incrível... Como é difícil resistir... Um dia resvala para dentro rsrsrsrsrs
22/01/2013 23:09:46
legal
24/02/2011 06:10:48
Adoro comer uma casada na frente do marido para ele ouvir a mulher gemendo, rebolando, sentando, fazendo todas as coisas que ela tem vontade de fazer com outro macho. Sou casado, por isso dou e exijo sigilo. Carinhoso, safado e com 23cm de pau, grosso e cabeçudo. Casais liberais e muito safados, add ilustre.desconhecido@hotmail.com
30/10/2010 19:27:20
tambem achei gozacional...
28/09/2010 16:17:31
muito legal estes amassos de começo de namoro...
04/11/2009 07:53:10
Muito Bom!
03/11/2009 21:40:40
gozional
03/11/2009 21:10:05
adorei,eu neneca

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.