Casa dos Contos Eróticos

EU DE CALCINHA NA BLITZ DA PM

Um conto erótico de Tony Ba
Categoria: Homossexual
Data: 09/10/2009 19:20:56
Nota 9.78

EU DE CALCINHA NA BLITZ DA PM

Sou moreno, 40 anos, tenho um belo cacete de 19 cm, bitola média, chapeleta sem pele e gostosa de chupar, tenho uma bundinha redondinha e bem gostosinha, com marquinha de sunga de praia. Minha fantasia: Me amarro em usar uma calcinha fio-dental bem minúscula toda enfiadinha na bundinha pra me olhar no espelho e me fotografar. As vezes vou ao sanitário da empresa, onde eu já coloquei um espelho, coloco uma calcinha preta, vermelha ou branca e fico me olhando, empinando a bunda e me deliciando, as vezes só tiro na hora de ir embora pra casa, fico de pau duro o tempo todo, é uma maravilha. Então! como costumo fazer as vezes, após o banho, coloquei uma calcinha pretinha bem minúscula e fiquei empinando minha bundinha e me vendo no espelho, nesse dia o tesão tava tão grande que resolvi vestir a cueca e a calça por cima da calcinha e ir trabalhar de calcinha, coloquei uma camisa grande por fora da calça pra não notarem a marquinha da calcinha. Como era um sábado, fui deixar minha mulher “HUM FILEZINHO DE GATA” na casa de uma amiga para passar o dia. No caminho para a empresa, passei pelo CIA pra cortar caminho. Fui parado por uma blitz da PM, tinha 03 policiais, um muito educado pediu minha habilitação, pediu pra que eu saísse do veículo, colocasse as mãos no teto e abrisse um pouco as pernas. Eu prontamente o fiz, aproveitei pra empinar um pouco minha bundinha e fiquei numa posição de quem vai ser enrabado, meu pau já estava ficando duro, ele começou me revistar e quando colocou a mão entre minhas pernas logo tirou, ficando com o corpo todo colado ao meu segurando as minhas duas mãos e gritou, Sargento tem algo estranho por baixo da calça dele e continuou todo colado em minhas costas. O Sargento veio e pediu pra que eu me virasse e baixasse a calça. Eu com medo e vergonha, retruquei que não, que eu não tinha nenhum objeto dentro da calça, o Sargento mais uma vez ordenou que eu baixasse a calça. Então levantei a camisa, baixei a calça e a cueca. Eles viram meu cacete totalmente duro saindo do furo da tanguinha pretinha, o Sargento disse! Porra Cara, que belo cacete você tem, vire-se por favor. Virei de costas empinando um pouco a minha bunda. O Sargento não se conteve e disse: porra Cara, que delícia, tua bundinha fica maravilhosa com essa tanguinha toda enfiada no rabinho. O Sargento logo disse, pode se vestir, você vai nos acompanhar, logo um Soldado entrou pelo lado do carona e disse, não esquenta você vai gostar e começou apertar meu cacete. Entramos numa via à direita, mais adiante paramos, saímos do carro, o Soldado foi tirando sua roupa e mandou que eu fizesse o mesmo. Me despi, ficando só de calcinha, eu estava sentindo um tesão incrível, puxei as laterais da calcinha para deixá-la todinha enfiada dentro da minha bundinha. O Sargento encostou em minha bunda e começou me acariciar e apertar meu pau que estava a ponto de estourar, nisso o Policial pôs o cacete dele pra fora, sentou no estribo do carro, me puxou, colocou a cabeça do meu pau em sua boca e começou chupar meu cacete, que delícia. O Sargento baixou minha calçinha, até o meio das pernas, me fez empinar mais a minha bundinha, abriu bem minhas pernas e começou linguar meu cuzinho, eu não estava acreditando, mais era real, ele lambia meu cuzinho e enfiava a ponta da língua, eu só gemia com meu cacete entrando e saindo todo de dentro da boca do policial. O outro Policial veio e entregou ao Sargento uma bisnaga que era gel lubrificante e disse: Sargento, deixa eu dar uma amaciada no seu pau antes do gel, o Sargento levantou pra foder a boca do Policial e quando eu vi o cacete dele, meu tesão aumentou ainda mais, eu chamei ele pra eu chupá-lo antes de me enrabar, ele tinha um cacete lindo e na medida certa, um pau de quase 20 cm médio, nem fino nem grosso, a cabeça era sem pele igual a minha e da mesma grossura, a chapeleta do pau dele era a coisa mais linda, enquanto o Policial se deliciava com meu cacete eu me inclinei e coloquei a cabeça do pau do Sargento em minha boca e comecei uma chupada maravilhosa e sem pressa, eu engolia a cabeça do pau dele, chupava e engolia seu pau quase todo, depois ia tirando e sugando aquele cacete imenso, chupava ele todo como um belo cacete de mel. O outro Policial veio e encheu meu rabinho de gel, lubrificou seu cacete, encostou a cabeça na entradinha do meu rabo e começou forçar, eu doido pra engolir o pau dele com meu rabinho sedento, comecei empurrar minha bunda no pau dele, logo a cabeça do pau dele pulou pra dentro de mim, que delícia, que sensação gostosa, ele foi empurrando e eu sentido cada centímetro daquele pau gostoso me invadindo o rabo, quando ele sentiu que o pau tava todinho dentro da minha bunda, ele me segurou pelas minhas ancas e começou socar bem gostoso, num ritmo bem alucinante. Eu estava vivendo algo maravilhoso. Um Policial me enrabava gostoso enquanto eu chupava e babava o cacete do Sargento e era gostosamente chupado por outro Policial. Eu me sentia a Putinha mais safada e gostosa do momento, o Policial me segurando pelas ancas, socava bem gostoso e sem parar, eu sentia o pau dele entrando e saindo de dentro do meu rabo, tava gostoso demais, até achei que estava gozando pelo rabo, mas estava era derramando fortemente na boca do Policial que me chupava bem gostoso, meu pau pulsava e jorrava meu leitinho todo dentro da boca do Policial, ele sugava e dizia, que pau gostoso paizinho, derrama mais na minha boquinha. Nisso o Sargento segurou minha cabeça com as duas mãos e começou ejacular, enchendo minha boca com sua porra bem quentinha, de um jeito que eu nunca vi, era muita porra, ele urrava enquanto seu cacete jorrava muita porra dentro da minha boca. Era um momento único, eu poderia ficar ali naquela posição com aqueles três machos o dia inteiro. Quando finalmente o Sargento parou de gozar, eu babei toda a porra em seu cacete e comecei lamber e chupá-lo com calma só para limpá-lo e deixá-lo bem satisfeito, só que eu me aproveitava daquela chapeleta de pica e lambia com muito carinho, deixando bem limpinho aquela rola gostosa. Enquanto isso o Policial continuava lambendo e chupando a cabeça do meu pau bem suavemente, o Sargento foi por trás do policial que me enrabava e começou acariciar a bundinha dele, eu me posicionei melhor, ficando com as duas mãos no teto do carro, o corpo mais curvo deixando a bundinha bem mais empinadinha, eu rebolava e socava meu rabo no cacete dele, até que ele disse, ai Sargento, enfia esse dedo todo no meu cú que eu vou gozar, apertou um pouco mais minhas cinturas, cravando seu belo cacete todo dentro de mim, até os bagos encostarem em minha bundinha e começou urrar e dizer ai que rabo gostoso, ai Sargento esse rabo é muito gostoso e todo apertadinho, e começou gozar, derramando seu leitinho quentinho todo dentro do meu rabinho, ai que delícia, eu sentindo aquele cacete gostoso pulsando e derramando todo seu gozo dentro da minha bunda, comecei me punhetar e o outro Policial voltou e abocanhou meu cacete e eu gozei de novo em sua boca. Enquanto o policial ia lambendo e limpando meu cacete, eu sentia o cacete do outro Policial que me enrabava saindo lentamente de dentro do meu rabinho. O Sargento então falou: pronto rapazes, ora de irmos, o nosso amigo precisa ir trabalhar. Eu aproveitei dei meu celular ao Sargento e pedi que tirasse uma foto minha só de calcinha, vesti deixando toda enfiadinha no meu rabinho, fiz uma pose com o rabinho empinado e ele clicou. Eles se foram embora, eu me vesti e fui para o trabalho feliz da vida. Gostaria um dia de ficar com um casal pra fazer tudo de bom, principalmente ser enrabado enquanto como a bocetinha da mulher. Meu e-mail: tacosta@ig.com.br

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
12/11/2015 08:30:38
Valeu pelos comentários! Ainda não consegui que minha mulher aceite mais um na relação. Eu não contava que passaria numa blitz e tão pouco os policiais fossem perceber minha calcinha, deu medo por ser um local deserto tive medo, mas o tesão falou mais alto. Gosto de usar fio dental que contraste com a minha bundinha (preta, branca, vermelha e de bolinhas preta ou vermelha) mas vou comprar uma azul.
11/06/2014 12:01:31
enho fetiche por policiais. Pena ainda não ter conseguido transar com um. Adoraria mamar o cacete ainda dentro da farda para depois ser enrabado gostosamente. plutao_fogo@yahoo.com.br
11/02/2010 12:28:17
Boa tarde para todos, também sou um homen casado e cheio de desejos para foder com machos casados e com as mesmas preferências, sou moreno, 1,75 mts, 79 kg, higiênico, ótima aparência, com uma pica de 19 cm (grossa), uma bunda maravilhosa e várias fantasias como virar uma putinha para outro macho, chupar um cacete e engolir a porra, ser enrabado, usar calçinha da esposa, e tudo retibuir ao macho casado que tiver a fim, fantasio muito trepar com mais de um gostosão casado. Sou inesperiente e quero ser iniciado, tenho fotos que poderei enviar da minha pica e bunda para quem se interessar. E mail super.cel@hotmail.com
06/11/2009 08:39:03
Adorei! Fui puta de um comandante da PM que me levou pro quartel e me fez trepar com 6 carinhas. Qualquer dia escrevo esse conto
15/10/2009 22:50:45
Dez, fiquei de pau duro e cuzinho piscando!!!!
13/10/2009 10:58:45
Ai amiga, como vc é gulosa. Não tenho uma sorte dessa. E olha que me monto toda. Ótimo conto, excitante,... adorei!
12/10/2009 23:27:12
Muito tesão! 10! Parabéns!
10/10/2009 10:31:38
Nossa! Adorei! Fiquei com vontade de ser parado numa blitz com esses três policiais" Eu também uso calcinha, e daria PARA OS TRÊS e chuparia OS TRÊS ATÉ ESPORRAR!!!!
10/10/2009 00:53:11
Caralho que tesão!!! Porra, tu deve ser muito gostoso... Muito bom o conto... Dezzzzzzzzzzzzzzzzzzz
10/10/2009 00:51:11
Caralho que tesão!!! Porra