Casa dos Contos Eróticos

Titia Espanhola

Um conto erótico de ISRAEL.SEIXAS
Categoria: Heterossexual
Data: 08/02/2009 10:10:00
Nota 9.25
Assuntos: Heterossexual, Tia

Como ja tenho feito a algum tempo, levantei de madrugada e bem devagarzinho fui caminhando pelo corredor, até chegar a porta do quarto da irmà do meu padrasto, isto quer dizer, no quarto da minha quase titia.

Ela morava no interior de São Paulo e a exatos quatro meses esta morando aqui em casa. Ela faz bem o estilo mulher de interior ( sem generalizar é clara), não tem vergonha de quase nada, senta com as pernas abertas, usa camiseta justa sem usar sutiã, deixando assim bem amostra o biquinho de seus seios, que por sinal bem avolumados.

Ela tem um olhar que enche a minha cabeça de fantasias, ja perdi as contas de quantas vezes eu a peguei destraida olhando para o volume da minha bermuda. A forma com que ela olha, faz parecer que já tem um tempão que ela não transa.

A minha história com ela começa, na verdade, depois do dia em que ela entrou no banheiro e me flagrou tomando banho. Achei que ela faria o que qualquer pessoa faria, iria fechar a porta e sair, mas era o titia do interior e com ela foi diferente.Para minha surpresa ela entrou, fechou a porta e disse:

- Não esquente a cabeça comigo, vou apenas escovar os dentes!

E foi somente isto que ela fez, ficou de costas para mim, mas pelo espelho nao tirava os olhos do meu pinto. No começo fiquei meio sem reação mas, acabei por não dar muita bola. Ao ver que ela não tirava os olhos do meu pinto, passei o sabonete na mão e fiz de conta que estava lavando, mas na verdade eu estava mesmo era ensenando uma punheta. Quando ela viu que o membro ia tomando forma, saiu do banheiro e antes de sair se abaixou na pia para beber água. Ao fazer isso a camiseta que apenas cobria a polpa da bunda, subil, deixando bem amostra sua bela bunda redondinha e seu minusculo fio dental.

Neste dia fui para a cama sentindo um tezao descontrolado, o sono foi tudo o que eu não tive e tomado por uma pertubadora inquietude, me levantei e em passos aplumados fui até a porta do quarto da titia. Como eu ja sabia que no quarto dela não tinha chave, encostei no trinco suavemente e fui abrindo. Abri o suficiente para ve-la deitada com, como aquele fio dental minusculo, e para a minha surpresa ela estava sem sutiã.

Não sei se ela percebeu que eu estava ali, pois em apenas alguns segundos ela virou de bunda para cima, e com as pernas abertas parecia estar empinando a bunda para mim.

Fiquei tão atorduado que sequer me lembrei de fechar a porta, sai dali e fui direto para o banheiro e bati uma punheta, tão boa que gozei mais do que se estivesse transando.

Pela manhã, o sorriso dela denunciava tudo, sim, com certeza ela me vil espionando-a pela vão da porta. Ao me dar bom dia ela ja veio logo apunhalando.

- Não consegui dormir nada esta noite!

A minha cara de susto me entregou.

A primeira coisa que me veio na cabeça foi " o que sera que uma mulher de 36 anos tem na cabeça de judiar assim ( com aquele rabão gostoso ) de moleque de 17 anos.

Sai para o trabalho e quando voltei a noitinha, fui direto tomar banho, só que desta vez eu me lembrei de fechar a porta. Liguei o chuveiro e escutei-a mechendo no trinco. " agora ela sabe que não sou tão moleque assim"

Desde o ocorrido no banheiro as coisas teem ficado melhores entre minha titia e eu. Para assistir tv só senta ao meu lado e se estiver um friozinho que seja ja corre pegar um cobertor, e sem daar muito na cara joga suas coxas encima do meu pinto. Ela não se importa com quem esta ao lado, fica mechendo as pernas até sentir o meu pau bem duro. E quando meu pinto esta extremamente duro, ela me da uma olhadinha de canto de olho que me deixa doido.

Ontem, com a mesma desculpa de que estava frio, ela se sentou ao meu lado com um cobertor, pegou na minha mão e disse:

-Nossa que mão gelada, deixa que eu esquento para você.

Ela segurou minha mão e foi colocando para dentro do seu shortinho de lycra. A titia estava sem calcinha, e antes mesmo de encostar em sua bucetinhha suada eu já sentia o calor que saia dela. Encostei já com o pinto duro, e para que meu padrasto nao percebesse, nem a minha mãe, fiquei massageando o grelinha dela bem devagarsinho.

Acabou a novela e minha mãe foi dormir, meu padrasto ao ver que o filme era repetido foi deitar também, ficamos apenas a titia e eu.

Com a malicia de mulher mais velha, ela levantou para tomar água e quando voltou pedil para que eu sentasse na ponta do sofa, para que ela pudesse deitar no meu colo. Atendi o seu pedido como se fosse um cachorrinho. Ela deitou, e com a mão sob a cabeça começou a apertar meu pinto, como se estivesse escolhendo uma fruta.

Embora eu tenha pouca idade, tenho um bom porte, destribuido em 1,91 e 98kg e não grande apenas no tamanho e a titia sentindo-o cescer na mão disse:

- Meu deus, o tamanho disto, aiiiiii que deliiicia.

Como ela já estava bem encima dele, tirou para fora da sambacanção meus 22 cm de pinto e ficou segurando bem forte sentindo ele latejar. Ela deitou e ficou com a boca na base do pau, ela mordiscava, massageava minhas bolas e depois de lamber a mão começou a encenar uma gostosa punheta.

Naquele instante ela me tinha nas mãos. Tentei pegar em seus seios, mas ela negou dizendo:

- Não, hoje é a minha vez!

Paara apimentar tudo, para dar aquele ar de secanagem, ela se ajoelhou na minha frente e começou a lamber as minhas bolas e delas foi subindo até chegar na cabeçorra que ela mau conseguia por na boca. Foi a minha melhor chupada, e em pensar que eu achava o máximo as menininhas me chupando. A titia sim, de 36 anos, é que chupa gostoso, ela realmente parecia saborear o pau, batia com ele na cara, ficava medindo-o segurando com as duas mãos tentando colocar o que ficava para fora na boca.

Realmente ela tinha geito, fazia com vonade, alem de tudo era sacana, fazia o estilo filme porno; com a cabeça toda na boca ficava me olhando, com uma carinha de quem esta cheia de tezão, e sabendo que eu não resistira me perguntou:

- Quer gozar na minha boca?

Anestesiado com a situação só tive forças para balançar a cabeça em sinal afirmativo. Entao ela chegou um pouco mais perto, encostou os seios no meu pinto, apertou-os prenssando meu pau, e começou uma deliciosa espanhola. Enquanto fazia ficava gemendinho para mim sossurando:

- Goza na boca da titia, goza. Ai que pau grosso, delicioso, nunca tinha vistou um pau tão grande assim...

Ao dizer que já estava quase gozando, a titia abocanhou o que ficava sobrando do pinto e acelerou, agora era espanhola e boquete, não deu para segurar; gozei, foi tanto que ela nao conseguil segurar tudo na boca, deixando escapar pelos seus seios, nas minhas pernas e no chão.

Depois disso ela levantou, colocou um pé no encosto do sofa, arrastou a calcinha com uma mão e com a outra cravou dois dedos na buceta, depois passou a mão na minha cara e me fez chupar seus dedos, me segurou pelos cabelos e literalmente ESFREGOU A BUCETA NA MINHA CARA, depois bem junto ao meu ouvido sossurrou.

- Amanhã será a sua vez de brincar com a titia.

Israel.seixas.

DESCULPAS SE ME ESTENDI UM POUCO, É QUE EU NÃO QUERIA DEIXAAR DE RELATAR NADINHA. A SEGUNDA PARTE LOGO LOGO ESTARÁ PRONTINHA, VOCÊS NÃO IMAGINAM A LOUCURA QUE FOI A BRINCADEIRA COM A TITIA.

UM ABRAÇO E ATÉ A PRÓXIMA.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
18/12/2012 14:54:05
tenho 18 anos, 1,92 de altura, coincidência da porra mano... muito bom seu conto
21/08/2010 09:44:00
Gostei, bom conto...
19/01/2010 10:14:56
legal seu conto,aguardando a segunda parte
28/05/2009 18:24:16
O´timo conto está de parabéns
09/05/2009 03:41:24
nesse conto meu pau subiu com força! ai q maravilha de conto! titia trintona! delíciaaa!
31/03/2009 09:36:17
Ah... ainda prefiro os contos cômicos... Mais tudo bem... Vc não se prendeu só a eles.. Nota 10 (de novo)
10/02/2009 11:38:55
Beleza pura vai um 9...
08/02/2009 11:57:03
Se este foi o seu 1º conto pois achei-o muito bom está no bom caminho para nos excitar a todos os leitores com novos contos.
08/02/2009 11:36:36
muito bom 9