Casa dos Contos Eróticos

Com carinho

Autor: Milinha +
Categoria: Heterossexual
Data: 18/10/2008 00:15:18
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual, bom
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Odeio o dia do meu aniversário, é sempre decepcionante! Aquele dia não seria diferente e começou muito ruim por sinal, com batidas fortes na construção ao lado. Eu já nem esperava mais que pudesse acontecer algo bom, por isso me enrolei no lençol e tentei pegar no sono, queria dormir maior parte do dia na esperança de que ele acabasse logo.

Bem, meu celular tocou algumas vezes, meu pai, alguns primos, minha mãe, que havia saido cedo, não sei pra ir onde. Mas sem nada de extraordinário eu torcia para o dia seguinte vir logo.

A tarde, eu ia sair com umas amigas, íamos num barzinho tomar algumas cervejas, lamentar a vida miseravel que tinhamos e ir embora frustradas tarde da noite. Mas entrei na internet e um amigo meu me chamou no msn.

A ultima pessoa que eu esperava que lembrasse do meu aniversário era ele, um amigo que na verdade nem era tao amigo assim, pois eu o havia conhecido a um mes apenas. O fato dele ter lembrado me animou, ele era de fato um cara que mexia comigo, era uma pena ser comprometido, pois tinha uma namorada em outra cidade. Pouco eu sabia sobre ela, ele não falava nisso, eu só sabia que ela existia.

Ele disse que queria me dar um abraço e pediu pra eu encontrá-lo antes de ir encontrar as meninas, concordei, lógico, ia fugir só um pouco do meu caminho, e tambem seria super agradável vê-lo. Cheguei no local combinado, logo que desci do carro ele me recebeu com um abraço tão gostoso, apertado, conversamos um pouco e ele me chamou pra ir até seu apartamento, disse que seu amigo, que dividia o ap com ele, havia viajado, e como ele estava cansado para ir até o barzinho encontrar as meninas comigo, queria que eu ficasse com ele um pouco pra comemorar um pouco.

Então fomos, e confesso, queria muito ter ele pra mim. Comecei a gostar do dia do meu aniversário e por ter sido ele o motivo dele ter me chamado.

Chegamos lá, ele havia preparado um jantar, havia vinho (ele sabia que eu adorava), e não acreditei no que vi. Ele sorria muito vendo minha expressão de admirada, e falei:

_Voce é louco, e se eu não topasse vir?!

_Eu teria que estragar a surpresa, teria de te contar o que havia preparado, mas não jantaria sozinho jamais essa noite.

Rimos, nos sentamos, jantamos, conversamos, depois fomos para a sala, conversamos, e o celular nao parava de tocar, as meninas me procurando.

Pensei que nao fosse mais rolar nada e até pensei que ele estivesse cansado, pois havia trabalhado o dia todo e no dia seguinte trabalharia mais, então me levantei.

_Bem, vou lá encontrar com elas e deixar você descansar, obrigada mesmo por tudo, não sabe o quanto eu gostei.

Ele se levantou, segurou minha mão e falou me puxando.

_Espera, vem comigo.

SEgui ele até seu quarto, chegando lá ele ligou o monitor do computador e me mostrou uma foto já aberta, era nossa na primeira vez que nos encontramos, eu nem me lembrava dela. A única luz no quarto era do computador, então ele se virou, chegou perto e me beijou. Senti meu corpo inteiro arrepiar, ele beijava meus labios, sua lingua percorria minha boca, senti suas mãos pelo meu corpo todo e logo seus labios no meu pescoço, descendo pelo meu ombro, enquanto ele subia minha blusa e então a tirou.

Ele me olhava nos olhos e desabotou meu sutiã, fiquei com os peitos nus, então ele se inclinou e segurando-os sugou os biquinhos, beijava e sugava, chupava, eu delirava de tesão, ja estava molhadinha neste instante.

Então me fez deitar na cama e tirou minha bota, depois minha calça e foi subindo pela minha perna beijando de levinho me fazendo sentir arrepios de tesão.

Quando ele voltou a deitar sobre meu corpo para beijar minha boca, fui subindo sua camisa, e a tirei, beijando seu peito, sugando seu mamilo e sentindo seu pau duro entre minhas pernas, ainda dentro da calça. Então ele se lavantou, abriu a calça e a tirou, voltou sobre mim beijando meu pescoço e me beijava muito. Sussurrava em meu ouvido que eu era linda, gostosa. Se ele pensava que ganharia o presente de aniversario no meu lugar, não sabia ele que eu é que estava ganhando, pois estava excitante demais.

André me empurrou pra cima, arrancou minha calcinha e desceu pelo meu corpo passando a lingua até chegar na minha bucetinha, me chupou de tudo que era jeito e gozei em sua boca feito louca, só então ele arrancou a cueca e deitou sobre mim, posicionou o pau na entrada da minha xaninha e enfiou, de tao molhada ela entrou inteira e seu pau deslizava gostoso.

Ele metia em mim e chupava meu seio se contorzendo todo pra me dar prazer, até que eu quis sentar em cima dele..nos viramos, e pulei feito vadia no cio, segurei seus braços e comecei a saltar sobre seu pau grosso e gostoso até que ele começou a urrar e disse que ja era..havia gozado.

Esgotada, deitei ao seu lado, realizada, totalmente feliz.

Mas infelizmente, começo a acreditar que não o terei pra mim.. ele não fala, mas se ainda nao terminou com sua namorada é por que gosta dela. Nos encontramos depois disso diversas vezes, é mais uma amizade colorida, mas para mim está tomando proporções, acho melhor sair fora, me afastar.

Comentários

20/10/2008 20:42:59
Gostei do seu conto gatinha...è verdade, já q ele só quer te usar, vc tem mais é q procurar alguem so p vc. Gostei muito do seu jeitinho. Me add no msn dpois: tk.sx@hotmail.com

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.