Presentinho de aniversário

Um conto erótico de tarado
Categoria: Heterossexual
Data: 18/05/2008 19:25:55
Nota -
Assuntos: Heterossexual

Ola,hoje vou contar o que aconteceu dia 17,minha mulher completou 25 anos,e seu aniversario teve boas surpresas.

Fomos dar um passeio,e perto de nossa casa tem umas construções,inacabadas mas adoramos porque a sensação de ter alguem vendo a gente meter e muito boa

sempre tem esses punheteiros que saem a procura de casais que metem em lugares assim.

Não deu outra quando chegamos a uma dessas casas havia um rapaz andando por la e quando entramos na construção percebi que ele havia nos seguido ,mas fingimos não ver e então começamos um sarro bem gostoso aqueles beijos bem

molhados.

No alto do tesão ela começa a passar a mão no meu pau,e tira pra fora,e começa a punhetalo bem gostoso e eu pra não ficar pra trás chupei seus peitinhos ela fica muito putinha.

E o cara so nos olhando foi quando de repente ela se ajoelha na minha frente e começa um belo boquete(isso ela faz como ninguem)e o cara so olhando,foi quando ele tira o pau pra fora e começa a tocar uma punheta dava pra ver pelos movimentos.

Minha namorada e muito expert em boquete entao foi quando eu não aguentando falei que ia gozar,ela tocou a punheta bem forte esperando que eu gozasse em sua boca foi dito e feito não aguentei e soltei uns três jatos de porra em sua garganta ela não engole mas so a sensação de gozar na boca dela é indiscritivel,muito bom.

Mas não paramos ai,ela se recompos e começamos um sarro de novo em pouco tempo meu pau ja tava duro de novo,foi quando virei-a de costas e comecei a pincelar meu pau em sua bucetinha e na sua bunda,uma bunda bem gostosa.

Ela veio chupou meu pau de novo para deixa-lo bem lubrificado e se virou de costas de novo foi quando sem pensar enfiei o pau na sua xaninha bem molhadinha e fui bombando gostoso e ela pedindo pra meter mais forte nisso nos dois suavamos e o cara so tocando uma.

Depois de algum tempo comendo sua bucetinha,ela me solta um sussurro e me diz pra eu comer o cuzinho dela nem pensei e soquei meu pau depois de uns quinze minutinhos gozei de novo em seu cú.Ela ficou toda cheia de tesão e com o cuzinho cheio de minha porra,colocamos a roupa e fomos embora,mas sempre rola de nos dois metermos la nessas construções,ela gosta mesmo e de pagar um boquete la nesse lugar por isso sempre vamos la depois eu conto outras aventuras nossas.

nomes ficticios:Eu=Luis,Ela=Lísia

ela 25 anos e eu 28

somos de mg

deixem seus comentarios e desculpem pelos erros

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
19/05/2008 07:06:35
Razoável. Nota 6.