Casa dos Contos Eróticos

Peixe fora d'água

Um conto erótico de Vanessa
Categoria: Heterossexual
Data: 03/02/2002 23:59:26
Nota 5.00
Assuntos: Heterossexual

Meu nome é Vanessa, tenho 22 anos, 1,74m, 70 Kg, negra. Quero narrar um fato excitante que ocorreu há um ano. Nesta época estava matriculada numa escola de natação. As aulas iam acontecendo sem nenhuma novidade, até que eu tive que mudar de horário e, nesta nova turma, acabei conhecendo um rapaz lindo. O nome dele era Roger, tinha 17 anos na época, mas o que mais me chamou a atenção nele foi o corpo maravilhoso que ele ostentava, aliado a um rosto mais bonito ainda. Eu tentei puxar papo com ele, mas logo notei que ele ia às aulas de natação junto com sua namorada, o que me colocava numa posição de defesa. O tempo foi passando, e meu tesão por aquele guri aumentando. Até que um dia ele foi sozinho. Foi aí que tive a oportunidade de colocar em prática um plano que tinha planejado há muito tempo e que vou narrá-lo agora: Como fazíamos no último horário, eu, de propósito, cheguei perto dele e pedi para que ele me ajudasse a realizar alguns exercícios que eu sentia dificuldade. Como o professor estava também ocupado com outros alunos, ele topou. Eu não acreditava, de perto ele era mais gato ainda, uma caixa toráxica e um abdomen perfeitos. Quando ele tirou seus óculos, pude ver seus lindos olhos azuis. Quase desmaiei, mas mantive firme meu teatro. O tempo foi passando, os alunos foram saindo, mas eu continuava a "prender" o Roger na água, às vezes até deixava "sem querer" minha mão tocar naquele traseirinho durinho. Ficava imaginando o que se escondia por detras daquela sunga. Bom, mas voltando ao plano, deixei que ficassem só nós dois na água, até o professor eu pedi que pudesse sair. Ficamos mais meia hora, em que notava a ansiedade do Roger para sair. Então, nós resolvemos sair da água e ir para o vestiário. Dei um tempinho no vestiário feminino (nao cheguei nem a tirar o maiô), joguei uma toalha no rosto fingindo secar meus cabelos, peguei uma máquina fotográfica camuflando-a na toalha e entrei no vestiário masculino. Lá, eu ouvi o som de apenas um chuveiro, olhei para o resto do vestiário e não tinha ninguém. Pensei:

- Perfeito, tudo como planejei.

Depois disso, preparei a máquina, entrei na segunda parte do vestiário onde estavam os chuveiros, abri a porta da divisão onde estava o chuveiro ligado quando vi o Roger, peladinho, ainda com o shampoo nos olhos, o que nao deixou ele perceber minha presença, foquei a máquina e dei um close de suas coxas até sua cabeça e bati 03 fotos. Resisti ao máximo para não entrar e grudar aquele pedaço de pecado em meus braços, fechei a porta e sai em disparada. O tempo passou, um dia o Roger foi só novamente. Foi quando eu o chamei para um canto para ver uma coisa, ele veio meio desconfiado, até que eu mostrei as fotos para ele. Ele ficou perplexo, pegou as fotos, rasgou-as, começou a me ameaçar até que eu disse: - Olha aqui garoto, você não está em posição de reclamar nada aqui não. Eu tenho várias cópias destas fotos e posso muito bem espalhar no seu colégio, onde sei que tem várias mulheres e até homens que dariam tudo para vê-las. Portanto, me obedeça, faça o que eu digo e nada disso acontecerá. Ele ameaçou continuar a reclamação, mas eu mandei ele calar a boca e voltar para a água. Lá eu disse que a primeira coisa que ele deveria fazer era terminar seu namoro e deixar eu tomar conta da situação. Ao terminar de falar passei minha mão sobre seu pau, onde notei que debaixo da sunga ele estava armado. O danadinho estava gostando da situação...Na outra semana notei que sua namorada, agora ex, estava amuada num outro canto da piscina, e logo percebi que o Roger estava colocando minhas ordens em prática. Nesse dia, eu falei para ele:

- Olha aqui garoto, hoje na hora de sair você vai me dar uma carona até minha casa. Lá eu tenho outras ordens para você.

Dito e feito. Saimos juntos da academia e fomos até meu apartamento. Lá dentro, eu peguei uma sunguinha bem cavada, e fui para cima dele. Man dei ele ficar quieto e facilitar as coisas, senão seria pior. Tirei o seu tênis, suas meias, seu relógio, sua bermuda, sua camisa e mandei ele colocar a sunga cavada. Não olhei para não perder a graça da brincadeira. Ele trocou e eu virei, quando vi aquele gatinho com aquela sunguinha que mal cobria o seu pau. Mandei ele dar uma voltinha, percebi que sua bunda esta quase toda de fora e seu saco saia um pouco de fora. Fui para cima dele, coloquei uma venda em seus olhos, guiei-o até o quarto, joguei-o na cama e peguei um chocolate em calda e comecei a espalhá-lo no seu tórax e em sua barriguinha. Eram perfeitos, todo malhadinho. Antes de vendá-lo, olhei bem naqueles olhos azuis e fiz um cafuné naquele seu cabelinho curto castanho.

Realmente ele não devia nada a esses modelos. Depois de espalhar o creme, começei a chupar aquele tórax maravilhoso, durinho, e fui descendo até parar no seu umbiguinho. E por falar em umbiguinho, que abdomen. Todo definido, dividido. Não resistindo mais, não só puxei, mas arranquei aquele paninho que prendia seu pau já pulsante. Seu pau explodiu para fora, onde ao observá-lo percebi que Roger era perfeito em todos os sentidos... Abocanhei aquele membro,

lembrando o quando imaginei aquela cena em meus sonhos...agora ele estava ali, peladinho, todinho só para mim, à minha mercê, às minhas ordens... ele ia dizer algo, mandei ele calar a boca e não tocar em mim. Eu queria presenciar aquele momento e não perder nenhum detalhe... mandei ele virar-se, depois de passar quase 30 minutos apalpando, olhando e chupando aquele pau maravilhoso...pude ver sua bundinha, durinha e empinada...tinha até a marquinha da cueca...meti o dedo em seu rabo, dei uns belos tapas naquela bunda e mandei ele se virar novamente...depois disso, queria também um pouco mais de prazer...tirei minha roupa, me posicionei sobre sua boca e ordenei que ele a chupasse e a deixasse limpinha. Ele fez isso com maestria...depois disso, deixei ele por baixo e sentei sobre aquele pau duro, senti um prazer incomensurável, gozei várias vezes...nesta posição, seu pau entrava todinho em minha vagina, enquando isso minhas mão deslizavam sobre aquele tórax definido, resultado das aulas de natação...Fiquei cavalgando sobre ele, até que ele gozou. Juntei um pouco da porra dele, espalhei em meus seios e ordenei que ele chupasse tudo, me deixando bem limpinha. Isso tudo aconteceu sem ele tirar a venda de seus olhos...Quando acabou, mandei ele ficar deitado enquando eu ia tomar banho. Ao voltar, já vestida com a minha lingerie preferida, mandei que ele se levantasse, tirei a venda de seus olhos, e ordenei que ele fosse até o guarda roupas, escolhesse uma roupa e terminasse de vestir sua rainha...ele escolheu uma calça jeans e uma blusa manga comprida, me vestiu, calçou meus sapatos e me disse: - você me ordenou tudo isso, fiz tudo o que me pediu, agora quero os negativos e todas as cópias das fotos, pois cumpri minha parte no acordo, mesmo contra minha vontade. Quando ele ia começar a se vestir, mandei ele largar a cueca novamente e se encaminhar ao banheiro, onde ele iria tomar um banho.

Fiquei observando cada movimento daquele deus da saúde dentro de meu banheiro, ensaboando e enxugando aquele corpo maravilhoso, que apesar dos 17 anos, não era musculoso nem grande, mas era muito definido. Quando ele terminou, puxei sua toalha, e pedi que ele me acompanhasse. Fui até a sala e entreguei todo o material a ele. O Roger voltou ao quarto, vestiu sua roupa e saiu, dizendo que nunca mais o veria. Pena que ele não sabe, eu filmei cada passo de nossa aventura em meu apartamento, e não vejo a hora de usá-lo novamente...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
wasup
06/02/2002 19:43:41
se nao for mentira, foi um belo estupro
O FALADOR
05/02/2002 15:26:05
Olha aí pessoal!!!! - Tem uma série que vale apenas ler -> VIVER de RIR I, II e III ---> Vá lá!!!!!!!!!!
all
04/02/2002 14:17:24
Jamais eu terminaria um namoro por causa de umas fotos. Vc é muito mentirosa!!
04/02/2002 11:45:02
QUE MENTIRA DO CACETE
CRITI
04/02/2002 08:49:43
Pura fantasia