Casa dos Contos Eróticos

Sobrevivendo

Autor: khaz
Categoria: Homossexual
Data: 12/01/2018 19:00:15
Nota 10.00
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Nunca gostei do interior, passei 18 anos da minha vida na cidade grande sem qualquer interesse em assuntos interioranos, o total oposto do meu pai, sendo proprietário de duas fazendas, que vivia viajando pra manter a ordem em ambas.

Terminado o ensino médio, fiz a vontade do meu pai e fui estudar agronomia em Curitiba onde tínhamos uma fazenda, já que a faculdade era perto, meu pai não quis me deixar ficar em uma republica de estudantes, afinal por ser cidade pequena o custo era um pouco alto e compensava mais ficar na fazenda mesmo. Cheguei em uma sexta feira as seis da tarde, o desanimo não me deixava fingir estar gostando da situação, fui recebido pelo caseiro e seu irmão que me levaram pra casa principal onde eu ficaria.

Com toda preguiça e desgosto do mundo arrumei minhas coisas no quarto, a casa era grande e vazia, só estavam os irmãos que cuidam da fazenda e eu ocupando um quarto, desci em busca do que comer , depois de procurar porta por porta encontrei a cozinha, Antonio, o caseiro e irmão mais velho, estava preparando alguma coisa que cheirava bem, perguntei se podia comer com eles mesmo sabendo que não iriam recusar.

Depois de jantarmos, uma comida diferente da que estava abituado porém gostosa, seu Antonio foi por a comida pra alguns animais que meu pai tinha naquela fazenda, enquanto Roberto , o irmao mais novo e aparentemente bruto, foi arrumando a cozinha, me ver ali sentado sem fazer nada provavelmente o incomodou pois ele chamou minha atençao.

-Tu poderia ajudar piá, já que também vive aqui pode dar uma força né? - Nao entendia bem algumas coisas que ele falava, mais imaginei que 'piá', pelo contexto, fosse rapaz ou garoto.

- Nao gosto de fazer essas coisas, mais já que não estou fazendo nada me diz o que fazer.

- Tu nao vai poder ser mimado aqui como sempre foi piá, nunca deve ter feito nada pesado, então laça essa louça.

-Sou Rafael, não fica me chamando de 'piá' que é estranho.

-Tá Rafael, agora lava essa louça que já nois tem que dormir.

-Nem deu oito horas ainda, nao vou dormir agora.

-Tu que sabe, o patrao deixou avisado que era pro te por pra ajudar, amanha as seis te tiro da cama mesmo tu nao querendo.

-Rapaz você é abusado.

-Abusado? só sigo ordens do teu pai.

-Certo, amanha eu ligo pra ele, vou terminar aqui e assistir no quarto.

-Ta certo, ja deixei avisado.

Terminei minha parte, e fiz o que havia dito, subi assistir netflix, um vicio que não abro mão, terminando os últimos episódios da série que estava lançando, o sono veio sorrateiro, resolvi que era hora de dormir, mas antes fui ao banheiro, aquela casa deserta parecia estar abandonada, finalmente encontrei o banheiro, mas quando abri tive um imprevisto, Roberto estava completamente nu tomando banho, quando me viu na porta, não sabia onde me enfiar, só queria desaparecer, depois de uma boa olhada naquele corpo trabalhado pelo serviço do dia a dia, o bronzeado do sol a pino todo dia, um corpo desenhado muito próximo do perfeito, quando olhei seu pênis fiquei de queixo caído, era realmente um homem com H, fechei a porta e corri pro quarto trancando minha porta pra evitar questionamentos.

(teste pra ver se é um historia que vai conseguir o interesse dos leitores, se gostarem eu continuo :D )

Comentários

13/01/2018 18:19:06
Interessante!! Continua
13/01/2018 14:19:19
CONTINUA RAPIDINHO POR FAVOR. RSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS OS BRUTOS TAMBÉM AMAM.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.