Casa dos Contos Eróticos

REVELAÇÃO.16

Autor: RENATO MOTA.
Categoria: Homossexual
Data: 06/12/2017 23:49:36
Nota 9.86
Ler comentários (22) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Na fazenda, depois de mais uma noite de amor entre Lucas e Pedro; eles estão abraçados descansando.

Pedro disse: - Sabe estive pensando aqui...

- O que você está pensando amor?

- Nós podíamos nos casar.

- Você fala sério?

- Sim por quê? - Não gostou da idéia?

- Ao contrário. Eu adorei.

- Mesmo?

- Mesmo Pedro...

Pedro sorriu satisfeito e deu um selinho em Lucas e deitou sua cabeça no peito de Lucas e ficou fazendo carinho nos pelos do umbigo de Lucas. Com isso o pau de Lucas deu sinal de vida, Pedro aproveitou e passou a alisar a rola de Lucas que crescia e ficava dura na mão de Pedro. Lucas disse:

- Você não perde tempo, parece insaciável.

- E sou eu amo essa piroca e o dono dela. Se pudesse daria pra ela o dia e a noite inteira, só pra ver meu homem, gozando sem parar.

- Você é fogo Pedrinho, é fogo. (Ele disse sorrindo e logo após ordenou:) - Vai, cai de boca logo, quero sentir você me chupando.

No dia seguinte, quando Pedro acordou, viu que Lucas não estava mais na cama. Ele se levantou e viu Lucas no seu escritório na fazenda. Estava numa ligação. Pedro se aproximou e Lucas já foi se despedindo da pessoa e desligou o telefone.

- Estava falando com quem no telefone amor?

- Uma gráfica, que pesquisei aqui na internet.

- Uma gráfica? - Pra que?

- Ué... Pra mandar fazer os convites do nosso casamento. Você não quer casar?

- Sério? (Disse Pedro sorrindo feliz)

- Sério amor. Há e também já contratei um bufe.

- Meu Deus você é louco.

- Sou louco por você. (disse Lucas sorrindo feliz para Pedro que estava parado em sua frente.)

O tempo foi passando e tudo ia ficando cada vez mais acertado para o casamento deles, essa noticia caiu como uma bomba na pequena cidade, muitos adoraram a idéia, outros achavam uma berração o casamento de dois homens, mas ninguém se atrevia a falar qualquer coisa contra ou qualquer tipo de ofensa pra eles. Afinal, eles eram os mais ricos da cidade. Tudo ia se concretizando para o casamento deles, exceto uma coisa. A igreja. É claro que o padre de uma cidadezinha não permitiria o casamento de dois homens numa paróquia. Mas Lucas encontrou a solução.

- Então amor eu queria que você fosse ver a capelinha da fazenda.

- Claro amor, podemos ir à hora que você quiser.

- Podíamos ir lá hoje à tarde, arrumamos um tempinho no meio do nosso trabalho. Pode ser?

- Sim! Eu vou adorar.

A tarde caia, e eles foram até a capela. Como aquela fazenda era centenária aquela capela estava construída ali por pelo menos uns 80 anos. Era usada pelos colonos pra fazer suas preces aos Domingos. De 15 em 15 dias ia um Padre até la celebrar uma missa. Depois da construção da igreja da matriz no centro de Roseiral, ela ficou por lá esquecida. E já não se celebrava mais uma missa a pelo menos uns 30 anos. Mas ela estava lá de portas fechadas, imponente ao tempo. Desgastada, envelhecida, mas de pé. Lucas mandou que previamente alguns de seus funcionários fossem lá e abrisse a porta, nem que tivesse que ser arrombada.

Eles então chegaram a cavalo e pararam em frente à capela. Pedro disse:

- Me lembro que meus pais contavam que quando criança via aqui assistir missa. Pensei que fosse uma capelinha pequena. Mas até que é grande, olha só tem até uma escada lateral dando pra uma galeria ali pelo alto. Que interessante.

- Sim meu bem. Eu acho que ali encima devia ficar a família do meu avô assistindo a missa e o povo deveria ficar aqui em baixo. Geralmente nessas construções antigas, sempre tinha essas coisas, pois os senhores de fazenda ou mesmo os mais ricos não se misturavam com o povo, nenhum deles sentavam-se ao lado de gente simples e comum, eles ficam no alto geralmente nessas galerias de destaque, talvez pra mostrar toda sua imponência.

- É Lucas, pode ser. Era um pensamento absurdo esse, eles faziam diferença de classes sociais, de cor. Que horror...

- Verdade amor, aqui então teve muito disso, pois essa fazenda ainda foi do tempo do Brasil Império.

- Nossa então quantos anos essa fazenda tem?

- Amor eu nem sei ao certo, mas depois examinando a documentação dela eu vou tentar descobrir isso. Mas lembro do meu avô contando das coisas daqui pra mim e meu irmão. Ele falava que essa fazenda tinha mais de duzentos anos, que foi do bisavô dele. Ele dizia que onde hoje é o Aviário. Onde tem aquele galpão enorme da parte do cultivo dos frangos.

- Sei amor, lá é bem grande mesmo.

- Então, ele falava que ali era a senzala, e que ela existia até a década de 40 pra 50. Pois no começo dos anos 50 quando ele era moço, ele mandou acabar com tudo, ele dizia que aquilo não era recordação boa pra se ter numa fazenda, aquilo era símbolo de ódio e sofrimento. E ele não gostava daquilo na fazenda dele. Então ele mandou soterrar tudo e construir a primeira granja aqui da fazenda, na época ele queria também expandir o negócio da fazenda, tendo a produção aviaria também. Antes era só bovina aqui. E deu certo, veja como esta hoje e o quanto faturamos.

- Seu avô desde moço era um visionário e gostei dessa atitude dele de acabar com toda lembrança da escravidão. Não faz sentido ficar cultivando através dos tempos uma imagem de sofrimento e dor.

- Pois foi o que ele fez, mandou acabar com tudo e construiu tudo isso ai por cima. Debaixo daquele aviário deve ter muitos grilhões e objetos antigos de torturas, pedaços da antiga senzala e essas coisas...

- Então amor, vamos deixar essas coisas pra la e focar aqui na igrejinha. Eu acho que a estrutura dela ainda esta muito boa, é uma construção antiga e muito resistente, precisa de muita limpeza, de pintura, e arrumar o altar, bancos novos. Quanto tempo será que isso vai levar?

- Olha Pedrinho, eu acho melhor que marcássemos nosso casamento para final de novembro ou dezembro desse ano e ai teríamos uns 5 meses pra cuidar disso, seria o ideal pra por ela rápida de pé e bem ajeitada. E cuidarmos dos preparativos, da nossa viajem de lua de mel. E tudo mais, além disso, nessa próxima semana você sabe que vou ao congresso em Brasília sobre pecuária. E no mês que vem eu tenho que ir também naquela palestra internacional que me escrevi, em Portugal, na Europa. É muito importante amor, serão duas semanas longe de você, mas vai valer à pena. Preciso aumentar meus conhecimentos sobre o cuidado com o gado.

- Eu sei amor, já disse que por mim tudo bem. Eu te espero o que são duas semanas pra quem viveu 7 anos longe de você? (Pedro e Lucas sorriram e depois se beijaram indo para seus cavalos. eles montaram em direção a casa grande da fazenda).

Passado um tempo, Lucas foi com seu carro a Brasília pegou a BR-060 (rodovia que passa por Goiás e leva até Brasília). Chegando lá ele se instalou em um hotel, pois no dia seguinte teria o primeiro dia do congresso.

Dois dias depois da partida de Lucas, pela manhã Pedro resolveu dar uma volta a cavalo pra distrair a mente. Quando chegou ao estábulo ouviu Binho lhe chamar ele olhou e Binho vinha se aproximando e quando chegou bem perto perguntou:

- O que vai fazer?

- Vou andar a cavalo, um pouco.

- Mas estou precisando de você agora pra me ajudar rever umas contas da fazenda. Vem comigo. Mas tarde prometo que ando junto com você, se você quiser é claro. Acho que vai ser bom, poderemos nos conhecer mais, nunca temos chance de ficarmos sozinhos pra batermos um papo, só nos dois.

- É, pode ser!

- Posso te falar uma coisa?

- Diga.

- Meu primo quando falava de você, ele não mentia em nada, você é realmente lindo...

- Há! - Obrigado.

Binho ficou parado vendo o sorriso de Pedro, e Pedro parou de sorrir sem graça. Binho foi aproximando seu rosto até o de Pedro e este não esboçou qualquer reação, e então Binho encostou seus lábios nos de Pedro e Pedro retribuiu o beijo. Foi um beijo maravilhoso, quente e ardente. Binho beijava ele e passava a mão na sua bunda, por vezes apertava bem a bundinha de Pedro com vontade. Seus corpos estavam grudados Binho sentia o caralho de Pedro duro apertando o seu que também estava duro e apertava o de Pedro. No alto encima das telhas da cobertura do estábulo estava à figura de um rapaz de capuz deitado sobre as telhas olhando lá para baixo sobre seu corpo uma imensa capa aberta cobrindo quase todo seu corpo. O rapaz apontava um celular lá para baixo e tirava fotos dos dois se beijando. Mas para a alegria do vulto negro que estava sobre o telhado, o melhor ainda estava por vir. Lá embaixo Binho se desgrudou de Pedro e ordenou com voz de macho mandão desabotoando a calça e arriando um pouco ela. Binho disse:

- Anda puta cai de boca logo.

Pedro desesperado de tesão engoliu aquela vara preta e chupava com muita vontade. Ele saboreava aquela tora preta de carne com tanto tesão que chega se babava todo.

Deitado sobre o telhado, a figura de capuz negro sorria feliz e tirava mais fotos.

Lá embaixo, Binho dizia:

- Vou gozar puta, vou gozar... Toma leite na garganta vadia, toma...

Binho esporrava com vontade dentro da garganta de Pedro que engolia o pau de Binho inteiro deixando só o saco de fora. Quando acabou Pedro se levantou e disse com cara de safado:

- Vamos trabalhar agora. Mas tarde podemos ir passeando até o rio e continuar nossa brincadeira.

- Tu é uma putinha mesmo, meu primo tem sorte. Pena que só seja dele.

- Posso ser sua também. Porque ser só dele, se posso ser sua também. Basta você querer e manter sigilo.

- Podes crer meu irmão. Ninguém nunca vai descobrir de nós dois.

- Sendo assim eu serei puta de dois primos agora, já fui de dois irmãos. (Disse Pedro rindo).

- Olha só que viado safado. Tu vai ser mesmo. Sempre que der vou botar você pra chorar na minha vara, vadia. (Disse Binho rindo). E os dois foram saindo... Um ao lado do outro conversando, Binho ainda deu uma pegada bem forte no cu de Pedrinho enquanto eles caminhavam e disse:

- Mas tarde vou querer isso.

- Você vai ter meu preto gostoso. (Pedro falou pra ele com cara de putinha assanhada). Sem saber que eles estavam sendo vigiados, eles foram embora tranquilamente. No alto do telhado, assim que eles saíram, a figura negra foi embora, se embreando pelos matos saiu no meio da estrada onde o carro negro estava parado. Ele entrou e sentou no banco do carona. Abaixou seu capuz e o outro jovem de cabelos loiros compridos que estava sentado no banco do motorista disse:

- E ai o que descobriu?

- Mas do que descobri, foi o que tirei.

- Como assim?

- Veja com seus próprios olhos. Ele entregou seu celular para o rapaz de cabelos loiros e esse quando viu as fotos disse:

- Maravilha! - Isso ta saindo melhor do que a encomenda. Essas fotos vai ser o bolo da nossa festa. O outro rapaz riu e respondeu:

- É, mas ainda não acabou eles vão se encontrar à tarde no rio, agora é você que vai lá, leva o celular, porque pelo que eu ouvi, vai rolar uma boa foda.

- Opa! - Uma foda, que delicia. - Essa eu não perco por nada. Quer dizer que a vadia do Pedrinho vai dar o cu novamente na beira do rio, ela gosta muito de dar aquele rabo branquelo na beirada do rio. (Os dois caíram na gargalhada dentro do carro).

O dia passou e a tarde chegou, eles foram cavalgando até o rio, la começaram a se beijar, e logo Pedro estava fazendo uma gulosa na rola de Binho. Eles pularam no rio pra se refrescar e depois voltaram às margens, Binho saiu da água com seu cacete negro muito duro, Pedrinho já foi logo ficando de quatro e empinando o cuzinho. Logo Binho já socava com força sua pica dentro do rabinho de Pedrinho. Não muito distante dali e atrás de uma árvore, a mesma onde os dois deixaram seus cavalos amarrados. Uma figura de capuz negro e com sua capa balançando pelo vento tirava fotos e mais fotos daquele momento. Enquanto isso sem saber de nada o casalzinho de amantes mandavam brasa e fodiam feito loucos, treparam muito por pelo menos uma hora. Depois de estarem exaustos eles resolveram se vestir e ir embora quando chegaram até os cavalos, bem na cela do cavalo tinha uma rosa presa com um pedaço de papel escrito: "TRAIÇÃO".

Pedro mostrou pra Binho, eles se olharam e Pedro ficou com medo dizendo:

- E agora? Alguém nos viu.

- Calma isso ai é só brincadeira de alguém, ninguém vai ter coragem de fazer nada contra nós, e muito menos contra Lucas, pois somos os mais ricos por aqui. No maximo o que vai acontecer, é alguém procurar você ou a mim e dizer que sabe sobre nós, e pedir um dinheiro. Dependendo de quanto for pagamos, se o sujeito quiser fazer alguma gracinha e quiser nos extorquir, matamos ele e sumimos com o corpo. O que não falta é lugar por aqui pra enterramos ele. Fica calmo e não abra a boca pra ninguém, não fale nada. Deixa tudo correr sozinho e o tempo passar e o que tiver de ser será. Não vamos nos preocupar agora. Não hoje depois da tarde maravilhosa que tivemos.

- Ta bom, estou com um pouco de medo, mas vamos deixar como está e fazemos o que você disse se for preciso.

##############################################################################

TRAIÇÃO É UMA COISA MUITO FORTE.

E SE PAGA COM UM PREÇO MUITO ALTO.

SERÁ QUE O VALOR DESSAS FOTOS VAI SER TÃO CARA ASSIM?

E AS DUAS FIGURAS DE NEGRO, VÃO COBRAR EM DINHEIRO OU DE OUTRA FORMA?

NÃO PERCAM AS FORTES EMOÇÕES DE "REVELAÇÃO", SEU CONTO DIARIO AQUI NA CDC.

****************************************************************************************************************

Comentários

08/12/2017 00:08:19
Sharon Martins: me manda MSG la no email
08/12/2017 00:07:19
Sharon Martins: seus comentários como de outros me animam muito e só tenho q te agradecer e agradecer aos outros q comentam também. Irmãos vingança é um titulo forte e vai me render uma grande história. Já penso em começar ela com uma morte e eles pequenos quando crecem eles se vingam. Dai desenvolvo uma grande história e sera feita em sua homenagem. Quanto ao conto, acredito q muitos poderiam não intender pois cada capítulo é composto de sexo e morte. Ate chegar ao final do conto e descobrir pq ele fazia isso. Enfim. Posso Ate publicar o conto mas sera mais a frente. Pois o próximo conto é a vida de uma pessoa q acompanha meus contos e comenta aqui e pediu pra tranformar sua vida em um conto. Meu e-mai é renatodavidson@bol.com.br
07/12/2017 23:38:43
Obrigado por entender amigo
07/12/2017 21:48:08
P.s e creio que seu conto sonrisa de un angel,corazon de un demonio pode sim ser postado aqui, pois já muitos contos com temáticas bem pessadas.Se por acaso vc decidir não publica-lo e poder enviar por e-mail pra ficarei muito grata.Se sua resposta for positiva te passo o e-mail depois.
07/12/2017 21:41:20
Meu amigo obrigado pelo carinho e se os meus comentários te trás motivos pra sorrir eu fico muito feliz com isso.E seria um grande orgulho ter um trabalho seu com um título que surgiu de comentário meu,pode utilizar e crie uma linda estória com os "irmãos Vingança".
07/12/2017 21:23:51
Tudo bem migo eu te entendo!
07/12/2017 21:20:20
THIrjthiago: Perdão amigo, é que minha vida ta uma correria. Mas amanhã prometo um tempinho a tarde pra falar com você pelo e-mail e te add... Eu te prometo.
07/12/2017 19:46:39
Migo desculpa se eu insisto é que eu tô precisando conversar com alguém! E como vc é legal pra caramba eu sei que posso contar com vc!
07/12/2017 19:38:58
vit96: Pedro esta brincando com a verdade. E quando ele cair do cavalo, vai ser uma queda grande....
07/12/2017 19:38:00
Gabilobs: Obrigado por seu carinho e por ouvir que você esta adorando meu trabalho aqui, isso só me fortalece a escrever cada vez mais e melhor para você e todos os outros que me escrevem. Então; eu escrevo para um sait de Guayaquil no Equador. O nome é "La Casita". Não confundir na hora de sua busca com "La Casita" do México, esse é um outro sait de uma terma no México e não tem nada a haver. Você precisa fazer sua conta com seus dados e paga um valor lá. Saits estrangeiros em geral são pagos, você sabe disso. Feito isso, você poderá ter acesso a todo o conteúdo e aos meus contos. Lá tenho o pseudônimo de Pablito Tico. Mas se não quiser dar esse trabalhão todo, saiba que todos os meus contos de lá eu estarei publicando aqui. Exceto "Sonrisa de un ángel, corazón de un demonio"; pois acho muito pesado esse conto pra ser publicado aqui. Então creio que esse seria o único conto que não colocarei aqui. De resto todos, sem exceção iram ser publicados aqui. E se você quiser pode vir acompanhando por aqui também. Bjs no seu coração
07/12/2017 19:24:36
Renato manda o link do seu face pro meu e-mail!
07/12/2017 19:24:05
Sharon Martins: Você é de mais. kkkk "Os irmãos Vingança". Isso dá um bom título de uma nova história. kkkkk
07/12/2017 19:23:02
THIrjthiago: Assim que é bom meu amigo. kkkk
07/12/2017 19:21:45
VALTERSÓ: Não deixe de ler amigo. O final será surpreendente e cada um vai ter o que merece.
07/12/2017 09:23:25
acho que traição , você procura naquilo que não encontra em alguém ,mais nesse caso pedro tinha tudo , foi só querer acrescentar mais um pau na vida dele , mais de fato isso tudo voltou com era antigamente , antes era os gêmeos , agora são os primos , pedro está fazendo escolhas erradas acho isso lamentável,acho que só que aproveita e vira putinha dos dois
07/12/2017 04:39:40
ainda tenho certas duvidas em relação a identidade desse lucas ainda acho q e o luis q tomou a identidade do irmao ja as criariras de preto achi q sao o bruno e o verdadesiro lucas querendo suas vi ganças... continua o conto ta ótimo...
07/12/2017 04:07:29
oi renato tudo bem? como so pude hoje atualizar aki a leitura de seu conto gostaria q soubesse que estou adorandk seu trabalho aki e que a histotia e muito boa a respeito do seu desabafo no capitulo 10 gostaria de poder ler suas outas obras queria q vc pudesse me passar o link de seu perfil nesse site espanhol no qual vc mantem essas obras tenho mesmo muito interesse em le-las. um grande abrasso
07/12/2017 02:24:12
"Os irmãos Vingança"**
07/12/2017 02:22:59
Caraba esse Pedro tem fogo no rabo e nem um pingo de vergonha.isso vai acabar em tragédia ainda mais com Lucas( o verdadeiro querendo vingança pois esse loiro encapuzado e o verdadeiro Lucas o outro é o Luís) e Bruno junto nossa formaram "Os irmãos vingaça".👏👏👏👏👏😘😘
07/12/2017 01:44:05
Cada dia mas mistérios!
07/12/2017 01:16:35
NOSSA, TRAIÇÃO É ALGO QUE NÃO PERDOO NEM APÓS A MORTE. POBRE LUCAS. MAS DE FATO MERECEU. MAS SINCERAMENTE PEDRO DE FATO É UMA VADIA QUE ABRE A BUNDA PRA TODO MUNDO. ME ENOJA. MAS AINDA SIM CURIOSO COM ESSE CAPA PRETA. QUEM SERÁ E POR QUE ESTÁ FAZENDO ISSO? NÃO PERCO POR NADA, APESAR DE JÁ TER PENSADO EM DESISTIR DE LER POR CAUSA DE PEDRO. GRANDE BABACA FDP.
07/12/2017 00:45:33
Novo site galera! Visitem! contos e muita putaria https://kxcontos.blogspot.com.br/

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.