Casa dos Contos Eróticos

Minha cunhada e minha professora se encontraram e acabaram comigo na cama

Autor: Oliver Queen
Categoria: Heterossexual
Data: 18/06/2017 19:55:00
Última revisão: 18/06/2017 20:08:16
Nota 8.67
Ler comentários (7) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá galera! Há quanto tempo? Bem, não muito para vocês mas para mim foi, senti saudawde de vocês. Como prometido, contarei como juntei minhas amantes e fizemos um trio e, por incrivel que pareça, foi no mesmo motel onde perdi minha virgindade, e eu contei como foi no meu primeiro conto. Vamos ver se vocês conseguirão ler até o final.

Primeiramente, tenho que deixar claro uma coisa sobre o codinome Oliver Queen. O motivo para usar o nome verdadeiro do arqueiro verde será explicado ao longo do conto, então não se percam.

Na época, estava nas férias do meio do ano, e eu ainda tinha 15 anos quando armei essa loucura.Foi assim: num certo dia minha namorada viajaria para visitar seus parentes e nós tranzamos um dia antes, como sempre, comi a buceta e o cuzinho dela e ela gemia e queria aproveitar o máximo de tempo que ainda tínhamos antes dela viajar.

Gozei dentro do cuzinho dela e ela disse:

- Nunca vou me cansar de fazer isso. - ela falou isso indo me beijar e disse - E aí? Pensou no que eu te propus?

- Sim, mas ainda acho isso uma loucura. - falei já me vestindo - Acha que conseguirei fazer isso?

- Sim, pois você faz sexo e amor como ninguém. - falou me dando um forte abraço e falou - Você mostrará que é melhor que qualquer adulto para satisfazer uma mulher.

- Está bem. - falei com confiança - Juntarei as duas no dia conveniente e mostrarei do que realmente eu sou capaz.

Ela me deu um beijo de despedida e sorriu para mim enquanto eu saía e disse:

- Quando eu chegar de viagem, você me contará como foi.- falou com confiança extrema - Confie em si mesmo e será capaz de aguentar as duas com resistência em dobro comparada a daquela de quando você perdeu a virgindade.

Acenou e, no dia seguinte, ela viajou para o interior. Depois de uma semana dela ter viajado, tinha que bolar um plano para tudo acontecer, foi aí que eu me deu bem: resolvi usar o motel onde perdi minha virgindade para esse ato.

Os dias que eu tranzava com a Sara(Minha cunhada) era segunda e sexta, enquanto que com a Thalia era nas terças e quintas. Foi aí que o destino me ajudou: Tommy(meu irmão) teve que viajar a negócios e minha cunhada pediu para meus pais para que eu ficasse com ela para ela não se sentir sozinha. Deixaram na hora sem saber que ela e eu somos amantes. Assim, quando tranzamos na terça daquela semana, eu disse a ela:

- Tenho uma surpresa para você. - falei enquanto fodia ainda buceta dela na posição de frango assado - Nesse sábado você tem folga no trabalho, não tem?

- Sim!!! - falou enquanto eu fodia a buceta dela com força - Iremos a algum lugar?

- Sim, vamos nesse motel. - falei entregando um cartão do motel - Lá nos divertiremos muito até não aguentamos mais.

- Estou ansiosa - falou enquanto gemia até que não aguentou mais disse - vou gozar!

- Eu também vou! - falei enterrando meu pau na buceta dela - Eu sinto que vai ser a maior quantidade de porra da minha vida!

- Então goze dentro de mim Ollie!!! - falou me prendendo contra ela cruzando suas pernas até que eu gozei muito dentro dela - Isso foi demais!!!.

Eu concordei e nós nos deitamos na cama exaustos.Aí ela me fala:

- Você é mesmo o melhor amante do mundo Ollie! - falou se levantando e me ajudando a levantar também - Eu sei que no motel será melhor ainda.

Fomos nos banhar e um ajudou o outro, mas tomamos cuidado para não tranzarmos de novo no banheiro. Já na sala, eu disse a ela:

- Reservaremos um quarto para o sábado, mas você chegará depois de mim pois prepararei a surpresa.

- Está bem. - falou sorrindo - Vamos fazer isso.

Reservamos um quarto, ela ficou com a chave e eu disse até logo para ela no dia seguinte.

Na quinta-feira visitei minha outra amante e propus a ela o motel, mas dessa vez disse a ela que o quarto era de um amigo que emprestou para os meus pais e também avisei que ia ter uma surpresa, ela ficou entusiasmada e tranzamos naquele mesmo dia.

No sábado, tudo estava armado. Thalia chegaria ao mesmo tempo que Sara e eu mostraria a minha incrível resistência sexual que eu uso quando tenho que ultrapassar meus limites.

Fiquei esperando elas na recepção olhando o estacionamento do motel, e Sara chegou primeiro e eu fui até ela e disse, analisando seu corpo:

- Você está sexy. - falei me aproximando dela - Agora espere que sua surpresa está chegando.

- Está bem. - falou me dando um selinho - Te espero no quarto.

Segundos depois chega a Thalia, incrivelmente gostosa e diz:

- Você está lindo também Ollie. - falou me dando um selinho e segurando minha mão direita - Vamos para o quarto que eu saquei que a surpresa está lá.

- Vamos! - falei confiante.

Chegando lá, eu disse que havia alguém que ela precisava conhecer e ela ficou empolgada e sorriu alegremente sem soltar minha mão.

Ao abrir a porta do quarto eu disse:

- Conheça minha outra amante e cunhada.- falei para a Thalia mostrando a Sara - O nome dela é Sara.

Extasiadas, elas olharam uma para outra surpresas, então a Sara pergunta:

- Então você queria me apresentar à outra amante que você tem? - quando ela falou isso, respondi que sim e ela perguntou à Thalia - Há quanto tempo vocês são amantes?

- Há pouco tempo. - Thalia falou se sentando comigo na cama - Pelo menos 2 meses.

- Então foi depois de mim. - Sara disse ao se sentar na cama também e me faz sentar na cama também me perguntando - Foi a sua namorada que propôs isso não foi?

Aí eu tive que explicar tudo para elas, e a Sara, depois de eu terminar a explicação pergunta:

- Então você quer fazer amor com nós duas ao mesmo tempo? - falou com um sorriso safado.

- Sim! - falei confiante - Assim poderemos aumentar nosso prazer.

- Está bem Ollie. - Sara falou já tirando a roupa - Vamos fazer isso.

- Tirou as palavras da minha boca. - Thalia falou tirando a roupa também - Vamos nos divertir.

Tirei a roupa também e começamos com a Sara me deitando na cama me beijando e a Thalia me chupando profissionalmente, a Sara fez eu lamber e sulgar seus seios e eu tocava sua buceta com a minha mão direita e a Thalia fez "espanhola" com os seus seios no meu pau. Aí a Sara colocou sua buceta ao alcance da minha boca num 69 e ficou ajudando a Thalia chupando meu pau, até que eu disse:

- Eu vou gozar!!! - avisei depois de muito tempo - Eu sinto que vai ser muita porra como naquele dia!!!

- Então goze para a gente Ollie. - Sara falou isso e a Thalia disse - Goze Ollie. Quero ver o quanto você pode gozar!!!

Sara e eu gozamos e a Thalia se deliciou com o meu sêmen e a Sara também. A Sara ficou de frango assado na cama e disse:

- Me come Oliver. - falou isso com um sorriso safado - Me mostre sua verdadeira potência sexual.

Sem perder tempo, coloquei a cabeça do meu pau na entrada da buceta e enfiei tudo e fodi ela sem parar enquanto que a Thalia ficou me beijando até que eu comecei a chupar os seios da Sara, deixando ela ainda mais excitada e sua buceta ficou ainda mais quente e quase derretendo meu pau

Mudamos de posição e ela ficou de 4 e eu comecei a foder ela ainda mais forte e Thalia voltou a me beijar como se quisesse me engolir.

Aí, eu deitei na cama e a Sara começou a cavalgar alucinadamente no meu pau enquanto que a Thalia colocou sua buceta ao alcance da minha boca e comecei a lamber e meter a língua dentro da buceta da Thalia enquanto que a Sara cavalgava no meu pau com vontade até que eu avisei que ia gozar e as duas disseram que iam gozar também e a Sara disse para mim gozar dentro dela, aí não aguentei mais e gozei muito dentro dela e ela saiu de cima de mim e deitou na cama ao meu lado e meu pau continuava duro, aí a Thalia ficou de 4 e disse:

- É minha vez!- falou alto - Me fode com tudo Oliver.

Não respondi com palavras, e já fui colocando meu pau por inteiro na buceta dela e a fodi com muita força, mostrando o que eu aprendi desde a minha primeira experiência sexual, aí eu falei para elas que a minha vez foi nesse motel. Aí elas ficaram ainda mais excitadas e a Thalia e eu mudamos de posição: frango assado, cavaleira,cavaleira invertida, conchinha até ela voltar a ficar de 4 e eu fodi com mais força ainda até que percebi que ia gozar e avisei:

- Vou gozar de novo!!! - falei enterrando meu pau na buceta dela.

- Eu também vou gozar Oliver!!! - Thalia falou isso enquanto gemia - Vamos gozar juntos!!!

Nós gozamos e eu deitei na cama exausto mas, por incrível que pareça, meu pau continuava duro. Quando a Sara viu isso, ficou de 4, empinando a bunda e disse:

- Eu disse que ia dar a bunda para você Oliver um dia. - ela falou isso com um sorriso safado daqueles - Esse dia é hoje. Coma meu cu sem dó Oliver.

Ouvindo isso, me aproximei, ela afastou as bandas da sua bunda, mostrando seu cuzinho rosado, peguei o lubrificante, passei no meu pau e na entrada do cuzinho dela, coloquei a cabecinha na entrada, ela soltou um "ai". Fui enfiando devagar até ele entrar inteiro na bunda dela e comecei a foder o cu dela com força e ela ficava pedindo para eu não parar pois estava gostoso e a Thalia estava adorando ver essa cena, e ficou mostrando a sua bunda para mim, dizendo:

- Quando acabar aí, é melhor você ainda ter energia para me enrabar. - Thalia disse isso empinando sua bunda para mim e disse - Isso será seu derradeiro teste de resistência sexual.

Depois de um tempo, não aguentei mais e disse:

- Eu vou gozar pela quarta vez - falei enterrando meu pau no cu da Sara.

- Então goze dentro do meu cu Oliver!!! - falou isso enquanto eu derramava litros de porra no seu cu, e me deitei na cama exausto.

Depois de descansar, vi que meu pau continuava duro apesar de tudo, e a Thalia percebeu e disse:

- Parece que está pronto para mim.- falou isso ficando na posição de frango assado - Agora, Oliver, fode com força meu cu.

Dito isso, me aproximei reunindo todas as forças que me restavam para foder o cu da Thalia.

Coloquei a cabecinha do meu pau na entrada do cu dela, me preparando para comer o cu que meus antigos colegas de classe do fundamental tanto desejavam, e justamente aquele que não a desejava comeria o seu tão desejado cuzinho.

Fodi com toda a força que me restava, fazendo ela pedir para foder sem parar seu cuzinho, depois mudamos de posição e ela ficou de 4, pedindo para mim foder sem dó seu cuzinho, e foi isso que eu fiz.

Bombei sem parar aquele cuzinho até que não aguentei mais e disse:

- Cheguei no meu limite - falei enterrando meu pau no seu cuzinho e ficando sobre ela - eu vou gozar pela quinta vez!!!

- Então goze muito dentro do meu cu Oliver.- falou quase implorando - Encha meu cu de porra.

Não aguentei mais e enchi o cu dela de porra e deitamos na cama ao lado da Sara, e ela disse, olhando para o meu pau que ainda pingava porra, para a Thalia:

- Que tal a gente limpa-lo? - falou isso me colocando em pé - Assim garantimos que nada seja desperdiçado.

- Boa ideia Thalia. - Sara falou isso se aproximando de mim - Vamos deixar ele limpinho.

Elas começaram a lamber meu pau, tragando a porra que escorria. Até que suas línguas começaram a saborear meu pau, causando louças sensações, principalmente na glande, que ficou muito sensível até que eu disse:

- Parem!!! - disse totalmente exausto - Se continuarem assim, eu vou gozar pela sexta vez!!!

- Então goze Oliver. - falaram ao mesmo tempo e Thalia disse - nós tomaremos cada gota da sua porra.

Não aguentando mais, gozei de novo e deitei de novo na cama, exausto de tanto esforço que fiz.

De tanto me esforçar, acabei desmaiando e apaguei por 2 horas. Quando acordei, elas já tinham me vestido, e esperavam que eu acordasse. Aí a Thalia disse:

- Finalmente acordou Ollie. - falou isso se aproximando e me abraçou dizendo - Você se esforçou demais para nos satisfazer.

- É verdade. - Thalia disse isso me abraçando também - Você foi incrível.

- Sério? - falei não conseguindo acreditar - Eu também amei fazer amor com vocês.

- É serio Oliver, você é o melhor. - Sara falou isso sorrindo - Faremos isso de novo algum dia com certeza. Adorei dar a bunda para você.

- Eu assino em baixo - Thalia falou isso me abraçando de novo - Também adorei dar a bunda para você.

- Está bem.- falei abraçando as duas ao mesmo tempo - Minha namorada ficará feliz com o resultado.

Elas disseram que achavam o mesmo que eu, e disseram que Alexis (minha namorada) ia adorar saber como tudo aconteceu e que ela iria pedir na mesma hora para fazer amor com ela.

Fomos arrumar nossas coisas, elas me deram selinhos e fomos embora, cada um para sua casa, felizes da vida com o que aconteceu.

Em casa, ninguém desconfiou do que aconteceu, eu disse apenas que estava na casa de um amigo e eles acreditaram.

Por fim, meu motivo para usar o codinome Oliver Queen é: mesmo não sendo dotado, satisfaço mulheres mais velhas que eu, assim como o arqueiro verde que derrotava os vilões mesmo não tendo poderes. A moral da história é: "não precisa ser dotado para satisfazer uma mulher, e sim experiência, assim como o arqueiro verde que usava suas habilidades e experiência para derrotar os vilões. Tudo que se precisa numa situação dificil é experiência".

Até logo leitores. Só daqui a algum tempo publicarei um novo conto, mostrando as variações da vida de alguém como eu. Até logo.

Comentários

09/12/2017 13:23:08
Meu lindo, gostei deste conto também. Com vários detalhes excitantes, nos permitindo viajar através dos fatos. Nota máxima pra ti... Há pouco, um ex-aluno transou comigo na frente do meu marido e narrei aqui. Quando puder, dá uma lida. Beijinhos adocicados.
24/07/2017 09:52:53
Gostei. Realmente vale a idade.
14/07/2017 07:40:34
Acordei e ler teu conto me encheu de tesão, Oliver... Que delicia! Adorei e fiquei toda molhada me imaginando no lugar de uma das duas. Venha me conhecer lendo o meu. Um beijo!
30/06/2017 12:15:09
Delicia, Oliver. Que safadas essas duas te atacando juntas. Isso é covardia. Se fosse no futebol, seria falta na certa. Rs. Imagine atacado só pela Mallu então como seria... Beijos.
20/06/2017 11:11:33
Dizem que na batalha carnal não há derrotados. Só vencedores extenuados. Como vc ficou, com Thalia e Sara. Se fosse com a Adélia então, acabaria desmaiado. Rsrsss. Deixo outra nota máxima. Bjs.
20/06/2017 07:46:16
Que show de desempenho, Oliver. Muito bom. Essa é a grande vantagem dos novinhos de rapidamente estarem pronto pra outra. Se bem que eu ia preferir acabar contigo sozinha. Me visite novamente. Bjs, Val.
20/06/2017 07:22:00
Ha ha, arqueiro, mandou bem mesmo. Verdade que esse negócio de bem dotado é só para a indústria de filmes pornôs. Todas mulheres que conheci se satisfazem melhor com a pegada do que o tamanho da ferramenta. Nessa idade, acho que eu também dava seis, ainda mais com duas taradas assim. Parabéns!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.