Casa dos Contos Eróticos

Matei Aula pra Dar o Cu. - Parte 01

Categoria: Homossexual
Data: 30/05/2017 22:12:56
Última revisão: 25/10/2017 21:39:14
Nota 10.00
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

No terceiro tempo, aula de matemática e eu no banheiro, aquele silêncio total bem diferente do horário do intervalo, mas precisava do silêncio pois não me sentia bem.

Sou Isaque, branco de olhos cor de mel, estatura média e magrinho, cabelo liso preto com corte moderno, tímido e de poucos amigos naquela escola onde era novato, sabia que meu grau de timidez era com referência ao meu desejo por garotos e toda aquela situação.

- Matando aula?

Ouvi logo atrás de mim, percebi ser Eduardo.

Eu) - Um pouco de dor de cabeça só...

Ouvia o som dele urinar no mictório e meu coração em disparado, afinal esse é o carinha bonito da sala, mas diferente destes personagens Edu como era chamado é super na dele, simpático e sempre alegre, não se achava como alguns com sua beleza.

Edu é moreno, corpinho de quem joga futebol e olhos negros, cabelo encaracolado e sobrancelhas que dava um charme no seu olhar de garoto irado.

Edu) - Tenho dipirona. Aceita?

Eu) - Precisa não... Já melhora.

Edu) - Vamos lá para o fundo da escola? Lá é de boa e ninguém perturba.

Eu) - A biblioteca abandonada?

Edu) - Sim rsrs quando sumo das aulas chatas já sabe meu segredo.

Eu) - A diretora não pega?

Edu) - Ninguém vai lá... Rlxxx. Vamos?

Lá era como um galpão, cheio de mesas e cadeiras estragadas e alguns materiais de construção, estava interditado.

Eu) - Nunca tinha entrado aqui, é maneiro hemmm

Edu) - Venho sempre aqui relaxar rsrsr e curtir umas mina kkkk

Aquela risada maldosa dele não me surpreendia, ele era alguém que atraia.

Edu) - E você pegando alguma da sala??

Fiquei sem graça na hora...

Fiz apenas sinal negativo com a cabeça.

Edu) - Cara faz hora que não como um cuzinho hemmmm

Dei uma risada e vi ele pegando com vontade no volume que se manifestava.

Edu) - Faz hora que notei que você tem uma bundinha responsa hemmmm, mais bonita que das mina...

Eu) - Oxxi tô te estranhando rsrsrdr

Edu) - Rlxx eu sou de boa, sendo bom para ambos tá Valendo...

Ele estava a um metro de distância de mim, então tentava mudar de conversa, mas ele parecia determinado.

Edu) - Tenho um primo meu que estuda a noite aqui é tora altos aqui.... As vezes ele me convida...

Eu) - Seu primo é do bairro?

Edu) - É sim... Gente boa ele.

Mas é aí vamos ficar nessa?

Eu) - Como assim?

Né que Edu tira a pica para fora e fica balançando...

- Sei que você gosta... Vemmm

Ouvia seu mastro bater na sua mão, não conseguia ter reação e nem o que fazer.

Edu) - Relaxa, ninguém vai ficar sabendo... Só está eu e você aqui.

Meu pensamento não conseguia estar na ordem, me aproximei, ajoelhei e toquei naquele troço enorme, veias saltadas e sem nenhuma mancha, apenas sinal das veias e ao me aproximar estar cheirosinha.

Sentia seu toque no meu cabelo como forma de me fazer se aproximar

Coloquei a cabeça na boca e lentamente fui curtindo àquele mastro, chupava devagar e sentia o gosto da pele morena, fazia o vai e vem, mas não conseguia engolir tudo, mesmo assim ele me forçando...

Edu) - Isso, hummmmm que boca gostosa hemmmmmm

Chupei toda extensão daquele pau gostoso, até ele me pedir para me levantar... Fiquei frente a frente com ele, senti suas mãos separar meu cabelo.

Edu) - Você é uma delícia...

Seus lábios tocam no meu, seu beijo gostoso e seu carinho, me entreguei naquele momento, pois jamais pensei que o carinha da sala me chamaria de delícia. rsrsrs

Meu corpo parecia energizado diante daquele prazer, seu jeito, sua forma e suas mãos que já apertava minha bunda.

Edu) - Você vai ser meu?

Fazia sinal positivo com a cabeça o ouvindo.

Edu) - Vai fazer o que eu quiser?

O momento mandava um sim é novamente beijos e beijos,

Me virava contra a parede e tocava na minha bunda.

- Empina esse rabo!

Com tapa ele ordenava, sentia então seus dedinhos molhados brincar com meu anelzinho.

Edu) - Que cu gostoso... Vou saborear ele logo logo...

Mordia minha bunda enquanto laceava meu cu.

Senti a cabeça da sua pica e me contorcia, ele enfiava devagar, uma dorzinha e somos interrompidos pelo barulho lá fora.

Edu) - Deve ser o zelador...

Colocamos a roupa e ficamos escondidos em silêncio, eu estava com medo, Porém era uma situação nova.

Edu dava risada, eu também e depois de uns momentos o sinal do fim da aula.

Eu) - Eita e agora?

Edu) A gente sai na maciota.

Mas é aí, amanhã vamos terminar?

Eu) – Ahhh não sei...

Sou interrompido com um beijo,

Pensei e pensei, acabei aceitando sei lá porque.

Edu) - As oito da manhã aqui neste mesmo lugar. Ok?

Fiz sinal com a cabeça, pequei seu whatsapp e fomos na boa, como se nada tivesse acontecido, encontramos a turma da sala e cada um seguia.

Chequei em casa meio dia e minha mãe notava minha alegria.

Mãe) - Olha chegou cantarolando hemmmm

Subi direto para meu quarto e então já via whatsapp de Eduardo.

(Amanhã hemmmm minha delícinha)

***Final de tarde sempre vou na padaria do bairro, chequei e pedi o pão, não tirava Eduardo da minha mente, mas quando vou saindo acabo trompando em alguém.

-Ah me desculpa!

Olhei despercebido e é um moreno alto, já tinha visto ele antes, mas nunca tão perto rsrsrsrsr- todo parrudo de um corpão, tatuagem no braço e uma carinha de garoto, aquele típico cara enorme com cara de neném rsrs era ele.

Perguntou se eu tinha me machucado e respondi, me organizei e sai...

(Hoje é meu dia de sorte rsrsrs dois delicias deste kkkk) pensei alto.

Queria que a noite terminasse logo, fui dormir cedo, acordei as 5;30 tudo pra ficar todo arrumado, tomei aquele banho gostoso, minha mãe até se assustou.

Chequei na sala e aguardava tocar o sinal para fugir, Eduardo estava lá no final da sala, de regata e todo lindo como sempre.

Sino toca e vou ao banheiro, era hora de matar aula para levar pica, meu cuzinho piscava de desejo e meu coração estava disparado de emoção e desejo.

Espero um tempo e vou, entrei naquele local meio escuro e vou para mesmo local q ficamos ontem, quando chego Eduardo ainda não estava, mas ouço.

- Olha que é o carinha desastrado da padaria!!!

CONTINUA****

AUTOR DANIEL -

**************************************************

Leia MAIS

www.contosdedaniel.blogspot.com

🔼🔼🔼🔼🔼🔼🔼🔼

Deixe seu comentário, sua opinião é muito bacana, pois me ajuda a melhorar.

Comentários

01/06/2017 00:50:58
VAI SE METER EM CONFUSÃO. VAI SE APAIXONAR. VAI SER USADO, HUMILHADO. SEMPRE ASSIM.
31/05/2017 14:49:22
Muito bom
31/05/2017 00:40:47
MDS CONTINUA LOGOOOOO

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.