Casa dos Contos Eróticos

Meu Jeito Novo em Folha capt15

Autor: Fah
Categoria: Homossexual
Data: 19/05/2017 15:52:56
Nota 10.00
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olaa....primeiramente obrigado a todos vocês que tem lido e comentado o conto, muitas vezes eu acabo ficando sem ideia para escrever e através dos comentários que vocês fazem surge a quela luzinha la no fundo da mente rsrs, e VALTERSÓ obrigado pela correção ;) isso ajuda muito. É o fato de vocês gostarem e comentarem (OBS: quando digo vocês me refiro também aqueles que só esta lendo e não comentam), que não me deixa desistir de continuar escrevendo.

BOA LEITURA.....

ANTES....

Cayo - amiga - falei rindo da cara dela - pode deixar que quando o bondinho passar para nos levar para o inferno irei pedir para que o motorista espere para você poder vir junto ta - dei uma piscada para ela - olha o papel ridículo que você esta fazendo garota se toca - peguei minha carteira tirei dinheiro dela e deixei na mesa - você é uma pessoa mal amada que nem sabe como segurar um homem - e todos ainda continuava a nos olhar - você conhece a palavra trabalho ou cuide da própria vida - ela tentou me bater outra vez mas desta vez fui mais rápido e segurei seu braço - nunca mais levante um dedo se quer contra mim - peguei meu copo de leite que nem avia tomado direito e virei todo ele em sua cabeça - estamos entendido - sai e escutei ela gritando e as outras pessoas do lugar rindo, entrei no meu carro e acabei de chegar na clinica torcendo para não ter mais nenhuma surpresa.

AGORA.....

Passei pela entrada e dei bom dia para Emilli e fui para a minha sala, fui revisar uns documentos que já estava em minha mesa a quase uma semana e tinha também vários outros E-mails para responder não consegui fazer isso na cafeteria graças a louca da ex do Arthur e por falar nele tenho que ir na sua antiga casa junto a ele para poder pegar as coisas que ficaram, bateram na porta e abriram ela.

Danilo - Cayo bom dia posso entrar?

Cayo - bom dia Danilo - respondi olhando os papeis que estavam em minhas mãos, mas como isso não é certo deixei-os de lado e olhei para o meu companheiro de trabalho - pode sim - ele entrou na sala e ficou em pé do outro lado da mesa - pode se sentar - e assim ele fez - em que posso te ajudar.

Danilo - eu queria saber se você me deixar folgar na sexta-feira, como a gente não abre aos sábados e

domingos queria estender o final de semana.

Cayo - e para onde você vai? se quiser responder claro ate por que você não me deve satisfação.

Danilo - bem que eu gostaria de dever satisfação a você - ele falou isso sussurrando e eu não entendi.

Cayo - eu não entendi.

Danilo - não, não é nada só estava pensando alto, o motivo que eu quero a folga é que vou ficar com meu filho - ele parece ser muito jovem para já ser pai - e minha família tem uma pequena chácara não muito afastada da cidade e eu queria ir para lá com ele.

Cayo - neste caso Danilo tudo bem eu só preciso que você adiante sua agenda para não ficar nada acumulado certo - eu e Carini quando fazemos entrevista não perguntamos muito da vida pessoal dos candidatos, procuramos mais saber referencias e como elas eram nos antigos empregos - Danilo quantos anos você tem?

Danilo - atualmente estou com 28 mas faço 29 em dezembro - isso me fez lembrar que tenho que conversar com Arthur sobre a viagem - jovem ainda né e já é pai.

Danilo - pois é as vezes não medimos as consequências dos nossos atos, quando estava para fazer 23 anos conheci uma mulher na faculdade e não nos cuidamos e com isso nasceu minha fonte de alegria, no inicio eu não queria aceitar sabe mas depois de algum tempo me acostumei e ter um filho é o mesmo que ter o seu coração batendo fora de você.

Cayo - eu tenho muita vontade de ser pai sabe mas quero curtir mais minha vida primeiro.

Danilo - eu entendo, só me arrependo de ter enganado muitas pessoas sabe para esconder o que gostava - como assim esconder o que gostava - eu só ficava com mulheres pela pressão da minha família, depois que terminei a faculdade e comecei a trabalhar eu contei para minha família e sai de casa para não ter que ficar escutando que não era certo, que eu iria para o inferno e mais um monte de coisas .

Cayo - já passei por isso Danilo e sei o quanto esta situação e chata mas você fez certo em sair da sua casa e procurar sua própria estabilidade, ser independente, acho eu que muitos homens esta nesta mesma situação ou ate mesmo pior como casar formar uma família com a esposas para depois começar a trair com outros homens.

Danilo - nisso você tem rasão - era a primeira vez que eu e Danilo conversávamos tanto assim - bom então e vou ir e já vou começar a adiantar o máximo que conseguir da minha agenda, e obrigado por ter me dado a sexta de folga.

Cayo - que isso, uma empresa tem que ser uma via de mão dupla, temos que ajudar para ser ajudado se precisar de mais alguma coisa só me falar.

Danilo - pode deixar - Danilo ficou em pé me olhando por um tempo depois saiu, liguei para a recepção dentro da clinica temos ramais internos para comunicação.

Emilli - oi Dr. Cayo.

Cayo - Emilli de uma olhadinha ai na agenda de pacientes e vê si vou ter algum por agora - já era quase 11hs enquanto esperava Emilli me responder mandei uma mensagem para Arthur.

Cayo

Arthur estou indo para casa agora, espero você lá para almoçar.

Arthur

Não precisa se preocupar vou ficar por aqui mesmo.

Emilli - Dr. Cayo você só terá pacientes amanha e são muitos, hoje você não tem nenhum.

Cayo - tudo bem Emilli, eu vou ir para casa e olhar os documentos e E-mails em casa só volto amanha caso aja alguma emergência ou alguém me procurar você me liga tudo bem.

Emilli - tudo bem Dr - desliguei e liguei para Danilo para também avisa-lo, porem chamou e ele não me atendeu provavelmente deve estar ocupado, voltei minha atenção para o celular.

Cayo

por que você não quer ir?

Arthur

você sabe muito bem o porque não quero ir

te liguei varias vezes e nem me atendeu eu só quis te falar que não tinha gostado de acordar sozinho

e você saiu todo estérico eu não vou para casa agora a noite a gente se vê

Depois disso Arthur não me disse mais nada, tentei ligar mas desta vez foi ele quem não quis atender talvez eu tenha exagerado com ele e ele esta com rasão de estar com raiva de mim.

CONTINUA.....

Não sei se tem muitos erros, pois estou com pouco tempo hoje por isso escrevi o mais rápido que podia para vocês não ficarem sem o capitulo de hoje, se der tempo escrevo mais quando eu voltar.

O que sera que vem por ai?

Comentários

20/05/2017 01:28:13
POIS É CAYO, A VIDA É UM VAI E VOLTA. PENSE SEMPRE NISSO.
19/05/2017 17:24:37
Interessante...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.