Casa dos Contos Eróticos

Correndo riscos... fodida pelo chef

Categoria: Heterossexual
Data: 19/05/2017 02:02:11
Nota 9.33
Ler comentários (9) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá queridos este é meu primeiro conto. O que relato aqui, aconteceu comigo no começo do ano passado. Mudarei o nome do envolvido por questão de privacidade. Espero que gostem!

Meu nome é Milene, tenho 19 aninhos, branquinha de cabelos escuros e levemente ondulados., 1,60 de altura, sou uma gordinha que diga-se de passagem bem distribuída, sempre chamo atenção de homens na rua por possuir uma bunda bonita, grande, redondinha e arrebitada. Adoro provocar e me sentir desejada.

Em abril de 2016 comecei a trabalhar como corretora em uma grande e conhecida imobiliária de São Paulo. Fui deseguinada a um stand de vendas de alto padrão e por isso, deveria me vestir de forma impecável e elegante. Como adoro minhas curvas, sempre usava saias, calças e vestidos que valorizassem minhas pernas e bunda, um pouquinho mais curto do que deveria rsrs. Além de estar sempre muito cheirosa. Dessa forma sempre era elogiada por meus colegas de trabalho e acredito que isso fez Lucas (meu coordenador de vendas) prestar atenção em mim. Embora novo (23 anos), ele era casado e extremamente bonito. Alto, com um corpo definido, rosto e sorriso muito lindos, muito cheiroso também. Minha mesa ficava de frente pra sua e sempre trocavamos algumas palavrinhas durante o dia mas nada demais, achava impossível um cara tão gostoso daqueles dar bola pra mim.

Ate que numa quarta-feira, foi anunciada uma reunião de ultima hora com alguns incorporadores que seria no dia seguinte e Lucas, pediu para que eu ficasse até depois do expediente para ajuda-lo na preparação do material de amostra. Prontamente aceitei e liguei em casa para avisar que chegaria mais tarde. Nesse dia em particular, tinha escolhido um vestido na cor bordô que se ajustava ao meu corpo e realçava meu colo do peito com um leve decote e minha bunda, por ser justinho na parte inferior como uma saia lápis e salto alto preto. Era um dos meus vestidos preferidos e que eu sabia que me deixava gostosa e elegante. Quando deu 17hrs todos foram embora e restaram apenas eu e Lucas no stand, ele pediu para que eu sentasse em sua mesa para ficar mais prático para decidirmos as coisas. Durante umas duas horas ficamos realmente trabalhando para a reunião do dia seguinte, mas entre um intervalo e outro percebia os olhares dele para meu decote e minhas coxas. Eu que não sou boba nem nada, puxei levemente a barra da saia pra cima, para que ele tivesse uma visão melhor. Era quase oito da noite e ja estava impaciente daquele homem só ficar me olhando e nada fazer, decidi então a fechar o apartamento decorativo que ficava para a visita de clientes. Fechei a sacada e puxei as cortinhas dos 2 primeiros quartos, mas ak chegar ao quarto de casal fiquei atônia com o que vi. A parede do quarto era toda de vidro fumê e dava diretamente para as mesas em que estavamos trabalhando. Lucas encontrava-se sentado numa cadeira, masturbando-se descaradamente. Finalmente, tive a chance que tanto queria para dar pra'quele homem. Por alguns minutos o observei, seu pau era grande (uns 20 cm) grosso e cheio de veias, com uma glade ainda maior e bem vermelha. Ele olhava preocupado a todo momento pra esquerda, onde ficava a entrada de onde estava, para saber se eu ja estava voltando, mas não parava de se tocar. Resolvi então entrar nesse jogo. Como quem nada quer voltei para a sala e fingi derrubar um vaso de flores, isso daria tempo para ele se recompor, aguardei e voltei para nossa mesa. Ele estava rubrico e levemente desalinhado, fingi não notar e comecei a digitar um relatório qualquer, ate que perguntei a ele onde estavam as pastas para guardar os papéis.<br>

"- Estão na última gaveta do armarinho logo a frente" ele disse. Levantei e fui rebolando ate o armário, abaixei e me ajoelhei no chão e como se não encontrasse nada empinei a bunda para "procurar melhor". Sabia que assim ele teria uma bela visão da bunda e que isso o deixaria louco. Disse a ele que não estava achando e se ele não poderia me ajudar a procurar. Prontamente, ele levantou e se posicionou bem atrás de mim para "me ajudar". Na hora senti seu mastro duro como pedra, roçar em minha bunda. Empinei mais ainda e alonguei o corpo para procurar na gaveta ao lado. Percebendo a deixa ele segurou meu quadril com as duas mãos e esfregou o pau em mim. Gemi descaradamente ao sentir aquele pau como ferro entre minhas pernas. Rapidamente ele me virou de frente e começamos a nos beijar. Suas mãos deslizavam por todo meu corpo tentando se enfiar por dentro de minha roupa, logo ele estava sobre mim, com suas mãos em meus peitos me beijando loucamente. Mandou então que eu levantasse e assim que o fiz, ergueu meu vestido deixando minha bunda,enfeitada por uma linda calcinja fio dental preta, á mostra.

"- Vamos para o quarto de casal, dentro do apartamento." Ele me disse.

Seguimos então para o quarto em que eu o havia visto se masturbar, me jogando sobre a cama ele ficou de pé, tirou suas roupas, ficou completamente nu e veio pra cima de mim, erguendo meu vestido mas mantendo meus saltos.

"- Tão gostosa. A tanto tempo que eu te desejo, com essas roupas justas, essas curvas. Hoje você vai servir o chef da melhor maneira possível"

Suas palavras me deixavam com mais tesão ainda e ter sobre mim aquele homem gostoso, cheiroso me desejando era o máximo. Abri minhas pernas e ele logo começou a me chupar, com movimento intercalados entre rápido e dolorosamente devagar ele foi me levando a loucura. Quando senti que estava prestes a gozar, ele abandonou meu sexo e se colocou diante de mim, esfregando aquele pau grosso e duro em meu grelo. Pincelando dolorosamenre e me enlouquecendo. Pedi por favor que ele me comesse logo, que precisava dele dentro de mim e fui ouvida, senti seu pau entrand devagar em minha buceta, me alargando, doia um pouco, mas conforme seu ritmo aumentou a dor se foi e deixou para trás um tesão do caralho. Ele me comia com força enquanto sugava meus peitos, mordia, eu adorava. Depois de algum tempo, resolvi tomar o "controle". O coloquei sentado na beirada da cama e comecei a rebolar sobre o seu pau, sem deixar que ele penetrase em mim, provocando, estigando, da mesma forma que ele havia feito comigo. Posicionei-me de quatro ao seu lado e bem empinada, pedi para que ele metesse em mim assim, de quatro, como uma cadelinha e ele o fez. Enfiou com tudo dentro de mim e bombava como se o mundo fosse acabar na minha buceta. Aumentando o ritmo, senti seu pau inchar dentro de mim e pressentindo o gozo, comprimi as paredes da buceta contra seu pau, deixando ainda mais apertadinho do que ja estava, isso nos levou a loucura e ele gozou quente e forte dentro de mim. Senti seu leite espalhar-se sobre minhas pernas, escorrendo. Ele então, foi ao banheiro e me limpou. Nos vestimos, arrumamos tudo e desde então todas as quartas, eu fazia hora extra sentando com vontade na rola do meu querido chefinho.

É isso, espero que tenham gostado! Um beijo na boca de cada um de vocês. Até a próxima!

Comentários

25/05/2017 21:33:29
Que coisa mais gostosa, esporrei duas vezes lendo teu conto...esguichei igual a um cavalo tamanha minha excitação!
20/05/2017 10:29:30
hum! adoro uma gordinha gostosa me add rogerbaiano22cm@hotmail.com
19/05/2017 13:54:32
DELICIOSA TU NOTA 10
19/05/2017 11:49:26
Conto maravilhoso, perfeito e muito gostoso, tão gostoso quanto você. Temos um grupo de whats da casa dos contos se quiser participar chama no email fonolliver@hotmail.com
19/05/2017 10:00:00
Tesão de conto é muito bom pegar uma mulher cheinha assim ainda mais cheirosa...puro tesão nota 10.
19/05/2017 09:43:36
Quase gozei
19/05/2017 07:38:10
Ualll delicia de conto, me deixou excitado e agora rsrsrs. Espero vc marcosvol14@gmail.com beijos
19/05/2017 05:48:38
Bem bom!!!
19/05/2017 05:25:41
Nossa Milene.. pau durrissmo aqui, ótimo seu conto, adorei...janespixx@gmail.com

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.