Casa dos Contos Eróticos

Minha irmã fodida no banheiro

Autor: Carinha
Categoria: Heterossexual
Data: 19/05/2017 00:39:50
Nota 9.60
Ler comentários (5) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ola, este é meu primeiro e verídico conto, então vamos lá!

Meu nome é Rodrigo(Nome falso) e tenho 19 anos. Tenho cabelos marrons, olhos pretos e um corpo normal, nem gordo nem magro, tenho um pênis de 19 centímetros de comprimento e 6 de largura. Tenho uma irmã chamada Mayara(Nome falso), ela tem 15 anos, mas tem um corpo de uma mulher, cabelos pretos, olhos verdes, peitos acima da média e redondinhos e uma bundinha grande e empinadinha. Eu e ela nunca conversamos, já que ela só sai de seu quarto para comer, ir a escola e usar o banheiro então nunca tive chance de ter um bate-papo legal com ela, então comecei a ignora-lá também, mas isso iria mudar rapidamente de um relacionamento sem conversas ou interações, para um estranho e proibido secredo, que nunca imaginei que aconteceria entre nós dois.

Essa história começou em uma sexta-feira qualquer, eu estava jogado no sofá trocando os canais da televisão em busca de achar algo bom para assistir e passar o tempo, eram umas 17hrs e eu estava super entediado, meus pais tinham saído e Mayara estava em seu quarto trancada, para variar.

Depois de trocar de canal tantas vezes acabei desistindo e fui para cozinha fazer um lanche, nem estava com fome, só queria passar o tempo rapidamente me distraindo fazendo alguma coisa. Fui abrir a geladeira para pegar o alface e ouvi barulhos de passos vindo da escada, sabendo que era minha irmã nem virei para comprimenta-lá, já que sabia que não responderia ou olharia para mim.

Peguei o alface e fechei a geladeira e quando me virei quase tive um treco. Minha irmã estava com uma blusinha com um decote enorme e um shorts que mais parecia uma calcinha, os bicos de seus seios estavam a vista por cima da blusa, mostrando que ela estava sem sutiã

Após essa visão meu pau parecia que ia explodir de tanta tesão que eu tinha por aquela deusa, me segurei para não pular e estuprar Mayara.

Ela passou rapidamente por mim e abriu o armário abaixo da pia, agachando o corpo e empinando aquela bunda deliciosa para mim, o shorts estava tão colada em sua bunda que dava para ver um pouco do contorno de sua buceta, só aquela visão quase me fez gozar naquele lugar mesmo. Esqueci completamente de meu propósito de fazer um lanche e subi as escadas rapidamente para meu quarto. Quando cheguei não aguentei e bati várias pensado em Mayara.

No dia seguinte acordei com o barulho de minha mãe me chamando para o café, ao descer dei um bom dia para meus pais e passei direto pela minha irmã, me sentia nojento pelo que fiz com minhas mãos e decidi que o único jeito de esquecer aquilo era ignorar ela por muito tempo. Após o café, fui para a sala enquanto meus pais se arrumavam pra trabalhar, Mayara estava de férias então ficava no quarto o tempo inteiro, e assim a casa toda ficava para mim até as 23hrs, quando meus pais voltavam do trabalho.

Eu estava jogando meu PlayStation 3 de boa quando uma coisa que não acontecia a uns 10 anos acontece, minha irmã me chama!

Isto fez com que eu corre-se até o quarto dela mais rapido que o som, mesmo que eu a ignore, só faço isso por que eu cansei de falar com ela e ela nunca responder, então pensei em devolver na mesma moeda, mas parece que não teve efeito nenhum nela.

Quando cheguei ao seu quarto, ela estava em sua came sentando com as pernas cruzadas e só de calcinha e sutiã, aquilo me fez quase cair duro no chão, literalmente e metafóricamente, foi quando ela falou:

__Eu preciso que você compre uma coisa para mim. - Eu fiquei muito bravo, 10 anos sem conversar e quando ela finalmente fala comigo, é para eu fazer um favor para ela, isso era ridículo.

__Faz 10 anos que você não fala comigo e quando fala é para pedir algo? vai se fuder Mayara! E o idiota veio com a maior felicidade, achamdo que você ia falar comigo de novo que nem quando nós eramos crianças. - Quando terminei de falar saí de seu quarto e fui para o meu.

Eu não ví ela por mais 5 dias. Na quinta-feira, ví ela indo tomar banho, era umas 19hrs, nem liguei e passei direto por ela, mas quando estava voltando para meu quarto, ouço um gemido vindo do banheiro, na mesma hora meu pau levantou super duro, só tinha eu e ela na casa, meus pais estavam trabalhando, então abri a porta do banheiro e ficava espiando ela e seu corpo gostoso, com aquela bunda empinada e aqueles peitos redondinhos. Em um impulso tirei toda a roupa e entrei no banheiro, mas fiquei fora do box, só olhando sua figura por fora, mas teve uma hora em que não aguentei e entrei no box sem Mayara ver, fui por trás chegando mais perto e quando estava bem perto, enfiei com tudo na buceta dela, ela deu um gemido alto e olhou para trás me vendo.

__O que você tá... fazendo... tira de... dentro de mi- Ah! - Ela não conseguiu continuar pois dei uma estocada bem forte enquanto alisava sua bunda e seus seios.

Ela tentou me empurrar por um tempo, mas acabou desistindo pois percebeu que não iria adiantar de nada, continuava com as estocadas rapidas, cada gemido que ela dava mais tesão eu tinha, após algum tempo, senti ela estremecer e loho após isso uma coisa viscosa em meu pau, ela havia gozado. Sai do box e quando ia sair do banheiro, ela me segura.

__Não vai... continua...

Aquilo me fez pega-lá no colo e ir até meu quarto, a coloquei em minha cama de quatro e enfie meu pau na sua buceta, a fodia loucamente sem intervalo, só pensava nos gemidos e grito de prazer que ela dava e em seu delicioso corpo, após várias estocadas, ela gozou novamente, tirei meu pai de seu buceta e a beijei na boca e dormi ao seu lado.

Até hoje fazemos isso e aproveito muito isso.

Comentários

22/05/2017 07:51:39
Dizem que nada é melhor do que sexo bem feito para melhorar o relacionamento. Inclusive entre irmãos. Com certeza vc e a Mayara agora estão conversando bem. Muito bom este conto. Eu fui a primeira mulher na vida do meu irmãozinho e contei aqui. Quando puder, leia como foi. Bjs.
20/05/2017 22:36:28
Da hora o conto, brother! Foi irado esse lance com a maninha. Me deixou com a barraca armada. Dez pra vc! Tenho dois relatos aqui com minha irmã. Quando der, dá uma olhada neles. Pra achar, clique no meu nome aí em cima. Valeu!
19/05/2017 11:44:12
Porra parça,tah bem contado, mas a melhor parte q eh a putaria, vc n detalhou. Vale oito mas vou dar dez pra vc pegar pesado no próximo conto😉
19/05/2017 00:53:20
Conto começou perfeito, mas vocë acabou pecando na falta de detalhes quando conseguiu seu objetivo. Mas para começo está bom. Parabéns!
19/05/2017 00:51:19
Delícia de conto!!! Fiquei molhadinha aqui... Adoro um incesto! rs Te convido a ler os meus também!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.