Casa dos Contos Eróticos

Feed

Ascendentes - Ceres (Capítulo 1 - White Tiger)

Autor: R.M.
Categoria: Homossexual
Data: 02/01/2017 21:56:36
Última revisão: 16/01/2017 19:39:07
Nota 10.00
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

O livro está sendo postado no Wattpad também gente <3

Eu estava em uma caverna escura e fria, a caverna se fechou, no meio daquela escuridão uma mulher de asas e armadura dourada aparece voando e iluminando aquele lugar, ela era Ultima, a Guardiã de Virgem, caminhei até ela e a mesma estendeu a sua mão esquerda para mim, segurei ela e alguns cristais na caverna começaram a brilhar, senti meu corpo absorver aquela a luz e Ultima se curvou na minha frente, estava feito, Ultima estava selada no meu corpo e agora éramos apenas um.

{2015, 05 de Setembro} - 12:13

Eu estava no meu quarto lendo um livro quando minha mãe, Bella, entra e se senta ao meu lado na cama.

- Está preparado para amanhã? – Ela perguntou.

- Acho que sim! – Falei me sentando e respirando fundo.

- Você nasceu para isso meu filho! – Ela falou se levantando e me dando um abraço, saiu do meu quarto e fui até a janela, comecei a lembrar da visão que eu sempre tinha.

Zodiark, O Guardião de Ophiaucus encontrou uma maneira de voltar, ele ira retornar e o mundo entrará em Caos, somente os 12 Ascendentes juntos podem banir ele novamente e trazer o equilíbrio ao mundo.

Zodiark era o Guardião do Signo de Ophiaucus, ignorado e abandonado pelos outros por trazer desequilíbrio ao outros Guardiões, ele foi sentenciado a viver pela eternidade na parte escura e sombria do universo, onde apenas a sua presença existia.

Temendo a sua volta, os outros 12 Guardiões se juntaram e decidiram se fundir a um gigantesco cristal chamado “Zel”, por muito tempo esse cristal vagou por toda a nossa galáxia até colidir com a Terra e a sua energia infectar todo o planeta, Zelyo era o nome dado para aquele que possuía um fragmento da energia de Zel, mas apenas 12 pessoas foram escolhidas para guardar a essência de cada guardião, eles eram os Ascendentes, toda vez que essa pessoa morria a sua essência passava para uma criança recém-nascida e até hoje isso tem acontecido, Eu nasci no dia 6 de Setembro e fui escolhido para guardar a essência de Ultima, a Guardiã de Virgem.

Foi escolhido o dia do meu 20º aniversário para se realizar a Cerimônia de Selamento, aonde eu iria me tornar um verdadeiro Ascendente e dominar todo o poder de Ultima.

Fui até o espelho e fiquei me olhando, meu cabelo escuro e curto estava todo bagunçado, meus olhos são puxados e cor de mel, meu corpo estava entre um “falso gordinho forte” e minha pele era branca.

Desci para a sala e encontrei minha mãe e meu pai, Marcos, assistindo TV e rindo, sentei entre eles e eles me abraçaram, eles me adotaram quando eu era menor, minha família me abandonou quando eu era uma criança na frente de um orfanato, com 3 anos meus pais foram ao orfanato e me encontraram, me deram o nome de Baekho, que significava tigre branco, mas as vezes me chamavam de Baek.

- Você é muito corajoso por ter aceitado se juntar aos outros Ascendentes! – Meu pai falou sorrindo para mim, meu pai não era um Zelyo, ele era um humano normal e fugiu da família dele por não aceitarem o seu relacionamento com a minha mãe, que é uma Zelya e tem a habilidade de Biocinese, ela controlava plantas e animais, por isso nossa casa parecia um zoológico mágico.

- Eu quero mostrar para os mundanos que nós não somos uns monstros e que existe sim Zelyo Bom! – Falei olhando para a TV.

-Você sabe que depois que os Zelyos se revelaram, o mundo mudou completamente e também sabe que é questão de tempo até eles se acostumarem com a ideia de que não são e nunca foram únicos! – Minha mãe falou e tinha razão.

- Vai ser preciso morrer mais quantos Zelyos para eles perceberem que estão errados? – Perguntei.

- Eles são assim meu filho, com o tempo eles irão se acostumar com isso! – Meu pai falou.

- Vamos esquecer os Mundanos e vamos focar na sua cerimônia! – Minha mãe falou. – Já preparou sua roupa? – Ela falou.

- Mãe, eu estou indo me sacrificar e não indo a uma festa do ano! – Falei bocejando.

- Baek, não seja exagerado, você sabe que não vai morrer, pense que daqui a um tempo você vai viajar pelo mundo conhecendo outros Ascendentes junto com o seu namorado! – Ela falou rindo.

- Mãe... Raphael não é meu namorado, ele é meu melhor amigo, já falei isso umas mil vezes! – Falei lembrando do Raphael, peguei meu celular do bolso e mandei uma mensagem para ele no WhatsApp “Cadê você?”.

- Eu sei, mas eu o acho tão lindo e vocês formariam um lindo casal! – Ela falou se levantando e gesticulando com a mão tudo o que ela falava, olhei para o meu pai e ele estava sério, meu pai ainda não estava acostumado com a ideia de o seu único filho ser gay.

- Para de sonhar mulher! – Falei me levantando e olhando a mensagem do Raphael, voltei para o meu quarto e me deitei na cama.

“Raphael – Estou chegando, vamos direto para o Templo de Virgem em Buenos Aires.”

“Baekho – Buenos Aires? Pensei que o Templo de Virgem fosse em Roma.”

“Raphael – Desculpa, Confundi com o Templo de Capricórnio, estou chegando.”

“Baekho – Está aonde? Não demora, estou com saudades.”

Ouvi a campainha tocar e senti a energia dele por perto, eu fui até lá em baixo correndo e quando abri a porta era ele, ele estava diferente, mais forte, de barba, cabelo cortado e usava uma roupa preta justa que ficou bem “Sexy”, pulei em cima dele e ele me segurou.

- Quanto tempo seu peixinho sumido! – Falei abraçando ele bem forte, eu o chamava de peixinho porque ele era o Ascendente do Guardião de Peixes, Mateus.

- Dois anos longe e você não cresceu nada, Anjinho! – Ele falou batendo na minha cabeça de leve e tentando beijar perto da minha boca.

- Nem começa! – Falei me soltando dele. – A mamãe cisma de que a gente tem algo... – Mal terminei de falar e ela aparece.

- Claro, olha esse casal lindo, Virgem e Peixes foram feitos um para o outro! – Ela falou abraçando ele, meu pai veio logo atrás e ficou encarando ele.

- Olá Sr. Veltz! – Raphael falou estendendo a mão para ele, mas o mesmo nem ligou.

- Olá... – Meu pai respondeu seco e botando as mãos para trás.

- Então, quando vocês têm que ir? – Mamãe perguntou tentando acabar com o silêncio na sala.

- Daqui a pouco, vamos na Gullwings, uma nave enorme e rápida! – Ele falou.

- Eu me lembro dessas naves em Ceres, são muito melhores que qualquer avião! – Minha mãe falou.

- Pois é, agora eu vou lá em cima com ele para me ajeitar! – Falei puxando Raphael pelo braço e subindo as escadas.

- Usem camisinha! – Minha mãe grita.

- MÃE!!! – Grito chamando a atenção dela.

- Estou brincando! – Ela fala, entro no quarto e me deito na cama, ele se deitou do meu lado.

- Estava com saudades! – Falei olhando nos olhos castanhos dele.

- Eu também, Anjinho! – Ele falou botando a mão na minha cintura e descendo até a bunda.

- Para, eu não quero, estou ansioso e nervoso demais para esse tipo de coisa! – Falei me sentando e fazendo carinho na tatuagem dele que ficava no bíceps, Raphael e Eu nos conhecemos na 5ª Série, passávamos o tempo todo juntos, treinávamos juntos e até perdemos a virgindade juntos, ele foi o único homem com quem eu me deitei, tínhamos essa amizade colorida desde os 15 anos, acho que a ligação de Ascendente fez as coisas aumentarem um pouco, mas tudo mudou quando ele foi fazer a Cerimônia de Selamento no Templo de Peixes no Canadá, ele passou dois anos treinando para lá e recentemente fez o Selamento.

- Eu entendo... – Ele falou se levantando e ficando na minha frente. – Olha! – Ele levantou a mão para cima e uma lança azul apareceu na mão dele.

- Nossa, a lança de Mateus! – Falei tocando nela e sentindo meu dedo congelar. – É gelada! – Falei.

-Sim! – Ele falou encostando a lança no chão e começou a congelar ele. – Ultima é do elemento luz, certo? – Ele perguntou.

- Sim... – Respondi amostrando uma bola de luz brilhante para ele.

- Eu adoro quando você faz isso, me lembra nossas... – Ele falou, mas eu interrompi.

- Nossas noites de acampamento! – Falei lembrando de quando éramos criança e nos cobríamos com lençol só para eu ficar criando várias bolinhas brilhantes dentro, Raphael sempre se divertiu com elas.

- Isso mesmo! – Ele fez a lança desaparecer e pegou seu celular. – Temos que ir logo, Lin está com pressa! – Ele falou.

- Lin? – Perguntei.

- Lin é a Ascendente de Chaos! – Ele falou, Chaos era o Guardião de Touro.

- Ah sim, minha mala está pronta! – Falei.

- Mala? A única roupa que vai precisar vai ser a que vão te dar no templo, elas são encantadas com a energia do Guardião! – Ele falou fazendo a armadura dele aparecer por cima daquela roupa preta apertada, era uma armadura preta e vermelha com uma espécie de capa branca atrás, lembrava muito o Guardião Mateus.

- Entendi, não sabia disso! – Falei. – Então não preciso levar nada? – Perguntei.

- Vamos viajar alguns meses pelo mundo procurando os Ascendentes, leve só o que achar necessário! – Ele falou, peguei algumas coisas e botei na mochila, descemos para a sala e meus pais estavam conversando.

- Mãe, Pai? Já estou indo! – Falei indo até eles que me abraçaram forte.

- Vou sentir tanto a sua falta Baek! – Mamãe falou beijando minha testa e chorando.

- Tome cuidado, não deixe ninguém te machucar e nem tentar nada que você não queira! – Ele falou olhando para o Raphael.

- Pode deixar, não irei. – Falei abraçando meu pai. – Eu amo vocês, amo mesmo, muito obrigado por me darem todo apoio para fazer isso! – Falei segurando a mão dos dois.

- Espere! – Minha mãe foi até o quintal e voltou com uma flor branca que ela amava. – Vai murchar, mas vai te trazer sorte! – Ela falou, Raphael pegou a flor e formou um cubo de gelo ao redor dela.

-Pronto, ela vai permanecer assim até eu morrer! – Ele falou me dando o cubo, o gelo de Raphael não descongelava.

- O proteja meu querido! – Minha mãe falou abraçando o Raphael.

- Vamos! – Falei dando tchau para meus pais e indo até a frente da minha casa junto com Raphael, ele fez sinal para cima e de repente uma nave enorme aparece, uma corda é jogada e seguramos nela com força, somos puxados e meus pais me dão tchau enquanto eu estou subindo, entro na nave e ela fecha a porta.

13:25

Entramos e fomos andando por um corredor até o centro da nave, tinha uma mulher loira e linda mexendo em alguns botões, Raphael me levou até ela e ela me olhou dando um sorriso.

- Ela é Canadense, então conversamos em inglês entre nós! – Raphael falou em inglês, parece que eu iria ser obrigado a desenferrujar o meu inglês. – Esse é o Baek! –Ele falou apontando para mim

- Oi! – Falei em inglês para ela.

- Oi, Bem-vindo, meu nome é Lin, você é o Ascendente de Ultima, certo? – Ela perguntou em Inglês.

- Sim, obrigado e você de Chaos, certo? – Perguntei.

- Sim! – Ela falou sorrindo.

-Vem, vamos conhecer o outro Ascendente! – Raphael falou segurando minha mão e me levando para uma sala grande, me parecia um lugar para treinar, pois tinha vários tipos de armamento na parede e um homem de cabelo curto e castanho treinando com uma lança de fogo.

- Só de ver essa lança de fogo já percebi que é o Ascendente de Belias, estou certo? – Falei em inglês chegando perto dele, Belias era o Guardião de Áries.

-Olá, sim, meu nome é Teo! – Ele falou estendendo a mão e a apertei.

- Baekho, Ascendente de Ultima! – Falei sorrindo para ele.

- Eu sei, Raphael fala muito de você o tempo todo, muito mesmo! – Ele falou rindo, olhei para Raphael e ele desviou o olhar.

-Vamos, vou te amostrar o resto da nave! – Raphael me puxou e me levou para um elevador, o senti subir e a porta se abriu, entramos em uma espécie de dormitório, tinha dois andares, seis camas embaixo e seis camas em cima, pareciam ser camas confortáveis e tinha uma pequena sala, entramos no elevador de novo e subimos mais um pouco, entramos em uma sala com quatro mesas e uma cozinha enorme, tinha muita coisa nela e ainda tinha uma parte de bebidas, dava para dar algumas festas bem legais com tudo aquilo.

- Nem pense em beber, da ultima vez você virou uma lâmpada humana e iluminou todo o bairro! – Ele falou me lembrando do meu primeiro porre, foi muito engraçado, as pessoas gritavam “É um Anjo de Deus!”.

- Ok, não vou beber... muito! – Falei rindo, ele me fitou com o olhar e ouvimos um chiado de algo ligando bem alto.

- Raphael e Baekho, venham até o centro da nave! – Lin fala pelo alto-falante da nave.

-Vamos! – Falei indo com ele para o elevador e deixando a minha mochila em um dos sofás, chegamos ao centro da nave e Lin estavam lendo algo na tela enorme que tinha na parede.

- O que houve? – Raphael perguntou.

- Encontramos sinais de um Ascendente vindo da França! – Lin falou apertando alguns botões e uma imagem de satélite apareceu na tela, era de vários raios caindo em uma pequena vila, havia casas pegando fogo e muitas pessoas correndo.

- Qual é o Guardião? – Perguntei.

- Adrammelech de Capricórnio! – Teo falou entrando na sala.

- Sim, temos duas opções. – Lin falou se sentando em uma cadeira e olhando para nós 3. – Passamos lá e pegamos o Ascendente ou vamos direto para Roma e passamos lá depois? – Ela perguntou.

- Vamos lá agora, olhe para essas pessoas correndo com medo! – Falei apontando para a tela.

- Baek tem razão, eu voto para irmos logo à França! – Raphael falou, Lin olhou para Teo que levantou a mão para cima.

- Vamos lá! – Teo falou indo sentar em uma cadeira na frente dos controles da nave, Lin se sentou do lado dele e eles começaram a se preparar para partir, eu e Raphael sentamos em umas cadeiras atrás deles e botamos os cintos, não demorou muito e a nave começou a subir mais, dava para ver boa parte do Rio de Janeiro de tão alto que estávamos.

- Vamos lá! – Lin falou e senti meu corpo ser empurrado para trás, a nave voou em alta velocidade e depois foi diminuindo. – 15 minutos para descermos! –Lin falou se levantando e indo até a tela que ficava em uma mesa no centro da sala, nos levantamos e seguimos ela que começou a apertar algumas coisas na tela e apareceu um mapa.

- Esse é o local do Ascendente? – Raphael perguntou.

- Sim, vamos descer bem aqui. – Lin falou apontando em uma parte do mapa. – Vamos caminhar um pouco até chegar à vila, mas ninguém vai ver a nave! – Ela falou desligando a tela e saindo da sala.

- Você tem que tomar cuidado, ainda não se ligou completamente com Ultima, então não poderá tentar nada que arrisque sua vida, fique atrás de nós e obedeça as ordens do Teo e da Lin! – Raphael falou e eu concordei com a cabeça.

- 10 minutos para chegarmos! – Teo falou fazendo a sua armadura aparecer, era igual uma fantasia de macaco feita de pelo laranja, mas tinha algumas partes feitas de bronze como o peitoral, ombro e coxa, Raphael também ativou a sua armadura e Lin aparece na sala usando a sua que era toda de bronze e ouro com detalhes verdes, ela também tinha quatro espadas voando ao redor dela.

- Tentem não chamar atenção! – Lin falou.

- Parece que vocês saíram de um carnaval! – Falei, eles começaram a rir.

- 5 minutos! – Teo falou apertando um botão e a nave foi descendo, saímos da sala e fomos para a porta de saída, a porta se abriu e Lin criou uma bolha de ar, descemos dentro da bolha, quando chegamos lá em baixo logo vi um lugar cheio de fumaça, era a vila onde o Ascendente estava.

16:37

Andamos bastante até chegarmos à vila, não tinha ninguém, Teo levantou as mãos para cima e começou a absorver todo aquele fogo na vila, começamos a procurar alguém e nada.

- Não achei ninguém, está tudo destruído! – Falei.

- Nem eu! – Lin falou, Teo aparece saindo do meio do mata e faz um sinal para irmos atrás dele, fomos e entramos na mata.

- Teo, o que houve? – Raphael perguntou enquanto andávamos no meio do mata.

- Achei uma caverna e senti a energia do Ascendente vindo de lá! – Ele falou caminhando.

- Naquela caverna? – Lin apontou para um buraco na montanha que tinha atravessando um rio.

- Sim! – Ele falou, cheguei mais perto e comecei a sentir a energia dele também.

- É verdade, estou sentindo também! – Falei procurando algum modo de atravessar e encontrei um barco do outro lado do rio.

- Raphael, faça uma ponte de gelo para atravessarmos! – Teo falou e Raphael tocou no rio fazendo ele congelar, atravessamos e o gelo começou a se desfazer.

- Tomem cuidado e não assustem ele! – Lin falou entrando na caverna que estava escura, criei uma das minhas bolas de luz brilhante e iluminei o caminho, andamos um pouco e encontramos uma sapatilha e eu peguei.

- A sapatilha está quente, então foi deixada recentemente aqui! – Falei deixando ela lá e voltamos a andar, vi algo iluminando a caverna de longe e corremos para ver o que era, quando chegamos tivemos uma surpresa, aquela parte da caverna estava bloqueada por um cavalo feito de eletricidade, ele nos viu e correu atrás da gente, Raphael bloqueou a passagem criando uma parede de gelo, o cavalo ficou atirando raios nela sem parar e a parede começou a rachar.

- O que vamos fazer? – Raphael perguntou enquanto segurava a parede.

- Não sei! – Lin falou botando a mãe na cabeça.

- Nem eu! – Teo falou encostando-se à parede.

- Tive uma ideia! – Falei pegando na mão da Lin e me encostando na parede junto com ela, passei uma camada fina de luz na nossa frente ficando invisível.

- Estão nos vendo? – Perguntei.

- Não! – Eles responderam.

- Segurem o cavalo aqui, o Ascendente deve estar lá dentro, Eu e Lin cuidamos dele! – Falei e ele concordou, Raphael quebrou a parede e o cavalo passou tentando acertar ele que se esquivou, passamos devagar pelo cavalo e quando estávamos longe começamos a correr, corremos por um tempo até chegarmos ao fim da caverna, no fundo dela estava uma garota encolhida e chorando.

- Ei garota, está tudo bem? – Lin perguntou, a menina olhou para a gente e se levantou soltando uma bola de energia elétrica e me acertando, cai no chão e me levantei logo, uma das habilidades de Photocinese era copiar as habilidades, devolvi a bola elétrica e acertei a garota fazendo ela cair no chão. – Baek, você matou ela! – Lin falou e eu corri até ela, encostei meu ouvido no nariz dela e ela ainda estava respirando.

- Ela apenas desmaiou. – Falei botando a garota no meu ombro e começamos a caminhar de volta para fora da caverna.

19:23

Voltamos para a nave e levamos a menina para a enfermaria, Lin examinou a garota e falou que ela estava com uma febre alta, por isso suas habilidades estavam descontroladas, curei alguns ferimentos que a menina tinha pelo corpo e a febre, a deixamos descansando lá e fomos para a sala no centro da nave.

- Voltamos garotos, onde estamos? – Lin perguntou se sentando e olhando o mapa na mesa.

- Quase chegando em Roma! – Teo falou segurando um tablet e fazendo algumas imagens aparecer na tela da mesa, várias fotos do Templo de Virgem e fotos de um campo lindo cheio de flores e árvores, na hora lembrei da minha mãe e peguei meu celular do bolso, estava sem sinal. - Esse é o Campo do Templo, local onde se encontra o Templo de Virgem, passaremos um tempo lá para o treinamento do Baekho e também porque vou precisar voltar para Ceres com a nave! – Ele falou, Ceres era uma cidade flutuante invisível para os Mundanos, era como um céu e lar dos Zelyos, fui apenas uma vez lá quando tinha 11 anos, foi uma experiência incrível.

- Por que vai ter que voltar? – Raphael perguntou.

- Recebi um Email do Sr. Darius, como sou o líder dessa missão, ele quer a minha presença em uma reunião, algo assim! – Ele falou, senti que ele não falou tudo, mas fiquei calado.

- Agora que já achamos a Ascendente de Capricórnio, teremos mais tempo para aproveitar antes da volta de Zodiark! – Lin falou botando as pernas na mesa.

- Vamos aproveitar esse tempo para treinar mais e nos conhecer melhor, precisamos ter uma ligação forte para podermos banir ele! – Teo falou, ficou um silencio na sala por um tempo.

- Vamos comer! – Raphael falou pulando animado e indo na direção do elevador.

- Podem ir, menos o Baek, preciso falar com ele a sós! – Ele falou com certa autoridade, Lin e Raphael entraram no elevador.

- O que houve? – Perguntei.

- Preciso que copie algumas habilidades minhas! – Ele falou se levantando.

- Para? – Perguntei me levantando também.

- Caso precisem de proteção enquanto não estou aqui, sei que suas habilidades são focadas em defender, mas eu acho bom você ter essas também! – Ele falou começando a criar uma barreira de fogo ao nosso redor.

-OK! – Falei sorrindo para ele.

19:34 {Raphael}

Estava preparando uma macarronada enquanto Lin ajeitava a mesa, senti que Baekho e Teo estavam demorando, mas deixei isso de lado.

- Então, você e Baek se conhecem a quanto tempo mesmo? – Ela perguntou.

- Desde os 11 anos, é incrível como nos apegamos rápido e como por coincidência somos dois Ascendentes! – Falei cortando tomate.

- Legal, na minha infância eu não tive muitos amigos, só fui ter amigos quando comecei a frequentar Ceres e acabei conhecendo o Teo durante uma exposição sobre os Ascendentes em 2013! – Ela falou se sentando na bancada da cozinha.

- Eu me lembro dessa reunião, foi logo depois que eu descobri que era um Ascendente e ai meu pai me levou junto com o Baek, não lembro de ter visto vocês lá! – Falei.

- Não ficamos muito tempo, as pessoas ficavam olhando para nós o tempo todo e eu não gosto disso! – Ela falou pegando um garfo e provando o macarrão. – Até o nosso próprio povo nos estranha, somos tecnicamente Deuses perto deles! – Ela falou, olhei para ela com um olhar desaprovador.

- Eu não acho isso, somos todos iguais, mesmo tendo certa vantagem, ainda somos iguais! – Falei, logo Teo e Baekho aparecem e estavam cochichando algo, acho que estava começando a ficar com ciúmes.

- Voltamos, o que vamos comer? – Teo perguntou.

- Macarronada, mas se quiser pode ir comendo o fogo do fogão! – Falei, Lin e Baekho começaram a rir e Teo me fitou com o olhar.

- Será que se eu te esquentar você vira um Peixe assado gostoso? – Ele perguntou com sarcasmo, peguei minha lança e tentei acertar ele, mas ele se defendeu com a lança dele, ficamos nos encarando até que sinto duas espadas encostarem no meu pescoço e duas espadas encostaram no pescoço dele.

- Acho melhor vocês dois pararem com isso! – Lin falou fazendo suas espadas começarem a nos ferir, abaixei minha lança e ele a dele.

- Por que estão agindo assim? – Baekho perguntou chegando perto de mim e me puxando para trás.

- Nada, coisas do momento! – Falei fingindo um sorriso, ele também deu um sorriso e se afastou.

- Estamos brincando só! – Teo falou.

Peguei a comida e botei na mesa, começamos a comer e conversar até que Baekho olha para cima.

- Escutaram isso? Esse trovão? – Ele perguntou, Teo e eu fomos até a janela e vimos que uma tempestade de raios estava começando.

- A Ascendente! – Teo falou, corri para o elevador e Baekho entrou comigo, o elevador fechou, Lin e Teo ficaram para trás.

19:51 {Baekho}

Entrei no elevador com o Raphael e Lin com o Teo ficaram, escutei Lin falar que ia subir quando ele descesse, paramos na parte da enfermaria e entramos, não achamos a menina e a sala estava toda bagunçada, quando olhamos para trás o cavalo elétrico estava novamente atrás da gente.

- Corre! – Raphael falou acertando o cavalo com sua lança e a pata dele ficou congelada por um tempo, corri para o elevador e ele parou com Lin e Teo dentro, subimos até o máximo e quando a porta abriu fomos empurrados por um vento forte, estávamos em uma espécie de terraço da nave, Lin começou a diminuir a força do vento ao nosso redor e caminhamos até a ponta da nave, estava chovendo forte também e aquilo atrapalhava muito, me segurei na grade e olhei para baixo, encontrei a garota pendurada pela roupa em uma espécie de asa feita de ouro que ficava atrás da nave.

- Precisamos dar um jeito de pegar ela logo, só assim essa tempestade vai parar! – Quando Teo terminou de falar, um raio atingiu aquela asa e ela se partiu fazendo a garota cair, Lin se jogou e eu tentei segurar ela.

- Não! – Teo me segurou e eu fiquei olhando para baixo, elas tinham desaparecido no meio daquelas nuvens.

CONTINUA, PROXÍMO CAPÍTULO... Seraph’s Test...

Comentários

03/01/2017 13:43:54
Eu gosto muito do tema dos signos que voçe escolheu.Ta ficando muito bom
03/01/2017 13:41:40
Nossa, eu espero que voçe não desista do conto porque parece que vai dar um trabalhão.Teu conto ta um arraso,bem detalhado,interresante e no tamanho certo.Não demore
02/01/2017 22:34:54
Bom,coragem fazer um conto nesse,estilo,me parece que pesquisou bastante. Gostei! Parabéns!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.