Casa dos Contos Eróticos

Feed

Eu sabia que você era um problema 03

Autor: Murilo
Categoria: Homossexual
Data: 11/01/2017 10:38:20
Nota 10.00
Ler comentários (11) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Lindos, obrigado pelos comentários! Comentem mesmo que eu amo hahaha <3

Arthurzinho - Pow, Muito obrigado de verdade, aproveite o conto <3

garafão - Hmmm fiquei curioso do porque esse nome hahaha, se arrepiou foi? que delicia hahaha obrigado e acompanhe o conto <3

sssul - Muitos mistérios em torno do conto hahah sera que alguém morreu? Quem vai conquistar??

POVO, o capitulo do conto sempre estara aqui antes do 12:00, todo dia <3

*

*

*

Eu fiquei alí parado olhando pra porta que era enorme, eu não sabia o que fazer, e ouvia o barulho alto dos fogos, aquilo assustava, misturado com tiros, olhei pra tras e notei que a casa era enorme, eu estava na sala que tinha um sofá branco em L bem grande, uma TV enorme na parede, tinha um tapete grande também, uns cristais, eu imagianava uma casa de traficante bem desarrumada, era tudo coisa da minha cabeça...

Minha atenção foi tirada, com o barulho da porta abrindo e o barulho dos tiros ficando mais alto, quando vejo Lelinho entrando com Gustavo, os dois estavam suando muito, até que noto que Gustavo estava sangrando

Eu - Ele levou um tiro?

Lelinho - Levou, na costela, deixa ele aqui no sofá e não abre essa porta ta ouvindo?!!

Eu - Ta.. ta bom - Disse apreensivo

Lelinho saiu me deixando sozinho com Gustavo que me encarava

Gustavo - Que foi?

Eu - Na.. nada..

Gustavo estava sangrando muito, mas mesmo assim não via sinal de dor no seu rosto, ele stava neutro, aquilo era estranho

Eu - Você precisa de alguma coisa?

Gustavo - Não.. só vou tirar essa camisa.. - Disse ele tentando tirar a camisa cheia de sangue, na hora que ele levantou o braço ele deu um gemido de dor, aí sim vi sua feição mudar para de dor

Eu - Espera.. deixa eu te ajudar.. - Disse indo até ele e tirando sua camiseta, tinha um buraco do lado da costela, o tiro foi feio, porem não teve como não notar aquele corpo delicioso dele, uma barriga trincada, uma tatuagem do outro lado da costela, o bico do peito rosinha, pelos pelo peito definido, ele era uma delicia completa.

Gustavo - Me ajuda pra ir até o banheiro?

Eu - Sim, vamos lavar isso ..

Ele se apoiou no meu ombro e fomos em passos lentos até o banheiro, quando entramos no banheiro, só foi eu fechar a porta, ouvimos um estrondo tipo explosão na sala, alguém tinha entrado na casa!

Gustavo me olhou assustado, me fazendo ficar assustado também

Gustavo - Apaga a luz! - Disse ele sussurrando

Eu corri para apagar a luz do banheiro enquanto ele sentava no chão

Tranquei a porta e sentei no chão em frente a ele.

Ouvimos passos do lado de fora do banheiro no corredor e logo depois sumiram

Eu - Eu acho que já foram embora... - Disse sussurrando

Gustavo - Não sei.. Vamos ficar aqui por enquanto.. - Disse ele mexendo no celular, talvez mandando mensagem para o Lelinho sei la

Ficamos um olhando pra cara do outro, a unica luz que tinha dentro do banheiro era a do celular dele, dava pra ver um pouco da barba dele e um lado do seu corpo... Lembrei que ele tinha que lavar o sangue

Peguei um pano limpo que tinha lá e molhei com água e alcool, enquanto isso ele só me olhava, cheguei perto dele e ele se assustou

Gustavo - Vai doer

Eu olhei pra ele, todo marrento, todo poderoso naquele morro, e naquele momento com medo de um paninho

Eu - Não vai doer ..

Gustavo me encarou um pouco envergonhado e deixou eu cuidar dele

Fui passando o pano pelo seu corpo, a cada toque eu sentia sua pele quente e lisa, ele fechava os olhos talvez por sentir ardencia

Eu - Calma...

Ele olho nos meus olhos, a luz do celular apagou e a gente não via mais nada, só sentia sua respiração

Até que ouvimos um barulho na porta, era Lelinho

Lelinho - Abre aí, sou eu!

Eu levantei, ascendi a luz e abri a porta, quando abri estava Lelinho, Juliana e vários homens com armas na mão do lado de fora

Eu - JULIANA!!! - Disse abraçando ela, enquanto os homens entraram e pegaram Gustavo pra ajudar ele.

Juliana - Você ta bem? - Disse ela um pouco descabelada mas bem

Eu - To graças a Deus...

Saímos do banheiro, olhei pra trás e Gustavo estava sendo tratado por aqueles homens, depois fiquei sabendo que tinha até médico alí do trafico

Quando saimos da mansão vi a destruição, estava cheio de sangue tudo jogado, mesa, cadeira..

Eu - Jesus... Lelinho, o que houve?

Lelinho - Tentaram invadir o morro ... A comunidade vizinha, mas a gente venceu, nóis é foda hahaha.. Eles queriam, atacar e pegar o Gustavo

Eu - Ah...

Lelinho - Tua amiga Lais ta no hospital bem, e Juliana vai ficar aqui porque alguém ja ja vai levar ela, você vai comigo

Eu - Eu sei o caminho

Lelinho - Ta perigoso, a gente não sabe se vai sofrer outro ataque e para de ser marrento! Bora! - Disse ele me pegando pelo braço

Eu - Ta, eu vou, mas não precisa me agarrar! - Disse puxando meu braço rancando uma risada dele

Fomos descendo o morro até que passamos em frente a casa dele

Lelinho, espera aí que eu vou pegar uma arma carregada, vem comigo

Eu ta ..

Fomos em direção a sua casa, era simples, mas pra um cara como ele era bem organizada, ainda mais ele morando sozinho.

Passamos pela cozinha, ele pegou água, perguntou se eu queria e eu disse que não.

Lelinho foi até seu quarto e pegou uma arma, da cozinha dava pra ver, fiquei olhando a casa enquanto isso.

Eu - Sua casa é bonita

Lelinho - Eu gosto de decoração por incrivel que pareça haha, e não sou bebe como você, desde pequeno ja moro sozinho, tipo uns 15 anos

Eu - Eu não sou bebe

Lelinho - Mas fiquei sabendo que ainda bebe leite .. - Disse ele parado na porta do quarto dele

Eu - De novo esse papo? Eu nem de leite gosto.. Depende

Lelinho - Depende do que ?

Eu - De nada... - Disse me virando indo em direção a sala, mas ele foi mais rapido

*

*

*

*

Comentários

13/01/2017 01:52:29
Amei
12/01/2017 15:15:27
Nossa tomar um leitinho em uma hora dessa ....
12/01/2017 11:25:11
Ta massa, mas umas linhas a mais nesse texto seria mais legal. Acho que ai vem mais uma mulher de malandro, será?
12/01/2017 10:35:52
Parabéns seu conto arrasa! E pode dando uns pegas nesse amiguamiguinho em kkkk
12/01/2017 05:24:40
Iupi um tiro kk clássico kkk
12/01/2017 00:20:43
Muito bom.
11/01/2017 15:35:44
Deve ser Tesão, Marcos. Não acho que ele queirq algo sério. Conto maravilhoso.
11/01/2017 13:52:52
Klkkkkkk É que o meu nome é rafael e eu tenho 1 sobrinho chamado gabriel é 1 dia minha mãe tava meio nervosa e me chamou de garrafael e como eu sou gordinho ( Bom se você achar 120 quilos gordinho) o meu primo me apelidou de garrafão. Kkkkkkk
11/01/2017 13:09:00
Aii ta muito bom cara . Serio eu nao vou aguentar de curiosidade! Por favor posta mais um hj!? Eh uma fã desesperada que ta te pedindo!!
11/01/2017 12:17:35
Adorei o capítulo!
11/01/2017 11:08:24
Adorei o capítulo! Acho que Lelinho sente algo mais que amizade!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.