Casa dos Contos Eróticos

MEU SOBRINHO BEM DOTADO DESPERTOU A PUTA QUE EXISTIA DENTRO DE MIM! Parte 2- Final

Categoria: Grupal
Data: 27/12/2016 08:59:08
Última revisão: 13/03/2017 08:17:29
Nota 9.58
Ler comentários (13) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Naquela primeira semana que me tornei a fêmea de meu sobrinho tarado tive a certeza que o sexo seria vivido por mim como total intensidade e a todo o momento novas fantasias surgiam em minha mente fértil e nem dava pra acreditar ter vivido 37 anos da minha vida na mais completa escuridão sexual. Ser comida de verdade, gozar, lamber, chupar, ser chupada, levar uns tapas no bumbum me dava um prazer extremamente gratificante e meu sobrinho pintudo totalmente pervertido era o macho perfeito pra proporcionar isso a uma tia que estava adorando ser iniciada na putaria.

Sentir o pintão do meu sobrinho tarado fodendo meu cuzinho e minha bucetinha tesuda todos os dias me fazendo gozar que nem uma louca era tudo de bom, mas apesar de todo esse prazer de vez em quando vinha em minha mente a imagem da depiladora negra de 1.90m e principalmente o calor de sua boca e sua língua ágil lambendo com maestria minha bucetinha me proporcionando o primeiro gozo de minha vida com uma mulher e não tinha como negar que estava doidinha de tesão querendo e desejando que isso acontecesse novamente, sem duvidas aquela negra safada era uma experiência que merecia ser revivida com toda intensidade e decidi ligar no salão pra falar com a depiladora Vânia e a atendente depois de perguntar meu nome passou a ligação pra ela que atendeu dizendo:

-a branca vadia demorou a ligar pra mim hein... pelo jeito teu sobrinho pauzudo deve ta comendo a tia puta todo dia né... sua cadela branca safada... tenho certeza que ligou porque bateu saudades da boca gostosa da negra tarada né... e ta querendo repetir né sua vagabunda?

Aquela negra safada tinha muita experiência sabendo lidar com taradas inexperientes como eu e sem nenhum pudor brinquei dizendo:

-realmente tudo que você disse é verdade sua negra safada... e se você não vier me visitar hoje em minha casa vou processá-la por abandono de puta branca carente... meu sobrinho é um macho que sabe como foder minha buceta... mas não consigo esquecer tua boca e até aquele tapão que você me deu na bunda... quero ser pega por você de novo... minha buceta ta louca de vontade querendo seus lábios quentes nela!

-hummm... vou te pegar gostoso sua cadela branca... eu sei o que você tá precisando sua vadia... vem me buscar... só pra você saber... a depilação será cobrada em dobro... com prazer é bem mais caro... tá!

Eu havia colocado um dos meus vestidinhos novos bem curtinhos e nem coloquei calcinha e sai rapidinho de casa e em 20 minutos cheguei ao salão e em seguida Vânia surgiu com seu uniforme branco curtíssimo com uma valise grande na mão e entrou no carro já mostrando sua buceta negra toda de fora. Aquela negra safada também não usava calcinha e toda safada enfiou a mão no meio das minhas coxas e seus dedos longos e ágeis em segundos me bolinavam e disse:

-a bucetinha da puta branca ta toda molhadinha né sua vadia... garanto que falando comigo no telefone já tava se bolinando né sua cadela vadia!

-sua negra tarada... para... senão é perigoso eu bater o carro... ahhhh... puta tarada... to molhadinha e cheia de tesão sua vadia!

Entramos na garagem e assim que descemos do carro a depiladora negra já mostrou que nosso sexo naquele dia iria ser bem diferente do que da primeira vez porque ela me pegou pelos cabelos puxando pra trás do carro e me fazendo deitar sobre o porta malas levantou meu vestido e enfiou a cara no meio das minhas pernas por trás e deslizou sua língua quente e esperta do grelo até meu cuzinho e então me deu dois tapas bem fortes que estalaram no meu bumbum empinado e disse toda tesuda:

-rebola e goza na minha língua sua cadela branca... hoje... você vai poder gritar gozando... você é uma puta safada... rebola vadia... cadela de rua... vou deixar essa bunda branca vermelha... vai apanhar bastante... adoro espancar putas brancas taradas... rebola sua vagabunda!

A língua junto com aqueles lábios grossos me lambendo e chupando com uma volúpia louca me proporcionaram um orgasmo quase que instantâneo e gemendo bem alto gozei na boca daquela puta negra sádica que me aplicava um monte de tapas na minha bunda que ja estava ardendo bastante e meu tesão exacerbado denunciava meu prazer e minha submissão dizendo toda tarada:

-ahhhh... que delicia de boca... to gozannnndooooo... sua puta negra sádica... bate... bate mais... que to adorando apanhar... ahhhh... tesão... negra safada... gostosaaaaaaa... vadiaaaaaaaaaaaaaaaaa!

Parecia que fazia xixi na boca daquela safada deliciosa e após alguns segundos ela então se levantou pegou sua valise e voltando a me puxar pelos cabelos foi me levando pra dentro de casa e fui em direção aos quartos e quando entramos a negra tarada me jogou em cima da cama de costas e já foi montando em cima de mim toda tesuda dizendo:

-sua vez de dar prazer a tua dona sua cadela de rua... você agora é minha escrava branca... sua puta masoquista... gosta de gozar apanhando... vou adorar te bater... ahhhh... to louca pra gozar nessa boca virgem de buceta... vai me fazer gozar agora... do jeito que adoroooooo!

Vânia segurando minha cabeça pelos cabelos encaixou sua buceta preta no meu rosto e forçando seu corpo contra minha boca e meu nariz disse:

-chupa e lambe direitinho sua puta branca... se não fizer do jeito que eu gosto... vou te afogar... vou te deixar sem respirar... faça sua dona gozar escrava branca safada... cadela de rua... vagabunda... tarada... ahhhhhh!

Quando senti o gosto daquela buceta na ponta da minha língua e o cheiro de fêmea no cio parecia que meu corpo tinha sido tomado por uma entidade e passei a lamber e sugar o grelão enorme daquela puta com ardor e ela rebolava no meu rosto e toda safada tampava meu nariz com seus dedos e quando percebia que eu estava sufocada me soltava alguns segundos e tornava a me sufocar... aquela loucura durou alguns minutos e quando ela gozou a puta urrou de prazer e eu também porque a safada tinha uma das mãos pra atrás bolinando forte meu grelo.

O corpo da negra tarda tremia se convulsionando na minha boca e escorria um monte de líquidos daquela buceta negra tesuda e então ela se levantou e se deitando em cima de mim como se fosse um macho entre minhas pernas beijou minha boca ardentemente. Nossas línguas se enroscaram cheias de desejo com ela esfregando sua bucetona negra na minha bucetinha branca e seus seios enormes nos meus e naquele esfrega esfrega delicioso gozamos juntas novamente.

Que tesão delicioso transar com aquela safada deliciosa que beijava e mordiscava meus lábios me levando a loucura.

Quando achei que a safadeza ia dar um tempo a negra safada se levantou e abrindo a valise que tinha trazido tirou de dentro dela um penis negro enorme preso em uma cinta de couro e enquanto ela colocava nela prendendo dos lados toda mandona disse:

-fica de 4 sua cadela branca... agora vou ser teu macho... já que você gosta de pau grande... vou te dar um pra matar esse tesão... de 4 vadia!

Nem pensei em não fazer o que aquela negra tarada mandava e toda safada sussurrei:

-nossa Vânia... você é uma louca sádica... esse pintão de borracha que você colocou é maior e mais grosso do que o pintão do meu sobrinho... você vai me deixar arrombada... sua negra safada!

Levei dois tapas na bunda pra aprender a não reclamar e ela toda tesuda pincelou a cabeçona daquele pintão na minha buceta ensopada e disse:

-você vai aguentar tudo e rebolar gostoso senão vou te bater de cinto sua cachorra tarada... você me chamou... e eu adoro judiar de putas brancas... vou deixar esse bucetão branco arrombado e você vai gozar gostoso... vou te foder mais gostoso que teu sobrinho sua cadela... tomaaaaaaaaaa!

Vânia foi enfiando com firmeza aquele consolo enorme na minha buceta que ia laceando pra receber aquilo tudo dentro de mim e a tarada sádica só parou quando tava todinho socado na minha buceta. O desconforto daquilo tudo enchendo minha buceta tesuda durou muito pouco e logo eu rebolava naquele pintão de silicone e gozava que nem uma maluca gemendo alto e a negra vadia tornou a espancar minha bunda branca com sua mão pesada que fazia meu tesão se potencializar ainda mais.

A negra sádica fodeu minha buceta até quando quis e toda safada tirou aquele pintão de dentro de mim e se deitando de costas na cama me puxou pra cima dela e colou sua boca na minha e nos beijamos ardentemente e quando finalmente a coisa deu uma acalmada Vânia sorrindo disse:

-você é uma puta branca incrível... muito mais quente do que imaginei... quando quiser de novo me chama que venho rapidinho... você é deliciosa por inteira... só faltou comer teu rabo com meu consolo negro... mas vou deixar pra próxima vez... arrombei a buceta hoje... da próxima vai ser seu cu!

Quando pensei que Vânia iria embora ela tirou os apetrechos para depilação de dentro da valise e sorrindo disse:

-agora vamos fazer o trabalho sério... vamos depilar a bucetinha da puta branca pra deixar tudo lisinho como deve ser sempre... mas como te disse antes de vir pra cá... atendimento a domicilio o preço é dobrado!

A negra sádica era uma depiladora muito competente e rapidinho me deixou lisinha e em seguida tomamos banho juntas e a vadia ficou me arretando me deixando louca de tesão e quando a levei de volta ao salão de beleza ao se despedir antes de descer do carro disse toda safada:

-da próxima vez além de apanhar na bunda... vou te dar uns tapas nesse rostinho branco só pra vê-lo ficar vermelho... e vou arrombar teu cuzinho gostoso com meu consolo negro grossão... depois que você acostumar com esse... eu tenho outros maiores... tchau cadela tarada!

Realmente o preço da depilação mesmo sendo paga em dobro era baratíssima pelo prazer proporcionado e a safada merecia até uma recompensa.

Voltei pra casa e assim que entrei fui em direção ao meu quarto tirei o vestido ao olhar meu bumbum grande no espelho vi que aquela puta negra não teve um pingo de dó da puta branca, minhas nádegas estavam vermelhas como um pimentão e foi então que me lembrei do meu sobrinho tarado quando olhasse meu bumbum ia notar na hora que havia sido espancada e iria querer saber por quem e toda sacana dei um sorrisinho imaginando o que ele iria falar quando revelasse pro safado tudo que havia feito com aquela negra sádica deliciosa.

Naquele tarde fui buscar meu sobrinho taradão assim que o carro começou a rodar peguei a mão do Marcelo enfiando-a no meio das minhas coxas e toda putinha comecei a contar uma historinha pra justificar meu bumbum todo espancado dizendo toda safada:

-olha como a bucetinha da tia tá quente Marcelo... tenho uma coisa muito louca pra te contar... fui estuprada por um pintão negro enorme... e não foi um homem que fez isso... os pelinhos da minha bucetinha estavam crescidos e liguei pra depiladora ir fazer o serviço la em casa... eu achava que seria melhor... nossa... a depiladora é uma pervertida dominadora... gosta de transar com mulheres... adora judiar de putinhas taradas igual a mim... ela é uma negra enormem... forte... me pegou e abusou de mim... me chupou... me fez chupar a bucetona preta dela... ai ela pegou um consolo grosso preto e socou na minha buceta... deixou-me arrombada... o pior é que eu adorei... gozei que nem uma cadela no cio... ela encheu minha bunda de tapas... me deixou toda vermelha... quando chegarmos em casa você vai ver meu sobrinho... apanhei bastante na bunda e a negra ainda me cobrou o dobro pela depilação dizendo que com prazer é mais caro a visita!

Marcelo estava com os dedos enfiados na minha bucetinha inchada e ele todo sacana disse:

-tia... tua buceta ta pegando fogo e ta molhadinha... to vendo que você gostou muito mesmo... sua safada... mas... a acho que a depiladora não te pegou na marra... você deu lado né... tia... você cada dia que passa ta mais puta e mais tarada... essa nossa família só tem gente safada!

-o culpado de eu me tornar uma putinha é você meu sobrinho pintudo... eu tava sossegada até você aparecer e me mostra teu pintão e me deixar louca de tesão... depois que comecei a dar e gozar de verdade... sinto tesão demais... a depiladora negra... começou a passar os dedos na meu grelo sensível... fiquei com tesuda... ela me agarrou e eu adorei... gozei gostoso na boca da safada... ela percebeu que eu gostava de ser dominada... ai já viu... fez tudo que quis... ela tinha um grelo enorme... roçava na minha buceta... nossa... gozei gostoso demais... quando meus pelinhos crescerem de novo... vou chamar a puta negra de novo... só que você vai estar junto... acho que meu sobrinho vai gostar de assistir a tia puta sendo devorada pela negra sádica... ahhh... to morrendo de tesão... quero chegar em casa pra você me comer gostoso... to precisando de uma pintão de verdade na buceta!

Meu sobrinho era tão pervertido quanto eu porque o safado já tava com o pintão completamente duro estufando a calça e assim que entramos na garagem de casa já saímos do carro nos beijando com volúpia e rapidinho estávamos no sofá peladinhos e Marcelo me colocando de 4 passou a me foder de uma maneira bem selvagem e toda putinha eu sussurrava:

-ahhh... que pintão gostoso... ahhh... delicia pauzão de verdade... soca... soca com força... ahhh... bate na minha bunda também meu taradinho gostoso... ahhh... que delicia... fode tua tia puta... eu sou muito putinha... ahhhh... mete... mete... com força!

Meu sobrinho encheu minha bunda de tapas socando até o talo seu pintão na minha buceta inchada e meus orgasmos múltiplos chegaram intensos e logo senti o pintão do safado ser socado no meu cuzinho com violência e ele todo tarado dizia:

-ahhhh... tia... que puta gostosa que você é... da esse cu pra mim sua cadela... safada... puta deliciosa... ahhhh... rebola na minha rola sua vadiaaaaaaa!

Marcelo não conseguiu segurar seu gozo e encheu meu cuzinho de porra fervente e gozei como uma louca com ele atolado no meu rabo guloso.

Durante o banho Marcelo quis saber mais sobre minha transa com a depiladora negra e lógico que contei tudo em detalhes e ele então acabou me revelando que sua irmã também adorava transar com as amigas... a safadinha gostava tanto de rapazes quando de garotas e quando perguntei se ele já tinha transado com a irmã ele sorrindo sacana disse:

-tia... acho que minha irmã nasceu putinha... desde novinha já ficava beijando os meninos na escola... quando descobri que ela já tinha perdido o cabaço... fiquei doidão querendo socar na bucetinha da safada... um dia peguei ela e uma amiga peladinhas no quarto se roçando... fiquei taradão... comi a duas putinhas... que delicia foder as duas putinhas de 4 uma do lado da outra na cama... minha irmã é tão vadia que se um macho tirar um pauzão duro pra fora da calça ou se outra vadia abrir as pernas e mostrar a buceta ela cai de boca no ato sem precisar mandar... ela é movida a sexo!

-olha quem fala... você também é um pervertido de mão cheia meu sobrinho... alias... acho que ninguém nessa família é santo... todos safados!

Meu sobrinho depois de saber da minha transa com a depiladora negra ficou ainda mais taradão e passou a me comer mais gostoso e se tudo estava ótimo iria ficar ainda melhor quando no meio da semana seguinte ao buscá-lo no colégio ele estava junto com dois amigos e me pediu para dar carona a eles concordei e mandei-os entrar no carro. Marcelo entrou com um deles no banco traseiro e o outro amigo foi na frente no banco do passageiro pra me ensinar o caminho e foi então que percebi que o moreno que estava sentado do meu lado não tirava os olhos das minhas coxas e só então me liguei que meu vestidinho além de curtinho tinha subido pelos minhas pernas e como eu não estava usando mais calcinha com certeza não iria demorar para o garotão vislumbrar minha bucetinha depilada, mas nem me preocupei em recompor meu vestido e deixei rolar. O garotão tinha a mesma idade do meu sobrinho e era um pouco mais alto. Meu sobrinho se sentou no banco traseiro bem atrás de mim e o amigo dele ao lado era um loirinho de olhos verdes um ano mais novo e além de muito bonito também tinha um olhar safadinho. Claro que comecei a gostar de sentir os olhares sacanas daqueles rapazes no meu corpo e resolvi facilitar a vida do moreno alto do meu lado ao fazer uma curva deixei meu corpo ir um pouco pra frente e a barra do vestido subiu um pouco mais e minha bucetinha ficou a mostra. O garotão quando percebeu não tirou os olhos do meio das minhas coxas e aquilo me fez ficar molhadinha. Depois de alguns quarteirões chegou na casa do carona da frente e ele desceu do carro agradecendo e deu pra notar de relance que o safado tinha ficado de pau duro olhando minha bucetinha lisinha. Quando ele desceu o outro que estava junto com meu sobrinho veio pra frente pra me ensinar o caminho da casa dele dizendo que não era muito longe dali e aquele loirinho era bem mais taradinho que o outro que descera porque nem conseguiu disfarçar seu tesão já dando umas apalpadas no pinto duro e toda safada abri as pernas um pouco mais e minha buceta se mostrou por inteira deixando o rapaz totalmente inquieto no banco e após percorrer umas 8 quadras chegamos em sua casa e ele desceu com o rosto vermelho e só então meu sobrinho veio pro banco da frente e quando viu do jeito que eu estava ele sorrindo sacana disse:

-tia... você é muito safada... deixou meus amigos de pau duro né... garanto que eles vão se masturbar pra você logo que entrarem no banheiro... sua puta safada... meus amigos já vivem comentando que você é linda e muito gostosa... depois que você mostrou a buceta pra dois deles... amanhã os comentários na minha cabeça vão ser bem mais safados... ahhh se vão!

-Marcelo deixa de conversa fiado seu tarado... você sabe que agora só ando de vestido curtinho e nem uso mais calcinha... você deixou seus amigos entrarem no banco da frente sabendo que eles iam ver minhas coxas e minha bucetinha toda a mostra... se você não quisesse que seus amigos me vissem assim teria colocado eles sentados no banco traseiro... seu safado... garanto que você já deve ter contado pro seus amigos que tem uma tia puta e tá me comendo todo dia... rapazes adoram contar vantagem para os outros... taradinho safado!

-Tia... você tá ficando cada dia mais esperta e safada... por isso que eu te adorooooo... realmente queria que eles ficassem de pau duro olhando você sentada dirigindo com as pernas de fora... e foi melhor do que imaginei... até tua buceta eles viram... nossa... vão gozar gostoso se masturbando!

-seu safado tarado... eu sabia que tinha sacanagem no meio... eu adorei mostrar a buceta pra os rapazes... to toda molhadinha... pega pra você ver!

Meu sobrinho levou a mão no meio das minhas coxas enfiando os dedos na minha buceta ensopada e seu pintão já estufava a calça e assim que entramos em casa como no dia anterior que ele já me colocou de 4 no sofá e socou na minha buceta e no meu cu sem dó do jeito que eu adorava e não demorou muito tempo pra gozarmos juntinhos... a safadeza fazia o tesão ficar muito mais forte e isso era maravilhoso.

Quando no dia seguinte fui buscar meu sobrinho no colégio nem me surpreendi quando encontrei o safadinho me esperando com os dois rapazes do dia anterior e veio com a mesma conversa de dar carona para eles e já que queriam safadeza quando deram a volta pra entrar no carro puxei o vestido pra cima e minha buceta ficou totalmente a mostra e o moreno quando se sentou no banco do carona já notou e sorriu todo safado. O loirinho no banco traseiro que se chamava Lucio enfiou o rosto entre os bancos querendo ver também e meu sobrinho sentado atrás de mim disse todo sacana:

-meus amigos estavam loucos de vontade querendo carona de novo com a minha tia gostosa... eu falei pra eles que podem olhar... mas não podem pegar em você... a não ser que você autorize!

Dei partida no carro e sai bem devagar e bem safada disse:

-não vou deixar os safados me bolinarem porque é perigoso fazer isso dirigindo... mas podem olhar... vou levantar o vestido até na cintura... aproveitem... mas... quero que os dois tarados tirem o pinto pra fora... quero vê-los bem duros... mostrem pra tia taradinhos!

Rapidinho o moreno alto tirou o dele e apesar de não estar bem duro era grande e com certeza ficaria ainda maior e quanto olhei pra trás tive uma surpresa com o loirinho de olhos verdes, apesar de mais baixo e magrinho em relação ao moreno e ao meu sobrinho o safado tinha um pintão enorme e além de grossão e cabeçudo já estava duro como uma rocha e toda safada resolvi fazer carinhos rápidos nele e o safadinho sussurrou:

-ahhh tia... tu é muito safada... bem que o Marcelo falou que tu era uma gostosa... bati uma por ti ontem... gozei que nem um cavalo... ahhhh!

Larguei do pintão do loirinho e peguei no do moreno do meu lado e rapidinho terminou de endurecer em minha mão e toda safada comecei a punhetar o safado que fechando os olhos segurou minha mão em volta do pintão dele e acelerou os movimentos e em poucos segundos gozou um monte gemendo e se contorcendo no banco do carro. Ele deu um jeito de se limpar com a camiseta e logo chegamos à frente de sua casa ele desceu do carro e Lucio o loirinho com cara de safado já pulou pro banco da frente passando entre os bancos e todo tarado pegou minha mão dizendo:

-tia... bate uma pra mim também bate... nossa... to taradão em ti... o Marcelo já falou que tu é uma puta de verdade... faz de tudo... sou louco pra te comer também... ahhhh... que mão quente tia... deliciaaaa!

O safadinho loiro era bem mais atirado e seu pintão parecia que crescia ainda mais em minha mão e logo senti sua mão esperta se enfiando entre minhas coxas esfregando meu grelo e o tesão tomou conta de todos ali no carro, meu sobrinho já batia uma assistindo eu e taradinho se pegando e quando estacionei o carro perto do portão da casa do loirinho a safadeza teve que parar, mas toda tarada sussurrei:

-Marcelo... desce do carro e fica cuidando se vem alguém... vou fazer esse pintudo gozar gostoso... esse teu amigo é uma safado delicioso!

Meu sobrinho em segundo fez o que mandei ficando em pé do lado do carro e rapidinho enfiei meu rosto entre as coxas do loirinho e mamei naquele pintão enorme com uma volúpia louca e não demorou pra ele se contorcer de tesão e ejacular como um cavalo enchendo minha boca sedenta... engoli tudo sem deixar nenhuma gota escapar... minha buceta parecia mijada de tão molhada e assim que me levantei disse:

-desce do carro seu safado... quando eu der minha buceta e meu cuzinho pra você... quero gozar nesse pintão gostoso... deliciaaaaaa!

Meu sobrinho entrou no carro assim que o amigo saiu e fomos pra casa nos pegando, meu sobrinho era um pervertido total, além de me comer queria ver sua tia puta dando pros amigos e com certeza eu ia adorar fazer isso quando ele quisesse.

Nem entramos pra dentro de casa, fui comida em cima do porta-malas do carro e meu sobrinho todo tesudo me chamava de puta, cachorra, vadia espancando meu bumbum e toda safada eu sussurrava:

-ahhh... que delicia teu amigo loiro... que pintão que ele tem nossa... acho que é maior que o teu... fiquei louca de vontade dar pra ele... gozei gostoso só chupando o pintão do Lucio... ahhhh... mete... me fode... seu pervertido... taradoooo... ahhh... vou gozar... ahhhhh!

Que delicia foder com meu sobrinho pintudo depois de fazer sacanagens com seus amigos e aquilo estava ficando viciante e não iria parar tão cedo.

O mais louco em tudo que estava acontecendo em minha vida após minha iniciação na sacanagem é que a cada dia que se passava desejava experimentar ainda mais que o sexo poderia oferecer a uma puta sedenta totalmente sem preconceito.

Sábado de manhã meu sobrinho pervertido me acordou lambendo minha buceta e logo se encaixou por trás e começou a comer meu cuzinho tesudo me fazendo rebolar deliciosamente e depois de me fazer gozar gostoso todo safado disse:

-tia... eu tava pensando em trazer meus amigos pra passar o dia aqui em nossa casa... comprar uns salgadinhos... umas cervejas... eles vivem me cobrando em serem convidados... eu prometi que ia falar com você... fala que aceita vai!

-que menino tarado que você é Marcelo... tenho certeza que você tá querendo que seus amigos me comam inteirinha... o loirinho pintudo aquele dia no carro disse que você faz a maior propaganda que tem uma tia puta que faz de tudo... quer que tua tia seja a puta dos teus amigos tarados né?

-ahhh tia... eu sei que você também ta afim... você chupou o pauzão do Lucio... bateu punheta pro outro também... tenho certeza que você vai adorar!

-seu safado... vai... diga-me... quantos rapazes você quer trazer aqui pra casa... espero que não seja a classe inteira né... eu não vou aguentar dar pra muitos... tudo bem que eu gosto de dar... mas todos são bem jovens... garanto que trepam o dia inteiro e nem se cansam!

-tia... eu só vou trazer os mais chegados na primeira vez... serão 5 rapazes... eles são legais... pode ficar tranquila... eles farão o que você mandar!

-ta bom seu taradinho safado... mas... liga pra eles e manda virem logo... já que querem me foder... vamos começar logo cedo... você foi o primeiro do dia... e vai ser o ultimo... só vai me comer depois que todos seus amigos me comerem... vai só assistir eles me foderem todinha... seu safado!

Meu sobrinho saiu da cama e foi ligar para os amigos e então fui tomar banho pra esperar os garotões e era incrível perceber que minha buceta estava ficando molhadinha só de imaginar o que iria rolar e assim que terminei o banho nem me dei ao trabalho de colocar roupa me enrolando na toalha.

Depois de alguns minutos meu sobrinho tarado veio até meu quarto sorrindo todo safado disse que os rapazes logo estariam chegando e então falei que queria todos os rapazes na sala completamente nus e ele todo sacana tirou seu short ficando peladão e disse:

-pode deixar tia... sua ordem será cumprida... os caras quase nem acreditaram quando liguei pra eles chamando pra virem aqui pra casa... tia... você vai gozar gostoso com meus amigos... todos são bem dotados... você é uma tarada gostosa e realmente você é uma puta taradona também... vou adorar comer teu cu e tua buceta depois que todos eles te foderem sua safada... vadia... cadela... tesão!

Meu sobrinho já estava com o pau duro como aço e veio me abraçando tentando tirar minha toalha e toda sacana disse:

-nem pensar... só depois dos seus amigos... agora eu quero os outros machos que voce arrumou... to achando que meu sobrinho tarado ta virando um cafetão... não sei não se tá cobrando de seus amigos!

-sabe que seria uma boa ideia isso que a tia ta me dizendo... do jeito que você é gostosa e uma puta completa com certeza eu iria arrumar bastante clientes pra te comerem... hummmm... acho que vou começar a pensar nisso seriamente!

A campainha tocou e mandei meu sobrinho ir atender os seus amigos que estavam chegando e disse a ele que quando todos estivessem na sala era pra me chamar e em seguida tirei a toalha e fiquei nuazinha diante do espelho admirando meu corpo de 37 anos que despertava tesão nos garotões do colégio e deslizando os dedos entre os lábios da minha bucetinha deu pra sentir o calor que exalava do meio das minhas coxas e após alguns minutos meu sobrinho chegou na porta do quarto e sorrindo safado disse:

-vamos tia... meus amigos estão louquinhos pra te ver assim... eles vão babar de tão gostosa que você é... eles já estão peladões... loucos pra te pegar!

Quando entrei na sala os rapazes olharam pra mim nuazinha com um tamanco de salto pra valorizar ainda meu bumbum enorme e deram assovios de admiração com murmúrios de satisfação e sorrindo bem safada fui chegando perto deles e deu pra notar que apesar de eles não estarem com seus pauzões duros eram realmente bem dotados e o loirinho tarado que eu havia chupado no carro realmente era um dos maiores e me ajoelhando no tapete diante deles disse toda putinha:

-que surpresa deliciosa que meu sobrinho tarado está me proporcionando... façam uma rodinha em volta da tia tarada... vou chupar todos vocês... ahhh... eu já vi isso em filmes de gang-bang... quero fazer igual... fodam a boca da tua puta seus taradinhos safados!

Lucio o loirinho tarado pauzudo apesar de magro e mais baixo que todos era o mais atrevido porque o safado foi o primeiro a enfiar seu pintão na minha boca me segurando pela nuca dizendo:

-ahhh tia... que boca gostosa que você tem... tava louco pra sentir você chupando minha rola de novo... engole... sua puta safada!

Depois de mamar no pauzão grossão do loirinho chupei todos os outros 4 rapazes e logo recebi o primeiro jato de porra quentinha da minha garganta de um deles e não demorou pra todos encherem minha boca gulosa de leitinho e engoli tudo com muito prazer... minha buceta pingava no tapete de tanto tesão que sentia ajoelhada entre aqueles jovens lindos e tesudos gozando e gemendo por mim.

Como todos eram bem novinhos o tesão era intenso nem ficando de pau mole depois de gozarem e novamente o loirinho tarado já foi me colocando de 4 no sofá dizendo todo tesudo:

-tia... quero ser o primeiro a te comer... já bati tanta punheta imaginando te pegando assim de 4 com esse rabão lindo... tia... vou arregaçar essa buceta e teu cu sua safada... toma... sua gostosaaaaaaaa!

Lucio era um garotão metedor porque cravou seu pintão enorme até o talo na minha buceta e me senti preenchida por inteira... que pauzão gostoso tinha aquele loirinho FDP gostoso... ele passou a me foder com força e não demorou mais que uns minutos pra me fazer gemer e gozar que nem uma louca espetada naquele machinho de atitude... e toda tarada sussurrei:

-ahhh... quero pau na minha boca e em minhas mãos... deem a volta por trás do sofá... ahhhh... me fode com esse pintão seu loirinho tarado... me fode com força... ahhhh... judia da tia... quero gozar na tua rola seu safado... me fodeeeeeeeeee!

Lucio fez o que eu pedi e os outros rapazes foram pra trás do sofá e passei a chupá-los e punhetá-los alternadamente... logo tinha outro rapaz fodendo minha buceta e todos se alternaram metendo gostoso... meus gozos eram intensos e incontidos... eu gemia e pedia mais... e os taradinhos como já tinham gozado na minha boca metiam sem dó. O primeiro a me enrabar foi o loirinho tarado e o safado me comeu do jeito que eu adorava... forte e até me deu uns tapas na bunda. A putaria ia aumentando de intensidade e não demorou pra que eu sofresse uma DP e isso me fez gozar ainda mais gostoso... e quando senti a porra quente inundando meu cuzinho e minha buceta ao mesmo tempo pensei que ia desfalecer de prazer de tanto que gozei com os taradinhos insaciáveis.

Ja passava do meio dia quando a putaria deu uma acalmada e eles se despediram indo embora me deixando toda inchada e então olhei para meu sobrinho tarado sentado em uma poltrona com seu pintão duro como aço se punhetando e toda putinha sussurrei:

-quero que você me coma assim... toda arrombada e gozada... seu tarado pervertido... safado... vem meter na tia... vem... quero gozar nesse pintão gostoso... vem me foder inteirinha... ahhhh... sou sua puta... ahhhhh!

Meu sobrinho realmente era um tarado pervertido porque me comeu mais gostoso ainda depois que seus amigos tinham abusado de mim e gozamos juntos deliciosamente e com certeza aquelas festinhas iriam se repetir muitas e muitas vezes e nem eu acreditava que eu tinha tanto tesão guardado dentro de mim que havia explodido depois da chegada daquele rapaz de apenas 19 anos que me transformou numa puta de verdade.

Se curtiram esse conto tem mais dois que me deixaram taradinha demais quando foram escritos.

acessem meu perfil: http://www.casadoscontos.com.br/perfil/186087 e leiam:

Meu cunhado além de me comer tirou o cabaço da minha filha e

Descobri que meu sogro tinha uma rola enorme... dei gostoso pra ele!

e-mail: vanessinhats@outlook.com

sssssssssssss66vcd

Comentários

02/02/2017 00:53:07
Adorei o conto,morro de vontade de dar para mulheres, mas não tive oportunidade ainda.
23/01/2017 16:56:46
oi menina linda amei o conto, nota 10 meninas ninfetas que tenham fantasias escrevam que passo watsaap anakin1939@gmail.com espero vc bj
10/01/2017 16:00:38
Maravilhoso.Fiquei excitado do início ao fim.
10/01/2017 13:15:50
Uma tia muito tarada!
08/01/2017 14:42:42
delicioso
04/01/2017 10:30:35
Sem palavras
01/01/2017 21:39:12
5
27/12/2016 23:49:27
Gostei muito dessa festinha e a depiladora é a minha preferida!
27/12/2016 22:49:57
que delicia de tia você em...
27/12/2016 18:17:08
Ótimo, gozei gostoso, te convido a ler os meus, Bjs
27/12/2016 14:31:45
Pena que foi o final, tinha que continuar.
27/12/2016 13:53:33
Delicia de conto vanessinha ameiiiiiiii
g7p
27/12/2016 09:06:44
que delicia ser tia de um bando de estudantes tarados... adoraria estar no lugar dessa puta safada! Merecia mais alguns capítulos!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.