Casa dos Contos Eróticos

Promessa Cap 6

Autor: Rafael
Categoria: Homossexual
Data: 19/08/2016 04:13:33
Nota 9.78
Ler comentários (9) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olha turma agradeço muito por estarem lendo o conto e mais ainda os que comentaram. Muito obrigado mesmo em Marques130, Matheusfl, GATINHA ANGEL, Marcos Costa, William26, lugrey, Hih_ , flor de lis, amordestinados2, xshyve

Agora vamos ao conto

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

João: você está abalado não está ? - ele se vira de costas e tira a cueca

Eu: não eu estou bem - me peguei reparando na bundinha dele e fique vermelho

João: você não está não, eu vi a cara que fez quando o Mika ficou do lado do pessoal - ele vestiu outra cueca

Eu: foi o caminho que ele escolheu então não estou abalado... tipo a vida te dá dois caminhos toda vez, e o caminho que você escolhe molda seu futuro

João: quer ajuda para se trocar ?

Eu: NÃO!!!.... continue de costas - me apoio na parede de madeira e tiro minha cueca com um pouco de dificuldade, mas na hora de colocar a história é outra

João: já terminou ?

Rafa: olha não consigo levantar ela.....eu...eu vou ficar de Costa e você levanta ela para mim por favor - meu corpo inteiro ficou vermelho

João: aff está e a coisa mais constrangedora que vou fazer na minha vida - ele chega atrás de mim e levanta minha cueca e me ajuda a colocar a calça também

Eu: obrigado - olhava para ele todo vermelho

João: acha que o caminho que estou seguindo agora é o certo ?

Eu: não entendo muito sobre certo e errado, mas você mudou para melhor seu mané - tremia de frio e já começava a anoitecer

João: tenho um motivo para mudar - ele se senta ao meu lado

Eu: posso saber qual ?

João: tudo tem sua hora, e um dia vou te contar - ele reparou que eu estava com frio

Eu: você trouxe sua coberta João ?

João: trouxe sim - ele pega uma coberta da mochila dele, se senta do meu lado e nos cobre

Eu: olha a mão boba - falava tremendo

João: só estou te abraçando sua mente poluida, meu corpo é quente - ele envolve os braços em mim e me abraça

Eu: quer um cigarro ?

João: quero sim - Eu pego cigarro na minha bolsa e volto a me envolver nos braços dele

Eu: verdade seu corpo realmente é quente

João: não te disse, meu corpo é muito quente - ele me abraça mas forte

Eu: doeu ?

João: oque ?

Eu: fazer as tatuagens - pasava a mão na tatuagem do seu braço

João: olha depende do lugar onde a faz... tipo no braço não senti dor alguma, mas no peito eu senti um pouco de dor ai quando foi no pescoço doeu pra caralho

Eu: entendi

João: e sua perna ta doendo muito ou não

Eu: não está de boa, só um galho que entrou nela e isso meio que não dói

João: você é um moleque do caralho mesmo em

Eu: vou tentar dormir um pouco - encostei a cabeça em seu ombro e cai no sono

DIA SEGUINTE

Acordo com o Sol batendo no meu rosto, João ainda dormia feito um bebê

Eu: João vamos - o chamo para ir embora

João: sério dormi só agora pouco, você não parava de gemer de dor a noite

Eu: desculpa por isso, mas minha ferida vai começar a infecçionar se eu não tratar ela com profissionais

João: você consegue andar ?

Eu: com certa ajuda sim

João: vamos então - ele se espreguiça todo

Andamos por horas até encontrar a Rua que levava para o sítio, chegando lá eu achei que o Mika estaria me esperando mas ele não estava

Joao: vamos eu dirijo

Eu: lógico que você que dirige, não posso dirigir com esta perna imbecil - sorri e entrei no carro

João: você é extremamente irritante Rafa - ele entra e arranca com o carro

Na viagem de volta conversamos sobre várias coisas, e uma delas era como seria legal ter poderes. Assim que chegamos na cidade o João foi comigo no hospital e esperou eu passar no médico

João: e ai como foi

Eu: o médico disse que está tudo bem e que o curativo que eu fiz fez toda a diferença

João: ótimo, agora vamos embora pois quero tomar um banho quente

Eu e João fomos para minha casa e lá ele vai tomar banho, enquanto isso eu pulo até a cozinha para pegar um lata de refrigerante e  na porta da geladeira  havia um recado do meu pai

RAFA VOU SEGUIR SEU CONSELHO E VOU VIAJAR PARA PARIS COM A LUCIA ESTA SEMANA, VOLTAMOS SEGUNDA E VE SE CUIDA BEM DA NOSSA CASA CASO VOLTE ANTES DO ACAMPAMENTO COM SEUS AMIGOS... A E QUERO QUE SAIBA QUE COMPREI UMA COISA PARA VOCE E ESTA NO SEU QUARTO ESCONDIDA, CASO ENCONTRE SAIBA QUE É DE CORAÇÃO

Meu sempre teve a mania de esconder os presentes para que eu procurasse igual um idiota, pego o refrigerante e um pedaço de queijo e me sento na mesa

Minutos depois.

João: que papel é este ai ?

Eu: me pai avisou  que seguiu meu Conselho de aproveitar o feriado com a Lucia - pulei e coloquei o papel em cima da geladeira

João: Eu pedi pizza ta - ele me ajudou a andar até o sofá

Eu: vou precisar de você o resto da semana pelo jeito João, você pode me ajudar ? - me sento

João: ta vou ser sua babá pelo resto da semana - ele se senta ao meu lado

Eu: obrigado bobão - eu o abraço

João: com uma condição! - ele olha sério

Eu: fala qual

João: você vai ter que ficar na minha casa, porque la não tem escadas e antes que pergunte eu moro sozinho

Eu: por mim está de boa

João: tudo bem então, mas já aviso é um apartamento pequeno

Passamos o resto do dia na minha casa e eu nem me dei ao luxo de procurar o presente no quarto afinal não conseguia andar direito, na manhã seguinte fomos para a casa do João. o apartamento era lindo e super simples e eu realmente adorava isso.

Fiquei o resto da semana conhecendo o João e olha ele é péssimo na cozinha, não sei como ele mora sozinho

A TRAGEDIA.

Eu: obrigado por tudo João - o abracei

João: você tem mesmo que ir ?

Eu: tenho... meu pai vai voltar hoje - abri a porta do carro

João: é uma pena, queria terminar de assistir TEEN WOLF com você - ele coça a cabeça e sorri

Eu: quem é você ? Cadê o João que era irritante.... sinto falta dele - sorri

João: posso ser irritante se você quiser

Eu: não....não continue assim gosto deste novo João

João: gosta é - ele fica vermelho

Eu: bom vou indo João... passa em casa depois - dou um beijo em seu rosto e entro no carro

João: passo sim - ele ficou mais vermelho ainda

Eu: bom vou indo

João: até mais - eu arranco com o carro e vou embora

Chegando em casa percebo que a porta está aberta, quando a empurro vejo Mika com Leonardo e Luan na sala conversando. Passo por eles e vou direto para meu quarto, chegando lá tranco a porta e me jogo na cama com mala e tudo, não demora muito e eu acabo dormindo.

2 horas depois acordo com o Mikael me chamando e batendo na porta

Eu: me deixa dormir Mikael !

Mika: acho que temos que conversar rafa

Eu: olha não estou em um bom momento agora

Mika: abre a porta vamos conversar, por favor rafa - Eu me levanto com cara de sono e abro a porta

Eu: fala - fico para em sua frente

Mika: olha oque aconteceu no acampamento... me desculpe

Eu: não que isso.... você só mostrou que gosta mais de maconha do que de mim... isso é super normal - sorri e me encosto na porta

Mika: olha rafa, Eu sei que fiz merda - ele pega minha mão

Eu: terminou a encenação Mika... olha se você se importa se comigo teria vindo atrás de mim... teria ido atrás de mim quando viu o bilhete que te deixei - disse com os olhos cheios d'água

Mika: mas o bilhete falava para eu não ir atrás de você

Eu: rafa você esperava oque?  que escrevesse...VEM ATRAS DE MIM - Eu começo a ficar nervoso

Mika: achei que queria um tempo para você ficar sozinho rafa

Eu: olha cara, você é muito idiota mesmo

Mika: oque eu tenho que fazer para você me desculpar ?

Eu: aprenda o significado de ter um namorado - começo a fechar a porta só que ele interrompe

Mika: ainda estamos namorando ? Rafa fala para mim se ainda estamos juntos - o olho dele enche de lágrimas

Eu: olha eu não sei... eu não sei se quero ficar ao lado de um idiota como você

Mika: quer terminar comigo por causa de uma briga ridícula

Eu: não lógico que não... quero terminar com você pelo jeito que me tratou após me comer seu imbecil... sabia que era minha primeira vez - fechei a porta

Mika: eu realmente não achei que você fosse tão infantil assim Rafael - ele deu um soco na porta e saiu

O resto do dia passou normal, tentei ligar para o meu pai para ver se ele ja havia chegando, mas ele não atendia. Por volta das 7 da noite o João me liga

Eu: oi João

João: liga a televisão e coloca na Globo

Eu: porque ?

João: só faz isso - o tom da voz dele estava estranho

Ligo a TV e faço oque ele pede, e sou surpreendido por uma notícia

(ERRO NA CENTRAL CAUSA COLISÃO DE AVIÕES... MAIS DE 530 MORTOS)

eu: porque quer que eu veja isso ? - aumentou o volume da TV

João: um dos aviões está vindo de Paris

Eu: oque está querendo insinuar ? - começo a ficar em pânico

João: estou indo para ai - ele desligou

Minha cabeça ficou a mil, fiquei super preocupado e nervoso andava de um lado para o outro no quarto e a cada minuto eu tentava ligar para meu pai.

Eu: que porra atende caralho - joguei o celular no chão, quebrando ele

Me sento na cama e volto a assistir as notícias e quando começam a falar o nome dos passageiros fico muito apreensivo.

LEANDRO MIGUEL DOS SANTOS.

GABRIEL TYUKY.

PEDRO RAFAEL PIRES.

LUCIA MENDES PIRES.

CAROL APARECIDA DA CUNHA.

Ao ver o nome dele ali, eu não consegui ter nenhuma reação, por um minuto o mundo ficou escuro e frio. Já havia perdido minha mãe não conseguiria suportar perder meu pai

Eu: não... não... não... não consigo viver sozinho pai - minha mente entra em colapso, não sabia oque fazer

A única reação que eu tive era entrar no banheiro e pegar a navalha e cortar meus pulsos de maneira vertical, e enquanto eu os cortava nao sentia dor alguma... a única dor que sentia era do meu coração, me sento no canto do banheiro e vejo as lembranças do meu pai passar por mim e a dor era imensa.

Antes de perder a consciência vejo o João arrombar a porta e gritar meu nome, eu encosto a cabeça na parede e olho para a pia, atrás dela estava um saco de presente azul

Eu: PAI porque -uma lágrima escorre e eu apago

Sabe por um pequeno período de tempo fui jogado em um lugar onde não havia luz era somente vazio, Eu me sentia vazio por dentro. Era como se eu estivesse boiando em um mar obscuro que não me deixava sentir nada e nem me mover, mas em meio a este Mar eu ouvia vozes sussurrando

Voz:liga

Voz: estamos perdendo ele !

Voz: mais uma vezliga - a voz parou

Voz: ele perdeu os sinais

Voz: horário da morte 20:14

As vozes sumiram e uma enorme luz se formou em minha frente

Pai: você é otario ne Rafael - ele falou triste

Mãe: se tivesse um cinta agora uma sinta eu iria bater em você - as luzes tomaram a forma do mãe e o pai

Pai: você não precisava fazer isso seu cabeçudo

Eu: acho que fui impulsivo

Mãe: filho oque você fez foi loucura - ele chorava

Pai: olha onde você fica quando comete o suicídio - ele abria os braços

Mãe: rafael aquele que comete suicídio é jogado no vazio... sem poder sentir qualquer emoção, sozinho até o juízo final...e não quero isso para você sabia

Eu: acho que eu preciso disso mãe, nao sentir nada seria perfeito para mim - Eu não conseguia me mover

Pai: não fala besteira Rafael... sabe a culpa que estou sentindo agora

Eu: desculpe pai

Mãe: aqui você viraria apenas um boneco com consciência, que não pode falar e se mover

Pai: não queremos isso para voce...então volte e viva

Mãe: estaremos sempre aqui Rafael - ela coloca a mão no meu peito e me abraça e meu pai entra no abraço também

Pai: agora volte lá e vê se não faz esta burrada novamente hein - ele me empurra

Voz: isso não é possível, os sinais voltaram - eu via apenas um borrão

1 semana depois

Morri por cerca de 7 minutos, meu coração havia parado bater e meus pulmões parado de funcionar, os médicos acharam um milagre eu ter voltado pois havia perdido muito sangue e fiquei por um tempo sem oxigênio no cérebro. Passei a semana toda internado e o João ficou do meu lado a semana toda, Mikael por outro lado não veio me ver nem uma vez.

Ele estava cuidando do enterro e acho que isso estava acabando com ele. Então não poderia ficar bravo com ele

Eu: só mais 1 semana e saio daqui - comia a coisa que mais odeio "beterraba"

João: não reclama não, a culpa é sua de estar aqui - ele fez bico

Eu: sabe João Eu estava pensando nestes  últimos dias que... que... eu vou embora do Brasil e não sei se quero voltar

João: não você não vai mesmo, eu não vou deixar você fugir assim

Eu: não tenho mais motivo para ficar, e eu já tomei mina decisão - estava com o olho cheio d'água

João: eu não sou motivo suficiente para você ficar rafa

Eu: João Eu gosto muito de você... você tem estendido sua mão para mim neste período difícil... mas não posso ficar mais aqui neste lugar... neste país - começo a chorar

João: olha rafa, não quero que você vá embora... quando brigamos pela primeira vez eu senti algo estranho em relação a você... é você me ajudou, mesmo não sabendo... então não vou deixar você ir- o olho dele enchia d'água

Eu: já me decidi João, mas veja pelo lado positivo... você tem 2 semanas ainda comigo

João: não seja idiota, como sabe que quero passar este tempo com você

Eu: porque sou lindo de bonito - sorria enquanto chorava

João: você é muito irritante... sabia garoto - ele deixa uma lágrima cair

2 SEMANAS DEPOIS

(EM CASA)

O enterro do meu pai já havia passado e neste período de tempo era a primeira vez que eu voltava para a casa, Mikael estava afastado de mim e quando conversamos rapidamente no enterro, ele jogou na minha cara que a culpa da morte dos nossos pais, era minha por ter dado uma ideia imbecil a eles. Subindo as escadas eu vou direto para o banheiro no meu quarto e pego o presente que meu pai havia deixado

Eu: vamos ver seu velho oque comprou para mim - quando abro o presente eu vejo um pijama enorme do Pikachu e junto dele havia um bilhete

SABE, SEI QUE VOCE AMA DIGIMON...ENTÃO COMPREI O PIKACHU PARA VOCÊ VESTIR, EU VI NA LOJA E PENSEI... MEU FILHO VAI AMAR PORQUE  QUANDO VOCÊ ERA CRIANÇA, ADORAVA OS DIGIMON... E OUTRA OS SAPATOS ESTAO NO MEIO DAS SUAS ROUPAS VIU..AGORA QUERO QUE VISTA POR UM DIA INTEIRO VIU

Eu: é triste não saber diferenciar Digimon de Pokémon pai - começo a chorar, mas logo limpo minhas lágrimas. Pego minhas malas e começo a arrumar minhas coisas, em pouco tempo tudo já estava pronto. Ligo para o João me ajudar a pegar as coisas e vou me trocar

20 minutos depois, João chega e coloca rapidamente as coisas no carro e fica meio impaciente com minha demora no banheiro

Eu: pronto já acabei - sai usando o pijama do Pikachu

João: que isso ? Ninguém me disse que ia ter encontro de otakus no aeroporto - sorriu

Eu: me pai comprou para mim antes do acidente, legal ne... tema até o rabo - fiquei correndo atrás da minha calda

João: olha rafachu nos estamos atrasados

Eu: ta, vamos mas antes quer ver uma coisa legal -  sorri igual um vilão

João: oque ? - Eu o abraço

Eu: PIKA...PIKA...CHUUUU - e quando término de falar encosto a mão nele que leva um choque forte o pior é que levo o choque junto, por estar abraçado com ele

João: maldito - ele se solta de mim

Eu: para não valeu essa vamos de novo - sorri e sai correndo para o carro e ele me segue

NO AEROPORTO

Chegando no aeroporto vejo o Mikael la parado, com cara de cú

Mika: isso que você está fazendo é idiotice - ele falava sério

Eu: estou atrasado Mika e não posso perder tempo com você agora - João me seguia

Mika: oque o João está fazendo aqui ? - eles se encararam

João: não é óbvio vou embora também com o rafa - ele sorriu

Mika: vocês estão juntos ?

Eu: não seja babaca Mika, eu apenas ofereci para ele um emprego na empresa do meu pai no exterior

Mika: quer dizer que vão morar juntos ? - ele olhou sério

Eu: sim vamos, mas o João é só meu amigo nada demais - continuei andando

João: qual o problema de eu namorar o rafa Mikael, quem fez merda foi você

Mikael: como assim, Eu fico longe dele por 2 semanas e você já quer pegar ele pra você ?

João: tradução, você ignorou ele por duas semanas... e quando ele quase morreu você não estava do lado dele estava ?

Mika: eu fiquei do lado dele até saber que ele tinha sinais de vida... e só não fui visitar ele porque precisava assimilar tudo

João: Mikael você só fez merda desde que fez sexo com o rafa - ele falou alto e todos me olharam, pois na minha mala estava escrito bem grande Rafael ( coisa do meu pai )

Mikael: olha não vou deixar você ficar sozinho com ele em uma casa... vai que você o mata seu homofobico de merda - ele empurra o João

João: você também era um homofobico Mikael, então não me julgue - sorriu

Mikael: eu te conheço João, você vai se enjoar dele e colocar ele como escanteio

João: mas quem fez isso foi você imbecil

Mikael: você só quer passar a vara nele e depois largar, igual faz com suas putinhas - ele apontou para mim

João: o Rafael não é uma puta Mikael, ele é uma pessoa linda e dou graças a Deus que vocês terminaram... assim posso ter ele só pra mim - ele sorria e olhava para mim

Eu: que fofo... mas eu estou atrasado - sorri

Mikael: Olha rafa, Eu quero mudar por você... me aceita de volta por favor

João: não aceita não, eu que quero ficar com você rafachu - ele ficou vermelho

Mika: hein ? que porra de rafachu é essa

Eu: olha quer saber vou embora sozinho... vocês estão fazendo eu passar vergonha - me viro de costas e os dois pega minha mão ao mesmo tempo e levam um choque

Mika: que porra foi esta

Eu: meu super poder - sorrio igual um vilão novamente

João: segunda vez rafachu - era tao fofo ver ele me chama e de rafachu

Mika: se não posso impedir vocês, eu vou com vocês então... já até comprei a passagem

João: você vai oque ? Quer acabar com meu relacionamento com o rafa

Mika: você não tem relacionamento nenhum com ele João - me senti um coelho perto de duas raposas ferozes

Eu: porque você quer ir... já não disse oque queria falar pra mim no enterro ?

Mika: só quero me redimir e voltar a ser seu amigo e quem sabe no futuro voltarmos a ter uma relação - ele pega minha mão e leva um outro choque

João: burro

Eu: olha Mika tenho consideração por você, por isso não vou dizer para você não ir... mas se acha que vamos ter uma relação novamente, tira o elefante da chuva - sorri e continuei andando e deixei os dois para trás

João: eu tenho chance ainda é você grandão

Mikael: posso não ter ele... mais vou fazer de tudo para você não ter também João - ambos me seguiram um empurrando o outro

Dois homens bonitos caídos por mim me senti lindo e desejado.

A viagem para mim foi normal e super relaxante, mas para o Mikael e o Pedro foi estranho pois eles sentaram um do lado do outro umas 3 fileira a minha frente. A aeromoça ia a cada 10 minutos chingar os dois marmanjo

ESTADOS UNIDOS

( já no apartamento )

Eu: finalmente chegamos - vou direto para o meu quarto

Mika: ai graças a Deus chegamos

João: rafa com que quarto vou ficar ? - ele me segue

Eu: qualquer um dos dois - estava deitado na cama

Mika: escolhe logo ante que eu escolha João - ele esbarra no João de propósito

Eu: conviver com os dois vai ser irritante

Mika: concordo

João: Eu também concordo

Eu: cara vocês não são amigos, porque deste fogo todo ? - me sento

Mika: ele é meu rival no amor

Eu: aff mereço mesmo - pego o travesseiro e me sufoco

1 ANO E MEIO DEPOIS...

Conviver com eles é a coisa mais difícil que já fiz na minha vida, eles neste período de tempo só discutiam e isso era extremamente irritante. Eu não podia sair  com ninguém, pois eles brigavam com o cara que estava comigo. Mikael arrumou um emprego em um restaurante brasileiro e o João ficou como meu representante na empresa do meu pai e eu fazia a faculdade pois não sou besta

Eu: olha temos que conversar ? - entrei na frente dos dois que jogavam vídeo game

João: quer se declarar para mim ?

Eu: eu preciso ter um relacionamento com alguém mais não consigo com vocês no meu pé

Mika: olha você tem um relacionamento com a gente, não está bom pra você - ele sorriu

João: você quer sexo não é mesmo ? - ele fez cara de safado

Eu: mais ou menos isso... quero que parem de assustar meus ficantes, poxa sou um garoto lindo de bonito com quase 24 anos e quero namorar alguém - me sento entre eles

Mika: pode namorar comigo - sorriu

Eu: não seja idiota Mika

João: ou pode namorar comigo - ele sorriu

Eu: você nem sabe se é gay mesmo - levantei a sobrancelha

João: olha eu sou super gay por você rafa

Mikael: não me faz rir João

Eu: olha porque você não fica com o Mika... hein João - sorri e me levanto é ambos olham um para o outro e depois olham para mim

Mika: besta quero você

João: sim eu quero é você

Eu: olha hoje a noite vou para um festa na fraternidade e se um de voces empatar minha foda eu Mato vocês... eu mato literalmente !

Mika: tenho que trabalhar hoje a noite então não vou poder fazer nada - ele ficou triste

João: Eu empato por nos Mikael - ele coloca a mão no ombro dele

Eu: vocês são ridículos sabiam... e Mika já ta mais do que na hora de abrir seu próprio negócio, não acha !? - saio irritado e vou pro meu quarto

VISITAS INESPERADAS

Chego no meu quarto e vou jogar ELSWORD VOID e lá fico jogando por horas e horas, Mika e rafa também entram para jogar e jogamos juntos nos três,o pior é que eles brigavam com os outros até no jogo por falarem comigo

Eu: MIKAEL ISSO É UM JOGO SEU MERDA ! - grito do meu quarto

João: NAO PODEMOS DEIXAR ALGUEM MEXER COM NOSSO ESPADACHIM !

Eu: desisto.. até no jogo eles me enchem o saco - saio do jogo me levanto e vou tomar banho

Minutos depois já estou pronto e arrumado para ir a festa, aproveito enquanto Mika e João estavam em seus quartos e tento sair de fininho mas quando abro a porta para sair dou de cara com a Marina e atrás dela estava Igor, Tales e Rodolfo que estava com uma criança no colo

Eu: oque estão fazendo aqui ? -  fiquei puto da vida

Igor: isso é cara que se fazer quando reencontra seus amigos - ele sorri

Marina: você está muito diferente Rafael, está mais bonito

Eu: Eu não esperava vocês e de  quem é está criança - aponto para a criança

Rodolfo: filho meu e da marina - a criança dormia nos braços dele

Marina: resolvemos adotar uma criança já que casamos - ela sorriu

Tales: muita coisa mudou desde que foi embora - ele estava com mãos dadas com Igor

Eu: droga - sussurro

Igor: estamos atrapalhando ?

Eu: não...vocês querem entrar ?

Tales: antes de tudo queremos perguntar uma coisa para você

Eu: pergunte então

Marina: queria saber se podemos ficar este mês na sua casa, até o Rodolfo e o Igor fazerem a entrevista de emprego em uma empresa perto daqui - ela fez cara de cachorro sem dono

Eu: como não moro sozinho tenho que ver com os meninos... João!!!...Mikael!!! - grito para ambos que logo aparecem

João: fala paixão

Mikael: paixão é o soco que você vai sentir

Eu deixo a turma conversando e vou para a cozinha beber água, e sou seguido pela Marina que também pede um pouco d'água

Marina: vocês tem um relacionamento a 3 aqui ? - ela senta no balcão

Eu: não... jamais, vivemos apenas como amigos

Marina: olha sei que é chato aparecer sem avisar mas, você era minha única esperança

Eu: olha, aposto que os garotos vão querer que vocês fiquem

Marina: como poder ter tanta certeza - olhei para o João vindo

João: parece que vou ter que dormir no seu quarto hoje Rafael - ele fez cara de safado

Eu: só no seu sonho, você vai dormir na sala - olhei pra Marina que sorriu

João: o Mika não vai estar hoje a noite aqui, então você vai ser todo meu - ele morde os lábios

Eu: mereço mesmo... bom vou para uma festa quer ir ? - olho para a marina

Marina: não... gay estou super cansada, só quero dormir agora e outra sou mãe de família então nem posso

João: Eu arrumo o meu quarto para vocês... dormirem - ele vai no quarto arrumar tudo

Mika: bom to indo trabalhar João!.... tchau Rafael - ele vem e me dá um beijo no rosto e vai embora trampar

Marina: meu Deus o João está caidinho por você

Eu: Marina você não sabe oque é ter que aturar os dois

Marina: vocês nunca fizeram sexo mesmo ?

Eu: não eu os vejo como amigos apenas

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Desculpe a demora, e mais um capítulo está aí...

Comentários

23/08/2016 22:20:04
Gente que história, vai rolar um triângulo aí.
23/08/2016 17:40:58
♡♡♡
21/08/2016 12:14:08
Adorei o capítulo! Mikael e João vão acabar ficando juntos!
19/08/2016 14:57:55
senti saudades... estou adorando o conto (quem sabe um relacionamento a 3 do joao mika e rafa) super apoio
19/08/2016 13:03:52
Que loucura deles kkkkkk + Ta super top o conto super ansioso pra vê o próximo capítulo 😍😍😉😘
19/08/2016 11:53:33
Rafa tem ficar com o João e Mika tem que se tocar e partir. Estou adorando sua história.
19/08/2016 10:01:51
O Mika é meio boco e o João também, Rafael tem que se ser feliz sem os 2 só acho...
19/08/2016 08:22:51
Muito bom. O mika realmente foi um otário com ele. kkk. Amando o conto
19/08/2016 04:45:38

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.