Casa dos Contos Eróticos

Pós Festa

Categoria: Sadomasoquismo
Data: 18/04/2016 21:28:18
Nota 9.33
Ler comentários (5) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Chegamos ao hotel, depois de uma festa incrivel, e minha Rainha estava com um sorriso enorme no rosto. Passando pelos corredores do hotel até o quarto, ela ria alto, e comentava as cenas até então impensáveis, que acabavamos de presenciar em uma festa onde ela tinha acabado de arrasar e ser o centro das atenções com seu escravo. No grupo do Whatsapp, o assunto mais comentado, era o show da minha deliciosa Rainha.

Eu ainda estava suspirando e degustando cada momento que tinha se passado, minhas pernas ainda estavam tremulas pela adrenalina da festa, observava todo bobo, minha Rainha feliz, e seguia pelo corredor, ansioso por passar a noite com minha Rainha.

Ao chegarmos até o quarto, abri a porta, e me curvei dando passagem a minha Rainha, mas ela ficou parada, na porta, ainda fora do quarto. Achei estranho, e lhe convidei para entrar:

- Venha minha Rainha! - eu disse.

- Você está me dando uma ordem?? - ela questionou severamente

- Claro que não minha Rainha, de forma alguma! - eu respondia já temendo ter lhe magoado.

- Ah que bom!! Tire a roupa primeiro! - ela ordenou.

- Mas senhora... a porta está aberta... alguém pode passar e me ver....

- TIRE A ROUPA AGORA! NÃO VOU REPETIR! VOCÊ QUER QUE EU GRITE PARA TODOS OS OUTROS QUARTOS ESCUTAREM?

- Não senhora! - e eu começava a tirar minha roupa rapidamente, apressado, cheio de medo de ser flagrado nu por algum hóspede ou funcionário do hotel.

- AGORA SIM! Durante todo o momento em que estivermos no quarto, quero você NU, entendeu?

- Sim senhora!

- Muito bem! Não se esqueça em nenhum momento, o verme que você é, e não se esqueça que eu sou sua dona e sua Rainha! Você é um lixo desobediente que não serve nem para ser um escravinho de merda... nunca me obedece!

- Sim senhora, me desculpe - disse, com pressa, ansioso para entrarmos logo no quarto e fechar a porta...

- Mas hoje, vai ser diferente, estamos só nós dois aqui neste quarto, e você vai ter que servir como Eu quiser... não tem desculpa... não tem como me negar nada! Vamos ver o quanto meu escravinho pode ser obediente!

- Sim senhora!

- Ta com pressa escravinho? - minha Rainha ria e se divertia - Deite no chão meu capacho! Quero limpar meus pés em você antes de entrar no quarto!

- Sim senhora! - respondi, me deitando no chão de bruços.

Ela pisou com o seu sapato do pé direito em minhas costas, dei o primeiro gemido de dor da noite, e ela então foi entrando no quarto, desfilando, rebolando, poderosa, imponente, tirando novamente seu sobretudo, revelando sua lingerie, estilo dominatrix, que fez o maior sucesso na festa. Olhar para a bunda da minha Rainha, compensava, qualquer tipo de dor.

- Pode levantar escravo, e pode fechar a porta! Depois, ajoelhe-se aqui! - ordenou minha Rainha.

Ela colocou sua bolsa com suas "ferramentas" sobre a mesa. O primeiro objeto que retirou da bolsa, foi a coleira.

- Durante todo o tempo em que estivermos no quarto, você vestirá essa coleira para lembrar que é meu! Que é meu cachorro! Que é minha cadela! Entendido?

- Sim senhora!

Ela então me coloca a coleira, e me puxa, de quatro, até a beirada da cama. Se senta na beirada, abrindo suas pernas, e puxando minha cabeça e meus cabelos para junto de sua bucetinha:

- Vem meu cachorro! Aquela festa me deixou meladinha! Você chupando aquela vadia da piscina, me deu mais vontade! Vem! Faz sua dona gozar gostoso, vem cachorro inútil!

E então, eu sinto o gosto delicioso do mel da minha Rainha, sei como ela gosta... passo a lingua bem devagarzinho sobre a sua bucetinha, só para ouvir seus primeiros gemidinhos. Abro minha boca, e vou abocanhando sua buceta, sugando todo seu mel, chupando, lambendo, passando minha lingua, por sua buceta, seu clitóris, me delicio e me lambuso entre as pernas da minha Rainha.

Fico ouvindo seus gemidos, enquanto a chupo, cada vez com mais fome, com mais vontade, com mais desejo, sugando, ouvindo seus gemidos aumentarem de frequencia, até que minha Rainha dá um grito e goza deliciosamente, dando um tapa na minha cara após gozar gostoso:

- Cachorro safado!! Agora vou para o banho...

E então me levanto, dou passos em direção ao banheiro acompanhando-a.

- Onde você pensa que vai cachorro? Eu não lhe autorizei a vir comigo! Parado aí! Ah, e coloque as duas mãos sobre sua cabeça!

Neste momento, ela tira uma algema de sua bolsa, e prende as duas mãos.

- Isso é pra você não oferecer resistência!

Ela se aproveita de mim preso, assim que fecha a algema, já desce sua mão deslizando pelo meu corpo, meus mamilos, minha barriga..... e então começa a passar mão sobre meu pau, minhas bolas, aperta firmemente o meu pau, sussurrando "É meu!", aperta levemente as bolinhas:

- Ahh que vontade de lhe torturar - e, aperta levemente minhas bolas, rindo sarcasticamente - Vira! - ordena, já dando tapas na minha bunda.

Me viro, e tomo vários e fortes tapas em minhas nadegas.

- Não se esqueça escravinho, que você também é minha putinha, e minha cadelinha! - ela me lembra, apertando minha bunda fortemente, e me dando umas leves dedadas.

- Para você não se esquecer, que você é minha cadela putinha, olha o que trouxe para você! - ela fala rindo sarcasticamente e tirando de sua bolsa uma calcinha minuscula e vermelha!

- Veja minha putinha vadia imunda, olha a calcinha que eu trouxe pra vc cadela! E vc vai vesti-la agora!!

Fico extremamente sem jeito e envergonhado, me sentindo deliciosamente envergonhado, ergo um pé e depois o outro para minha dona vestir em mim a calcinha. Fico pensando como meu pau vai caber lá dentro, e se ela vai incomodar o meu cuzinho. Sei que não adianta questionar nada. Se estou no fogo, então é pra se queimar.

Ela vai puxando a calcinha até em cima, propositalmente puxando e enroscando na minha bunda.

- Mas que putinha mais gostosa e mais vadia! Dá uma voltinha aqui pra sua dona, dá!

Dou uma volta todo constrangido.

- Vou tomar banho e já volto, não é pra sair daí! Não é para desenroscar a calcinha! Você é minha putinha, entendeu? Repita o que você é:

- Sim senhora, sou tua putinha vadia!

- Hahaha, bom menino! Me espere. - e ela se retirou para o banho, não sem antes se aproveitar e passar a mão por cima da calcinha, na minha bunda, no meu pau... além de se esfregar com seu corpo no meu pau que estava embaixo da calcinha....

E ela então foi para o banho, e eu fiquei ali, esperando, parecia uma eternidade. Acredito que tenha sido proposital, para eu pensar e me ver ali naquela situação. Algemado com as mãos na cabeça, vestindo uma calcinha vermelha minúscula, enroscada no meu cuzinho. Uma situação humilhante. Mas ela me conhecia. Sabia que aquilo me excitava loucamente, sabia que apesar do constrangimento, apesar de eu estar todo sem graça, meu pau latejava e explodia de tesão.

Escuto o barulho do chuveiro desligar, anseio pela volta da minha Rainha. O que será que ela está aprontando? E então, quando a vejo saindo do banheiro, com um strap on e um sorriso no rosto, fico mais tesão ainda! E medo também! Meu pau lateja de tesão dentro da calcinha!

Ela se aproxima segurando seu pau de borracha, sorrindo sarcasticamente.... com a outra mão ela aperta o meu pau, conferindo como ele está duro de tesão:

- Nossa, minha putinha ta excitada! Gostou da calcinha é? Olha só o que eu tenho para você aqui!! - me mostrando seu strap.

Ela então retira minhas algemas, e ordena que eu me ajoelhe a sua frente. Ela segura seu pau de borracha, enfiando-o em minha boca:

- Chupa meu pau vadia! Chupa direito puta!

Desajeitado, vou chupando, seu pau de borracha, me sentindo uma verdadeira putinha, me sentindo dela, me sentindo todo e entregue a ela, e a cada entrega uma sensação de que posso e quero fazer tudo que minha Rainha desejar.

- Muito bem minha menina!! Boa menina! É isso que você é essa noite! Minha menina! Minha puta vagabunda imunda! Já pra cama, de quatro!

- Senhora... vá devagar... o cuzinho de sua putinha é virgem...

- Cala a boca vadia! - tapa na cara - Você não confia na sua dona? E além do mais você sabe sua palavra de segurança e pode usa-la a qualquer hora! Quer desistir?

- Não senhora!

- Então fique quieta, de quatro na cama JÁ! Quero vc de 4 na cama, com a bunda empinada e aberta pra mim! Bem puta como vc é!

Ela então tira uma mordaça de sua bolsa e coloca em minha boca.

- Se vc quiser desistir, basta dar 3 tapinhas no chão, na cama, ou em minha perna.

Vou até a cama, devagar, constrangido. Fico de 4, de calcinha, bunda empinada, de mordaça.

Ela então se aproxima, e com os dedos cheios de lubrificantes, começa a passar a mão em minha bunda, chegando com os dedos até meu cuzinho.

- Então aqui está o cuzinho virgem da minha putinha...

E ela começa a brincar com ele, passando e pressionando os dedos, até penetra-lo com o dedo...

- Ta gostoso putinha? Isso é só pra começar!

Ela então tira a minha calcinha, lubrifica seu pau de borracha, e diz "Sempre sonhei com este momento de comer minha cadelinha". E começa a me penetrar bem devagarzinho! A sensação é indescritivel, o tesão é enorme! Estou entregue! Totalmente entregue! Meu corpo é todo dela! Gemo como uma puta na mordaça!

Após algumas estocadas, ela se levanta, se senta na cadeira... bate em suas próprias coxas e diz:

- Vem putinha... senta aqui no colinho da sua dona, vem!

Eu me sento em seu colo, sentindo seu pau de borracha penetrando em mim, sinto dor, sinto tesão, uma sensação única! Ao mesmo tempo em que estou no colo dela, ela começa a punhetar o meu pau.. deliciosamente... não demora muito, e os gemidos na mordaçam aumentam, e do meu pau jorra uma porra gostosa, gozando, no colo da minha rainha....

- Gozou é minha putinha!!! Agora não é mais virgem! Agora seu cuzinho é meu! - minha rainha diz, com um sorriso no rosto.

- Vá la se lavar putinha imunda, e volte aqui pra sua Rainha!

Vou então para o banho, com as pernas bambas, ainda amortecido por mais este sonho que acabava de acontecer... primeiro a festa... depois isso... a noite estava incrivel!

Enquanto estou no banho, minha Rainha consulta as msgs com os comentários da festa no grupo do Whatsapp. Uma das garotas que estava presente na festa, lhe envia uma mensagem particular: "Oi Rainha poderosa!!! Parabéns! Arrasou linda!! E ainda colocou aquela chata dona da casa no seu devido lugar!! Olha só, eu e a Paula, que também estava comigo na festa, estavamos pensando se podiamos fazer uma festinha particular aqui no nosso apê. Só nós 3 e seu escravinho, o que acha? Traz ele pra ser nosso brinquedinho, pra nos servir, vai ser bem divertido, vamos?"

Minha Rainha apenas sorri e sua cabeça fervilha de idéias....

Saio do banho, pelado, porque minha Rainha confiscou minhas roupas, me deito ao seu lado na cama, lhe dando um beijo, gostoso e demorado! Me aconchego juntinho dela!

- Onde você pensa que vai dormir? Aqui na cama?? Anda... pega esse travesseiro e deita ali perto da porta que é lugar de cadela, vai!!

- Mas senhora...

- VAI! AGORA!

Meio sem entender, mas atendo ao pedido da minha Rainha, pego o travesseiro, vou até a porta e deito no chão, me encolhendo, para não passar frio. Minha Rainha então começa a dar uma risada sarcastica:

- Bom menino!! Vem aqui cachorrinho, este foi só um teste de obediência e você passou! Vem aqui dormir do meu ladinho, vem! Isto é uma ordem!

Aliviado vou até a cama, e lhe dou um abraço gostoso, e assim ficamos por um bom tempo!

Quando acho que finalmente vamos dormir, uma série de beijos, abraços, carícias, e abraços.... começo a chupar e lamber seus seios, seu pescoço, ao mesmo tempo em que ela me agarra, e esfrega suas pernas em mim... nossos corpos vão se encontrando, se encaixando... até que meu pau desliza para dentro de sua bucetinha melada.

Ouço seus gemidos frenéticos, sinto sua bucetinha piscando, engolindo meu pau, e gozamos juntos, conectados... mais uma vez na noite!

Antes de dormir, ela, com um sorriso, me da um tapinha de leve no meu rosto:

- Bom menino! Delicia de noite!

Comentários

25/04/2016 13:55:03
Gosto disso de sadomasoquismo é gosto de ser dominado por uma mulher whatsapp
19/04/2016 11:24:44
Ainda serei um escravo como vc. Ótimo conto
19/04/2016 11:23:31
18/04/2016 22:07:10
OK. ATE QUE ESSE ESCRAVO IMPRESTÁVEL ESCREVE RELATIVAMENTE BEM...
18/04/2016 21:54:16
Maravilhoso !!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.