Casa dos Contos Eróticos

Eu Carla e outro.

Autor: thor
Categoria: Grupal
Data: 17/07/2015 04:47:47
Nota 10.00
Assuntos: Grupal, Swing
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Eu, Carla e outro. Pagando uma promessa.

Sempre tive a divida com Carla de transarmos com mais um homem. Ela já tinha chamado uma amiga, mas eu nunca tinha chamando um amigo. E tinha essa dívida. Resolvi pagar quando ela veio me visitar aqui no Rio e resolvemos sair pra uma casa de swing. Fomos de taxi. Ela estava linda, com um salto alto e vestido ate o joelho. Branca.. cheirosa.. cabelos longos com luzes.. como sempre, sabia ser mulher e usar isso.

Ao chegarmos na casa era tudo novo. A casa era muito bonita e vimos alguns casais bonitos.. logo ela começou a beber ‘ice’ ouvindo o som de DJ. Começamos a dançar juntos. Adoro vê-la dançar.. ela é sensual e sexy, feminina.. e o melhor: gosta de chamar a atenção. Logo muitos casais a olham de longe, mas respeitam nosso espaço. A noite passa e começam o streapers a se apresentarem. Ela sabe que está comigo e confia em mim pra se soltar. Ela se solta.. fica na frente dos streapers louca pra ser chamada pra dançar. Um deles a puxa e eu a via de longe. Confesso que uma ponta de ciúmes me incomoda, mas deixo tudo de lado. Vale vê-la se soltar.. gosto de seu lado sexy aflorando..

Ela dança com o streaper.. passa a mão em seu corpo e a vejo se soltar.. é o efeito da bebida. No fim do show resolvemos dar uma volta pela casa.. quartos com casais transando.. cinema com filme erotico passando.. áreas restritas onde festas acontecem.. em cada área dessas nós nos pegamos e eu a lambo.. a deixo excitada.

Voltamos pro meio do salão. Vejo que ela já está bêbada e excitada.. ela dança e passa a mão em meu corpo.. em meu pau. É aí que meu plano entra em ação..

Logo a viro de costas pra mim. A puxo e falo em seu ouvido: hoje vou realizar seu desejo. O que acontece aqui, ninguém ficará sabendo. Vamos aproveitar.. ela se vira pra mim e pergunta: qual desejo? Eu a viro pra que ela veja todos no salão e digo: está vendo todos na sua frente? Todos estão a seus pés hoje.. escolha um homem e eu darei ele pra vc..

Falei em seu ouvido colocando os dedos por dentro de seu vestido tocando sua buceta. Ela em silêncio olha ao redor.. e eu falo baixinho: escolha. São todos seus. Qualquer um eu te darei. Hoje você tem todo o poder ao meu lado.

Ela bebe um pouco de bebida e continua a dançar... ela olha em volta.. sabe que mais uma aventura está pra acontecer.. mas não sabe como fazer.

Eu digo a ela que vou ao banheiro. A deixo sozinha.. quero vê-la de longe. Fico de longe lhe admirando.. ela sem mim fica um pouco deslocada. Mas a vejo olhando para os lados.. olhando as oportunidades.. olhos a procuram o tempo todo.

Em minha caminhada eu olho casais e homens solteiros em uma parte da casa. Resolvo voltar pra ajuda-la. Ao chegar dou um beijo em sua boca.. ela me abraça.

Eu a puxo pelas mãos e a levo pra parte que queria. Eu falo em seu ouvido: escolha.. são seus. Ela olha em volta.. seus olhos cruzam com um moreno alto, 1.88 e forte. Por coincidência, era um dos streaper (ou “go go boy”) com que ela tentou dançar e não conseguiu. Bonito, alto, forte, tinha abdômen sarado e braços grossos e estava conversando com casais. Ela logo se virou de frente pra ele e o paquerou. Ele sorri de volta, e apenas deixo rolar, por hoje pagarei minha promessa. Logo eu falo em seu ouvido: ele ne? E ela sorriu bebendo. Eu disse: Ok.. ele será todo seu também. Ela fecha os olhos, sorri e volta a dançar..

Peço a ela pra ir comprar uma dose de whisky pra mim. Assim que ela vai, eu vou na direção do streaper. Ele olha pra mim e eu o cumprimento. Parabenizo pelo trabalho, e digo em seu ouvido: cara, ela ficou com tesão em vc. Quer você hoje junto comigo. Topa? Na hora ele topa e eu digo pra ele nos acompanhar quando eu o chamar de longe.

Estava tudo acertado.

Ela volta e chega quando eu ainda falava com ele. Eu a apresento: Carla esse é Fernando. Ela ficou chateada por você não a chamar pra dançar. Ela sorri desconcertada.. ele diz: prazer, eu dancei pra todos, mas hoje serei só seu. Eu digo: então dance com ela. Ele a puxa.. ela sente seu corpo musculoso junto de si. Ele coloca a mão dela em seu peito. Ela não resiste e aperta. Ele a beija. Eu atrapalho sorrindo dizendo que estou com ciúmes e a puxo..só pra descontrair. Então eu falo pra ele: cara segue a gente..

A levo a uma cabine, logo seguido por ele. Ninguém nos segue. Entramos os 3 na cabine.

Logo eu a beijo.. ele a amassa por trás.. e passa a mãos em seus cabelos, mordendo de leve seu pescoço. Ela não resite e se entrega em nossas mãos..

Eu abaixo minha boca até seus seios.. mordo por cima de seu vestido.. ela sente as mãos do moreno a segurarem firme em sua cintura. Eu falo: vamos tirar essa roupa pra nos deliciarmos.

E logo ele abaixa o ziiper do vestido e ele cai ao chão revelando seu corpo perfeito, de pele lisa e cheirosa. Tatuado.. suas costas delicadas, cintura de violão e coxas grossas.. ele pára admirado enquanto eu desço com minha boca desde sua boca até o seu umbigo. Ela em pé, passa a mão em meus cabelos.. logo sente a boca do moreno encostar em suas costas.. vejo sua pele arrepiar enquanto nossas línguas percorrem cada detalhe de seu corpo. Ele desce com a língua por sua coluna.. eu chego até sua calcinha e a afasto com a lingua. Cheiro sua buceta e fico com tesão.. conheço o cheiro dela quando está com tesão.. encosto a ponta da língua ao lado dos grandes lábios apenas pra ver a reação.. ela suspira olhando pra mim.. eu mordo delicadamente suas coxas.. olhando em seus olhos. E lambo a virilha dela.. quando a vejo fechar os olhos..

O moreno também fica de joelhos.. ele passa a mão em sua bunda.. linda.. grande.. carnuda. Ela sente o calor de suas mãos tocarem sua bunda.. o encaixe perfeito em cada parte dela.. ele amassa.. ela sente a pressão e se rende a nossa vontade. Logo ele lambe sua bunda e, abrindo-a, introduz a língua até o seu cuzinho.. ela sente a língua molhada tocá-la.. enquanto isso eu caio de boca na buceta dela.. encho minha boca de sua buceta.. e invado seu interior com minha língua bebendo cada gota de caldo que ela produz excitada..

Sinto suas pernas perdendo a força e ela tenta se agachar em pé em nossas bocas. Sentindo as línguas a devorarem com mais força a cada vez que ela desce. Ficamos chupando-a até ela gemer alto e pedir para comê-la.

Ela se abaixa e passa a mão no pau dele que estava grosso e duro dentro da calça. Logo ele abre o zíper da calça. Sem esperar ela enfia sua mão na sua calça e com pressa arranca seu pau pra fora colocando-o na boca. Ela sente o calor de seu pau a desejando enquanto eu a chupo colocando meus dedos nela. Sinto sua buceta molhada em minha boca.. ela rapidamente começa a devorar o pau do moreno com fome e desejo. Nesse momento eu fico ao lado do moreno que também tinha tirado a roupa. Ela vê nós dois nus e logo entra no meio sendo beijada por nós dois. Minha boca a beija enquanto o moreno passa a mão em seu corpo e beija seus seios. Sinto a respiração de Carla ofegante, com tesão. Ela o ataca passando a mão em seu corpo. Seus dedos encostam em cada musculo do corpo. Ela aperta seu peitoral.. desce com as mãos até sua barriga tanquinho. Ela pára sua mão e sente cada musculo de seu abdomem forte e dividido. Sem gordura. Com tesão ela esfrega seu corpo contra o dele.

Ela então empurra nos dois e fica de joelhos. Suas mãos sabiam logo o que fazer e com cada mão ela segura um pau. Eu paro. E mando ela olhar pra os dois paus. Olhe! Ela olha, mas com força os deseja e pede para chupa-los. Ouço-a dizer: Me dá! Eu a seguro.. mando ela apertar os paus e apenas olhar.. e vejo seu tesao aumentar e sua força vencer minha resistência, sedenta por ataca-los. Então, eu a deixo e logo ela, de joelhos, engole meu pau com fome e desejo enquanto punheta o do moreno. Rapidamente ela troca e de repente começa a dominar os dois homens como nunca imaginei que ela fosse capaz como mulher.

Nesse momento vi a mulher que havia dentro daquela menina. Uma mulher que sabia o que fazer e não tinha medo de homem. Ela dominava os dois paus sentindo o calor deles. Lambia a cabeça de cada uma sentindo como estavam duros, desejando possui-la. Eu então digo: passe a língua na cabeça de cada pau de vagar.. ela me obedece.. e cada pau fica duro, quase em ponto de gozar em sua boca..

Ela adora ser desejada e eu sei disso. Sentia tesão em ver os dois homens a sua disposição, disponível para realizar todas as suas vontades. Estava no controle, dominando-nos. Eu sei e logo me abaixo para tocar sua buceta. Estava molhada.. logo enfio o dedo e ela suspira, chupando o pau do moreno. Eu empurro sua cabeça contra o pau dele e mando ela chupar tudo, que era pra engolir todo.. logo ela encosta sua boca na base do pênis dele e eu vejo seu pau tocar sua garganta. Muito bem.. logo ela junta nossos paus e sente como é chupá-los juntos. Então eu falo: lamba as bolas.. faça o serviço direito.. ela passa sua língua nas bolas do moreno sentindo seu pau no limite do tesão.. depois passou nas minhas bolas. Sinto sua língua quente neles.. eu falo: isso.. prepare seus dois caralhos gostosos que você vai fazê-los gozar hoje até não restar nenhuma gota para nenhuma outra mulher que não seja você.

Coloco a camisinha e a como de quatro. Antes de penetra-la bato com meu pau duro em sua bunda. Quero que ela sinta. Brinco e esfrego a cabeça do pau, que estava pulsando.. duro, rijo, brilhando em sua buceta. A vejo gemer excitada.. aumento a pressão do contato do pau com seu clitóris e ela tenta empurrar meu pau pra dentro. Eu a seguro, apenas pra tortura-la.. ela fala: Me come! Então eu forço a cabeça do meu pau que entra.. a buceta é apertada.. quente e molhada. Meu pau de 21 centímetro entra centímetro por centímetro com jeito e cuidado.. ela para de chupar o moreno, com os olhos fechados se concentra na penetração.. eu por maldade enfio fundo até encostar as bolas.. ela sente as bolas encostarem em sua buceta.. sinto ela empinar.. e gemer alto.

Logo a domino do jeito que gosto. A pego pelos braços pra trás e deixo ela suspensa, apenas encostada com os joelhos.. ela sente a pegada a dominando e geme. Para de chupar e grita: me fode! Eu socando fundo devagar começo a socar mais rápido e com força.. logo ela sente o impacto e força de cada estocada contra seu corpo e meu pau a invadindo e a tornando mulher..

Então seguro seus cabelos como uma rédea de cavalo. Sou seu cavalo e, socando, aproveito para dar tapas em sua bunda.. e mando ela chupar o moreno com força. Ela se excita e desconta no pau dele a foda que eu estava lhe dando.

O moreno logo fala: ela tá adorando.. e bate com o pau no rostinho dela.. coloca de volta em sua boca e ela logo engole seu pau. Eu logo falo: é isso que você queria não? Agora vai dar conta de nós dois.. vai ser a nossa bonequinha hoje. E aumento a velocidade.. fazendo minhas bolas baterem com força em sua buceta a cada socada forte que dava levando seu corpo ao limite...logo ela se contorce e sinto que ela não vai resistir e está para gozar.. deixo ela chegar perto do gozo.. sinto sua buceta apertar meu pau querendo sentir cada centímetro dele, enquanto cuidava do pau do moreno, preparando ele para ela do jeito que ela gostava.. eu falo então em voz alta: você vai gozar nessa pica hoje pra mostrar que é mulher pra nós dois.. sinto ela se excitar e chegar ao precipício do orgasmo.. nessa hora, por maldade, eu páro, interrompendo seu gozo.. ela, desesperada, pede para não parar.. pedindo por favor.. eu falei: pra gozar você terá que pedir por favor.. gosto de fazê-la pedir.

Um pouco suado eu mandei o moreno sentar e disse pra ela sentar no pau dele. Logo ela senta no pau dele e beijando-o o cavalga. Deixo-a cavalgando enquanto ela aproveita para passar a mãos em seu corpo.. ela fica pequena encaixada nele e eu deixo ela aproveitá-lo. Afinal de contas ela é a premiada da noite.. a dona de nossos corpos. Logo eu coloco meu pau em sua boca. Ela tenta chupá-lo, mas eu seguro sua cabeça a poucos centímetros do pau, apenas pra ver sua língua procurá-lo desejando-o.. eu falo em seu ouvido: está querendo né? Quer o que é seu né? Então mate sua fome.. e a solto, deixando sua boca devorar meu pau como quero e ela fez isso direitinho. Enquanto isso, o moreno bomba sua buceta e ela sente a força do cavalo que está montando. Enquanto ele soca com força, dá tapas em sua bunda.. eu a mando lamber a cabeça do meu pau. Logo ela lambe e eu resolvo enfiar meu pau inteiro em sua boca.. quero vê-la gozar com meu pau em sua boca.. não demora.. sinto seu corpo quente pegar fogo.. seus gemidos aumentam e seu corpo começa a se contrair.. está perto de explodir..

Vendo que seu gozo era iminente e inevitável eu falo em seu ouvido, por pura maldade: só vai gozar se pedir por favor.. ela responde: vai.. vai.. eu digo: fale por favor..

Sinto ela resistir, seu ego não a deixava ser tão submissa.. então eu seguro seus cabelos pra trás, logo ela sente o domínio de minhas mãos puxando seus cabelos com tesão.. ela fala: puxa que vou gozar.. eu digo: se não pedir eu solto.. ela já chorando baixinho, quase gozando diz.. não, por favor, não para.. eu mando ela pedir.. então ela grita: por favor filho da puuta! E solta um gozo forte.. explode em gozo gostoso.. sinto seu corpo se contrair em espasmos de gozo.. ela fecha os olhos e fica vermelha.. enquanto seu corpo desliza nos músculos do moreno que a abraça com força.. eu puxo seus cabelos e fico olhando seu rosto demonstrando muito prazer por aquele momento.. eu falo baixinho olhando no rosto dela: era isso que você queria.. então comigo você tem.. ela sorri e contrai seu corpo e o entrega relaxando..

Eu logo a puxo, com pau duro. Tenho tesao em vê-la gozando.. adoro faze-la de brinquedo.. é minha melhor brincadeira: fazer com ela grandes aventuras.

A puxo, agora vou comer seu cuzinho.. ela logo diz que não e eu coloco um dedo em sua boca, manando ela ficar caladinha.. serei carinhoso, como sempre. Como sempre, uso creme e coloco com carinho, deixando ela se excitar antes de colocar. Enquanto isso o moreno assiste tocando punheta.

Logo, ela deitada de lado em cima do balcão que havia, meu pau entra e ela relaxa.. era o começo.. o moreno entra na brincadeira e coloca seu pau em sua boca.. não demora e meu pau já entrava e saia sem dificuldades.. eu disse: vamos comer você inteira hoje, pra você nunca mais esquecer desse dia.

Ela não podia fazer nada, a não ser se entregar.. após algum tempo sinto ela gemer, e seu gemido aumentou quando comecei a estimular seu clitóris... então falei pro moreno: cara, vem, coloca outra camisinha e enfia na buceta. Quando Carla menos esperou começou a sentir o pau dele entrar na buceta. O meu estava todo dentro de seu cuzinho. E esperei ele penetrar de vagar. Falei.. devagar.. ela ainda não tá acostumada.. então ela geme.. olha, e não acredita.. dois homens ao mesmo tempo!! Ele coloca ate a metade.. então eu começo a tirar.. e fica assim: enquanto ele soca eu tiro.. eu soco ele tira.. e ela sente as 4 mãos de homem alisarem suas pernas..

Trato logo de dar tapas em sua bunda.. ela fica louca.. sinto que vai gozar novamente.. então pego seu pezinho delicado e coloco o dedo mindinho de seu pé em minha boca.. ela sentindo o calor de minha boca e o movimento de minha língua em seus pés não suporta e logo se contrai.. sinto ondas de gozo percorrerem seu corpo e ela grita.. Fode! Fode porra! Vendo isso o tesão tomar conta da gente.. e logo deixamos de comê-la para então fude-la com força! Com virilidade.. Ela ao sentir a força dos seus homens a devorando logo explode em gozo.. grita muito.. manda comê-la com força.. e goza novamente em cada pau como a verdadeira dona sabe fazer, enquanto que os paus entravam e saiam no mesmo ritmo.

E relaxa.. ouvindo nossos sorrisos ao fundo.

Então mandei o moreno sentar de pau duro. A puxei pelo braço. Ela não tinha mais forças e deixou ser arrastada. Mando ela sentar no pau dele ela logo senta com jeitinho.. começa a subir e descer.. eu lambo seus seios.. e logo vejo eles ficarem excitados. Era o que queria. Então mando ela parar. Levanto-a e digo: vai sentar no pau dele com o cuzinho.. ela faz doce mas eu a olho nos olhos.. ela sabe o que quero e sabe que deve fazer. Então me obedece e com certo desconforto inicial vejo ela sentando.. cada centímetro entra do pau some em sua bunda maravilhosa.. então sua bunda encosta no colo dele.. eu falo baixinho: relaxe.. se entregue.. tocando sua buceta com uma mao e alisando seu rostinho liso e branquinho com a outra maos.

Ela volta a se excitar.. eu coloco um dedo em sua boca..ela chupa e eu digo: agora você vai fazer esse pau gozar dentro. Quero ver você ser capaz de fazer um homem desse gozar gostoso.. ela se excita e começa a subir e descer com tesão.. eu, olhando em seu rosto, em seus olhos, vejo seu tesão.. sua vontade de fazer os dois gozarem.. eu adoro isso.

Falo: queria dar conta de dois?

Ela diz: sim..

Achou que ia ser fácil? Você vai ter que mostrar que você é mulher suficiente pr isso..

Ela adora ser desafiada.. sinto ela segurar o corpo do moreno e começar a sentar com força, querendo faze-lo gozar. Então ela passa a pular em cima de seu pau.. eu vendo sua determinação falo: boa menina.. mostra do que você é capaz, e passo a tocar seu clitóris com mais pressão.. ela vira os olhos..

Nesse momento eu a derrubo encima do corpo do moreno e subo em cima dela. Agora era minha vez de comer sua buceta enquanto ele socava seu cuzinho. Ela logo sente meu pau penetrá-la. Só que dessa vez ela estava deitada entre nós dois e sentia a força de nossos corpos lhe abraçando..

Falo em seu ouvido: agora você vai gozar gostoso sem ter pra onde correr.. ela sentia que nossa força a dominava e não tinha mais nada a fazer a não ser se entregar e deixar nosso desejo de lhe possuir esgotar até nos saciarmos em seu corpo de mulher.

Logo minha respiração e minhas palavras em seu ouvido a fazem se excitar.. nesse momento eu digo pro moreno: agora vamos foder com força que ela merece. Então com força e com toda a disposição de nossos corpos entregamos toda a energia que tínhamos socando os dois paus inteiros e com força dentro de Carla que sentindo a velocidade e a força, cada pau entrar e sair dentro dela, levando seu corpo ao limite, não aguentou e novamente explodiu em gozo arranhando minhas costas, ela sentia que não tinha pra onde correr..

Sentindo sua buceta e seu cuzinho apertar nossos paus ela sentia os dois membros viris e grandes chegarem ao máximo e explodirem em gozo quente.. grosso.. muito gozo.. sentia cada pau pulsando dentro dela em cada parte de si.. jatos quentes.. nossos corpos colados ao dela.. quentes e fortes.. seu cuzinho e sua buceta apertava chupando os dois paus como se quisesse arrancar até a ultima gota deles, sentindo eles se contraindo em força e músculos contra seu pequeno corpo, tendo espasmos fortes.... sentia seus dois homens segurando seu corpo com força, a dominando sem direito a dizer não.. nesse momento ela sentiu que é mulher para os dois homens.. mulher capaz de dar conta dos dois.. sentiu o poder que tem para acalmá-los e deixa-los no chão.

Logo nossos corpos relaxam e se jogam no dela cansados e ofegantes. Caio em cima dela ofegante.. ela podia sentir os corações batendo forte e pulsantes.. o calor nos envolvia.. ela conseguiu: arrasou ou dois homens.. deu conta do serviço.

Sorrimos juntos.. e foi inesquecível.

Comentários

07/08/2015 12:44:03
Maravilhoso, adorei.
17/07/2015 15:08:30
Cara que delicia de conto
17/07/2015 12:12:39
Muito bom! Que foda!!!
17/07/2015 09:35:28
nossa muito gostoso saio com um casal e deixamos sempre a esposa morta de prazer ; muitoooooo bommmmm

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.