Casa dos Contos Eróticos

Descobri que a mulher do meu amigo era Gp e tive uma das melhores transas da minha vida

Autor: Edu
Categoria: Heterossexual
Data: 02/07/2015 17:13:27
Nota 9.54
Ler comentários (9) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Bem, tudo que venho contar para vocês é verdade, (não irei revelar nome real de ninguém aqui por motivos de privacidade)

Sou do tipo de pessoa que pratica bastante esporte físicos, desde menino sempre fui meio aventureiro gosto de pedalar correr nadar e tudo mais, sou casado a 6 anos com uma mulher linda, não tenho nada o que reclamar no que se diz respeito a sexo no casamento.

Vamos contar o que aconteceu (pois tenho que compartilhar isso com alguém) sempre fui bem próximo a esse amigo(vou chama-lo de Caio), saíamos pra todas as baladas de Goiânia e sempre tinha ele como companhia nas aventuras de bike que eu costumo ter, só que comecei a namorar a garota que hoje é minha esposa e ele continuou farreando com outros amigos, até que se passado alguns anos ele me apresenta uma mulher muito gostosa(vou chama-la de Bia), morena do cabelo na bunda mais ou menos 1.59 e 65 kg , uma cintura fininha uma bunda redondinha e durinha, enorme de deixar qualquer marmanjo exitado só de olhar, conversando com eles Bia disse que malha desde os 16 anos, (hoje ela tem 29) dois anos mais velha que Caio,passamos a sairmos juntos novamente ele com sua namorada e eu com minha esposa , Bia sempre vestida com roupas super provocantes e se tornava o destaque da festa não tinha aquele macho que não ficava admirando tanta beleza, com aquela cara de safada que ela ficava porém eu nunca pensava em nada por respeitar ele como amigo, conversava com ela sempre numa boa , e o tempo foi passando e aquela morena ia ficando cada dia mais gostosa pois estava mais focada ainda em seus exercícios na academia, e eu comecei a sentir um tesão imenso por ela, e na balada ela percebia e provocava, dava as costas empinava a bunda pra mim ficava se esfregando em mim disfarçadamente as vezes quando saíamos pra buscar bebida e ela estava atrás de mim segurava nas minhas costas, alegando que era mais fácil caminhar, porém em alguns momentos ela alisava minhas costas de um jeito diferente, eu tentava não pensar em nada porém era impossível.

Foi aí que tudo mudou, trabalho no RH de uma grande empresa de Goiânia certo dia no horário do almoço fiquei conversando com um colega de trabalho e decidimos dar uma olhada em um site de acompanhantes de Goiânia, (chamado GatasGyn) passando pelas fotos das garotas reparei uma morena muito parecida com a Bia, quis a abrir a foto sem demonstrar nada para meu colega de trabalho, e reparei que essa morena tinha duas tatuagens idênticas a de Bia uma no ombro direito e outra em cima da bunda, anotei o número dela na hora e pedi para esse colega ligar pra inventar uma história pra GP alegando que estava chegando de viagem a serviço em Goiânia e se interessava por ela, e assim ele o fez eles conversaram e ele disse que assim que estivesse chegando em Goiânia ele retornaria, foi aí que tive a ideia de ligar para ela quando eu estivesse perto de Caio e Bia, no sábado a tarde chegando do meu serviço passei direto na casa deles com um pretexto de colocar o papo em dia em um determinado momento peguei o celular e disse q ia ligar para um amigo da empresa e disquei o numero dela, chamou, chamou e nada ninguém atendeu, foi quando ele disse que iria comprar bebida, e ela se ofereceu para buscar, tudo bem pra nós pois a distribuído era de frente a casa dele, quando ela saiu pra buscar a bebida falei pra ele que eu estava era ligando para uma Garota de programa, ele se amarrou na hora na ideia e pediu para que eu ligasse de novo enquanto a Bia estava fora e eu liguei.

Foi quando eu liguei, o telefone tocou meu coração disparou e ela atendeu , fui indo pra fora alegando pra ele pra ver se a Bia não estava chegando, olhei pra fora do portão e vi ela com o celular na mão e foi quando tive certeza que era ela, voltei pra dentro e não deixei o Caio perceber nada,no telefone disse pra ela que era o homem que havia ligado mais cedo,ela disse que tinha guardado o número e que sabia que era eu porém perguntou se tinha algo de diferente na voz? Eu aleguei que poderia ter sido interferência do sinal, me chamando de amor perguntando se eu já tinha chegado?, eu disse que sim e que queria saber que horas ela estaria livre ela disse que qualquer hora depois das 22:00 (o que fazia muito sentido pois Caio trabalha de conferente em uma grande transportadora e tinha sido escalado pra trabalhar no turno da noite por 6 meses.

Tudo bem, marquei com ela as 22:30 hs no emoções Motel, ela me disse que custaria 450,00 falei que tudo bem que dinheiro ñ era o problema, Caio sem acreditar que eu estava fazendo aquilo e sem imaginar quem era a Mulher me chamando de louco e rindo bastante, eu disse que a mulher valia a pena e dei uma risada irônica, ele falou que ia querer o telefone dela se fosse tão boa assim mesmo, disse que um dia eu passava, ela chegou e agiu naturalmente, perguntei pra ela o que ela ia fazer a noite, ela disse que ia na mãe dela pois Caio tinha q ir ralar, e brinquei dizendo que o Caio vai trabalhar a noite e ela tem q ficar de castigo nós rimos e ela concordou, Caio disse que estava indignado com aquilo mas q era por pouco tempo e eu fui embora , o dia passando e eu não parava de pensar em tudo que estava acontecendo, minha mulher até estranhou pois eu estava muito voado, disse que eram os problemas na empresa mas que estava tudo bem, deu 21:00 hs falei pra minha mulher que eu iria sair pra jogar bola com os amigos ela disse q tudo bem. (pois direto eu vou ).

Fiquei de tocaia com um carro emprestado (pois ñ queria ser visto) próximo a casa deles só para ter certeza q era ela, 21:30 Caio saiu pro serviço e tudo na casa parou até as 22:10 não teve nem um movimento, foi quando ela saiu com o carro e tomou direção a BR153 (região famosa e conhecida pelos grandes motéis) não moramos longe e rápido chegamos, 22:20 ela já estava entrando pro motel, foi quando deu o horário e eu liguei e disse que queria ela bem cheirosa pra mim, ela sorriu e disse que eu teria uma grata surpresa e que não iria se arrepender da noite, me passou o n° da súite e eu cheguei na porta passei o n° e entrei meu coração estava na boca parei entrei com o carro pra dentro da garagem e fechei tudo, ela estava me esperando com uma lingerie sensacional com aquele corpo incrível deitada olhando pra porta, parei de frente a porta respirei segurei na maçaneta e entrei, ela levou um susto e tentou se cobrir com um roupão, eu fui me aproximando e falando pra ela que quando eu tinha visto as fotos eu ah reconheci, ela ela de cabeça baixa e eu me aproximando fazendo muitas perguntas ela só olhou pra mim quase chorando pedindo pra não falar nada pro Caio foi quando eu cheguei bem perto peguei na sua mão e disse que só ñ contaria com uma condição, que agora ela seria minha puta exclusiva que quando eu quisesse come-la ela teria q largar tudo e vir dar pra mim ela olhou em meus olhos e disse sim.

Foi quando o roupão caiu e eu levantei sua mão e pedi pra ela da uma rodadinha, (só de imaginar ela vestida daquele jeito eu fico louco) ela deu um sorrisinho e rodou bem de vagarzinho olhando em meus olhos, puxei ela pro meu corpo e beijei ela bem gostoso, beijando ela por um tempo a mão deslizando por aquele corpo perfeito aquela bunda linda comecei a chupar seis seios bem de leve, ela começou a gemer bem baixinho no meu ouvido enquanto eu chupava os seios dela sem falar nada, fui descendo minha mão até sua bucetinha puxei sua calcinha de lado e comecei a acariciar seu clitóris bem de leve e ela toda molhadinha, tirei seu sutiã e deitei ela na cama e fui beijando sua barriguinha perfeita até chegar em suas coxas beijando bem de leve passei minha língua em naquela bucetinha pequenininha e gostosa, passava minha língua em seu clitóris deixando ela cada vez mais exitada, a respiração dela só aumentava e soquei um dedinho na sua buceta foi quando ela deu um gemido depois de um tempo coloquei outro dedo no seu cuzinho e foi quando ela enlouqueceu, gemia feito uma puta me chamava de gostoso falando que sempre quis dar pra mim que me achava muito gostoso que ela era minha putinha que podia fazer com ela o que eu quisesse rapidinho ela gozou na minha boca apertando meu cabelo gemendo muito gostoso, aí ela se levantou veio me beijando, começou a beijar meu corpo foi descendo até chegar no meu pau, e começou a mamar muito gostoso, hora ela tentava garganta profunda, e não conseguia pois meu pau é grande e grosso, mas sempre deixando ele bem molhado, chupava minhas bolas me olhando nos olhos tirava a boca e dizia que era o sonho dela chupar ele, batia uma pra mim me olhando nos olhos dizendo que era minha, que a noite ia ser a melhor da minha vida, voltava a mamar meu pau de novo engolindo ele quase todo, voltava a bater uma pra mim dizendo que queria que eu desse leitinho pra ela que ela era louca pra sentir ele, falava que meu pau era mais gostoso ainda que ela pensava, eu levantei coloquei ela de quatro, e sem camisinha mesmo soquei a cabeça do meu pau no buraquinho de sua buceta fui acariciando ela, Bia se inclinou toda pedindo pra eu meter, falando que queria ele todo dentro dela, foi quando eu coloquei a cabecinha e ela deu um gemido, pois a bucetinha dela era pequenininha, fui enviando bem gostoso aos poucos e foi entrando tudo, e a velocidade foi só aumentando puxei seu cabelo e comecei a socar com toda força e ela gemia muito gostoso, pedia pra eu meter e coma outra mão eu batia naquele rabo sensacional que ela tinha, hora eu apertava ele hora eu batia, toda hora eu passava o dedo no cuzinho dela bem, e dizia que eu ia comer ela toda e no final da noite ela ia levar porra na boquinha dela, ela gemia e dizia que era tudo que ela queria, e eu ficava louco vendo aquele cuzinho aberto pra eu quanto eu socava na buceta dela, puxei ela pra fora da cama, ela subiu em cima de mim e prendeu suas pernas e comecei a bom bar nela com ela de frente pra, puxei suas coxa pra cima dos meus braços a prendi com força, ela segurou no meu pescoço enquanto ela saltava no meu pau com tudo, foi quando anunciou que ia gozar de novo, virou a cabeça pra cima e travou seu corpo no meu pau e deu um gemido mais alto, e ficou esfregando no meu pau até o gozo passar, deitei na cama ela veio e sentou em cima de mim, começou a cavalgar no meu pau com uma maestria incrível, eu foi quando eu travei sua bundinha e comecei a socar na buceta dela com tudo, o dedinho esfregando em seu cuzinho, beijando seu pescoço, ela ficou imóvel gemendo dizendo que eu era incrível, que nem tava acreditando no que estava acontecendo, e eu metendo com tudo ela deu um berro e disse pra eu ñ parar , pois assim ela iria gozar de novo, e eu obedeci e soquei com tudo que eu tinha e o gemido dela foi só aumentando ela cravou as unhas nas minhas costas (o que me deu uma encrenca com esposa depois) dizendo que ia gozar, eu ñ aguentei segurar e gozamos juntos, ficamos Deitados um tempo com ela em cima de mim ela disse que nunca tinha gozado ao mesmo tempo com ninguém, que achava que isso era só conversa.

Passaram-se alguns minutos ela segurou no meu pau e começou a bater uma pra mim, sem falar nada só olhando nos meus olhos me deu um beijo bem molhado, parou de me beijar e disse que queria ele de novo , com ela deitada de costas subi em cima e comecei a beijar seu pescoço, fui pra suas costas e ela gemendo novamente bem baixinho, e desci pra sua bunda, aquela bunda espetacular, perfeita super gostosa, beijava um lado depois o outro, mordia bem de leve passei minhas mãos entre as pernas dela, e comecei a acariciar sua bucetinha, abri aquele cuzinho e passei a língua sobre ele a safada cada vez mais ofegante e eu ficava louco com tudo aquilo, lubrifiquei aquele cuzinho todo bem gostoso subi novamente e disse que ia foder aquele cuzinho, ela disse que nem um cliente dela havia comido ele, só tinha dado ele uma vez pro Caio, falei pra ela q toda vez q eu comesse ela ele seria meu, ela ñ falou nada, coloquei meu pau no buraquinho do cuzinho dela ela pediu pra eu ir com calma q meu pau era muito grande, e eu forcei aos poucos, foi muito difícil entrar fui forçando, forçando até conseguir entrar com meu pau pra dentro do cuzinho dela, e ela deu um berro de dor eu nem liguei continuei forçando cada vez mais e meu pau entrava aos poucos naquele rabinho, ela gritava falando que estava doendo e eu mandava ela calar a boca, que puta merecia levar era no rabo, até que meu pau entrou todo, segurei um pouco e comecei a bombar, os gemidos que antes de dor passou a ser de prazer e eu bombava cada vez mais rápido sem dó nem uma dela, perguntava se ela estava gostando ela dizia q sim, que era pra eu meter e meti por um bom tempo até q puxei seu corpo pra cima pra ela ficar de quatro, ela inclinou seu corpo todinho (que sena gostosa) e eu em pé comecei a socar aquele rabo todo aberto com seu rostinho de lado no travesseiro sua bundinha inclinada ñ sai da minha cabeça, eu metia que nem um animal e ela gemia que nem uma puta, ñ suportei e pisei em sua cara e metia com tudo Xingando ela de tudo quanto é nome ela dizia pra eu continuar que ela ia gozar, até anunciar seu gozo novamente, foi aí que eu deitei e pedi pra ela sentar, ela sentou no meu pau de costas para mim e começou a socar e socava com tudo, passaram-se alguns minutos eu coloquei o dedo na bucetinha dela e comecei a socar com tudo no rabinho dela novamente, até q ela ñ aguentou, fechou as pernas segurou em minhas mão tentando tirar de sua bucetinha mas eu travei e continuei, ela ficou completamente entregue virou o pescoço e tremeu todinha gritando q nem uma puta com as pernas pra cima (já havia afeito isso antes e sei como algumas mulheres ficam fazendo isso) com meu pau atolado no rabo dela e minha mão forçando seu clitóris. (depois ela disse que nunca tinha gozado daquela forma, que havia perdido até o ar) virei ela de lado e continuei socando, até dar vontade de gozar de novo, tirei meu pau de seu rabo e mandei ela mamar ele até eu gozar, ela batia uma bem gostoso e mamava que era uma delícia até eu gozar na boca dela todinha, ela perguntou se ñ havia esvaziado na primeira, eu sorri e fui tomar um banho, quando nos arrumávamos pra ir embora ela disse que nunca tinha gozado tanto em uma tranza que pensou que a surpresa seria pra mim mas foi pra ela que a partir daquele dia ela era minha quando eu quisesse cheguei em casa quase 1:00 da manhã com mulher com aquela tromba daquelas, mas foi por uma boa causa!

Espero que vocês tenham gostado desta experiência, desculpe se foi longa mas tinha que contar ela de uma forma que pudessem entende-la melhor pois até hoje ñ acredito.

Fim.

Comentários

27/10/2017 15:00:30
Maravilhoso eliel_ache@hotmail.com
07/10/2015 19:17:19
Bem Legal!
03/07/2015 10:26:57
Muito bom! Já suspeitei que uma gostosinha aqui da vizinhança fosse GP, meu primo disse que era sim, mas nunca confirmei, mas seria uma grata surpresa descobrir, pq ela é muito gostosa, vou vet no gatasGyn, vai que ela está lá! Hahaa
03/07/2015 05:01:39
Adorei o conto muito bom
03/07/2015 00:58:12
Excelente. Nota 10
02/07/2015 21:10:32
Já pensou se quando VC chega se em casa encontra se sua esposa de 4 com um cara todo enfiado no rabo dela kkkk
02/07/2015 20:57:34
foi um otimo conto cara,mas sera q vc ñ tem mais d vc com ela,pois eu gostaria d ler mais alguma coisa d vc com essa gata,mas q seja real nada inventado certo,ate mais .
02/07/2015 19:10:59
Ótimo conto e se você comeu ela de novo por favor, compartilhe com a gente.
02/07/2015 17:54:01
Blz de conto....

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.