Casa dos Contos Eróticos

Meu primo da roça fudeu o bundão da minha namorada

Categoria: Heterossexual
Data: 23/07/2015 21:15:31
Nota 10.00
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Bom pessoal! Quem leu meus textos anteriores, sabe que escrevo contos para apimentar relacionamentos. Então segue o próximo pra completar a trilogia.rsrs

MEU PRIMO DA ROÇA FUDEU O BUNDÃO DA MINHA NAMORADA.

Meu nome é Jackson, moreno, 35 anos de idade e curto uma gandaia danada. Eu já estava meio cansado dessa vida, pois gastava muito dinheiro para manter meu carro e a mulherada da noitada. Resolvi dar um tempo e começar a juntar um dinheirinho pra comprar um lote. Não queria relacionamento sério no momento e virei um verdadeiro homem de pijama. Só dentro de casa.

Passaram exatamente uns seis meses e nesse intervalo eu ficava mais na punheta do que garrar uma mulher de verdade. Eu não estava nem aí. Acabei viciando nessas séries da Netflix e definitivamente sosseguei.

Porém, sossego de pobre dura pouco! Meus amigos de gandaia descobriram que eu havia assinado esse canal de filmes e a cambada achava que minha casa era cinema. No inicio eu deixava na boa, como moro sozinho, sempre tinha alguém pra fazer compania. Só que é foda parceiro! Dividir mensalidade ninguém quer. Agora, assistir de graça , até papagaio do vizinho aparecia. Minha liberdade estava sendo ameaçada e resolvi cancelar a porra dessa assinatura. Havia combinado que só assistiríamos a última temporada de uma série e adeus "cinema do Jackson".

No último dia pra variar, os camaradas do trem da alegria compareceram em peso. Mas, percebi que havia uma convidada novata. Eu quase tive um ataque cardíaco quando vi a mulher. Eu tinha certeza que era a gostosa da mulher melância em pessoa. Meu colega Adriano apresentou e diz que era sua prima Dorotéia e resolveu convida-la para assistir o filme.

A noite esticava com a galera apreensiva na televisão e eu não conseguia prestar atenção na merda do filme. A bunda de Dorotéia era um espetáculo. A gente respeitava porque era parente do nosso amigo,mesmo a vontade sendo chupar toda aquela melancia.

Depois de ultrapassar a meia- noite e o fim do passeio, os convidados foram embora ficando apenas Adriano e sua maravilhosa prima. Meu amigo perguntou se realmente eu iria cancelar a assinatura e brinquei só se ele e a prima não quizessem. Os dois riram respondendo que não acreditavam que deixaria de cancelar por causa deles.

Acabou que tive de comprir a promessa, pois Adriano trazia sua prima constantemente em minha casa.Em uma semana já estavamos no maior amasso e acabamos namorando.

Lembram quando diz que pobre não tem sossego? Exatamente isso. Resolvi complicar minha vida de novo. Não juntei dinheiro merda nenhuma e há 3 meses estava namorando sério com Dorotéia. Vou ser sincero pra vocês; manter meu namoro estava complicado. Eu não estava aguentando em todos os sentidos. Financeiramente eu já tinha quebrado e minha namorada também quase todos os dias vinha ficar comigo em minha casa. A gente transava de todo jeito e todas posições. Essa melancia iria acabar comigo. Eu estava praticamente enrolado e casado ao mesmo tempo. Só faltava assinar os papéis. Aproveitei e

Perguntei pra Dorotéia como pode uma garota

de 28 anos tão maravilhosa, não ter casado ainda? Ela me respondeu que os homens só querem sua bunda . Finalizou dizendo que quer um homem de verdade, que assume ela toda. Eu engoli seco o comentário e" vesti a carapuça". A sorte que o telefone tocou e me salvou da vergonha.

No telefone era meu tio da roça, me pedindo um favor pra levar meu primo em uma casa de garotas de programa. Meu primo Ricardo tem 20 anos e é meio bobado. Deve ter visto só xoxota de vaca e égua na roça. Acabei quebrando esse galho pro meu tio, onde combinamos que Ricardo ficaria um fim de semana aqui na capital mineira.

Dorotéia ficou curiosa e depois de insistir tanto acabei comentando a conversa do telefone. Diz que meu tio passou 500 reais para o filho e eu tinha que arrumar uma garota de programa para ele. Expliquei que meu primo é bobo e não sabe nem conversar com uma mulher direito. Eu já estava pensando na Dorotéia me xingando e nervosa igual caixa de maribondo. Mas ela respondeu:

_ uai! Você leva ele na zona e depois busca.

_ lógico que você não vai entrar né? Você já tem uma putinha em casa.

O comentário da minha namorada me surpreendeu. Eu permaneci em silêncio, enquanto ela me beijava e fazia carinho. Foi aí que tive uma ideia:

_ Amor! Meu primo é maior bobão. E se eu te passar os 500 reais? Você veste uma roupa bem curta e faz apenas chantagem.

Minha namorada me empurrou e diz:

_ você é doido? E se o seu primo querer me comer?

_ Querida! Já te diz. Esse povo da roça é devagar. Colocamos umas 2 músicas de funk para você dançar e rebolar na frente dele. Se ele ficar com tezão, bate punheta no quarto de visita.

Dorotéia sentou no sofá e pelo seu semblante sério, ou ela aceitava ou terminava nosso namoro agora mesmo. Foi então que ela respondeu:

_ Está bom paixão! Mas quero você sempre perto de mim viu? Nem sei se esse primo seu é normal?

Resolvi tranquilizá-la afirmando que sim. Ricardo é apenas um garoto bobado.

Depois de tudo combinado, Dorotéia me pediu que eu adiantasse o dinheiro porque precisa pagar uma dívida pessoal. Eu concordei e tive que me virar pra arrumar o que já não tinha!

Sexta feira a noite fui buscar meu primo na rodoviária. Pedi que

Dorotéia ficasse arrumando em casa,

enquanto eu trazia o

aventureiro.

Aproximando no local avistei Ricardo e nos cumprimentamos. O garotão estava muito forte pelos serviços do campo. Tirar leite e cuidar de gado deve fazer os músculos crescerem.Assim que entrou dentro do carro já senti aquele cheiro forte de capim e palha. Expliquei para ele que na cidade as mulheres gostam de homem cheiroso. Ele iria chegar em casa e tomar um banho. Ainda dentro do veículo acabei ministrando uma aula de higiene. Argumentei que tem que lavar o saco direito, passar o dedo com àgua dentro da bunda e retirar qualquer mau cheiro desagradavel. Passar um creme nas pernas e principalmente um perfuminho moderado.Ricardo só confirmava balançando a cabeça e sorrindo pra mim igual bobão o tempo todo. Chegamos em casa e pedi que ele tomasse banho, que logo uma amiga minha iria aparecer. E vocês já sabem quem é a amiga né? A gostosa da minha namorada.

Caminhei em direção do meu quarto e ao abrir a porta, fiquei espantando o quanto Dorotéia estava gostosa. Ela usava uma saia curta e leve que qualquer ventinho levantava aquilo. Na voltinha que fez, pude ver a polpa da bunda e meu cacete até deu sinal de vida. Eu queria coloca-lo pra fora e colocar naquela boca lambuzada de batom vermelho.

_ e aí paixão, gostou?

_ Claro linda! Eu não sabia que tinha essa roupa.

_ Seria uma surpresa pra nós.mas aproveitei essa oportunidade.

_ Eu nem coloquei a liga- cinta. Seu primo nem dever saber o que é.depois uso só pra você amor.

Agradeci timidamente e pedi que em dez minutos que ela comparecesse na sala.

Retornei a sala e meu primo Ricardo já estava sentado no sofá.

_ parabéns hen primo! Soube usar o shampoo direitinho.

Pra variar olhou pra mim com aquela cara de boboca!

De repente Doroteia entra e um suave perfume invade o ambiente. Ela aproximou de nós e meu primo ficou igual uma estatua de boca aberta. Apresentei-vos dizendo que doroteia é minha amiga.

Levantei do sofá e resolvi colocar um som pra minha namorada, ops! Amiga...dançar.

Retornei para o sofá e elogiava a dança da mulher que rebolava em nossa frente. O show de Dorotéia era magnifico. Ela competia com a mulher melancia sem dúvida. Eu que havia cansado de bater punheta pra mulher melancia original, havia realizado o sonho de ter a minha própria fruta. Dorotéia descia no créu em todas velocidades. Decidi ir a cozinha e busquei umas cervejas para nós. Eu já estava mais descontraido e entrava na brincadeira, sorrindo da perfomance da dançarina. Seria os 500 reais mais tranquilo

De Dorotéia. Como eu estava enganado!!!!!!!

Aceitei uma imposição do meu primo querendo que repetisse outras músicas e foi a primeira imprensão que tive que de bobo ele não tinha nada.

Depois de algumas latas de cervejas, percebi que eu havia estrapolado o combinado. Desliguei o som e sentei no sofá ao lado de Ricardo. Chamei Dorotéia e ela aproximou:

_ E aí primão? Já viu uma dessas na roça?

Comentei segurando a mão da mulher. Ela deu uma rodadinha e a miserável usava um fio dental que parecia mais um cadarço. Nem sei pra que usar. Estava praticamente pelada.

_ Tem não Jackson.

_ na roça só tem menina nova e todas tem medo de mim.

Eu até imaginei. O cara é maior tapado.Nem sabe tratar uma mulher! Mas resolvi perguntar pra fingir que estava preocupado e interessado:

_ por que primo?

- Eu tenho vergonha de dizer!

Eu querendo dar um basta nesse papo furado , perguntei pela última vez:

_ pode dizer sô ! Vamos rir não...

Ricardo abaixou a cabeça e respondeu cabisbaixo:

- É porque quando abaixo as calças, as mulheres assustam.Tenho um pinto grande.

Minha namorada olhou pra mim e demorei pensar o que iria dizer.Até que resolvi levar a brincadeira adiante e chantagear o convidado.Afinal de contas, ele vai gastar 500 reais e seu pai pode descobrir que não ficou com mulher nenhuma:

_ Vamos combinar o seguinte: Você mostra seu pinto. Se a minha "Amiga" assustar eu te levo pra passear a noite em uns puteiros bakana.

_ Agora, se Dorotéia não assustar, quem sabe ela dar um beijinho?

Minha namorada me olhou seriamente e nem deu prazo pra mim xingar. Ricardo abaixou a bermuda e apareceu um cacete apontando para o teto da casa. O semblante da minha mulher mudou para espanto rapidamente. Ricardo tinha um pinto tamanho normal. Não era maior do que o meu. Variando entre 15 e 17 cm. Mas, a grossura do pau era algo fora dos padrões. O diâmetro era pouco menos que um frasco de detergente. E com certeza se minha namorada segurasse essa rola, mau consegueria fechar a mão.

_ O que você acha Doroteia?

_ Realmente assusta Jackson. Mas posso tentar fazer um carinho nele.

Puta merda! Imaginei que minha namorada iria "fugir do pau", mas olha a resposta da vagabunda. Tive que aceitar a proposta e observei minha delicia arrastando meu primo pro quarto do visitante. A sacana piscou os olhos pra mim antes de fechar a porta lentamente.

E lógico que eu não iria perder a oportunidade ,de ver o que estava acontecendo no quarto.

Levantei do sofá e caminhei na direção do cõmodo. Abaixei a cabeça e olhando pela greta da fechadura, não acreditei na cena. Ricardo estava deitado na cama de solteiro e minha namorada com o bundão virado pra mim. Ela segurava o cacete do meu primo com uma mão e beijava a cabeça

do cacete passando a lingua também. Com a outra mão, ela massageava os biquinhos dos seios. De vez enquando,dava pra perceber a cara de tezão do rapaz. Aquele semblante bobo havia sumido.

Dorotéia resolveu engolir mais um pouquinho. Era visivel a dificuldade da minha linda namorada em chupar aquilo. Seus lábios esticavam a medida que o cacete era engolido devagarin. Dorotéia vendo que meu primo não tinha experiência, pegou as mão dele e colocou em sua cabeça. Puta que pariu! A safada já estava é dando aula! Fez meu primo empurrar sua cabeça e forçando-a engolir tudinho. Minha linda até engasgava. Aquilo já estava me deixando com tezão e prestes a explodir. Retirei meu pau pra fora e iniciei uma punheta, acompanhando minha namorada sendo fodida na boca sem piedade. Quem mandou ensinar né!?...

Eu revirava os olhos e nem percebi a safada ensinando o cara a bater o pau na lingua e no rosto. Que sacana minha namorada, como ela é uma professora dedicada.

Eu continuava vendo tudo pela greta e a puta cuspiu no pau para facilitar as chupadas. Caramba! Ela fazia igual quando trepavamos. Ela tinha mania de apoiar a mao no meu saco e esticar o cacete ao máximo que conseguia. E as passadas nas bolas do meu primo, estava deixando ele doido.

Aquele episódio estava melhor que as series da netflix. Eu sempre tive vontade e torcia pra mulher melancia fazer filme pornô. Porém, tive que me contentar só com a playboy mesmo. Mas, para nossa alegria, estava realizando meu sonho ao vivo. Com minha namorada clone da mulher melancia, fazendo um delicioso boquete.

Com essas viagens de pensamento, acabei assustando com Doroteia abrindo a porta inesperadamente:

_ Hum amor! Ta de pau duro? Batendo uma punheta?

_ to sim querida. Você ta acabando com meu primo. Faz ele gozar e acaba com tudo isso.

_ ta bom paixão. Vou voltar pro quarto e terminar o serviço.

Ela deu um beijo no meu pau e pedi para que não deixasse meu primo gozar em sua boca. A porta fechou e não sabia se exatamente iria me obedecer.

Então abaixei a cabeça e os dois estavam em um 69. A safada da minha namorada fazia o serviço por completo. Chupava e lambia o cacete e as bolas com voracidade. Trocaram de posição e tive que ver o Ricardo chupando a buceta da gostosa. Ele abria sua bundona, tentando introduzir mais a lingua. A puta virava o rosto e olhava na direção da porta, fazendo aquela cara de tezuda só pra me provocar. Ela tinha certeza que eu estava gostando e aceitando. Resolveu então gemer alto:

_ chupa minha buceta seu caipira.

_ ai..ai.ai ta gostoso demais. Que loucura.

_ ai.ai delicia.é assim que você chupa a xoxota das vacas? Seu pauzudo!

_ se vc é homem mesmo,enfia essa lingua no meu bundão.

_ puto! Você é obediente hen! Que lingua, que delicia..ai...ai..ai

Minha namorada gritava, xingava e falava tudo que queria. Ela fazia o Ricardo até cuspir e lamber sua buceta.

_ cospe caralhoooooo

_ vou gozar na sua boca.

_ ai..ai..ai...que delicia...vou explodir de tezãooooooooo.

Ricardo segurou a bunda da minha namorada com as duas mãos e apertava em seu rosto. Dorotéia endoidava.

_ aiiiiiiiii....porraaaaaaa

_to gozandoooooo

_ segura cachorro.

_ recebe gozo nessa lingua._ aiiiiiiiiiiiiiiiiiii.

.gozeiiiiiiiii.

Eles voltara na posição inicial do 69 e agora tinha que conferir minha linda namorada retribuir a gozada. A putona safada chupava descontrolada a pica do macho. Agora tinha que ouvir os gritos do meu primo:

_ Que boca molhada. Chupa sua vagabunda.

_ toma picaaaa.tomaaaa.

O visitante xingava e fui obrigado ver algo que não imaginava o atrevimento do meu primo. Ele segurou os braços da Doroteia e puxou para trás, fazendo minha namorada buscar o cacete com a boca. Eu pela greta da porta, via aquele pau balançando na frente do rosto e minha gata gostosa buscando,passando a lingua,chupando e engolindo.

Eu já estava preocupado com o comportamento do meu primo. Ele ficava descontrolado levantando a barriga e socando o cacete na boca da minha mulher. Ela é minha namorada e eu deveria fazer algo para impedir. Pensei em abrir a portar e terminar logo a aventura. O problema é que meu corpo estava fraco pela punheta que batia. Senti que logo iria gozar.

Ricardo aumentava o volume do grito e tinha certeza que estava prestes a gozar. Meus pensamentos já estava todo bagunçado e eu gemia também, tomando cuidado para não ser ouvido. Não era só eu que acelerava os movimentos da mão. Conferi pela greta outra vez e Ricardo empurrava a barriga pra cima e para baixo, fudendo a boca da minha namorada. Não teve jeito.

Eu comecei a gozar loucamente e espirrando porra na porta e na parede.quando havia jogado a última gota, abaixei a cabeça na greta, puta que pariu!

O filho da puta do meu primo estava enchendo a boca da putinha de leite. Mesmo com as mãos presas, a danada podia erguer a cabeça e tomar porra só na cara. Porém, a vagabunda fazia questão de fazer biquinho, chupar e passar a lingua em cada jato de leite. Ela recebia porra na boca e deixava escorrer pelo mastro do meu primo. Enquanto eu estava em pé com o pau todo melado, minha tezuda estava sugando e limpando a última gota do cacete. Levantei o corpo e olhei para a bagunça que eu havia feito pela punheta. Foi quando minha linda apareceu outra vez:

_ Gostou amor?

_ pô Dorotéia! Eu te diz pra fechar a boca

caralho!Você deixou ele gozar dentro.

_ Amor vai fazer cú doce agora? Você que planejou isso tudo.

_ Deixa a droga dessa porta aberta e vai observar seu primo fuder o bundão da sua namorada.

Eu não acreditei! Dorotéia retirou_se nervosa e abriu a porta até encostar na parede. Meu primo me olhou encostado na entrada do quarto. Dorotéia ordenou que ele deitasse outra vez na cama. Rapidim ela meteu o cacete na boca e aquele frasco de pau já estava duraço. Meu primo sem reação, só obedecia as ordens da professora vagabunda.

Minha namorada montou em cima dele e observei aquele pinto grosso entrando no bundão dela. Ela ajeitava o cacete tentando facilitar a entrada. O bundão da minha namorada ia engolindo aquele pau e era uma cena que me enchia de tezão. Eu queria colocar o pau na boca dela. Mas fiquei sismado do meu primo assustar. Então, decidi deixa_lo finalizar o serviço sozinho. Só me restou ouvir os gemidos, gritos e as sacanas frases da minha mulher melancia:

_ come sua vagabunda, vai.

_ caralho que pau grosso no meu bundão!

_ amor olha se entrou tudo, olha cachorro!

_ amor, o canalha do seu primo ta me rachando.Ai....ai...ai....

_ que tezãooooooooo.

_ _ vou bater nesse tarado!

Dizia Dorotéia cavalgando na pica e batendo na cara do meu primo. Quanto mais ela batia na cara dele, mais o safado socava o cacete naquele bundão.Os dois gritavam simultaneamente e eu alternava meus pensamentos, imaginando a verdadeira mulher melancia sendo enrabada por esse cacetão. Só tomei conciência da real situação quando ouvi meu primo dizendo que estava gozando:

_ porraaaaaaaaaaaa

_ Que rabão é esse.

_ caralhoooooooo

_ deliciaaaaaaa

_ pago todo mês pra fuder esse bundão!

Eu ouvia as provocações e fiquei impreensionado como minha linda mulher deixou o filho da puta gozar com aquela tora toda no bundão. Ela esmoleceu no corpo dele ainda engatada com a piroca naquele rabão empinado. Depois de ver a porra escorrendo pelo saco do Ricardo, saí do quarto e fui tomar um banho.

Acabou que os 500 reais foi um valor baixo. Se eu soubesse a fama de pica grossa do meu primo, não tinha colocado minha namorada nesse jogo. De qualquer maneira, a cada dia que passa, eu e Dorotéia estamos apaixonados. Resolvi assumir não só a sua bunda, mas toda essa maravilha de mulher. Depois de alguns meses, resolvemos juntar os panos e morarmos em minha casa. Hoje, vivemos felizes e nos amando e eu mantendo a assinatura da netflix para agradar o primo dela, o Adriano. O único imprevisto em nosso relacionamento é que Ricardo resolveu encher

o saco e ligar todo mês

para encontrar com a

professora vagabunda

metedeira. Acabei

alugando o quarto de

visita por 500 reais e até

hoje meu primo fode o bundão da minha namorada acreditando que é minha amiga.FIM

Quem quizer enviar foto da namorada, noiva e esposa para minha inspiração, anote email aí: mileto@pop.com.br

Ler os outros 2 contos e conhece meu trabalho. Abraços!

Comentários

06/03/2016 20:47:07
valeu professora Ivana
05/11/2015 15:09:56
queremos conhecer homens sarados de Curitiba e litoral do PR para comer minha esposa, ela tem 23 anos eh ruiva tem 1,70mt, e 62kg, muito gostosa. entrem em contato meu whats ehtres dois zero meia nove quatro...fico no aguardo do contato de vcs, tem que ser dotato e sarado...rsrs
05/11/2015 15:09:42
queremos conhecer homens sarados de Curitiba e litoral do PR para comer minha esposa, ela tem 23 anos eh ruiva tem 1,70mt, e 62kg, muito gostosa. entrem em contato meu whats ehtres dois zero meia nove quatro...fico no aguardo do contato de vcs, tem que ser dotato e sarado...rsrs
28/09/2015 00:53:47
Delícia!!!
24/07/2015 03:38:04
Mto bom parabéns
24/07/2015 00:43:02
Top

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.