Casa dos Contos Eróticos

A cliente me humilhou mas depois caiu na pica

Autor: Engenhoso
Categoria: Heterossexual
Data: 14/06/2015 00:34:18
Nota 8.67
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá vou contar algo que aconteceu comigo, tenho 1,86 e 80kg sou empresário e um cara bem vivido viajado por muitos países conheci muitas mulheres, apesar de 34 anos, falo inglês, alemão desde meus 12 anos e vivi no chile me dando oportunidade de falar espanhol perfeito, nunca fui rico mas estudioso, e ainda tenho boa aparência, eu havia sofrido um acidente de motocross ficando de cadeira de rodas, e minha esposa me largou durante meu retorno do hospital, simplesmente foi embora me deixando pra mais que baixo, eu comecei o tratamento para voltar a andar e voltei ao trabalho mesmo de cadeira de rodas, comecei a andar em 5 meses e nesse tempo voltei a malhar e suplementar pernas no limite que eu conseguia, ficando muito bem de saúde corpo só faltava mente, um dia estava na loja e uma cliente uma japonesa, muito bonita vou chama-la de JAPA ela como a maioria das japonesas magrinha nem a olhei com maldade nenhuma, comprou um espelho e pediu para ser feito a entrega e instalação na casa dela e minha funcionaria preencheu toda a documentação e chegando a data de entrega, eu não tinha funcionário para fazer isto, sem a menor duvida fui eu mesmo, chegando a cliente o porteiro me recebeu me deixou subir, um belo apartamento novo aqui em SP, ela pelo porteiro me informou que eu não poderia instalar pois a parede onde eu deveria instalar, havia ocorrido um acidente os pedreiros pelo lado de fora do hall furaram um cano e sua parede estava inundada de agua, falei sem problemas pois queria mesmo era voltar logo pra empresa, combinamos de voltar outro dia, na outra semana a Japa me liga e queria que eu fosse dois dias depois e eu estava no fórum um processo trabalhista estava puto por estar lá, disse que não daria no outro dia, após isto ela me tratou rispidamente achando que eu era funcionário eu falei com firmeza com ela e foi simplesmente assim.

- minha hora de trabalho, paga o seu dia de trabalho me diga quando virá colocar esta porcaria quero ainda esta semana.

Eu fiquei tao puto que de raiva falei só na quinta da semana que vem, afinal era quinta e eu teria prazo de uma semana.

Ela reclamou mais um monte falou monte de merda me deixou p, mas mantive a calma.

Chegando na outra semana eu na terça feira liguei e fui, chegando lá fui tratado com educação e percebi que ela ficou diferente sorridente me tratou muito bem demais.

Comecei a tirar um móvel para ter espaço e ela parada olhando, observava que ela náo saia achei que fosse preocupação pois funcionários nem eu confio muito menos os clientes, vi um livro no móvel em inglês que eu já havia lido, comentei que era um bom livro, ela se espantou e falou.

- vc já leu este livro ????

com muita duvida e dava pra sentir que duvidara de meu comentário e perguntei a parte que ela estava do livro, trocamos informações ela ficou muito estranho se sentindo mal acho que por duvidar e ver que eu sabia mesmo me perguntou se eu era o dono da empresa, apenas confirmei com um leve sorriso e a cabeça acenando que sim, falamos de viagens e eu colocando o espelho falamos de escaladas eu havia escalado em diversos países e a cliente que tanto me humilhou após o termino me chamou para tomar um suco na cozinha, e como amigos começamos a conversar.

foi questão de pouco tempo, Já foi na geladeira e pegou uma cerveja, eeee duas cervejas e 3,4, 5 fomos bebendo eu sabia que ela estava louca com tesao segurei o máximo que eu pude ate que a puxei dei um beijo delicioso fui correspondido na hora, senti que ela estava na seca louca fui literalmente pego de surpresa eu náo tinha camisinha, ela uma gerente de uma multinacional, em seu apto novo, Japonesa arrancou meu pau pra fora a apoiei na bancada da cozinha sem chupar ela sem bater uma direto livre leve e no pelo, enfiei naquela bocetinha deliciosa que mergulhou de uma vez só engoliu meu pau todo, quase tive uma crise de riso, quando ela começa toda desengonçada a meter ela de costas encostada os braços na pia da cozinha segurei daquela bundinha linda magrinha, de raiva comecei, meter devagarzinho falando, cliente putinha que ganho em uma hora mais que eu ganho no dia vai ganhar agora uma surra de pica, e comecei a meter bem forte sentindo que poucas estocadas e ela já gozando me senti um macho dos mais machos, a peguei no colo e levei para a cama dela e falei:

Agora a cliente vai ser minha putinha e vai chupar meu pau com sua porra, ela veio com uma chupada tao sem graça dava pra ver que ela náo sabia chupar gostoso que deixei ela chupar pouco já mandei ela vir calvagar ai sim, aquela era outra mulher que putinha gostosa aquela cliente subia e descia engolia minha pica inteira e via aqueles peitinhos pequenos durinhos apertava eles e a chamava de putinha safadinha, era nervosinha por falta de uma boa pica agora ela iria ficar calminha, ela apenas cavalgando acenava com a cabeça que sim, com uma cara, se alguém já comeu japa sabe a cara que japa faz com tesao, muito engraçado e eu segurando distraindo assim pra não gozar pq a trepada estava uma delicia coloquei a japa de 4 segurando a cabeceira da cama novinha e metia naquela deliciosa e raspadinha bocetinha, lhe falando sempre, putinha mal comida, agora vai ser sempre minha putinha voltarei mais vezes metendo com força que a japa gozou de novo e eu não aguentei falei vou gozar na sua boca putinha quando tirei ela ficou sem o que fazer levantei de pé na cama dela fui ate sua boca com pouco de nojinho coloquei meu pau na sua boca e ela engoliu com uma carinha de nojo deixando cair boa parte de minha porra, levantei e fui para seu banheiro por dentro de um closet ela veio atrás sem eu nem convidar na própria casa dela, eu tomando banho, ela veio me abraço com um ar de bem agradecimento, foi só abraçar pra meu pau começar a forçar sua barriga e no banho foi outra pegada, com muito beijo chupada agua caindo sobre ela e rola com muita propriedade a japa toda molhada me arrastou para a cama e começou a cavalgar, como ele mete gostoso deu tesao de lembrar, cavalgou que gozamos juntos acabei dormindo e ela também exaustos acordei assustado 23h da noite, ela queria mais uma mas lembrei que precisava voltar pra fechar a loja, por sorte funcionários fecharam a porta deixaram encostada e ninguém percebeu, depois disto a japa virou minha putinha uma chefe muito rude, mulher brava mas a mais sedenta por rola que já conheci, saimos sempre a putinha viciou, próxima conto como comi seu cuzinho pois vai ser esta semana já é divida da putinha.

abraços galera.

Comentários

14/06/2015 10:08:41
Uau que conto delicioso Me deixou com mais Tesão ainda! Conheci pessoalmente algumas pessoas aqui no site e adoraria ampliar meu circulo de amizade com Mulheres e Casais (adoro gordinhas e maduras Me deixam doido)Mas indiferente da idade, estado civil e raça para se possível gozar gostoso, pois quero se possível encontros reais ,Sou Mulato, 39 anos, solteiro, 1.87cm, 100kg, praticante de jiu jitsu, dote Razoável, muito cheiroso e safado, contatos somente por Skype ou e-mail pablowillians38@outlook.com ou whatsapp (onze) nove. Seis, três, cinco, cinco, cinco, quatro, três, sete. Aguardo pessoas legais e liberais de sp para amizade e diversão real.
14/06/2015 05:26:57
Bom conto, nunca comi uma japa, mas não desisto, ainda pego uma
14/06/2015 00:48:42
O conto foi bom, mas não gostei da forma que trata seus funcionários como se todos fossem ladrões, não confia em nenhum, então trabalha sozinho pra ver se sua empresa funciona.
14/06/2015 00:48:22
O conto foi bom, mas não gostei da forma que trata seus funcionários como se todos fossem ladrões, não confia em nenhum, então trabalha sozinho pra ver se sua empresa funciona.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.